Your SlideShare is downloading. ×
A profissão do Social Media
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

A profissão do Social Media

3,225
views

Published on

O quê um profissional precisa para atuar nessa área? Dificuldades do mercado, alguns cases, etc.

O quê um profissional precisa para atuar nessa área? Dificuldades do mercado, alguns cases, etc.

Published in: Business

0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
3,225
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
32
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. “A PROFISSÃO social media”
    Por @AlinneFernandes
    Planner e Analista de Redes e Mídias Sociais
  • 2. Um mercado em ascensão
  • 3. O perfil do #SocialMedia
    Você tem esse perfil?
  • 4. As opiniões dos especialistas
    “Um analista de mídias acima de tudo, deve gostar das pessoas e procurar entender o comportamento delas.Com esses atributos ele consegue identificar as necessidades e fornecer estímulos para suprí-las.” @DanilaDourado - Gerente de monitoramento e análise da @PaperCliQ (BA).
    “O social media deve ter conhecimentos sobre marketing e não simplesmente propaganda. Existe uma diferença bem grande entre as duas áreas e isso se torna cada vez mais evidente nesse trabalho.”
    “Não basta só saber como utilizar as ferramentas, isso qualquer pessoa consegue. O segredo está no relacionamento e nas estratégias.”  @srchico - Diretor da Social Tag, Midiaboom e Café com Blogueiro (SP).
  • 5. Opiniões dos especialistas
    “Um Social Media precisa ser #Redator #Criativo #Dinâmico #Interativo #Simpatico ter conhecimento sobre gestão de crise 2.0, saber gerenciar, ser #Estrategico #Habil #Analitico e ter conhecimento técnico de comunicação e marketing.” @AndreTelles - Escritor, CEO da Mentes Digitais e Blogueiro #Hashtag (SE/SP)
    "Ser social media nesse país é um desafio. É uma batalha entre vencer o preconceito de quem acha que você "passa o dia na Internet" e a desconfiança do mercado que ainda não está totalmente aberto para esse tipo de trabalho.” @Pollibud – Social Media da Balaio Ideias Digitais (RN).
  • 6. Áreas em que um #SocialMedia pode atuar
    Produção de conteúdo (redator criativo + Domínio da língua ).
    Criação de Campanhas (dinâmico, criativo, proativo, estratégico e objetivo).
    Relacionamento e Seeding (interativo, simpático e conhecimentos relacionados a gestão de crise 2.0).
    Planejamento e Gestão (estratégico + visão holística).
    Monitoramento, Mensuração e Análise (hábil, analítico, conhecimento técnico e ótima capacidade de comunicação).
  • 7. Opiniões dos especialistas
    “Além de exigir um vasto conhecimento acerca de muitas outras redes e de comunicação digital, é preciso conhecer também um pouco de marketing, antropologia, sobretudo o de relacionamento e também a parte de métricas, afinal, tudo na internet é mensurável.” @Eloy_Vieira – Social Media da Mentes Digitais (SE).
    “Ser pró-ativo é o primeiro requisito para quem trabalha com mídias sociais. Ter alguma bagagem cultural para não falar bobagem é marketing digital em estado bruto.” @stellag19 - Jornalista, professora universitáriA (RN)
  • 8. Opiniões dos especialistas
    "Um profissional das mídias sociais, mais do que entender de comunicação e de tecnologia, precisa interpretar como pensa o público-alvo de seu cliente e de que forma ele pode ser atingido.“ @_brunoliveira - Diretor da Wiib - Inteligência Competitiva (RN).
    “Fazer com que o público se interesse e interaja e compartilhe com a marca são desafios para um Social Media.” @amandacardoso - Analista de mídias da Agência Iris e do Blog Ponto Marketing (PE).
  • 9. E o mercado Nacional?
    “Na primeira previsão sobre investimento publicitário do ano de 2011, a internet já desponta como preferida. De acordo com a Zenith Optimedia, os gastos gerais com anúncios vão crescer 4,5% - o dobro do ano passado - e isso só será possível graças ao destaque da web” (Fonte: Adnews).
  • 10. E o mercado local?
    Apesar de ser uma febre, as redes e mídias sociais (aqui no RN) nem sempre dão o retorno que as agências esperam. Isso as vezes desanima o empresário.
    As agências ainda não sabem cobrar. O cliente impõe o preço e o trabalho (que é grande) acaba dando prejuízo.
    Os salários aqui ainda são bem inferiores em relação ao mercado nacional.
    Poucas agências possuem estrutura e equipe para oferecer o serviço de marketing digital.
    Esse mito de que as ações feitas na Internet saem quase de graça tem que acabar.
  • 11. Opiniões dos especialistas
    “Para que as mídias sociais possam de fato ter um destaque maior aqui no RN, elas devem ser vistas como uma mídia efetiva, e não uma mídia "para completar o orçamento do cliente“@hmdantas - Blogueiro do Comunicadores (RN).
    “É preciso ter cuidado porque esse mercado ainda está em expansão. Em muitos lugares do nordeste um analista de mídias sociais ganha entre R$ 600 e R$ 3.000, o que irá fazer ele ganhar mais ou menos é basicamente a experiência.” @DanilaDourado - Gerente de monitoramento e análise da @PaperCliQ (BA)
  • 12. Opiniões dos especialistas
    “O mercado está “acordando”, muitas agências tradicionais não tem setor digital, preferem terceirizar. E muitas agências digitais ainda não sabem fazer o diferencial nas redes.” @amandacardoso - Analista de mídias da Agência Iris e do Blog Ponto Marketing (PE).
    “Como é tudo muito novo e não é possível mesurar o retorno em vendas (são raras as exceções), é complicado fazer o cliente entender que existe o trabalho fundamentado e o feito sem nenhuma estratégia. Eles só percebem isso quando vêem os relatórios com os resultados, ao fim de cada ação.”- @alinnefernandes – Consultora de Marketing Digital (RN)
  • 13. Oportunidades para os profissionais de marketing digital
    94% dos internautas fazem compras online no Brasil (ComScore).
    Consumidores acessam a internet três vezes em média para pesquisar o produto que pretendem comprar (McKinsey).
    Na nova classe média digital na América Latina, 33% das mulheres preferem internet à TV (Razorfish/Terra).
    60% dos internautas aprovam que empresas usem redes sociais (Ibope Mídia) para divulgar seus produtos e serviços.
    Para 25% dos usuários, redes sociais ajudam na decisão de compra (Ibope Mídia). 
    Mesmo que as empresas não estejam nas redes e mídias sociais, os internautas estão falando BEM e MAL delas por lá.
  • 14. A Internet é um novo nicho de relacionamento entre a marca e o consumidor (onde fica o social media nessa história?)
    Se você vai representar uma marca e conseqüentemente uma empresa em um canal, é necessário que você a conheça muito bem.
    Relaciona-se com os colaboradores dessa empresa e estar em contato direto com os assessores de comunicação e mkt também são de vital importância.
    Nunca responda a um questionamento sem antes se certificar (com um responsável pela empresa) de que a resposta representa o ponto de vista da empresa.
    Qualquer que seja a crítica recebida por meio das redes e mídias sociais deve ser analisada e discutida com a equipe de comunicação da empresa para, só então se posicionar a respeito.
    Lembrem-se o social media é apenas um canal de informação entre o público e a empresa.
  • 15. A pressão do trabalho
    O segredo está no planejamento e na pro atividade.
    Quando estiver criando, coloque-se no lugar dos clientes, mas também no lugar dos chatos de plantão...
    Você vai ser criticado. Quando acontecer, se pergunte se tem fundamento. Se tiver corrija o que está errado e se não tiver IGNORE.
    Geralmente, os mais engajados em uma ação se frustram quando não ganham. Esteja preparado para o bombardeio e mostre a transparência da ação desde o regulamento.
    Se a empresa tiver falha no atendimento, produtos ou serviços, elas podem refletir nas redes sociais. Uma crise de imagem pode pintar. Esteja preparado.
  • 16. Opiniões dos profissionais
    “Em uma crise de imagem 2.0 o social media deve atuar como vetor para a solução ou diminuição da CRISE! Procurando entender o que houve e traçando um plano de ação baseado no guia de uso da empresa. Nào perdendo o "timing" e sendo verdadeiro!” @Fredalecrim - Palestrante da Ponto de Referência (RN).
    “Sabemos que qualquer deslize ou omissão pode levar a marca a um #FAIL.” @amandacardoso Analista de mídias da Agência Iris e do Blog Ponto Marketing (PE).
    "A melhor ferramenta do social media é o relacionamento. Saber a hora de falar, o que dizer, manter contato com as pessoas.. o relacionamento é o verdadeiro trabalho."
    @Tiago_NogueiraBlogueiro do webdiálogos (AL).
  • 17. Opiniões dos profissionais
    “Muitas vezes existe uma hierarquia na empresa, e por mais que o social media queira se posicionar diante de uma crise e até elaborar uma estratégia para revertê-la, não é possível. Ele também é criticado por isso.” @alinnefernandes – Consultora de Mkt digital (RN).
    “E como qualquer profissão, nem tudo são flores. Você precisa estar #foreveronline pra resolver todo e qualquer problema que aparecer, até porque qualquer #fail seu pode reverberar muito fortemente nas mídias sociais e isso é algo que você não quer que aconteça” @annekarolines - Planejamento Estratégico em Mídias Sociais e Facebook Girl da @mentesdigitais.(SE)
  • 18. A diferença entre Mkt Digital e promoções no Twitter
    Marketing digital compreende todas as estratégias utilizadas para promover uma marca na Internet. Ou seja, em todos os canais da rede, independente do dispositivo utilizado (pelo internauta) para a navegação.
    “Ações em Redes Sociais são legais, mas quando elas não pensam o negócio do cliente, não trazem um benefício ao anunciante, são ações para fazer barulho em sites voltados ao mercado publicitário. Ações em redes devem ter objetivo, foco e trazer retornos.” @plannefelipeEspecialista em Planejamento estratégico digital (SP)
  • 19. Quanto engajamento se consegue com um “RT”?
  • 20. Quanta emoção, com relação a uma marca, um “RT” pode causar?
  • 21. É esse o objetivo da sua ação?
    Durante Depois
  • 22. Qual a receita para ser um bom profissional?
    Faça o diagnóstico.
    Identifique as necessidades.
    Trace uma meta.
    Desenvolva estratégias para atingi-las.
    Inove para manter a audiência.
    Use e abuse de todos os canais.
    Mensure.
    Aprenda com seus erros.
    Estude, se atualize diariamente, mude de opinião, conheça coisas novas, pense como consumidor.
  • 23. Cases
    #NoForumComAFARN
  • 24. Cases
    “Bata um bolão com a Botton”
  • 25. “Bata um bolão com a Botton”
  • 26. Cases
    “Qual o Aroma do Natal?”
  • 27. Cases
    #MilEmocoesHarabello
  • 28. #MilEmocoesHarabello
  • 29. Agradecimentos
    Agradeço a vocês, que vieram discutir conosco todas as transformações desse mercado em constante transição.
    Agradeço também a todos os profissionais que contribuíram para enriquecer o conteúdo dessa apresentação.
    www.alinnefernandes.com.br

×