G 20
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

G 20

on

  • 2,576 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,576
Views on SlideShare
2,459
Embed Views
117

Actions

Likes
0
Downloads
56
Comments
0

5 Embeds 117

http://alfredorosendo.blogspot.com 55
http://alfredorosendo.blogspot.com.br 50
http://www.alfredorosendo.blogspot.com 7
http://alfredorosendo.blogspot.pt 4
http://alfredorosendo.blogspot.fr 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

G 20 G 20 Presentation Transcript

  • G - 2
  • O Grupo dos 20
    G-20, ou grupo dos 20, que substituiu o G33, foi criado em 1999, na reunião da cúpulo do G7 (atual G8) em Colônia, graças a várias crises ocorridas na década de 1990. Mas foi estabelicido formalmente na reunião de ministros de finanças em 26 de Setembro. É um grupo constítuido por ministros de finanças e presidentes de bancos centrais dos 19 países de economia mais desenvolvidas do mundo mais a União Européia. O G-20 é uma espécie de fórum de cooperação e consulta sobre assuntos financeiros internacionais. A reunião inaugural ocorreu em 15 e 16 de dezembro de 1999, em Berlim. Durante os encontros os países discutem politicas nacionais, formas de cooperação entre governos e o funcionamento de instituições globais como o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial.
  • Principais objetivos do G-20:
    Favorecimento de negociações econômicas internacionais;
    Debates sobre políticas globais para promover o desenvolvimento econômico mundial de forma sutentável;
    Discussão de regras comuns para a flexibilização do mercado de trabalho;
    Criação de mecanismos voltados para a desregulamentação econômica;
    Criação de formas para liberação do comércio mundial.
  • Países membros:
    África do Sul
    Alemanha
    Arábia Saudita
    Argentina
    Austrália
    Brasil
    Canadá
    China
    Coreia do Sul
    Estados Unidos
    França
    Índia
    Indonésia
    Itália
    Japão
    México
    Reino Unido
    Rússia
    Turquia
    Países membros da União Européia
  • Hierarquia
    A presidência do grupo é rotativa e muda de mãos uma vez a cada ano.
    Em 2008, o Brasil esteve á frente das discussões, e agora a liderança é ocupada pela França, com Nicolas Sarkozy, que oculpa a presidência até Dezembro deste ano.
    A presidência opera em um sistema tripartite,chamado de Troica.
  • A que fração da economia mundial corresponde o G20?
    Os países que compõem o grupo respondem juntos por 90% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial. A União Europeia corresponde a 80% do comércio internacional. Além disso, dois terços da população global estão ditribuidos entre os países que formam o G20. Os emergentes do G20 correspondem a 75% do crescimento mundial.
  • Decisões
    As decisões do G20 são tomadas em forma de consenso – as partes negociam até que um meio-termo seja atingindo. Portanto, não existe votações ou partes que sejam vencidas pela maioria. Em teoria, o objetivo do sistema é que cada membro tenha uma influência igualitária na tomada de decisões.
  • Critérios para adesão ao grupo:
    Apesar de não haver critérios formais de adesão ao G20, existe uma intenção declarada de unir num mesmo grupo grandes potências e nações em desenvolvimento e também de manter inalterado o tamanho da organização. É importante que o número de países envolvidos seja restrito e fixado para assegurar a eficácia e a continuidade de suas atividades. A composição é a mesma desde a sua fundação. Aspectos como o equilíbrio geográfico e a representação populacional dos países-membros também foram levados em conta à época da criação.
  • Existe mais de um G20?
    Existe o G20 comercial, que é formado por países emergentes. Seu foco são as relações comerciais entre países ricos e emergentes. O G20 comercial nasceu em 2003, numa reunião ministerial da OMC realizada em Cancún, no México. Liderado pelo Brasil, o grupo procura defender os interesses agrícolas dos países em desenvolvimento diante das nações ricas, que fazem uso de subsídios para sustentar a sua produção.
  • Ultimas noticias:
    Países do G20 chegam a um acordo sobre lista de indicadores para medir desequilibrios financeiros.
    Os ministros de Finanças do G20 fizeram um acordo no dia 19/02, em Paris para criar uma série de indicadores para medir os desequilibrios financeiros globais. Os critérios que serão usado são dívida e déficit do governo, níveis de poupança e investimento, balanço em conta corrente e taxa de câmbio real.
    Bancos brasileiros serão alvo do G-20
    Bancos brasileiros como o Itaú e o Bradesco serão alvo do G-20 a partir do segundo semestre, sob o risco de terem de garantir níveis de capitalização superiores aos demais bancos no mundo.O grupo começará a debater a nova regulação para grandes bancos nacionais que podem representar riscos à economia mundial se quebrarem. O governo brasileiro promete uma "intensa negociação" sobre os eventuais limites impostos às instituições nacionais.
  • FMI divulga sugestões ao G-20 sobre equilíbrio global
    Na reunião do último fim de semana em Paris, o FMI exortou os ministros das Finanças e dirigentes de bancos centrais dos países doa trabalharem juntos para reequilibrar a economia global. A nota da equipe técnica do FMI, divulgada no dia 23/02, diz que o ritmo desigual da recuperação da economia mundial sugere que a perspectiva para um crescimento mais equilibrado e mais sustentável é limitada. Embora os riscos diante dos países avançados continuem a ser de desaceleração, as economias emergentes estão enfrentando uma ameaça crescente de superaquecimento, à medida que a turbulência política no Oriente Médio e no Norte da África puxa para cima os preços do petróleo e de outras commodities.
    Sarkozy quer reunião de emergência no G20 para discutir questão nuclear.
    O presidente da França, Nicolas Sarkozy, quer convocar uma reunião extraordinária com os ministros da Economia e Energia que integram o G20 para discutir a questão da segurança nuclear. Sarkozy disse que a reunião é fundamental em decorrência dos últimos acontecimentos no Japão.
  • Diversão:
  • Colégio Nossa Senhora da Soledade – 2º A
    Ingrid Andrade
    Larissa Lago
    Lisandra Gonzaga
    Quézia Borges
    Thiale Caroline
    Livia Ferreira
    Lais Nascimento