CONFERÊNCIA MUNICIPAL      DE SAÚDE  POLÍTICA DE SAÚDE NA SEGURIDADE SOCIAL: SUS     legal e SUS real.
A Saúde no Contexto da Seguridade SocialA Seguridade Social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos p...
A Saúde no Contexto da Seguridade SocialA Seguridade Social orienta-se por dois princípios:  - o de saúde e assistência s...
A Saúde no Contexto da Seguridade SocialA Saúde configura, no Brasil, um subsistema da Seguridade Social. As ações e ser...
A Saúde como dever do Estado e direito do                  cidadãoA saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido...
SUS legal
SUS legal Sistema Único de Saúde-SUS é constituído pelo conjunto das ações e de serviços de saúde sob gestão pública. E e...
SUS legal Sistema Único de Saúde-SUS, conta com:Atendimento integral, com prioridade para as atividades preventivas, sem...
SUS legal A Lei Orgânica da Saúde( Lei nº 8.080/90)    trata:•     da organização, da direção e da gestão do SUS•     da ...
SUS legal A Lei Complementar( Lei nº 8.142/90) dispõe sobre:• a participação da comunidade na gestão do SUS• as transferê...
SUS Real
Pacto Pela Saúde     (Portaria GM nº 399 de 22/02/2006)           DimensõesPacto pela VidaPacto em Defesa do SUSPacto de G...
O PACTO PELA VIDACONSTITUÍDO   POR   UM    CONJUNTO    DECOMPROMISSOS SANITÁRIOS, EXPRESSOS EMOBJETIVOS DE PROCESSOS E RES...
O PACTO EM DEFESA DO SUS:O PACTO EM DEFESA DO SUS ENVOLVE AÇÕESCONCRETAS     E   ARTICULADAS    PELAS     TRÊSINSTÂNCIAS  ...
O PACTO DE GESTÃO DO SUSO      PACTO    DE   GESTÃO    ESTABELECE        ASRESPONSABILIDADES CLARAS DE CADA ENTEFEDERADO  ...
Principais Aspectos do PactoSUBSTITUIÇÃO     DO   ATUAL   PROCESSO    DEREGIONALIZAÇÃO    SOLIDÁRIA   E   COOPERATIVAIN...
PACTO PELA VIDA                 PRIORIDADES- 20111.    Saúde do Idoso2.    Controle do câncer do colo do útero e da mama3....
PACTO EM DEFESA DO SUS                 PRIORIDADESo IMPLEMENTAR UM PROJETO PERMANENTE DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL COM A FINALIDA...
PACTO DE GESTÃO              PRIORIDADES Promover    um               CHOQUE      DE  DESCENTRALIZAÇÃO; Aprimorar os mec...
PACTO DE GESTÃOA. DIRETRIZESB. RESPONSABILIDADES SANITÁRIAS                      Descentralização        Educação na      ...
O SUS: A GRANDE INCLUSÃO SOCIAL                   DADOS BRASIL 7 MILHÕES DE ATENDIMENTOS, POR 27 MIL  ESF; 610 MILHÕES D...
O SUS: A GRANDE INCLUSÃO SOCIAL                 DADOS BRASIL 10,8 milhões de internações; 2,1 milhões de partos; 215 mi...
GASTOS COM SAÚDE NO BRASIL8,0 % DO PIB (2009)OMS ESTIMOU QUE ENTRE 10% E 25%DOS GASTOS EM 2009 EM TODO OMUNDO TENHAM VAZ...
SUS Real• São números impressionantes para a população atual (190.755.799 hab.), em    marcante      contraste         com...
ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE:           UM DESAFIO PARA O SUS1 - A CF DE 1988 E AS LEIS 8.080 E 8.142,ESTABELECEM OS...
ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE:           UM DESAFIO PARA O SUS SABEMOS, PORÉM, DAS DIFERENÇAS REGIONAISE DESIGUALDAD...
ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE:                 UM DESAFIO2 - APESAR DE IMPORTANTES AVANÇOS, OSISTEMA DE SAÚDE DOS BRA...
ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE:                 UM DESAFIO3 - A DISCUSSÃO SOBRE ACESSO E QUALIDADE DAASSISTÊNCIA EXIGE...
ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE:                UM DESAFIO4 - PRECISAMOS SUPERAR E TRANSFORMAR AIMAGEM DO SUS COMO APEN...
ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE:            UM DESAFIO PARA O SUS É A VIOLÊNCIA DO TRÂNSITO QUE MUTILA E MATA,MAS TAMB...
ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE:                      UM DESAFIO5    -    MOBILIZAR       A    SOCIEDADE      PARA    F...
ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE:                 UM DESAFIO   RECONHECER,    POR    EXEMPLO,    O   SABERPOPULAR NO CU...
ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE:                 UM DESAFIO6 - ASSIM, O DESAFIO REQUER UM OLHAR VOLTADOPARA A INVERSÃO ...
ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE:                   UM DESAFIOO ACOLHIMENTO NÃO É APENAS TRIAGEM ERECEPÇÃO DO USUÁRIO NO...
ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE:                 UM DESAFIO NO COTIDIANO, ACOLHER É ESTABELECER UMARELAÇÃO SOLIDÁRIA E...
ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE:                UM DESAFIO ACOLHIMENTO É EQUACIONAR A DEMANDANÃO AGENDADA OU ESPONTÂNE...
ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE:                 UM DESAFIOACOLHIMENTO É TRADUZIR EM ATITUDES O PRINCIPIOCONSTITUCIONAL...
ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE:                 UM DESAFIOO ACOLHIMENTO ALÉM DE UMA PROPOSTA DETRABALHO É O ENVOLVIMEN...
SUS: GRANDES DESAFIOS Humanização do atendimento; Modelo de gestão com foco na democratização do  planejamento, com cont...
SUS: GRANDES DESAFIOS A GESTÃO DO TRABALHO QUE ASSEGURE REMUNERAÇÃO JUSTA DOS PROFISSIONAIS E RESPEITO AOS DIREITOS TRABA...
“O real não está na saída nem na chegada:ele se dispõe para a gente é no meio datravessia.”       Guimarães Rosa.
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Apres. carlão

1,215

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,215
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
35
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apres. carlão

  1. 1. CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE POLÍTICA DE SAÚDE NA SEGURIDADE SOCIAL: SUS legal e SUS real.
  2. 2. A Saúde no Contexto da Seguridade SocialA Seguridade Social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos poderes públicos e da sociedade, destinadas a assegurar os direitos relativos à saúde, à previdência e à assistência social. (Art.194 da Constituição Federal/1988)
  3. 3. A Saúde no Contexto da Seguridade SocialA Seguridade Social orienta-se por dois princípios: - o de saúde e assistência social, como direito fundamental do ser humano, garantido pelos Poderes Públicos independentemente de qualquer contribuição especial - e o da previdência social, como direito do trabalhador contribuinte da previdência social.
  4. 4. A Saúde no Contexto da Seguridade SocialA Saúde configura, no Brasil, um subsistema da Seguridade Social. As ações e serviços públicos de saúde passaram a constituir o Sistema Único de Saúde- SUS.A CF/1988 garante à iniciativa privada, a liberdade de realizar serviços de assistência à saúde.
  5. 5. A Saúde como dever do Estado e direito do cidadãoA saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para a sua promoção, proteção e recuperação.O novo conceito de saúde incorpora novas dimensões. Para se ter saúde, é preciso ter acesso a um conjunto de fatores, como alimentação, moradia, emprego, lazer e educação .
  6. 6. SUS legal
  7. 7. SUS legal Sistema Único de Saúde-SUS é constituído pelo conjunto das ações e de serviços de saúde sob gestão pública. E está organizado em redes regionalizadas e hierarquizadas e atua em todo o território nacional.
  8. 8. SUS legal Sistema Único de Saúde-SUS, conta com:Atendimento integral, com prioridade para as atividades preventivas, sem prejuízo dos serviços assistenciaisDireção única em cada esfera de governoFinanciamento público pactuado entre as três esfera de governo ( federal,estadual e municipal)Participação da Comunidade na condução e controle do sistema.
  9. 9. SUS legal A Lei Orgânica da Saúde( Lei nº 8.080/90) trata:• da organização, da direção e da gestão do SUS• da definição das competências e das atribuíções das três esferas de governo• do funcionamento e da participação complementar dos serviços privados de assistência à saúde• da política de recursos humanos• dos recursos financeiros, da gestão financeira, do planejamento e do orçamento.
  10. 10. SUS legal A Lei Complementar( Lei nº 8.142/90) dispõe sobre:• a participação da comunidade na gestão do SUS• as transferências intergovernamentais de recursos financeiros na área de saúde• A Lei Complementar( Lei nº 8.142/90) institui:• as Conferência de Saúde e os Conselhos de Saúde em cada esfera de governo.
  11. 11. SUS Real
  12. 12. Pacto Pela Saúde (Portaria GM nº 399 de 22/02/2006) DimensõesPacto pela VidaPacto em Defesa do SUSPacto de Gestão
  13. 13. O PACTO PELA VIDACONSTITUÍDO POR UM CONJUNTO DECOMPROMISSOS SANITÁRIOS, EXPRESSOS EMOBJETIVOS DE PROCESSOS E RESULTADOS EDERIVADOS DA ANÁLISE DA SITUAÇÃO DESAÚDE DO PAÍS E DAS PRIORIDADES DEFINIDASPELOS GOVERNOS FEDERAL, ESTADUAIS EMUNICIPAIS.
  14. 14. O PACTO EM DEFESA DO SUS:O PACTO EM DEFESA DO SUS ENVOLVE AÇÕESCONCRETAS E ARTICULADAS PELAS TRÊSINSTÂNCIAS FEDERATIVAS NO SENTIDO DEREFORÇAR O SUS COMO POLÍTICA DE ESTADOMAIS DO QUE POLÍTICA DE GOVERNOS; E DEDEFENDER, VIGOROSAMENTE, OS PRINCÍPIOSBASILARES DESSA POLÍTICA PÚBLICA, INSCRITOSNA CONSTITUIÇÃO FEDERAL.
  15. 15. O PACTO DE GESTÃO DO SUSO PACTO DE GESTÃO ESTABELECE ASRESPONSABILIDADES CLARAS DE CADA ENTEFEDERADO DE FORMA A DIMINUIR ASCOMPETÊNCIAS CONCORRENTES E A TORNARMAIS CLARO QUEM DEVE FAZER O QUÊ,CONTRIBUINDO, ASSIM, PARA O FORTALECIMENTODA GESTÃO COMPARTILHADA E SOLIDÁRIA DOSUS.
  16. 16. Principais Aspectos do PactoSUBSTITUIÇÃO DO ATUAL PROCESSO DEREGIONALIZAÇÃO SOLIDÁRIA E COOPERATIVAINTEGRAÇÃO DAS VÁRIAS FORMAS DE REPASSE DOSUNIFICAÇÃO DOS VÁRIOS PACTOS HOJE EXISTENTES
  17. 17. PACTO PELA VIDA PRIORIDADES- 20111. Saúde do Idoso2. Controle do câncer do colo do útero e da mama3. Redução da mortalidade infantil e materna4. Fortalecimento da capacidade de resposta às doenças emergentes e endemias, com ênfase na dengue, hanseníase, tuberculose, malária e influenza5. Promoção da saúde6. Fortalecimento da Atenção Básica7. Saúde do Trabalhador8. Saúde Mental9. Atenção integral às pessoas em situação ou risco de violência10. Saúde do homem.
  18. 18. PACTO EM DEFESA DO SUS PRIORIDADESo IMPLEMENTAR UM PROJETO PERMANENTE DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL COM A FINALIDADE DE:o MOSTRAR A SAÚDE COMO DIREITO DE CIDADANIA;o REGULAMENTAÇÃO DA EC 29;o INCREMENTO DE RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS;o APROVAÇÃO DO ORÇAMENTO DO SUS (DAS TRÊS ESFERAS DE GESTÃO, EXPLICITANDO O COMPROMISSO DE CADA UMA DELAS).o DIVULGAR A CARTA DOS DIREITOS DOS USUÁRIOS DO SUS
  19. 19. PACTO DE GESTÃO PRIORIDADES Promover um CHOQUE DE DESCENTRALIZAÇÃO; Aprimorar os mecanismos de FINANCIAMENTO E ALOCAÇÃO DE RECURSOS: Desenvolver instrumentos de gestão adequados a construção desta agenda;
  20. 20. PACTO DE GESTÃOA. DIRETRIZESB. RESPONSABILIDADES SANITÁRIAS Descentralização Educação na Regionalização SaúdeGestão do Trabalho PG Financiamento Planejamento e Participação e Programação Controle Social Regulação
  21. 21. O SUS: A GRANDE INCLUSÃO SOCIAL DADOS BRASIL 7 MILHÕES DE ATENDIMENTOS, POR 27 MIL ESF; 610 MILHÕES DE CONSULTAS MÉDICAS; 212 MILHÕES DE ATENDIMENTOS ODONTOLÓGICOS; 403 MILHÕES DE EXAMES LABORATORIAIS; 13,4 MILHÕES DE ULTRASONS, TOMOGRAFIAS E RESSONÂNCIAS;
  22. 22. O SUS: A GRANDE INCLUSÃO SOCIAL DADOS BRASIL 10,8 milhões de internações; 2,1 milhões de partos; 215 mil cirurgias cardíacas; 12 mil transplantes; 9 milhões de seções de radio- quimioterapia; 9,7 milhões de seções de hemodiálise;
  23. 23. GASTOS COM SAÚDE NO BRASIL8,0 % DO PIB (2009)OMS ESTIMOU QUE ENTRE 10% E 25%DOS GASTOS EM 2009 EM TODO OMUNDO TENHAM VAZADO NO RALO DACORRUPÇÃO.
  24. 24. SUS Real• São números impressionantes para a população atual (190.755.799 hab.), em marcante contraste com aproximadamente metade da população excluída antes dos anos 80. “Nelson Rodrigues”
  25. 25. ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE: UM DESAFIO PARA O SUS1 - A CF DE 1988 E AS LEIS 8.080 E 8.142,ESTABELECEM OS PRINCÍPIOS E ASDIRETRIZES DE UM SISTEMA ÚNICO DESAÚDE FEITO POR TODOS E PARATODOS, E COM SERVIÇOS E AÇÕES DESAÚDE INTEGRAL.
  26. 26. ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE: UM DESAFIO PARA O SUS SABEMOS, PORÉM, DAS DIFERENÇAS REGIONAISE DESIGUALDADES SOCIAIS DESTE NOSSO PAÍSCONTINENTAL, FATORES QUE DIFICULTAM AIMPLEMENTAÇÃO DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE(SUS) NA SUA ABRANGÊNCIA E EM SUA MISSÃODE POLÍTICA UNIVERSAL DE SAÚDE.
  27. 27. ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE: UM DESAFIO2 - APESAR DE IMPORTANTES AVANÇOS, OSISTEMA DE SAÚDE DOS BRASILEIROS AINDAENFRENTA LIMITAÇÕES E DESAFIOS. OSSUJEITOS E ATORES DO SUS BUSCAM DEFORMA INCANSÁVEL, GARANTIR OSPRINCÍPIOS DA UNIVERSALIDADE,INTEGRALIDADE E PARTICIPAÇÃO SOCIAL.
  28. 28. ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE: UM DESAFIO3 - A DISCUSSÃO SOBRE ACESSO E QUALIDADE DAASSISTÊNCIA EXIGE UM OLHAR MAIS CRÍTICO SOBRE OSPROCESSOS DE TRABALHO, A GESTÃO ARTICULADA EDESCENTRALIZADA, A FORMAÇÃO DOSTRABALHADORES EM SAÚDE E, PRINCIPALMENTE,SOBRE A PARTICIPAÇÃO DOS USUÁRIOS. É PRECISOOLHAR PARA ESTE BRASIL CONTINENTAL, COM SUASDIFERENÇAS REGIONAIS E DESIGUALDADES, E BUSCAROUVIR O SILÊNCIO DOS QUE AINDA NÃO TÊM VOZ.
  29. 29. ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE: UM DESAFIO4 - PRECISAMOS SUPERAR E TRANSFORMAR AIMAGEM DO SUS COMO APENAS UM SERVIÇODE ASSISTÊNCIA E DE DISPENSAÇÃO DEMEDICAMENTOS. O SUS É A ÁGUA QUE CHEGAÀ TORNEIRA DA CASA DISTANTE, E É TAMBÉMAQUELA QUE NÃO CHEGA A ALGUMASCOMUNIDADES.
  30. 30. ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE: UM DESAFIO PARA O SUS É A VIOLÊNCIA DO TRÂNSITO QUE MUTILA E MATA,MAS TAMBÉM É O RESPEITO À FAIXA DE PEDESTRES. ÉA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E SEXUAL CONTRAMULHERES E ADOLESCENTES, MAS É TAMBÉM AAPLICAÇÃO DA LEI MARIA DA PENHA. POR ISSO,RECONHECER SEUS LIMITES E SUA ABRANGÊNCIA ÉIMPRESCINDÍVEL PARA BUSCAR NOVOS CAMINHOS.
  31. 31. ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE: UM DESAFIO5 - MOBILIZAR A SOCIEDADE PARA FAZÊ-LAPROTAGONISTA DO SUS É, DO MESMO MODO,FUNDAMENTAL NESSE PROCESSO; A POPULAÇÃO DEVEDESCOBRIR-SE USUÁRIA DO SISTEMA E TER ORGULHODISSO. PARA TAL, PRECISAMOS INOVAR NA PARTICIPAÇÃOSOCIAL EM DEFESA DO SUS ESTIMULANDO GESTORES ETRABALHADORES DE SAÚDE A PENSAREM OS SERVIÇOS EA ORGANIZAÇÃO DESTES A PARTIR DAS NECESSIDADESDO USUÁRIO E DAS DISTINTAS REALIDADESSOCIOCULTURAIS.
  32. 32. ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE: UM DESAFIO RECONHECER, POR EXEMPLO, O SABERPOPULAR NO CUIDADO E NA PROMOÇÃO DASAÚDE É TÃO IMPORTANTE QUANTO AINTEGRAÇÃO QUE SE DEVE TER COM SETORESCOMO CULTURA, MEIO AMBIENTE, ESPORTE,TRABALHO ETC. RECONHECER A SAÚDE EM CADAUM DESSES LUGARES É NOMINÁ-LA, DE FATO,COMO QUALIDADE DE VIDA.
  33. 33. ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE: UM DESAFIO6 - ASSIM, O DESAFIO REQUER UM OLHAR VOLTADOPARA A INVERSÃO DO PARADIGMA DE DOENÇA PARA ODE SAÚDE. E O PROCESSO DE MOBILIZAÇÃO DA 14ªCONFERÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE DEVE REFLETIRISSO, AMPLIANDO A PARTICIPAÇÃO SOCIAL PARA ALÉMDE LIDERANÇAS E DE SETORES TRADICIONALMENTESUJEITOS DESSA CONSTRUÇÃO COLETIVA. EIS ODESAFIO DE FAZER COM QUE A SOCIEDADE ABRACE OSUS COMO SEU!
  34. 34. ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE: UM DESAFIOO ACOLHIMENTO NÃO É APENAS TRIAGEM ERECEPÇÃO DO USUÁRIO NOS AMBULATÓRIOS,NOS HOSPITAIS, LABORATÓRIOS OU DEMAISUNIDADES E SERVIÇOS DE SAÚDE, É TAMBÉM ASATITUDES DOS PROFISSIONAIS NO ATENDIMENTOA ESTE CIDADÃO.
  35. 35. ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE: UM DESAFIO NO COTIDIANO, ACOLHER É ESTABELECER UMARELAÇÃO SOLIDÁRIA ENTRE OS USUÁRIOS E OSPROFISSIONAIS DO SISTEMA DE SAÚDE, ORIENTADAPELOS PRINCÍPIOS DA UNIVERSALIDADE,INTEGRALIDADE E EQUIDADE. É TRANSFORMARESTES PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS EM MODOS DEOPERAR O TRABALHO DA ATENÇÃO E GESTÃO EMSAÚDE.
  36. 36. ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE: UM DESAFIO ACOLHIMENTO É EQUACIONAR A DEMANDANÃO AGENDADA OU ESPONTÂNEA DE FORMAQUALIFICADA E COM CRITÉRIOS DE ACESSOIMPLICADOS COM O SOFRIMENTO DASPESSOAS QUE PROCURAM O SERVIÇO DESAÚDE.
  37. 37. ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE: UM DESAFIOACOLHIMENTO É TRADUZIR EM ATITUDES O PRINCIPIOCONSTITUCIONAL DO DIREITO À SAÚDE, É UM ATO DEESCUTA E A PRODUÇÃO DE VÍNCULO COMO AÇÃOTERAPÊUTICA, E NA PRESTAÇÃO DE UMATENDIMENTO COM RESOLUTIVIDADE ERESPONSABILIZAÇÃO, ORIENTANDO PARA ACONTINUIDADE NA ASSISTÊNCIA, ARTICULANDO OSSERVIÇOS PARA GARANTIR A EFICÁCIA DESSESENCAMINHAMENTOS.
  38. 38. ACESSO E ACOLHIMENTO COM QUALIDADE: UM DESAFIOO ACOLHIMENTO ALÉM DE UMA PROPOSTA DETRABALHO É O ENVOLVIMENTO DOS ATORESDESTE SISTEMA, OU SEJA, OS USUÁRIOS,GESTORES E PROFISSIONAIS DA SAÚDE NACORRESPONSABILIZAÇÃO PARA O ALCANCE DOPROPOSTO NO PREÂMBULO DA CONSTITUIÇÃOFEDERAL DE 1988:
  39. 39. SUS: GRANDES DESAFIOS Humanização do atendimento; Modelo de gestão com foco na democratização do planejamento, com controle de qualidade e de resultados, por todos os trabalhadores de saúde, com responsabilização pelos atos praticados; Aperfeiçoamento da participação comunitária , assegurando o apoio para monitoramento e a fiscalização das políticas de saúde;
  40. 40. SUS: GRANDES DESAFIOS A GESTÃO DO TRABALHO QUE ASSEGURE REMUNERAÇÃO JUSTA DOS PROFISSIONAIS E RESPEITO AOS DIREITOS TRABALHISTAS; FINANCIAMENTO DO SISTEMA GARANTINDO O PERCENTUAL DE INVESTIMENTO MÍNIMO PARA A SAÚDE POR PARTE DA UNIÃO, ESTADOS E MUNICÍPIOS.
  41. 41. “O real não está na saída nem na chegada:ele se dispõe para a gente é no meio datravessia.” Guimarães Rosa.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×