Your SlideShare is downloading. ×
Trabalho de Gerencia de Redes Equipe 1
Trabalho de Gerencia de Redes Equipe 1
Trabalho de Gerencia de Redes Equipe 1
Trabalho de Gerencia de Redes Equipe 1
Trabalho de Gerencia de Redes Equipe 1
Trabalho de Gerencia de Redes Equipe 1
Trabalho de Gerencia de Redes Equipe 1
Trabalho de Gerencia de Redes Equipe 1
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Trabalho de Gerencia de Redes Equipe 1

2,210

Published on

Trabalhos de Gerencia de Redes

Trabalhos de Gerencia de Redes

Published in: Education, Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,210
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
40
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Detecção de Conectividade de Servidores Utilizando Alertas Adisson G. G. Marinho, Adriana C. Nascimento, Anderson P. Do Monte, André L. C. Rodrigues, Antonio F. P. Pantoja, Rafael B. Neto Faculdade de Sistemas de Informação – Universidade Federal do Pará – Campus Santarém Av. Vera Paz, s/nº, Salé, CEP 68135-110 – Santarém – PA – Brasil {andreluizchr, negget}@hotmail.com, {acn.bsi.ufpa, rafael.benzaquem.ufpa}@gmail.com, andersonmonte.sbsn@ifraero.gov.br, brainux@yahoo.com.br ABSTRACT: With the growth of local networks, it was necessary to better manage the elements of these networks. This article aims to show the verification of server connectivity, in view of their importance in local networks of organizations, using the tools AlertPing which was selected among several possible on the Internet and 5Alert tool, developed by the team is in progress work. RESUMO: Com o crescimento das redes locais, fez-se necessário um melhor gerenciamento dos elementos dessas redes. Este artigo tem por objetivo mostrar a verificação da conectividade de servidores, tendo em vista a importância dos mesmos nas redes locais das organizações, através das ferramentas AlertPing que foi selecionada entre várias possíveis na internet e da ferramenta 5Alert, desenvolvida pela equipe durante a realização deste trabalho. 1. Introdução Com o crescimento de rede locais (Figura 1) como forma de comunicação entre os setores dentro de empresas e organizações, fez-se necessário o uso eficaz de sistemas de monitoramento e gerenciamento das mesmas. Assim, o sistema de gerenciamento de redes tem o objetivo de monitorar e controlar os elementos da rede (sejam eles físicos ou lógicos), assegurando certo nível de qualidade de serviço [LOPES, SAUVÉ e NICOLLETTI, 2003]. Figura 1. Exemplo de Rede Local Atualmente as redes de computadores e os seus recursos associados, além das
  • 2. aplicações distribuídas, tem se tornado fundamental e de tal importância para uma organização, que elas basicamente "não podem falhar" [OLIVEIRA, 2009]. Falhas em elementos da rede podem causar tanto a paralisação da comunicação, quanto prejuízos financeiros, quando afetam o desempenho na realização dos serviços que estas oferecem. Este artigo, elaborado como forma de obtenção de conceito para aprovação na disciplina de gerência de redes, tem o objetivo de descrever e especificar um conjunto de ferramentas para detectar a existência de um problema em comum às ferramentas utilizadas na gerência de redes, a falta de conectividade de servidores em redes locais. Para isso, apresenta um estudo de caso aplicado a cenários típicos de redes locais, com a delimitação de um problema relacionado a falta de conectividade dos servidores, largamente utilizados para acesso a arquivos, dados e aplicações. A meta é demonstrar ferramentas capazes de emitir alertas às estações de gerenciamento com o status em tempo real da conectividade dos servidores, fornecendo subsídios para que o pessoal do suporte técnico da rede gerenciada possa detectar problemas desse tipo e agir de forma rápida e precisa para a resolução do mesmo. 2. Ferramentas de Verificação de Conectividade Existem diversas ferramentas eficientes para o gerenciamento de redes disponíveis para doownload na internet. Algumas delas são bastante úteis para monitorar e resolver problemas relacionados à redes locais. Nos subtópicos seguintes serão apresentados tutorias abordando o funcionamento de duas ferramentas utilizadas no estudo de caso desenvolvido, para testar a conectividade de servidores em redes locais. 2.1. AlertPing Assim como o tradicional Ping, O AlertPing utiliza o protocolo ICMP (Internet Control Message Protocol ) para testar conectividade entre equipamentos [FLACK e WIESE, 1977] [P&S, 2007]. Com o AlertPing é construída uma lista de dispositivos que utilizam a arquitetura TCP/IP para comunicação (computadores, impressoras e outros componentes de rede). Ele emite periodicamente pacotes para cada dispositivo da lista, depois de emitir o pacote o AlertPing espera pela resposta dos dispositivos listados, testando assim sua conectividade com na rede [P&S, 2007]. Executando o programa, a janela principal do AlertPing é aberta na tela (figura 2). Nela, é exibido uma lista de dispositivos monitorados. Pode-se adicionar, editar ou apagar um dispositivo por meio de menus ou botões de ferramenta principal. Caso não seja interessante monitorar o servidor, desmarque a caixa de cheque para este servidor. Se um servidor está inacessível, o ícone a frente do nome estará vermelho.
  • 3. Figura 2. Janela Principal do AlertPing O AlertPing pode armazenar resultados em um arquivo de texto. Os mesmos resultados também são exibidos no campo de texto na parte inferior da janela principal. Se o envio dos pacotes for bem sucedido, o IP será marcado como 'on-line'. A adição de Servidores para verificação de conectividade é feita na segunda janela do Alertping, a Host Properties (Figura 3). Pode ser adicionado servidores em redes locais Lans e em servidores na internet. Figura 3. Propriedades de host A Janela Host Properties possui os seguintes campos:
  • 4. HostIP – Requer a inserção dos quatros octetos que representam o endereço IPv4 de um servidor em uma anotação decimal pontilhada, como por exemplo 127.0.0.1; >> Name – Define um nome lógico ao IP do servidor; Name or Description – Define nome ou descrição para o Servidor. Por exemplo www.microsoft.com). >>IP - Usado para determinar o IP do servidor usando o seu nome lógico como referência. Description - É um campo para descrição adicional. (ex.: “servidor de arquivos principal”). Numbers of retries – Configura o número de tentativas e de vezes que o AlertPing tentará verificar a conectividade do servidor. Timeout – Configura o intervalo, em milissegundo, de espera por resposta do servidor. Ping by – Nesta opção pode-se escolher a forma como o AlertPing enviará os pacotes para a lista de servidores, por IP ou pelo nome lógico. Pode ser útil para DHCP quando o servidor tem um endereço IP dinâmico. Send buffer size – Configura um numero para o tamanho do parâmetro do buffer. Time to leave – Configura o tempo de parada de envio de cada pacote ICMP. Por último, pode-se definir o host como padrão, habilitando a opção use as default. Caso seja necessário definir o servidor atual como padrão, alguns campos serão copiados quando for criado um novo registro para um servidor na lista. 2.2. 5AleRt O software 5AleRt foi desenvolvido pela equipe deste artigo para simplesmente verificar a conectividade dos hosts em uma rede local, sendo assim sendo enquadrado no perfil de gerenciamento de falhas. Foi desenvolvido em Java com a tecnologia RMI (Remote Method Invocation) incluso na J2SE da Sun Microsystems. Como a API tem o objetivo de criar aplicações remotas cliente-servidor, a ferramenta 5AleRt possui duas aplicações, 5AleRt e 5AleRt Cliente. A 5AleRt deve ser instalada na estação de gerência e a 5AleRt Cliente nos agentes.
  • 5. Figura 4. Tela inicial do servidor A interface do aplicativo servidor é simples como apresentada na Figura 4, com duas áreas. À esquerda uma área de texto que exibirá as informações de IP, Status do host e hora da análise e à direita uma tabela que mostrará informações de hosts que possuem sua aplicação cliente em execução. Figura 5. Tela inicial do cliente A interface do aplicativo cliente é ainda mais simples, pois sua tela inicial é apenas um diálogo onde deve ser colocado o IP da estação de gerência que possui a aplicação 5AleRt servidor (Figura 5). Após isso o aplicativo executa por baixo apenas como processo enviando mensagens ao servidor. Após a aplicação servidora estiver ativa, ela ficará esperando por aplicações cliente invocarem-na.
  • 6. Figura 6. Tela após servidor reconhecer cliente Após uma aplicação cliente ativar seu serviço indicando o IP do gerente, a interface do 5AleRt Servidor reconhece a requisição do cliente e adiciona o mesmo na tabela a direita e o resultado da analise da conectividade dos hosts a esquerda (Figura 6). O aplicativo servidor vem com a resposta da análise a cada quatro segundos, mas isso pode ser configurado como mostra a Figura 7, abaixo: Figura 7. Alteração do intervalo de análises Caso um host para sua atividade de envio de mensagens ao servidor o status mudará para OFF e a linha será destacada com os caracteres “###” para melhor visualização da falha. Isso pode ser visto na figura 8:
  • 7. Figura 8. Cliente sem atividade Caso ele volte a atividade o status muda para ON (Figura 9): Figura 9. Cliente reativado Caso o gerente deseje remover um host da análise do aplicativo, ele pode selecionar o IP na tabela e pressionar o botão Remover IP. 3. Estudo de Caso As redes locais de computadores (LAN’s) permitem aos seus usuários compartilharem recursos tais como periféricos, informações e aplicações, de maneira simples e eficiente [PINHEIRO, 2005]. Em um cenário típico de redes locais, temos diversos equipamentos conectados na rede, como impressoras, computadores, que podem desempenhar tanto o papel de hosts como também podem ser utilizados como servidores web, de banco de dados, de arquivos, ou ainda funcionar como estações de gerenciamento da rede. Geralmente, nas redes locais, é importante que os servidores estejam acessíveis a todo o momento, de forma que a falta de conectividade desses equipamentos pode causar a interrupção de serviços, caracterizando um cenário típico de gerência de falhas. Para isso, é necessário o monitoramento constante da conectividade dos servidores, pois
  • 8. esses são responsáveis por atender toda a demanda de serviços e dados dentro da rede. Para verificar o status da conectividade de servidores, podem ser utilizadas as ferramentas AlertPing e/ou 5AleRt. O AlertPing envia pacotes ICMP para esses equipamentos, e verifica se os mesmos respondem a requisição. Assim, o recebimento dos pacote de resposta pela estação de gerenciamento indica que o equipamento gerenciado possui conectividade. Do contrário, indicará que não há conectividade para este equipamento. O 5AleRt funciona através de dois aplicativos (servidor e cliente), sendo que o aplicativo cliente envia mensagens de confirmação de atividades ao servidor. Caso o servidor não receba uma mensagem de resposta, conclui-se que na há conectividade com o cliente. Ainda, para tornar o gerenciamento mais seguro e preciso, no caso de uso do AlertPing, este pode ser aliada ao Wireshark, que verificará se a ferramenta está realmente enviando os pacotes ICMP para os servidores. Nesse contexto, as ferramentas utilizadas, que funcionam de forma similar, mostram-se bastante eficientes para a emissão de sinais de alerta quando ocorrer a falta de conectividade desses equipamentos. Conclusão Embora a gerência de rede envolva muitas tarefas e diversas ferramentas que se propõe a realizar várias delas, não há dúvidas quanto à importância dessas ferramentas para testar a conectividade dos servidores. Muita experiência foi adquirida com este trabalho, inclusive servindo como estimulo para a continuação no desenvolvimento da ferramenta 5AleRt. Futuramente, espera-se aperfeiçoar tal ferramenta, adicionando novas funções como alertas via email ou SMS para o celular do gerente ou membro da equipe de gerenciamento, e a implementação de uma interface web, que permitirá checar facilmente a lista dos servidores estando em qualquer lugar a qualquer momento. Referencias Bibliográficas LOPES, R. V., SAUVÉ, J. P, NICOLLETTI, P. S. (2003) Melhores Práticas para Gerência de Redes. 1ªed. Editora Campus. FLACK, M. WIESE, K. (1977) The Story of the PING. http://ftp.arl.mil/~mike/ping.html FREEMAN, E. FREEMAN, Elisabeth. (2009) Use a cabeça: Padrões de projetos. 2ª ed. Editora Alta books. OLIVEIRA, T. S. (2009) Gerenciamento de redes TCP/IP. http://www.webartigos.com/articles/19661/1/gerenciamento-de-redes- tcpip/pagina1.html. P&S GROUP. Copyright ©. (2007) AlertPing Documentacion. http://www.psgsoft.com/index.htm. PINHEIRO, J. M. S. (2005) Switches em Redes Locais de Computadores. http://www.projetoderedes.com.br/artigos/artigo_switches_em_redes_locais.php. SUN Microsystems, Inc. Copyright 1994-2009. Remote Method Invocation Home. http://java.sun.com/javase/technologies/core/basic/rmi/index.jsp

×