Visão Geral Sobre Roteamento
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Visão Geral Sobre Roteamento

on

  • 1,128 views

Visão Geral Sobre Roteamento em Redes de Computadores

Visão Geral Sobre Roteamento em Redes de Computadores

Statistics

Views

Total Views
1,128
Views on SlideShare
1,126
Embed Views
2

Actions

Likes
1
Downloads
58
Comments
0

1 Embed 2

http://www.linkedin.com 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Visão Geral Sobre Roteamento Visão Geral Sobre Roteamento Document Transcript

  • Roteiro •Apresentação •Certificação Cisco CCNARoteamento: O que é importante saber? •Pós-graduação MIT em Engenharia de Redes •Redes de computadores e InternetAlex S. Mouraalex.moura@prof.infnet.edu.br • Estruturas, protocolos •Roteadores • Estrutura, funções, funcionamento •ConclusãoAlgumas imagens e figuras Copyright 1996-2007 J.F Kurose and K.W. Ross, Todos os direitos reservadosPart of images and figures: Copyright 1996-2007 J.F Kurose and K.W. Ross, All Rights Reserved 1 2Certificação Cisco CCNA® Certificação Cisco CCNA®•Cisco Certified Network Associate (CCNA®) •Exame: 640-802 CCNA®•Certifica o profissional com conhecimentos em: •Duração: 90 minutos (45-55 questões) •Nível: Associate • instalar, configurar, operar e consertar redes de médio-porte roteadas e comutadas; •Idiomas: Português, Inglês, Japonês, Espanhol, Russo, e Francês • implementar e verificar conexões a locais remotos em WAN; •Disponibilidade: somente em centros autorizados VUE • mitigação básica de ameaças de segurança; •Valores (16 Jan 2012) • conceitos e terminologia de redes sem fio; ICND1 USD$ 150 R$275* • uso dos protocolos e tecnologias: IP, EIGRP, Serial Line ICND2 USD$ 150 R$275* Interface Protocol, Frame Relay, RIPv2, VLAN, Ethernet e Access Control Lists (ACLs). CCNA USD$ 295 R$540* CCDA USD$ 200 R$367* 3 4 * Valores em reais aproximados (cotação dólar comercial em: 12/04/2012)Certificação Cisco CCNA® Pós-graduação MIT em Engenharia de Redes•Certificações CCNA® especializadas •Preparar profissionais para: • Routing & Switching (CCNA) • suporte a ambientes de rede multiplataforma; • Security (CCNA Security) • administração de redes Cisco e sistemas Linux e Microsoft; • SP Operations (CCNA SP Ops) • aplicar ITIL na gestão de ambientes de TI • Service Provider (CCNA SP) (Novo) •Objetivo: atender demandas do mercado por • Voice (CCNA Voice) profissionais capacitados para: • Wireless (CCNA Wireless) • recomendar, implementar e gerir serviços de rede; • Voice (CCNA Voice) • oferecer alta qualidade na gestão de engenharia de redes; • aprimorar o suporte a ambientes de rede multiplataforma. 5 6
  • Pós-graduação MIT em Engenharia de Redes Pós-graduação MIT em Engenharia de Redes•Duração: 20 meses Redes Cisco - 110 horas/aula Fundamentos de redes•Blocos de aprendizado, que totalizando 440 horas/aula. • Modelo de Camadas; Conceitos de redes; Topologias ; Padrão IEEE; Redes Locais•Ao longo do curso, o aluno será preparado para as Ethernet; Redes Locais sem fio (WLAN); Switching; Virtual LAN (VLAN); Spanning Trunk Protocol (VTP); Exercícios Práticos para a Certificação . certificações: CCNA, MCITP, LPIC-1 e ITIL Roteamento em Rede•Maiores informações: http://goo.gl/cf8Bf • Modelo TCP/IP; Portas Lógicas; ICMP, ARP e RARP; Endereçamento IP; Classes; Subendereçamento; VLSM; CIDR; Sumarização; IPv6; Configuração de Roteadores; Redes Cisco 110 horas/aula Configuração de Roteamento Estático; RIP; RIP2;  EIGRP; OSPF  e NAT; Exercícios Práticos para a Certificação. Windows Server 150 horas/aula Administração de Redes Cisco Linux 120 horas/aula • Configuração do Register; Recuperação de Senhas; Recuperação de IOS; Gerenciamento da Rede utilizando o Protocolo CDP e Telnet; Configuração de Gerenciamento de Serviços de TI 40 horas/aula DHCP; Segurança; Lista de Controle de Acesso (ACL), VPN, SSH, Protocolos WAN, PPP, HDLC; Frame Relay; Configuração de Switches; Exercícios Práticos para a Fechamento 20 horas/aula 7 Certificação. 8Como começaram as redes e a Internet? Redes de Computadores•Um breve resumo da história... • Redes de computadores: o meio de Mobile network comunicação mais usado na atualidade Global ISP • Internet: representa o maior sistema projetado pela humanidade Home network • Interconecta milhões de dispositivos computacionais Regional ISP • Hosts = Sistemas finais: executam aplicações de rede • Links de comunicação: fibra óptica, Institutional network cobre, rádio, satélite • Taxa de transmissão = largura de banda • Roteadores: encaminham pacotes (agrupamentos de dados) entre as redes 9 10Internet A Internet na atualidade•Coleção de redes interconectadas•Redes agrupadas em domínios administrativos, ou Sistemas Autônomos (Autonomous Systems - AS) • Autoridade administrativa • Entidade que controla e administra um grupo de redes e roteadores [RFC 1930]•Interconexões feitas por roteadores•Estrutura fracamente hierárquica 11 12
  • Internet Organização em Camadas (Modelo OSI)•Protocolos controlam envio e recebimento de Camada de rede application transport mensagens. Ex.: TCP, IP, HTTP, Skype, Ethernet • Transporta segmentos do host network data link emissor ao receptor physical•Internet “rede de redes” network data link network data link • O emissor encapsula segmentos em network data link physical physical • Fracamente hierarquica datagramas physical network data link network data link physical physical • Internet pública versus intranet privada • O receptor entrega segmentos para a camada de transporte network data link network data link•Padrões da Internet physical network physical • Protocolos da camada de rede em data link physical • RFC: Request for comments cada host, roteador application network transport data link network • IETF: Internet Engineering Task Force • Roteador examina campos de network physical network data link data link physical cabeçalho em todos os datagramas data link physical physical • IAB: Internet Architecture Board IP em passam por ele 13 14Serviço Sem Conexão (Connectionless) Principais funções dos roteadores na Camada 3•Redes de datagramas fornecem serviço de camada de • Encaminhamento (forwarding): rede do tipo “sem conexão” (connectionless service) • Move pacotes da interface de entrada do roteador para a de saída • Redes de Circuitos Virtuais (VC) oferecem serviço de • Roteamento: determina a rota seguida pelos pacotes da origem até o destino conexão na camada de rede • Manualmente: roteamento “estático”•Há certa analogia com serviços da camada de • Dinamicamente: algoritmo de roteamento determina o melhor caminho transporte, porém: • Endereçamento: determina a forma de identificação de redes e hosts • O serviço é oferecido de um sistema a outro (host to host) • As redes fornecem um ou outro tipo de serviço • Implementação no núcleo da rede 15 16Principais funções dos roteadores na Camada 3 Principais funções dos roteadores na Camada 3•Executar algoritmos e protocolos de roteamento •Funções da camada de rede de hosts e roteadores: • RIP, OSPF, IS-IS, BGP Transport layer: TCP, UDP•Encaminhar (ou comutar) datagramas entre interfaces de entrada e saída Routing protocols IP protocol • path selection • addressing conventions • RIP, OSPF, BGP • datagram format Network • packet handling conventions layer forwarding ICMP protocol table • error reporting • router signaling Link layer physical layer 17 18
  • Protocolos Internet•Procedimento padronizado para regular transmissões •Tabelas de encaminhamento configuradas por de dados entre sistemas de computação. algoritmos de roteamento intra e inter AS 3c 3a 2c 3b 2a AS3 2b 1c AS2 1a 1b 1d AS1 Intra-AS Inter-AS Routing Routing algorithm algorithm Forwarding 19 table 20Roteamento Protocolos de roteamento•Entrega de pacotes de dados entre hosts •Determinam de forma automatizada o conteúdo das tabelas de roteamento•Modelo de funcionamento: salto-por-salto (hop by hop) •São programas que determinam:•Requer criação e gestão de tabelas de informações: • a forma e conteúdo da tabela de roteamento • FIB: Forwarding Information Base • de que forma é atualizada. • RIB: Routing Information Base • Configurações de roteamento •Há dois principais tipos de algoritmo usados • Estático (manualmente) • Vetor de Distancia (Distance-Vector. Ex. Bellman-Ford) e o algoritmo baseado no Estado de Enlace (Link State. • Protocolos de roteamento (dinamicamente) Ex.: Djikstra). 21 22Protocolos de roteamento (cont.) Tabelas de roteamento•Tipos de Protocolos de Roteamento •Registros de endereços de destino associados ao quantidade de saltos até o destino•Roteamento Interno ao Sistema Autônomo • Interior Gateway Protocols (IGP) •Podem conter várias outras informações associadas • Exemplos: RIP, RIPv2, OSPF, IS-IS, IGRP, EIGRP•Roteamento externo: entre diferentes Sistemas Autônomos (ou seja, por toda a Internet). • Exterior Gateway Protocol (EGP) • Exemplo: BGP-4 23 24
  • Protocolos de roteamento dinâmico Protocolos de roteamento (IGP e EGP)•Mantém e gerenciam as tabelas de roteamento •RIP (Routing Information Protocol) • Incluem e removem dados sobre redes remotas •IGRP (Interior Gateway Protocol)•Realizam descoberta automática de redes remotas •EIGRP (Enhanced IGRP)•Realizam compartilhamento automático de informações •Integrated IS-IS (Intermediate System to Intermediate de tabelas de roteamento entre diferentes roteadores System Routing Exchange Protocol) •OSPF (Open Shortest Path First) •BGP (Border Gateway Protocol) 25 26Roteadores Interfaces dos roteadores • As interfaces de um roteador são conexões física que possibilitam um envio e recebimento de bits a outro dispositivo no outro extremo da conexão • Cada interface conecta uma rede diferente • Consiste de um soquete ou conector encontrado no exterior de um roteador • Tipos de interfaces: • Ethernet • Fastethernet • Serial • DSL • ISDN • Cable Fonte: http://www.cisco.com/en/US/products/hw/routers/products_category_buyers_guide.html 27 28Roteadores Arquitetura de roteadores Componentes do roteador •Componentes do hardware de um roteador• CPU – Executa as instruções do sistema operacional• Random access memory (RAM) – Mantém em execução uma cópia do arquivo de configuração. Armazena a tabela de roteamento. A RAM perde o seu conteúdo quando o dispositivo é desligado.• Read-only memory (ROM) – Retem um software de diagnóstico usado quando o roteador é inicializado. Armazena o programa bootstrap do roteador.• Non-volatile RAM (NVRAM) – Armazena a configuração de inicialização. Este pode incluir endereços IP (Protocolos de Roteamento, Hostname do roteador)• Memória Flash (Flash Memory) – Contém o sistema opertacional (Cisco IOS)• Interfaces – Possui múltiplas interfaces físicas usadas para conectar as redes• Exemplos de tipos de interface: • Interfaces: Ethernet, FastEthernet, 1GigabitEthernet, 10GigabitEthernet... • Interfaces seriais • Interfaces de gerenciamento 29 30
  • Roteamento Encaminhamento x Roteamento•Roteadores utilizam o endereço IP de destino dos Algoritmoalgorithm routing de roteamento pacotes para determinar o melhor caminho com a ajuda da tabela de roteamento local forwarding table tabela local de encaminhamento header value output link Cabeçalho Saída 0100 3 0101 2 0111 2 1001 1 Valor no cabeçalho value in arriving do pacote packet s header 0111 1 3 2 31 32Conclusão Referências Agora, o você sabe de importante sobre roteamento •Redes de Computadores - Uma Abordagem Top-Down• Arquitetura das redes e da Internet possuem hierarquia 5a Edição.• Tráfego de dados encaminhado por roteadores no núcleo das redes, •Routing Protocols: http://www.cisco.com/warp/public/ cujas entidades administrativas são ASes 732/Tech/rtrp_pc.htm• Decisão de roteamento de cada pacote feita a cada salto (hop)• Decisões de roteamento feitas pelos algoritmos do protocolos de •TCP/IP: http://www.cisco.com/warp/public/535/4.html roteamento dinâmico •Dynamic Routing: http://www.cs.oswego.edu/~tymann/• Existem protocolos para roteamento interno (IGP) e externo (EGP) classes/445/notes/06Dec96/1.html• Algoritmos calculam os melhores caminhos com base em métricas• Roteadores interconectam redes e executam roteamento e forwarding• Roteadores possuem plano de controle e plano de encaminhamento 33 34Agradecimentos Final•Prof. Jim F. Kurose (U. Massachusetts, Amherst) e Prof. Keith W. Ross (NYU, Polytechnic Institute) Roteamento: o que é importante saber?•André Lima (Infnet - Coordenador)•Gabriel Poyart (Infnet - Marketing) Alex S. Moura alex.moura@prof.infnet.edu.br alex@rnp.br 35 36