Slides infanto completo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Slides infanto completo

on

  • 1,744 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,744
Views on SlideShare
1,744
Embed Views
0

Actions

Likes
4
Downloads
73
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Slides infanto completo Slides infanto completo Presentation Transcript

    • Adolescência Palestrante: Aline Braúna
    • Adolescência Etapa intermediária do desenvolvimento humano, entre a infância e a vida adulta. Este período é marcado por diversas transformações biológicas, psicológicas, comportamentais e sociais. OMS Ocorre entre os 10 e os 20 anos ECA Ocorre entre os 12 e os 18 anos
    • Mudanças Dúvidas Descobertas Insegurança Conflitos
    • A puberdade é a fase inicial da adolescência, caracterizada pelas transformações físicas e biológicas no corpo dos meninos e meninas. Adolescência e Puberdade
    • Meninos - aparecimento de pêlos pubianos e axilares; - engrossamento da voz; - aparecimento da barba; - surgimento do pomo-de-adão; - crescimento corporal; - crescimento do pênis e testículos; - primeira ejaculação.
    • Meninas - desenvolvimento das glândulas mamárias; - aparecimento de pêlos na região pubiana e nas axilas; - primeira menstruação (menarca); - alargamento dos quadris.
    • Hormônios e Comportamento Além de favorecer o aparecimento de acnes, os hormônios acabam influenciando diretamente no comportamento dos adolescentes.
    • Variações de humor e comportamento: - agressividade; -felicidade; - tristeza; - agitação; - euforia; - preguiça; - condutas contraditórias.
    • Sexualidade O desenvolvimento da sexualidade acontece durante toda a vida do indivíduo e depende da pessoa, das suas características genéticas, das interações ambientais, condições socioculturais, etc. Na adolescência aparecem os caracteres sexuais secundários e tornam-se mais evidentes os comportamentos sexuais e socioafetivos.
    • Aceleração e Retardo no Desenvolvimento As transformações da adolescência variam de pessoa para pessoa. Tipos de desenvolvimento: Desenvolvimento “Acelerado” Desenvolvimento “Tardio”
    • Desenvolvimento Cognitivo O raciocínio evolui do concreto para o hipotético dedutivo; Melhora na qualidade do processamento de informações; O adolescente adquire a base cognitiva para redefinir as formas com que lida com os desafios do meio social.
    • Desenvolvimento da Identidade “Quem sou eu?”. Processo de busca com encontros casuais, paixões repentinas, transitoriedade, formação da auto-imagem...
    • “Fase de tempestades e tormentos”. Autoconhecimento Autodesenvolvimento O desejo de conhecer a si mesmo. Busca construir sua personalidade e desenvolver-se.
    • Socialização O adolescente tem a necessidade de fazer parte de um grupo, pois é neste espaço que ele encontrará interesses comuns, amizades, modismos e estabelecerá uma identidade grupal. Atitude social reivindicatória: o adolescente se percebe como parte de uma coletividade, isso o torna capaz de uma atitude e de um posicionamento.
    • Separação Progressiva dos Pais Os adolescentes mostram uma ambivalência entre situações de dependência e independência. Pais variam entre a permissividade e o autoritarismo.
    • Pais - Dificuldade em aceitar o crescimento do filho e em desprender-se do filho criança e evoluir para uma relação com o filho adulto; - As conquistas e fracassos do filho os obrigam a enfrentar suas próprias capacidades e avaliar suas conquistas e fracassos; - Perda da imagem idealizada de si próprio (líder ou ídolo) criada pelos filhos na infância.
    • Filhos Vivem três lutos: - Perda do corpo de criança; - Perda da identidade infantil; - Perda da relação com os pais da infância.
    • - Formação da identidade; - Estruturar as relações afetivas; - Escolha profissional; - Assumir o papel social de adulto. Cobranças do Meio Social
    • GÊNERO 1. Refere-se à diferenciação entre homens e mulheres; 2. É uma construção social e cultural e depende de como a sociedade impõe os papéis de cada indivíduo: homem e mulher.
    • HOMENS Independentes; Fortes; Competitivos; Valentes... MULHERES Passivas; Sensíveis; Frágeis; Dependentes...
    • Desde cedo somos ensinados pelos nossos pais, familiares, escola, mídia, sociedade em geral diferentes modos de pensar, de sentir, de atuar...
    • Há ainda uma predominância do modelo de dominação masculina e isso reflete na saúde e bem- estar dos indivíduos.
    • 1. Auto índice de mortalidade do gênero masculino; 2. Influência na sexualidade e na violência; Exemplos: Os homens começam a vida sexual mais cedo, têm numerosas parceiras e não se preocupam com sua saúde sexual; As mulheres acabam sendo vítimas de violência sexual.
    • Eixos da construção das desigualdades de gênero 1. Sexualidade: “homem tem direito ao prazer, a mulher não”. 2. Reprodução: “mulher é que cuida do filho e é responsável pelos anticoncepcionais”.
    • 3. Divisão de tarefas: “mulheres são responsáveis pelos afazeres do lar”. 4. Âmbito público/cidadania: “mulheres ainda são pequeno número na direção de empresas, de hospitais, na política, as excluindo, muitas vezes, nas Políticas Públicas.
    • Apesar da predominância das diferenças entre os gêneros, a mulher vem lutando para conseguir seu espaço na sociedade e esse esforço deve ser reconhecido.
    • ADOLESCENTE A vida é tão bela que chega a dar medo. Não o medo que paralisa e gela, estátua súbita, mas esse medo fascinante e fremente de curiosidade que faz o jovem felino seguir para a frente farejando o vento ao sair, a primeira vez, da gruta. Medo que ofusca: luz! Cumplicemente, as folhas contam-te um segredo velho como o mundo: Adolescente, olha! A vida é nova... A vida é nova e anda nua - vestida apenas com o teu desejo! (Mário Quintana)