Qualidades das pessoas cultas
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Qualidades das pessoas cultas

on

  • 645 views

 

Statistics

Views

Total Views
645
Views on SlideShare
642
Embed Views
3

Actions

Likes
1
Downloads
7
Comments
0

2 Embeds 3

http://www.multiajuda.com.br 2
https://www.facebook.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

CC Attribution License

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Qualidades das pessoas cultas Qualidades das pessoas cultas Presentation Transcript

  • 8 q u a l i d a d es da s p e s s oa s cu l t as (Avanço manual)
  • A lista foi feita pelo escritor russo Anton Tchekhov no ano de 1886 quando o jovem Anton tinha 26 anos e escreveu a seu irmão Nikolai que tinha 28 anos e começava a ganhar fama como pintor na capital russa. É originalmente uma série de conselhos de um irmão mais novo para um irmão mais velho que se queixava de que ninguém o entendia. ... - “As pessoas te entendem perfeitamente bem. Se você não entende a si mesmo, não é culpa deles”, escreveu então Tchekhov. Segundo o russo, as oito qualidades das pessoas verdadeiramente cultas são:
  • 1ª Qualidade: Respeitam a personalidade humana e, pelo mesmo motivo, são sempre amáveis, gentis, educados e dispostos a ceder ante os outros. Não fazem fila por um martelo ou uma peça perdida de borracha indiana. Se vivem com alguém a quem não consideram favorável e o deixam, não dizem “ninguém poderia viver contigo”. Perdoam o barulho e a carne seca e fria e as ocorrências e a presença de estranhos em seus lares.
  • 2ª Qualidade: Têm simpatia não só pelos mendigos e os gatos, ficam também com o coração doído por aquilo que seus olhos não vêem. Levantam-se na noite para ajudar (...), para pagar a universidade dos irmãos e comprar roupa para sua mãe.
  • 3ª Qualidade: Respeitam a propriedade de outros e, consequência, honram todas as suas dívidas. em
  • 4ª Qualidade: São sinceros e temem a mentira como o fogo. Não mentem inclusive em pequenas coisas. Uma mentira é o mesmo que insultar quem está escutando e colocar em uma perspectiva mais baixa quem está falando. Não aparentam: comportam-se na rua como em sua casa e não presumem antes seus conhecidos mais humildes. Não são propensos a balbuciar nem obrigam a confidência impertinente dos outros. Por respeito aos ouvidos de outros, calam mais frequentemente do que falam.
  • 5ª Qualidade: Não se sentem menosprezados por despertar compaixão. Não esticam as cordas dos corações dos demais para que os outros gemam e façam algo (ou muito) ou eles. Não dizem “sou um incompreendido” ou “me tornei sua segunda escolha” porque tudo isso é perseguir um efeito barato, é vulgar, velhaco, falso...
  • 6ª Qualidade: Não tem vaidade supérflua. Não se preocupam por esses falsos diamantes conhecidos como celebridades, apertando a mão de um ébrio, por escutar os arroubos de um espectador extraviado em um espetáculo de imagens, ou ser reconhecido nas tabernas. Se ganham alguns centavos, não se pavoneiam como se estes valessem centenas deles, e não alardeiam que podem entrar onde outros não são admitidos. (...).
  • 6ª Qualidade: Os verdadeiramente talentosos sempre se mantêm nas sombras entre a multidão, tão longe quanto seja possível do reconhecimento. Inclusive Krylov disse que o barril vazio tem um eco mais sonoro que o cheio.
  • 7ª Qualidade: Se têm um talento, respeitam-no. Sacrificam o descanso, as mulheres, o vinho, a vaidade. Sentem-se orgulhosos de seu talento. Ademais, são exigentes.
  • 8ª Qualidade: Desenvolvem para si a intuição estética. Não podem ir dormir com a roupa do corpo, vêem rachaduras das paredes cheias de insetos, respiram um ar ruim, caminham no piso recém cuspido, cozinham suas refeições ao longo de uma fogão a lenha. Pretendem tanto quanto seja possível conter e enobrecer o instinto sexual. O que querem em uma mulher não é apenas uma colega de cama. Não pedem a inteligência que se manifesta na mentira constante.
  • 8ª Qualidade: Querem, especialmente se forem artistas, frescor, elegância, humanidade, capacidade da maternidade. Não tomam vodca a qualquer hora do dia e noite, não cheiram os armários porque não são porcos e sabem que não o são. Bebem apenas quando estão livres, de vez em quando. Porque eles querem mens sana in corpore sano.
  • Recebido por e-mail Autoria Atribuida: Anton Tchekhov (Escritor Russo) Imagens: Internet Texto: