IC Digital - Crises geradas por comentários na internet
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

IC Digital - Crises geradas por comentários na internet

on

  • 1,836 views

Gerenciamento de crise. Espero que este termo nunca precise ser colocado em prática em sua empresa, mas em todo caso, esteja preparado!

Gerenciamento de crise. Espero que este termo nunca precise ser colocado em prática em sua empresa, mas em todo caso, esteja preparado!

Statistics

Views

Total Views
1,836
Slideshare-icon Views on SlideShare
1,729
Embed Views
107

Actions

Likes
1
Downloads
27
Comments
1

3 Embeds 107

http://www.socialmediabr.com 104
http://www.linkedin.com 2
http://socialmediabr.com 1

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

11 of 1

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    IC Digital - Crises geradas por comentários na internet IC Digital - Crises geradas por comentários na internet Presentation Transcript

    • IC DigitalAlguns cases de empresas que enfrentaramcrises geradas por comentários na internet
    • IC Digital“A internet é uma onda de sete metros de altura que vem na sua direção enquanto você está num caiaque” Andy Grove, fundador da Intel em 1995 Hoje, a internet é um tsunami, e você continua num caiaque.
    • Kryptonite Um internauta descobriu que Um post apoderia abrir uma respeito foi feito trava no blog americanode bicicletas – um Engadget.dos modelos mais caros produzidos pela Kryptonite - com a tampa de uma caneta Bic.
    • Kryptonite Este post gerou mais de 150 comentários feitos por visitantes, e a notícia espalhou- se rapidamente pela rede http://www.youtube.com/watch?v=G2qnHKoCYvM
    • Kryptonite- O recall do produto defeituoso custou 10 milhões dedólares, soma considerável diante de uma receita anual de25 milhões.- Hoje, Donna M. Tocci, gerente de Relações Públicas da Kryptonite, visita cerca de 20 blogs por dia para verificar o que está sendo dito sobre a empresa.
    • FiatEm setembro de 2002, o jornalista Maritônio Barreto comprou um Fiat O site - no ar desde Stilo em uma 2003 e atualmenteconcessionária em Campo com mais de 500 mil Grande. acessos - gerou Sem uma resposta repercussão e oconsistente sobre o prazo assunto foi parar na de entrega do veículo, grande imprensa.decidiu contar sua história em um site.
    • FiatPortal dos consumidores insatisfeitos com a Fiat Automóveis - 2003
    • FiatPortal dos consumidores insatisfeitos com a Fiat Automóveis - 2006
    • Fiat-Maritônio mantém seu site até hoje.- Este reúne diversos assuntos relacionados à defesa doconsumidor, inclusive a criação de um Telejornal, que pretendeser o “primeiro jornal de protesto da Internet brasileira”.
    • United Airlines- Após passsar por uma série de incidentes durante umaviagem pela United Airlines, o passageiro Jeremy Cooperstockmandou uma carta com reclamações para o presidente dacompanhia, Gerald Greenwald. Ele queria um retorno daempresa a respeito de suas críticas.- Sem receber qualquer resposta após diversas tentativas decontato, Jeremy criou um site, o Untied.com.Outras centenas de clientes insatisfeitos, assim como ex-funcionários, enviam reclamações e relatos para o sitecontando suas más experiências em viagens com a UnitedAirlines.
    • United Airlines
    • United Airlines - O Untied.com existe desde 1996, e continua no ar até hoje, recebendo uma média de 250 reclamações de passageiros por mês.- O site já foi notícia diversas vezes na mídia americana,sendo citado em publicações como o New York Times e asrevistas Forbes e Fortune.
    • Mc Donald’s-Em 1994, Helen Steel e Dave Morris foram processados pelo McDonald’s por distribuírem panfletos (entitulados ‘What’s Wrong WithMcDonald’s – Everything they don’t want you to know’) em frente auma de suas lojas, na Inglaterra.- O processo – chamado de ‘caso McLibel’ (McCalúnia)- teveduração de dois anos e meio, tornando-se o mais longo processoinglês de todos os tempos.- Como resultado, as campanhas anti Mc-Donald’s espalharam-sepelo mundo, e a cobertura da imprensa cresceu exponencialmente.O website Mcspotlight.org foi criado, assim como um documentárioretratando o caso.
    • Mc Donald’s
    • Mc Donald’s-O site existe desde fevereiro de 1996, e continua no ar atéos dias de hoje, contendo mais de 21.000 arquivos sobre oMcDonald’s e o caso McLibel.- O site conta com uma rede de colaboradores independenteschamada de McInformation Network, com pessoas localizadasem 16 diferentes países.- O Mcspotlight.org afirma ser o site que recebeu a maiorcobertura da imprensa de todos os tempos.
    • ‘Dell Hell’O jornalista norte-americano Jeff Jarvis percebeu que seucomputador Dell estava com defeito. Após diversos contatoscom a empresa sem que seu problema tivesse sido resolvido,decidiu colocar um relato em seu blog pessoal, BuzzMachine,com o sugestivo título de Dell Hell (inferno da Dell).
    • ‘Dell Hell’
    • ‘Dell Hell’- O blog tornou-se parada obrigatória para consumidoresinsatisfeitos e ganhou posteriormente o nome de ‘Dell HellSaga’.- A notícia repercutiu na grande imprensa.- Atualmente, passada a crise, a empresa mantém umfuncionário somente para atender blogueiros e uma equipede monitoramento para identificar consumidores que citam aempresa em blogs.- Porém, neste período, a Dell perdeu vendas e a Apple asuperou em valor de mercado.
    • IC DigitalA empresa que souber lidar com a blogosfera pode tirar proveito dela
    • Unilever- Dan Entin fez um post em seu blog reclamando que nãoencontrava um desodorante produzido pela Unilever, doqual era consumidor fiel a cerca de 8 anos, nos EstadosUnidos.- Apenas alguns dias depois ele escreveu outro postdescrevendo como um dos encarregados pelo marketing daUnilever, Mike Fortner, ao monitorar blogs, deparou-se comseu primeiro comentário. Fortner entrou em contato comDan Entin não apenas para informá-lo do local onde poderiaencontrar o desodorante, como também para dar-lhe algunsbrindes da empresa como forma de reconhecimento pelafidelização do cliente.
    • Unilever