A relação emoção corpo

  • 5,887 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
5,887
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
112
Comments
0
Likes
2

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. A relação Emoção-Corpo A linguagem do corpo é uma maneira misteriosa e não-verbal das pessoas comunicarem inconscientemente o que estão realmente pensando.
  • 2.  
  • 3. Através dos nossos sentidos podemos captar o mundo e a nós mesmos .
    • Nosso corpo é como se fosse um livro aberto. Nele está escrito aquilo que somos e como estamos.
    • Os músculos se contraem diante de coisas adversas, e se expandem quando o prazer nos
    • invadem.
  • 4.
    • A relação mente-corpo tem como via expressa nossas emoções, são elas responsáveis por um corpo-mente saudável . O psiquismo atua sobre o corpo somático, ou seja, emoções desequilibradas: corpo e mente doente.
  • 5. Cuidar da saúde é também Cuidar das Emoções!
    • A OMS (Organização Mundial de Saúde) define saúde como “bem estar biopsicossocial do homem”, isto quer dizer que estar saudável vai muito além de manter o corpo físico em
    • ordem, pois, somos muito
    • mais do que corpo físico,
    • somos pensamentos,
    • sentimentos e emoções.
  • 6. Doença
    • Pode ser entendida como um DESEQUILIBRIO, não só de um órgão específico, mas da totalidade do homem. Apesar da descrença de muitas pessoas, atualmente estudos científicos comprovam e atestam essa conexão.
  • 7.
    • Hoje em dia há dados suficientes para podermos afirmar que as emoções positivas potencializam a saúde, enquanto as emoções negativas tendem a comprometê-la.
  • 8.  
  • 9.
    • Como está a relação com seu corpo? O corpo físico conta a história do corpo emocional. Qualquer emoção se reflete em nosso corpo. O medo, a angustia, a alegria, as dores, tudo se mostra com o corpo. Se não tivermos uma boa relação ele adoece. Se aprendermos a conversar com ele teremos mais facilidade em identificar os problemas. Quando o corpo dói é porque ele já suportou a carga total de tensão que podia. A partir deste ponto começa a doer para chamar a nossa atenção.
  • 10. O corpo fala...
    • A linguagem corporal é sutil e muitas vezes não percebemos como ela se manifesta.
  • 11.  
  • 12. Grita
    •   O resfriado escorre quando o corpo não chora.
    • A dor de garganta entope quando não é possível comunicar as aflições.
    • O estômago arde quando as raivas não conseguem sair.
    • O diabetes invade quando a solidão dói.
    • O corpo engorda quando a insatisfação aperta.
    • A dor de cabeça deprime quando as dúvidas aumentam.
    • O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar.
    • A alergia aparece quando o perfeccionismo fica intolerável.
    • As unhas quebram quando as defesas ficam ameaçadas.
    • O peito aperta quando o orgulho escraviza.
    • O coração enfarta quando chega a ingratidão.
    • A pressão sobe quando o medo aprisiona.
    • As neuroses paralisam quando a"criança interna" tiraniza.
    • A febre esquenta quando as defesas detonam as fronteiras da imunidade.
    • Preste atenção!
  • 13.  
  • 14. Raiva
  • 15. Aversão
  • 16. Raiva
  • 17. Medo
  • 18. Tristeza
  • 19. Surpresa
  • 20. As Sete Emoções
    •   Alegria
    • Cólera
    • Inquietude
    • Reflexão
    • Tristeza
    • Medo
    • Emoção
  • 21. Fatores de enfermidades quando estão em excesso
    • A cólera ou raiva faz subir a energia para o alto do corpo.
    • A alegria a faz harmoniosa.
    •  A tristeza a dispersa.
    • A reflexão ou obsessão a concentra.
    •  O medo a faz descer.
    • A emoção a perturba.
  • 22.  
  • 23.
    • A cólera em excesso prejudica o fígado, mas, porém as afecções hepáticas podem tornar o enfermo colérico.
    • A alegria e o temor prejudicam o coração, mas, porém afecções ligadas ao pericárdio tornam o enfermo temeroso ou jovial.
    • A reflexão prejudica o baço, mas, porém as afecções do baço tornam o enfermo pensativo.
    • A tristeza e a angústia prejudicam os pulmões, mas, porém as doenças dos pulmões tornam o enfermo triste e angustiado.
    • O medo prejudica os rins, mas, porém a insuficiência renal torna o enfermo medroso.
  • 24.
    • A cólera fere o fígado, a tristeza triunfa sobre a cólera. A alegria em excesso prejudica o coração, o medo triunfa sobre a alegria. A inquietude prejudica os pulmões, a alegria triunfa sobre a inquietude. O medo em excesso fere os rins, a reflexão triunfa sobre o medo” (Nei Ching)
  • 25.  
  • 26. O corpo tem suas razões - de Thérèse Bertherat.
    • Ser é nascer continuamente . Mas quantos deixam-se morrer pouco a pouco, enquanto vão se integrando perfeitamente às estruturas da vida contemporânea, até perderem a vida pois que se perderam de vista?
    • Quando renunciamos à autonomia , abdicamos de nossa soberania individual... Se reivindicamos tanto a liberdade é porque nos sentimos escravos; e os mais lúcidos reconhecem ser escravos-cúmplices.
    • Nosso corpo somos nós. É a única realidade perceptível. Não se opõe à nossa inteligência, sentimentos, alma. Ele os inclui e dá-lhes abrigo. Por isso tomar consciência do próprio corpo é ter acesso ao ser inteiro... pois corpo e espiríto, psíquico e físico, e até força e fraqueza, representam não a dualidade do ser, mas sua unidade .
  • 27. Armas para nossas defesas
    • MEDICAMENTOS NATURAIS
    • São naturais, pois não são comprados em farmácias por que temos internamente, só nos resta reconhecer, desenvolver e exercitar todos os dias!
    • Nunca é tarde para começar.!
  • 28.
    • Desencadeia no organismo reações semelhantes a de emoções como afeto, amor e tranqüilidade. Pesquisas em todo mundo já comprovam o benefícios concretos da fé na saúde física e psicológica , como: longevidade, qualidade de vida, prevenção de doenças, recuperação de cirurgias
  • 29. MEDITAÇÃO
    • Estudo recente submeteu pacientes cardíacos à meditação e comprovou que eles tiveram uma redução da pressão arterial.
  • 30. BOM HUMOR
    • O riso (sincero) e o bom humor aumentam a atividade das células tipo “natural Killer”, importantes na imunidade contra tumores, ao mesmo tempo em que os estados depressivos enfraquecem esse aspecto da defesa orgânica.
  • 31. EXERCÍCO FISICO
    • Além de proporcionar qualidade de vida, libera neurotransmissores, como a endorfina e serotonina, produzindo um estado de prazer, disposição e a regulando o humor.
  • 32. EXPRESSAR SENTIMENTOS
    • Comportamentos contidos demais favorecem as doenças. Entender e expressar as emoções é a melhor forma de se proteger.
  • 33. AUTOCONHECIMENTO
    • Em pesquisa recente publicada no JAMA (Jornal da Associação Médica Americana) 1.000 pacientes, entre 35 e 59 anos, vítimas de infarto que exerciam funções com grande demanda emocional mostraram-se duas vezes mais predispostas a sofrer um novo evento. Nesse sentido, a psicoterapia auxilia o paciente a se auto-conhecer como também a reconhecer as emoções que podem vir a prejudicar sua evolução pessoal e profissional, não com objetivo de eliminá-las, por que é impossível, mas de aprender lidar e negociar com elas.
  • 34.
    • “ ... A criança nova que habita onde eu vivo Dá-me uma mão a mim e a outra a tudo que existe E assim vamos pelo caminho que houver Saltando, cantando e rindo E gozando o nosso segredo comum Que é o de saber por toda a parte Que não há mistério no mundo E que tudo vale a pena Se a alma não é pequena...”Fernando Pessoa
  • 35.  
  • 36.
    • http://kellipsico.blogspot.com/2010/05/cuidar-da-saude-e-tambem-cuidar-das.html
    • http://linguagemcorporal.net.br/testes/