Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
  • Save
Lit. info. + exercícios(correção)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Lit. info. + exercícios(correção)

  • 1,042 views
Published

 

Published in Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
1,042
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. BIBLIOTECA ESCOLAR / CENTRO DE RECURSOS EDUCATIVOS Escola Secundária Homem Cristo desenvolvendo a Literacia da InformaçãoAno letivo 2012/2013Prof. bibliotecária: Margarida Botelho da Silva
  • 2. L ConceitoI « competências e capacidade selectiva e sintetizadora na busca eTE uso da informação; e o tipo de competências aprendidas, assimRA como as necessidades espontâneas ou induzidas ao longo doC processo de escolarização no que toca a buscar, reproduzir/citar,IA interiorizar e comunicar informação.» (Silva, 2006, p. 154) *DAI FundamentosNF • A pressa na sociedade atual,OR • A ubiquidade e a velocidade da informação,M • A acessibilidade à informação (física e financeira),AÇ • Diversidade e quantidade de informação ao dispor,ÃO • Interatividade, liberdade. * Silva, Armando M. da (2006). A Informação. Da compreensão do fenómeno e construção do objecto científico. Porto: Edições Afrontamento. ISBN: 9789723608595, p.154.
  • 3. • Um mar de informação física e digital… ? Fiabilidade ?? Segurança ???• Necessidades: • de avaliação da fonte/da informação que temos em mãos, • de filtragem desse manancial de informação para se chegar ao conhecimento.• Realidade: http://www.michaelgaigg.com/ • falta de informação acerca de fontes de informação credíveis; • “copy-paste” sem aprendizagem.
  • 4. Pesquisar na Internet A importância das letras verdes e não tanto das azuis (Nem sempre o 1.º resultado é o que + nos interessa)
  • 5. Pesquisa avançada na Internet Especificamente aquilo que interessa para o meu trabalho (e nada mais).Google Pesquisa Avançada Dicas de Pesquisa | Tudo sobre o Google com todas as palavras v oluntariadoLocalizar resultados com a frase exacta com pelo menos uma das palavras ac ç ões sem as palavras 10 Res ultadosNúmero por página Em cada página, apresentar Esta opção não se aplica no Google Instantâneo.Língua Mostrar páginas escritas em PortuguêsRegião Pesquisar páginas localizadas em: PortugalFormato do ficheiro A penas qualquer f ormato mostrar resultados com o formato de ficheiroData Devolver páginas Web apresentadas último anoOcorrências Mostrar resultados nos quais os meus termos aparecem em qualquer lugar da páginaDomínio A penas mostrar resultados do site ou domínio Exemplos: .org, google.com Mais informaçõesDireitos de Uso Resultados encontrados que são não f iltrados por lic enç aPesquisa segura Sem filtragem Filtrar com o filtro de Pesquisa segura Pes quis a do Google
  • 6. “Less is more” Menos resultados mas mais específicos
  • 7. AVALIAR PÁGINAS WEB *ASPETOS GERAIS1. Qual é a localização (URL), do sítio em que estás a navegar? http____________________________2. Como se chama o site?3. Como encontraste esse sítio?4. Porque decidiste consultar esse sítio e não outro?* Adaptação de: Ministério da Educação, Rede de Bibliotecas Escolares (s/d): Guia elementar de avaliação de páginas web, Literacia da Informação. Disponível em <http://www.rbe.min-edu.pt/literacia/avaliacao- paginas-web.htm> [Último acesso: 29/09/2008].
  • 8. APRESENTAÇÃO E NAVEGABILIDADEQUAL É O ASPETO DO SITE? SIM NÃOA página demora pouco tempo a carregar?A página é de fácil navegação?Os links para outras páginas são facilmente encontrados?Os links para subpáginas ou outros sites funcionam correctamente?Ao navegar na página para subpáginas, é possível regressar à páginainicial/ anterior?As imagens na página são úteis?As animações/ efeitos visuais valorizam a página e não distraemdesnecessariamente?As fotografias parecem reais e originais?As imagens têm legendas?
  • 9. Que tipo de informação encontramos? SIM NÃOCO Existe um título ou uma introdução sobre o assunto da página?NTE É fácil identificar a função da linguagem e a finalidade do site?ÚD São comprovados factos, ou prevalece a opinião do autor?O Consegue-se verificar se a informação disponibilizada é atual? Consegue-se encontrar facilmente a informação? A informação relaciona-se diretamente com aquilo que procuro? A página inclui informações que penso estarem erradas? A página contém ligações para outros sites de interesse?
  • 10. C De que forma está escrita a informação? SIM NÃOOR O conteúdo está escrito numa linguagem correta?RE O vocabulário utilizado é adequado?Ç O texto é claro e objetivo?ÃO Existem erros ortográficos ou de gramática? Quem é o autor da página web? SIM NÃOAU O nome do autor ou da instituição está devidamenteT identificado?OR O autor indica bibliografia ou citações que indiquem onde oI autor foi buscar a informação?A Existem dados para poderes contactar o autor/a instituição: número de telefone, e-mail, …?
  • 11. APRECIAÇÃO GLOBAL • Tendo em conta as respostas que acabaste de dar, assinala na escala de 1 a 4, o número que melhor reflete a tua opinião sobre o site (considera 1- Fraco, 2 - Satisfatório, 3 - Bom, 4- Muito Bom). _____________ • Recomendarias este sítio a outras pessoas? Porquê / Porque não? _____________________________________ _________________________________________________ • Continuarias a explorar este site para retirares a informações de que necessitas para o teu trabalho de projeto? Porquê / Porque não? _________________________________________________ • O que aprendeste de novo a partir deste site? _________________________________________________ _________________________________________________
  • 12. É útil ler livros físicos!• Confiança: factos como a passagem por edição e revisão de pares, impressão e aquisição pela biblioteca escolar podem ser indicadores de fiabilidade, qualidade do conteúdo.• Desenvolvimento da inferência: se o livro físico não é CLASSES DA CDU tão maleáveis como a informação digital, também exige 0 Generalidades > concentração, ativação de - zonas cerebrais e por um 1 Filosofia. Psicologia período de tempo + longo. Maior probabilidade de 2 Religião. interiorização da info., de desenvolvimento da 3 Ciências Sociais 4 Vazia (reservada) inferência, de derivar conclusões lógicas. 5 Ciências Exatas e Naturais 6 Ciências Aplicadas 7 Arte. Música. Jogos. Como os encontrar na Biblioteca? Desportos. Espetáculos 8 Linguística. Literatura C D U - Classificação Decimal Universal 9 Geografia. História• A nível mundial, 10 classes (assuntos) subdivididas por notações alfanuméricas.
  • 13. CDU – As classes e subclasses mais procuradas na nossa biblioteca:030 Obras gerais de referência: enciclopédias, dicionários1 A/Z Filósofos159.9 Psicologia316 Sociologia339.92 União Europeia37.01 Pedagogia geral377 Formação profissional 82-31 Romance51 Matemática 821.134.3.09 Crítica, estudos de53 Física literatura portuguesa54 Química 82-94 História como género literário.55 Ciências da Terra Crónicas. Anais. Diários.57 Ciências Biológicas Biografias. Autobiografias.613.88 Educação sexual. Sexualidade. 913 Geografia Planeamento familiar. 94(100) História mundial792 Teatro. Representação teatral; Balé. 94(469) História de Portugal Coreografia. Dança
  • 14. Purpose (Objetivo) competências cognitivas para identificar o conhecimento existente competências de pensamento como o brainstorming ou a conceptualizaçãoModelo de capacidade de identificar recursos de informaçãopesquisa Location (Localização) competências de localização em catálogos de bibliotecas, livros, revistas, PLUS audiovisuais, online(Hering, 1996) competências de selecção para avaliar a relevância dos recursos de informação competências tecnológicas no uso de fontes eletrónicas como a Internet Use ( Uso) competência leitora - encontrar informações, interpretar corretamente, id. ideias relevantes interação - relacionar com o conhecimento existente , com hipóteses,… seleção e rejeição avaliação - eventuais opiniões tendenciosas; atualidade e correção da info. registo, conservação e acesso à info. - tomar de notas, guardar em diferentes e acessíveis locais/suportes http://www.plus.com/ capacidade de síntese, compilação de ideias factos e informações escrita - redação de ensaio, relatório ou projeto, … Self-evaluation (Autoavaliação) capacidade de autoavaliação – refletir, identificar áreas de melhoria,…
  • 15. Referências bibliográficas no corpo do texto Tipo de citação NP 405 APA (Silva , 2009: 18) (Byram, 1997, p. 18) ou ouCitação direta (Neves, 1996, pp. 24-27) (Holm, 2002, pp. 7-11) (ANDERSON, 1981 apud ARÉVALO, 1997: 73) ou (Anderson, 1981 cit. in / apud Arévalo,Citação indireta 1997, p. 73) (ANDERSON, 1981 cit. in ARÉVALO, 1997: 73) Se antes foi citado LAMPRECHT, Se antes foi citado LAMPRECHT,Referência subsequente 1962, p. 20, a seguir, pode 1962, p. 20, a seguir, pode escrever-sede um mesmo autor – escrever-se : :idem (Id., 1964, p. 35) (Id., 1964: 35)De 1 mesmo autor em Se antes foi citado GONÇALVES,página diferente, de Se antes foi citado GONÇALVES, 2000, p. 61, a seguir usa-se:uma mesma obra - 2000, p. 61, a seguir usa-se:ibidem/ op. cit. (Ibid., p. 203) ou (op. cit., p. 203) (Ibid.: 203) ou (op. cit.: 203)
  • 16. Referências bibliográficas no fim de um documento [1] Tipo de NP 405 APA documento Silva, Armando M. da (2006). A VIEIRA, Alice – Rosa, minha irmã Rosa. 18.ª Informação. Da compreensão doMonografia edição. Lisboa: Caminho, 2005. ISBN 972- fenómeno e construção do objecto(livro) 21-0033-5 científico. Porto: Edições Afrontamento. ISBN 9789723608595. Freud, S. (1961). The ego and the id. TOLKIEN, J.R.R.- A Irmandade do anel. In “O In J. Strachey (Ed. and Trans.), TheVolumes ou senhor dos anéis”. 13.ª ed. Mem Martins: standard edition of the completepartes de Europa-América, 2002. ISBN 972-1-04102- psychological works of Sigmundlivros 5. vol.1. Freud (Vol. 19, pp. 3-66). London: Hogarth Press. (Original work published 1923) FIGUEIREDO,M. – Factores de estabilidade Passons, W. (1967). Predictive estrutural associados ao arranjo dos validities of the ACT, SAT, and highArtigos de catiões nas estruturas dos compostos school grades for first semesterrevistas, iónicos. Revista Portuguesa de Química. GPA and freshman courses.jornais, etc. Lisboa. ISSN 0035-0419.Vol.23,nº 4 Educational and Psychological (1981), p.250-256. Measurement, 27, 1143-1144.
  • 17. Referências bibliográficas no fim de um documento [2] Tipo de documento NP 405 APA ASHWIN, Paul ‐ Changing Higher Education: McNeese, M.N. (2001). Using technology in The Development of Learning andE-books, bases de dados e educational settings. University of Southern Teaching [Em linha]. 2nd ed. London: Mississippi, Educational Leadership andprogramas: Taylor & Francis, 2005. [Consult. 14 Jun. Research web site. Consultado em 13 de 2010]. Disponível na internet: outubro de 2001, em: http://www- <URL:http://lib.myilibrary.com?ID=24441>. dept.usm.edu/~eda/ ISBN 0‐203‐47929‐7. BIBLIOTECA DA UNIVERSIDADE DE AVEIRO. Área de Recursos Electrónicos e Apoio ao Greater Hattiesburg Civic Awareness Group, Task Utilizador. A Biblioteca Informa. [Em Force on Sheltered Programs. (n.d.). Fund-Portal/página Web linha]. Aveiro : SBIDM. [Consult. 21 raising efforts. Consultado em 10 de Jun. 2010] Disponível em novembro de 2001, em: WWW:<URL:http://www.doc.ua.pt/sbidm/b http://www.hattiesburgcag.org iblioteca/PageImage.aspx?id=8247>. Dicionário de inglês-português. 3.ª ed. Porto: Merriam-Websters collegiate dictionary (11th ed.).Obras de referência Porto Editora, 2003. ISBN 972- (2005). Springfield, MA: Merriam-Webster. 0-05020-9.(dicionários, enciclopédias) The New Encyclopedia Britannica (1984). Chicago:sem autor expresso Enciclopédia da Medicina. Lisboa: Selecções do Encyclopedia Britannica, Inc., vol. 1, pp. 41- Reader’s Digest, 1992. 42. Capovilla, F. C., & Guidi, M. A. A. (1990). Recursos de hardware para análiseFilmes, documentários, etc. PINTO, ARMANDO VIEIRA - Fado. Lisboa: experimental do comportamento humano Lusomundo, cóp. 1947.1cassete vídeo [Filme-vídeo]. F. C. Capovilla, Prod., M. A.em vídeo. (VHS) (110 min.) Guidi, dir. São Paulo: Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo. 1 cassete VHS/NTSC, 22 min. color. son.
  • 18. Exercícios – proposta de correção Tipo de NP 405 APAdocumento ALBERONI, Francesco - Sexo e Amor. 3.ª ed. Alberoni, Francesco (2007). Sexo eMonografia Lisboa: Bertrand, 2007.ISBN 978-972-25- Amor. Lisboa: Bertrand, 3.ª ed.(livro) 1506-1 ISBN 978-972-25-1506-1 Botelho, J. (2003). Quem és tu?Filme BOTELHO, JOÃO - Quem és tu?. Lisboa: [Filme]. Lisboa: Lusomundo. 1 Lusomundo, cóp. 2994.1 DVD (108 min.) disco DVD, 108 min. color. son.Artigos de SÁ, Sara - Os segredos das células mágicas. Sá, Sara (2011). Os segredos dasrevistas, Visão, ISSN 0872/3540. N.º 948, p. 68-77. células mágicas. Visão, 948, 68-77.jornais, … PRPJETOS, BIBLIOTECA, AÇÕES E IDEIAS DA Projetos, Biblioteca, Ações e Ideias da Escola ESCOLA SECUNDÁRIA HOMEM CRISTO. III Secundária Homem Cristo. (n.d.). IIIPortal/pági Semana da Liberdade. [Em linha]. [Consult. 06 Semana da Liberdade. Consultado em 6na Web mai. 2011] Disponível em http://projectos-be- de maio de 2011, em: http://projectos- eshc.blogspot.com/. be-eshc.blogspot.com/
  • 19. Obrigada pelavossa atenção e …boas pesquisas!!!