• Like
Aula De Geografia UniãO Europeia
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

Aula De Geografia UniãO Europeia

  • 4,189 views
Published

 

Published in Technology
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
4,189
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
39
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. AULA DE GEOGRAFIA Profº Bogéa A UNIÃO EUROPEIA E CEI
  • 2. A estratégia da Comunidade Europeia
    • O núcleo das decisões de Maastricht residia na união Econômica e Monetária (UEM). Consoante à ambiciosa meta da UEM, a Comunidade passava a se denominar União europeia (UE);
    • O rearmamento alemão exigia a fusão de soberanias no domínio estratégico da siderurgia;
    • A escolha de Frankfurt como sede do Banco central Europeu simbolizou o intercâmbio, promovido em Maastricht, da moeda alemã pela unidade nacional.
  • 3.
    • Como observou o historiador Timothy G.Ash, o tratado foi, essencialmente, um acerto entre o presidente francês François Miterrand e o chanceler alemão Helmut Kohl: “Toda a Alemanha para Kohl, metade do marco alemão para Miterrand”.
  • 4.
    • O lançamento do euro, em 1999, foi acompanhado por polêmica sobre os riscos da UEM.
    • A Grã-Bretanha apareceu como principal voz, defendendo o conceito tradicional de soberania nacional;
    • Blair procurava solucionar a duplicidade que mina a coerência da política britânica para a Europa desde os tempos do Plano Schuman.
    • A Comunidade Europeia amoldou-se, desde o início, ao empreendimento de reconstrução da influência internacional francesa;
  • 5. A UNIÃO EUROPEIA EM EXPANSÃO
    • O encerramento da Guerra Fria removeu a fronteira geopolítica que limitava a expansão do espaço comunitário, propiciando um novo ciclo de alargamento do bloco.
    • Nesse ciclo, completado em 1995, ingressaram na EU três dos quatro Estados neutros de economia de mercado: Áustria, Finlândia e Suécia.
  • 6. UMA NOVA CORTINA DE FERRO?
    • Mikhail Gorbachev – destinava retomar o desenvolvimento econômico.
    • A União Soviética precisava engatar-se à revolução tecnocientífica que florescia nos países ricos do Ocidente e não podia continuar a desviar recursos para a corrida armamentista imposta pelos Estados Unidos de Reagan.
  • 7. Soluções de Gorbachev
    • Consistiu em amarrar suas reformas internas a uma nova política externa (voltada para o encerramento da Guerra Fria);
    • Incorporação da União Soviética ao espaço de fluxos econômicos da Europa.
  • 8. Bálcãs e balcanização
    • A fragmentação da antiga Iugoslávia assinalou a extinção do otimismo que se disseminara em 1989, com a queda do Muro de Berlim. A violenta emergência dos nacionalismos balcânicos revelou a força das tendências de desagregação e dos particularismos étnicos e culturais no cenário da globalização.