Sobre o Filme:<br />Título original: Finding Nemo<br />Título em português: Procurando Nemo<br />Distribuído por: Buena Vi...
Aspectos biológicos e socias do filme: Procurando Nemo
Aspectos biológicos e socias do filme: Procurando Nemo
Aspectos biológicos e socias do filme: Procurando Nemo
Aspectos biológicos e socias do filme: Procurando Nemo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Aspectos biológicos e socias do filme: Procurando Nemo

22,043

Published on

Trabalho para o componente curricular Metodologia do Ensino da Matemática

Published in: Education
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
22,043
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Aspectos biológicos e socias do filme: Procurando Nemo"

  1. 1. Sobre o Filme:<br />Título original: Finding Nemo<br />Título em português: Procurando Nemo<br />Distribuído por: Buena Vista Home Entertainment<br />Produzido por: Walt Disney Home Vídeo<br />Pais de origem: EUA<br />Ano de Produção: 2003<br />Duração: 100 minutos aproximadamente<br />Elenco principal: Desenho animado<br />Gênero: Desenho animado<br />Classificação: Filme<br />Sobre o filme<br />O filme procurando Nemo é simplesmente maravilhoso e aborda com simplicidade todas as curiosidades do fundo do mar, descrevendo cada espécie, principalmente o protagonista do filme que é um peixinho palhaço.<br />A animação é dos mesmos criadores e vencedores do Oscar por Toy Story, Vida de Inseto e Monstros S.A. que agora seguem num mundo novo de animação digital numa aventura submarina. O filme mostra a história de dois peixes – Marlin (o papai super protetor) e Nemo (o filho curioso).<br />A história deles teve grande inspiração nos relacionamentos dos próprios diretores com seus filhos. Ela se passa na Grande Barreira de Coral, na Austrália. Para deixar o filme mais real, as vozes originais dos dubladores eram de atores australianos e que tinham pelo menos uma característica semelhante à sua personagem.<br />Procurando Nemo conta que Marlin, um peixe-palhaço perde quase toda a sua família durante o ataque de um predador, a barracuda um peixe fino e comprido que pode alcançar 1,8 metros de comprimento. Esta tragédia na família de Marlin fez com que ele se torna-se um pai super-protetor de seu único filho. Toda esta proteção acaba envergonhando o peixinho na frente dos seus amiguinhos e foi tentando provar ao pai que poderia se virar sozinho, que ele resolveu nadar em mar aberto, onde foi capturado por um mergulhador e levado para Sydney. Marlin passa então a viver uma jornada perigosa procurando seu filho Nemo, enfrentando todo tipo de perigo acompanhado de uma "peixinha" chamada Dory que sofre de um grave problema de perda de memória recente.<br />Neste filme que se passa no fundo do mar, muitos tipos de criaturas podem ser vistas. Peixes de várias espécies, cavalos-marinhos, tubarões, águas-vivas, tartarugas, baleias, entre outros, mostrando a fauna e a flora subaquática um ambiente que antes de tudo encanta e seduz o espectador.<br />O filme entrou para a história como a animação mais rentável de todos os tempos, arrecadando cerca de 864.600 milhões de dólares em todo o mundo. Foi a segunda animação que mais arrecadou em bilheteria mundial atrás apenas de Shrek 2. Também recebeu além do Oscar de Melhor Animação e de mais outras três indicações aos prêmios da Academia: Melhor Roteiro, Melhor Trilha Sonora e Melhor Edição de Som , Finding Nemo recebeu as seguintes indicações para Globo de Ouro: Melhor Filme – Comédia/Musical, BAFTA: Melhor Roteiro Original e MTV Movie Awards: Melhor Filme e Melhor Comediante para Ellen DeGeneres (dublou Dory).<br />Aspectos Biológicos<br />O filme por se passar num ambiente submarino mostra uma infinidade de espécies e ecossistemas baseados no local onde ele se identifica: a Grande Barreira de Coral, na Austrália.<br />A Grande Barreira de Coral na Austrália é uma comunidade de, no mínimo, 2,8 mil recifes diferentes. Os recifes coralinos formam-se quando colônias de plantas e animais marinhos tropicais com esqueleto de calcário crescem sobreposto ás gerações anteriores. Neste local, cerca de 2 mil espécies de peixes habitam a Grande Barreira, e novas descobertas ocorrem a cada ano. O mesmo acontece com as estimativas de cerca de 4 mil moluscos e, no mínimo, 350 corais pétreos, os formadores dos recifes.<br />Podemos perceber a mostra da cadeia alimentar desde o início do filme quando o predador se alimenta das ovas onde estão os futuros filhos do casal de peixe palhaços e inclusive a mãe. Até a frustração dos tubarões que tentam quebrar essa cadeia e deixar de ser odiados por todos e tentando fazer amigos.<br />O personagem principal trata-se de um peixe palhaço, ou peixe-das-anêmonas com o nome cientifico de Amphiprion Ocellaris. O colorido de seu corpo é o que mais chama a atenção com a cor laranja e as tiras brancas ou azuladas. Seu habitat natural são as águas tropicais e subtropicais, principalmente os recifes de corais do Indo-Pacífico. Eles medem cerca de cinco centímetros e pesam, no máximo, 150 gramas. Possuem também a capacidade de alternar seu sexo, isso ocorre quando há necessidade dessa mudança, ou seja, eles nascem machos e, de acordo com a natureza de cada um, transformam-se em fêmeas ou não. Se ocorrer o fato de nenhum dos peixes serem fêmea, para que se reproduzam um macho, geralmente o maior, muda de sexo para dar continuidade à espécie. Na reprodução, a fêmea desova no ambiente marinho e o macho fecunda os ovos com seu esperma. Em relação a esta reversão sexual, é interessante destacar que é uma transformação hormonal e ocorre de acordo com a necessidade da colônia ou do local em que eles se encontram.<br />No filme o Nemo e seu pai moram dentro de uma anêmona, por que o Peixe-Palhaço vive nas anêmonas que ficam em pequenas colônias. As anêmonas liberam substâncias químicas que atraem o Peixe-Palhaço, imune ao seu veneno. O muco que recobre esse peixe não contém os elementos que ativam a liberação da secreção venenosa, assim, eles fazem uma ótima parceria. Graças a essa harmonia, suas refeições (pequenos invertebrados) estão sempre garantidas.<br />O filme além de divertir trás vários aspectos que mostram fatos reais do ambiente proposto: a Grande Barreira de Coral australiana, mostrando suas características, tais como a CLA, a Corrente Leste Australiana. As correntes marítimas são responsáveis pelo equilíbrio térmico do mundo, principalmente do hemisfério norte. <br />As correntes são como verdadeiros rios de água doce que correm dentro do mar. Como elas correm em uma velocidade muito grande, acabam criando uma célula de compensação térmica no clima local. Têm uma densidade diferente da água do mar e se essa densidade mudar, ou ocorrer grandes alterações como, por exemplo, a adição de água doce proveniente do derretimento das geleiras, o clima do hemisfério norte para, resfria. A Corrente Leste Australiana é uma corrente que passa ao leste da Austrália e Nova Zelândia, responsável pelo clima na costa destes países.<br />A animação aborda também aspectos sobre a poluição das águas, a qual tem inúmeros motivos como rede de esgoto que caem dentro do mar e até objetos que afundam como é mostrado um submarino naufragado.<br />Aspectos sociais<br />Além de relações entre pai e filho, amigos e inimigos naturais, entre os aspectos sociais pode-se evidenciar relações intra-específicas harmônicas como sociedades: união permanente entre indivíduos de uma mesma espécie, em que há divisão de trabalho e colônias: união anatômica entre indivíduos da mesma espécie, formando uma unidade estrutural e funcional. E as relações intra-específicas desarmônicas como: um indivíduo mata outro da mesma espécie para se alimentar (cadeia alimentar) e competição intra-específica: indivíduos da mesma espécie disputam recursos insuficientes oferecidos pelo ecossistema.<br />O filme traz entre outras a mais importante lição de que devemos respeitar o ecossistema para que possamos viver em equilíbrio, tendo a consciência de utilizar os recursos naturais com respeito, sabendo preservar o meio ambiente e com isso preservando a si mesmo.<br />-233771-111306UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA-UNEB<br />DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO-CAMPUS VII<br />SENHOR DO BONFIM-BA<br />PEDAGOGIA 2006.1<br />RELATÓRIO SOBRE O FILME:<br />“PROCURANDO NEMO”<br />Por:<br /> Amanda Feitosa de Freitas<br />SENHOR DO BONFIM<br />JULHO – 2009<br />

×