Your SlideShare is downloading. ×
0
Os governos das décadas de 50 e 60
Os governos das décadas de 50 e 60
Os governos das décadas de 50 e 60
Os governos das décadas de 50 e 60
Os governos das décadas de 50 e 60
Os governos das décadas de 50 e 60
Os governos das décadas de 50 e 60
Os governos das décadas de 50 e 60
Os governos das décadas de 50 e 60
Os governos das décadas de 50 e 60
Os governos das décadas de 50 e 60
Os governos das décadas de 50 e 60
Os governos das décadas de 50 e 60
Os governos das décadas de 50 e 60
Os governos das décadas de 50 e 60
Os governos das décadas de 50 e 60
Os governos das décadas de 50 e 60
Os governos das décadas de 50 e 60
Os governos das décadas de 50 e 60
Os governos das décadas de 50 e 60
Os governos das décadas de 50 e 60
Os governos das décadas de 50 e 60
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Os governos das décadas de 50 e 60

15,275

Published on

Governos de Getúlio Vargas, Café Filho, Jk, Jânio Quadros e João Goulart

Governos de Getúlio Vargas, Café Filho, Jk, Jânio Quadros e João Goulart

Published in: Education, Travel, Business
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
15,275
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
170
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Os Governos das Décadas de 50 e 60 Disciplina: História Profª Aline Maia
  • 2. O fim da Era Vargas <ul><li>Getúlio Dornelles Vargas (19/4/1882 - 24/8/1954) foi o presidente que mais tempo governou o Brasil, durante dois mandatos. </li></ul><ul><li>Sua forma de governo passa a ser centralizadora e controladora. Criou o DIP ( Departamento de Imprensa e Propaganda ) para controlar e censurar manifestações contrárias ao seu governo. </li></ul><ul><li>Em agosto de 1954, Vargas suicidou-se no Palácio do Catete com um tiro no peito. Deixou uma carta testamento com uma frase que marcou : &quot;Deixo a vida para entrar na História.&quot;  </li></ul>Embora tenha sido um ditador e governado com medidas controladoras e populistas, Vargas foi um presidente marcado pelo investimento no Brasil.
  • 3. Realizações de Getúlio Vargas <ul><li>Criou a  Justiça do Trabalho (1939) </li></ul><ul><li>Instituiu o salário mínimo </li></ul><ul><li>Carteira profissional, </li></ul><ul><li>Semana de trabalho de 48 horas </li></ul><ul><li>Férias remuneradas </li></ul><ul><li>Criou a ELETROBRAS </li></ul><ul><li>Criou a PETROBRAS </li></ul><ul><li>Investiu na Vale do Rio Doce </li></ul><ul><li>Criou o IBGE ( Instituto brasileiro de Geografia e estatística) </li></ul><ul><li>Criou o BNDE Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico </li></ul>
  • 4.  
  • 5.  
  • 6. Atentado a Carlos Lacerda <ul><li>Lacerda foi o pivô do suicídio do presidente Getúlio Vargas. </li></ul><ul><li>O Atentado da Rua Tonelero é o nome dado à tentativa de assassinato cometida contra o jornalista e político Carlos Lacerda , ocorrida na madrugada do dia 5 de agosto de 1954 em frente à sua residência no número 180 da Rua Tonelero em Copacabana , Rio de Janeiro . </li></ul>
  • 7. Café Filho <ul><li>(1964-1965) </li></ul><ul><li>Substituiu Vargas após o seu suicídio. </li></ul><ul><li>Garantiu estabilidade política no país; </li></ul><ul><li>Assegurou as eleições de 1954 </li></ul>
  • 8. Governo JK <ul><li>Foi na área do desenvolvimento industrial que JK teve maior êxito. </li></ul><ul><li>Foi no governo JK que entraram no país grandes montadoras de automóveis como, por exemplo, Ford, Volkswagen, Willys e GM (General Motors). </li></ul><ul><li>Estas indústrias instalaram suas filiais na região sudeste do Brasil, principalmente, nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e ABC (Santo André, São Caetano e São Bernardo). </li></ul><ul><li>As oportunidades de empregos aumentaram muito nesta região, atraindo trabalhadores de todo Brasil. Este fato fez aumentar o êxodo rural </li></ul>“ 50 anos em 5” 1955-1961
  • 9. Brasília: 50 anos <ul><li>A grande obra de JK foi a construção de Brasília, a nova capital do Brasil. </li></ul><ul><li>JK pretendia desenvolver a região central do país e afastar o centro das decisões políticas de uma região densamente povoada. </li></ul><ul><li>Em 21 de abril de 1960, a nova capital do Brasil foi inaugurada. Nascia a cidade de Brasília . </li></ul>
  • 10. Construção de Brasília Um projeto inovador, inteiramente concebido por arquitetos e construído por operários que se deslocaram dos mais distantes pontos do território brasileiro.
  • 11.  
  • 12.  
  • 13. Mapa de Brasília
  • 14.  
  • 15. Consequências do Governo JK <ul><li>A entrada de multinacionais gerou empregos, porém, deixou nosso país mais dependente do capital externo. </li></ul><ul><li>O país ganhou uma nova capital, porém a dívida externa, contraída para esta obra, aumentou significativamente. </li></ul><ul><li>A migração e o êxodo rural descontrolados fez aumentar a pobreza, a miséria e a violência nas grandes capitais do sudeste do país. </li></ul>
  • 16. Jânio Quadros 1961 Varre,varre, vassourinha!
  • 17. <ul><li>Jânio da Silva Quadros sucedeu ao Presidente Juscelino Kubitschek . Foi eleito em outubro de 1960 com uma expressiva vitória. Mas seu governo durou poucos meses, provocando uma crise política, que culminaria mais tarde no Golpe Militar. </li></ul><ul><li>Sofreu forte oposição e rejeição. </li></ul><ul><li>Congelou salários, restringiu créditos e desvalorizou a moeda nacional, o Cruzeiro, em 100%. </li></ul><ul><li>Chegou a proibir o uso de biquínis nas praias. </li></ul><ul><li>No dia 25 de agosto de 1961 o Brasil se surpreendeu com o pedido de renúncia de Jânio. </li></ul>“ Vamos “limpar a corrupção do país”
  • 18.  
  • 19. João Goulart 1961-1964 <ul><li>Jango assumiu a presidência em 7 de setembro de 1961, sob o regime parlamentarista, e governou até o Golpe de 64, em 1º de abril. </li></ul><ul><li>Plebiscito - O parlamentarismo foi derrubado em janeiro de 1963: em plebiscito nacional, 80% dos eleitores optaram pela restauração do presidencialismo. </li></ul><ul><li>Ao anunciar o projeto das reformas de base, Jango foi vítima de um Golpe de Estado promovido pelo que tomou o poder dias depois, em 31 de março de 1964, iniciando um período dos mais violentos de toda a história do Brasil. </li></ul>
  • 20. João Goulart
  • 21.  
  • 22. <ul><li>Agradecemos a atenção de todos ! </li></ul>

×