• Save
Comunicação Internacional, Democracia Línguistica e Software Livre por Alex Cesário
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Comunicação Internacional, Democracia Línguistica e Software Livre por Alex Cesário

on

  • 92 views

Palestra sobre o Esperanto realizada no Flisol/2014 na cidade de São Carlos/SP realizada por Alex Cesário

Palestra sobre o Esperanto realizada no Flisol/2014 na cidade de São Carlos/SP realizada por Alex Cesário

Statistics

Views

Total Views
92
Views on SlideShare
92
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Comunicação Internacional, Democracia Línguistica e Software Livre por Alex Cesário Comunicação Internacional, Democracia Línguistica e Software Livre por Alex Cesário Presentation Transcript

  • Comunicação Internacional, Democracia Linguística e Software Livre Internacia Komunikado, Lingva Demokratio kaj Libera ProgramaroInternacia Komunikado, Lingva Demokratio kaj Libera Programaro
  • • Principal e mais amplamente usado SO no mundo – (aproximadamente 90% de fatia de mercado); • Fácil aprendizado, interface intuitiva, suporte, tutoriais, informações facilmente encontradas; • Atualizações automáticas; • Programas e aplicativos de todos os tipos, muitos não possuem equivalentes de qualidade similar em outros sistemas operacionais; • Compatibilidade com a maioria dos programas comerciais e jogos; • Suporte de qualidade e profissional; • Fácil instalação; • Facilidade de configuração de redes; • Usabilidade – Interface touchscreen funcional; • Maior opção e adequado funcionamento do hardware; • Estabilidade / fácil navegação; • Rápido e funcional.
  • • Quantidade e qualidade dos aplicativos; • Escassez de drivers; • Hardware não compatível; • Dificuldade de operação e aprendizado; • Demanda mais mão de obra; • Não é auto-sustentável; • Doa conhecimento estratégico para concorrentes ou inimigos; • Baixa participação no mercado (aproximadamente 2,99%); • A indústria do software não tem como evoluir se os programadores não forem pagos; • O Software Livre acaba com a inovação; • O software apenas tem que funcionar! (quem se importa com o código fonte?) • O Software Livre não respeita o direito autoral e as patentes dos softwares; • Software Livre é algo como um novo comunismo. Críticas e mitos sobre o Linux e o Software Livre
  • Línguas do Mundo Língua milhões de falantes nativos % Mandarim 845 14,08% Espanhol 329 5,48% Inglês 328 5,47% Hindi-Urdu 240 4,00% Árabe 206 3,43% Bengali 181 3,02% Português 178 2,97% Russo 144 2,40% Japonês 122 2,03% Punjabi 109 1,82% http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_languages_by_number_of_native_speakers
  • ESPERANTO Língua Internacional
  • O que é o esperanto? ● Língua Internacional neutra, planejada, para uso de todos os povos, em todas as culturas, independente de raça, sexo, partido político, religião. ● O Esperanto NÃO visa a eliminar as línguas nacionais, mas ser o segundo idioma de cada povo. Ao contrário, ele visa preservar as culturas locais e minoritárias, todas elas valioso patrimônio da Humanidade.
  • “Para cada povo, sua própria língua; Para todos os povos, o Esperanto”.
  • A proposta do esperanto é que cada povo continue falando sua língua, e use o esperanto nas comunicações internacionais. Com o esperanto nenhum povo fica em desvantagem.
  • A idéia base da língua internacional Esperanto foi lançada pelo médico polonês de 28 anos Dr Lázaro Zamenhof, em 1887. Porém, desde então, o projeto de língua planejada se transformou em uma língua viva, com cultura própria e até com falantes nativos.
  • L.L. ZAMENHOF
  • HISTÓRIA DO ESPERANTO • O criador: L. L. Zamenhof (1859-1917) • Médico polonês poliglota. • “Primeiro Livro” 1887 • Primeiro Congresso: França, 1905 • “Academia de Esperanto” • A “Idéia Interna” do Esperanto
  • HISTÓRIA DO ESPERANTO Unua LibroUnua Libro (1887)(1887)
  • HISTÓRIA DO ESPERANTO ● Desde o lançamento do Esperanto, Zamenhof se preocupou em traduzir obras primas da literatura universal, para demonstrar a capacidade expressiva do idioma. ● Zamenhof deu também ao Esperanto uma ideologia: paz e fraternidade entre todos os povos.
  • No mundo existem cerca de 6 mil línguas e o Esperanto está entre as 100 línguas mais faladas.  Apesar de não existir um país que fale apenas Esperanto, ele está presente em 115 países.
  • O que é o esperanto? ● Língua ● Rede de contatos ● Comunidade Internacional ● Um mercado em desenvolvimento ● Educação ● Aprendizado de outras línguas
  • O que tem isso a ver com o SL? SL Eo Livre, não pertence a ninguém e a todos ao mesmo tempo. Estimula a difusão do conhecimento. Existe uma comunidade voltada para ajuda e compartilhamento de ideias Executá-lo para qualquer propósito. Grupo de trabalho, pesquisa e estudo internacional. Na maioria das vezes não visa nenhum lucro. Para a maioria das pessoas é algo simples e não requer grandes esforços para seu aprendizado. Não é imposto a ninguém. Sofre críticas vazias de pessoas desinformadas.
  • Um novo fenômeno linguístico Cada povo tem sua cultura e língua. A língua esperanto criou seu povo e sua cultura.
  • Esperanto e as redes sociais
  • Esperanto e as redes sociais
  • Esperanto e as redes sociais
  • Esperanto e as redes sociais
  • Esperanto e as redes sociais
  • Google Tradutor
  • Google Tradutor
  • http://pt.lernu.net/
  • Esperanto e o Software Livre
  • Esperanto e o Software LivreAndroid
  • Esperanto e o Software Livre
  • Ubuntu Phone
  • Firefox OS
  • Esperanto e Software Livre
  • Esperanto e Software LivreUbuntu
  • Esperanto e Software Livre Mint
  • Outras distros
  • Distros Unix
  • Suítes de escritório
  • Mozilla Firefox
  • http://softwarelivre.org/fisl15/?lang=eo
  • A CULTURA DO ESPERANTO ● A “Idéia Interna” ● O conceito de neutralidade ● A preservação das culturas e das línguas nacionais ● O respeito a todos os seres humanos ● Pacifismo e democracia
  • Existem 30 mil títulos diferentes de livros publicados em esperanto. Praticamente, todas as grandes obras literárias já foram traduzidas para o Esperanto. Desde a Bíblia, o Alcorão até as obras como as de Shakespeare, Goethe, Garcia Lorca e Jorge Amado, e a biografia de Pelé. Praticamente, todas as grandes obras literárias já foram traduzidas para o Esperanto. Desde a Bíblia, o Alcorão até as obras como as de Shakespeare, Goethe, Garcia Lorca e Jorge Amado, e a biografia de Pelé. Praticamente, todas as grandes obras literárias já foram traduzidas para o Esperanto. Desde a Bíblia, o Alcorão até as obras como as de Shakespeare, Goethe, Garcia Lorca e Jorge Amado, e a biografia de Pelé. Há muitos trabalhos originais em Esperanto também. Algumas obras escritas originalmente nesse idioma se tornaram tão importantes que foram traduzidas para vários outros idiomas.
  • Uma língua nova com uma cultura cosmopolita Literatura Música
  • Uma língua nova com uma cultura cosmopolita Revistas Filmes
  • O Esperanto é praticado em cerca de 300 congressos que ocorrem todos os anos. A ONU, através da UNESCO, recomenda o ensino do Esperanto aos seus paises membros.                                                                                            
  • Rede internacional de hospedagem
  • O Senado Federal aprovou o PLS - PROJETO DE LEI DO SENADO, Nº 27 de 2008 do Senador Cristovam Buarque sobre a inclusão facultativa do ensino do Esperanto no ensino médio. O PL seguiu para a Câmara dos Deputados. http://www.senado.gov.br/sf/atividade/Materia/D etalhes.asp?p_cod_mate=83989                                                                                           
  • LIGA BRASILEIRA DE ESPERANTO ● Sede: Brasília. ● Fundada em 1907. ● Edita a revista “Brazila Esperantisto” ● Promove Congressos Brasileiros. ● Edita material didático e literário. ● Juventude Esperantista Brasileira. ● Filiada à Associação Universal. www.esperanto.org.br
  • Associação Universal de Esperanto ● Sede: Roterdã, Holanda. ● Fundada em 1908. ● Membros em 117 países. ● Edita a Revista “Esperanto” ● Rede Mundial de Delegados. ● Promove Congressos Universais. ● Juventude Esperantista Mundial. ● Relações oficiais com a ONU e Unesco www.uea.org
  • OS CONGRESSOS DE ESPERANTO ● Os congressos universais ● Os congressos continentais: Ásia, Europa, América, África. ● Os congressos nacionais. ● Os congressos brasileiros. ● Congressos temáticos: Medicina, Jornalismo, Ferroviários, Juventude, etc. ● Os encontros regionais.
  • Boulogne-sur-Mer, França, 1905 1a Universala Kongreso de Esperanto
  • Jokohama, Japão, 2007
  • Reykjavik, Islândia, 2013
  • São Paulo, Brasil, 2011
  • Florianópolis, Brasil, 2014
  • A ESTRUTURA DO ESPERANTO ● Gramática ● Fonética ● Vocabulário ● Estrutura aglutinante; afixos
  • Os radicais das palavras em Esperanto vêm de diversas línguas: aproximadamente 75% das línguas descendentes do latim, 20% das germânicas e 5% das outras línguas. Zamenhof tentou escolher os radicais que já eram conhecidos nas grandes línguas europeias. Eis alguns exemplos: ◆ do latim: sed (mas), tamen (entretanto), okulo (olho), akvo (água) ◆ do francês: dimanĉo (domingo), fermi (fechar), ĉevalo (cavalo), ◆ do italiano: ĉielo (céu), fari (fazer), voĉo (voz) ◆ de várias línguas neolatinas: facila (fácil), fero (ferro), tra (através) ◆ do alemão: baldaŭ (em breve), bedaŭri (lamentar), jaro (ano), nur (apenas) ◆ do inglês: birdo (ave), suno (sol), ŝarko (tubarão), teamo (time) ◆ de várias germânicas: bildo (figura), fremda (estrangeiro), halti (parar), ofta (frequente)
  • Aprender Esperanto é 10 vezesMAIS FÁCIL e RÁPIDO do que aprender Inglês, ou qualquer outra língua natural.
  • BO - Parentesco que se ganha com o casamento. IN - Marca o sexo feminino. GE - Parentesco que se ganha com o casamento. PATR - Radical. O - Final de substantivos. A - Final de adjetivos.
  • A magia da construção das palavras em Esperanto PATR O - pai PATR O - mãeIN (radical da palavra) (sufixo para formar o “feminino”) (substantivo)
  • FRAT O - cunhado FRAT O - cunhadaIN BO - Prefixo que marca o parentesco que se ganha com o casamento. BO BO
  • HUND O INHUND O ARHUND O (sufixo para formar o “coletivo”)
  • 71
  • Exemplos de palavras formadas pelo radical SAN- (saúde) 1 sana são, bom (de saúde), sadio, válido; 47 malsanejo hospital, enfermaria; 2 sane sãmente, de modo são; 48 malsanema achacado, enfermiço, doentio, valetudinário; 3 sani i. estar com saúde, estar bom; 49 malsanemecoestado doentio; 4 sano saúde; 50 malsanemulo pessoa enfermiça; 5 sanaĵo parte sã; 51 malsaneraroconjunto das partes constituintes da doença; 6 sanecosanidade, estado sanitário; 52 malsanero uma das partes constituintes da doença; 7 sanega saúde vigorosa; 53 malsaneta indisposto; 8 sanejo lugar bom para saúde; 54 malsaneto achaque, indisposição; 9 sanema são, de bom temperamento; 55 malsanetulejo enfermaria (em comunidades, colégios, casernas etc.); 10 saneta com saúde fraca; 56 malsani i. estar doente; 11 saniga salubre, salutar, sanitário, benéfico; 57 malsaniga insalubre; 12 sanigado a higiene; 58 malsanigi tomar doente; 13 sanigaĵo substância curativa; 59 malsaniĝi adoecer, cair doente, enfermar, 14 sanigebla sanável; 60 malsano doença; 15 sanigeco salubridade; 61 malsanularo conjunto de doentes; 16 sanigejo sanatório; 62 malsanulejo hospital; 17 sanigi sanear; 63 malsanulido filo de doente; 18 sanigilejo farmácia; 64 malsanulino uma doente; 19 sanigilista a. de "sanigilisto"; 65 malsanulista do enfermeiro; 20 sanigilisto preparador de remédios; 66 malsanulisto enfermeiro; 21 sanigilo remédio, medica mento; 67 malsanulo um doente; mar 22 sanigilujo caixa com medicamento; 68 malsanema sujeito a enjôo (no mar);
  • 23 saniginda que merece ser curado; 69 nesana indisposto; 24 sanigista a. de "sanigisto"; 70 neresanigebla incurável; 25 sanigistaro funcionários do serviço de saúde; 71 porsana higiênico; 26 sanigisto higienista; 72 prisana sanitário; 27 sanigo saneamento; 73 resanigantejo lugar para convalescentes; 28 saniĝi tornar-se são; 74 resanigebla curável, sanável; 29 saniĝo cura; 75 resanigebleco curabilidade; 30 sanilaĵo (v. sanilo); 76 resanigejo casa de saúde; 31 sanilaro meios higiênicos de saúde; 77 resanigi curar, sarar, sanar, 32 sanilista a. de "sanilisto"; 78 resanigilo remédio; 33 sanilo meios de conservação da saúde: ar puro, higiene; 79 resanigo cura; 34 sanilujo caixa com objetos de higiene; 80 resaniĝado convalescença; 35 sanisto higienista; 81 resaniĝanto convalescente; 36 sanulo pessoa sã; 82 resaniĝi curar-se, sanar; 37 sanodomo casa de saúde; 83 remalsaniĝo recaída; 38 elmalsaniĝi cair doente; 84 remalsano recaída, recidiva. 39 ekresaniĝi entrar em convalescência; 85 sanstato = farto estado de saúde de alguém; 40 malsana doente; 86 dormomalsano doença do sono ou tripanossomíase; 41 malsanado doença prolongada; 87 flavmalsano = iktero; 42 malsanaro grupo de doenças; 88 mankomalsano = karenco; 43 malsane com doença; 89 marmalsano enjôo marítimo; 44 malsaneca mórbido; 90 mortmalsana que morrerá em breve por doença; 45 malsaneco doença; 91 ŝtonmalsano = litiazo; 46 malsanegi i. estar muito doente; 92 veturmalsano enjôo (durante viagem).
  • Onde aprender? ● Em associações, em várias cidades do Brasil e do mundo. ● Pela internet, kurso.com.br, lernu.net, entre outros.
  • O que é o esperanto? ● Simpla ponto. ● Medio, neniam fino. ● Funkcia komunikilo.
  • “Sou favorável a um calendário único para todo o mundo, como também a uma moeda única para todos os países e uma língua auxiliar como o Esperanto para todos os povos.” (Gandhi)
  • “Que uma única fé e um único amor os ajudem a unir o mundo alquebrado num só rebanho, com um só Pastor. Que uma língua supranacional – o Esperanto – sirva também para este elevado ideal.” (João Paulo II)
  • “E é essa língua, de grande simplicidade e rara beleza, que está naturalmente predestinada a veicular e divulgar as obras literárias do futuro.” (João Guimarães Rosa)
  • Semelhanças entre o Linux e o Esperanto • Ambos foram criados por jovens idealistas: a primeira versão do Esperanto por Zamenhof quando tinha 18 anos para unir os povos sob a égide da Paz e da Fraternidade e a versão 0.01 do que viria a ser o Linux por Linus Torvalds com 19 anos para ser utilizado por qualquer um; • Ambos foram bem recebidos pela comunidade internacional. Zamenhof comprova isto no primeiro Congresso que realiza e Linus Torvalds nas mensagens eletrônicas vinda de várias partes do planeta oferecendo colaboração voluntária; • Em ambos, a divulgação do mesmo modo que já havia ocorrido com o Cristianismo é feita um a um. As pessoas que tomam contato com o Esperanto se apaixonam pela ideia e as pessoas que tomam contato com o Linux se surpreendem com o grau de maturidade tecnológica de um dos maiores projetos colaborativos mundiais; • Esperantistas do mundo inteiro ajudam o Esperanto a se desenvolver traduzindo obras-primas da cultura universal para o Esperanto. Programadores do mundo inteiro ajudam o Linux a ser melhor aperfeiçoando os programas oferecidos e criando novos programas que são incorporados às novas versões e redistribuídos gratuitamente para todos; • Zamenhof cria o Esperanto para ser falado por qualquer um para unir os Povos sob a égide da Fraternidade! Linus Torvalds cria o Linux para ser utilizado, copiado e melhorado por qualquer um unindo os programadores do mundo inteiro; • O Esperanto favorece uma democracia lingüística. O Linux favorece uma democracia na escolha do sistema operacional e seus aplicativos; • O Esperanto é ensinado gratuitamente, o Linux é distribuído gratuitamente. Não precisa ser rico para aprender o Esperanto. Não precisa dobrar o preço de um micro para utilizar um sistema operacional e alguns programas nele;
  • Semelhanças entre o Linux e o Esperanto • Pessoas beneficiadas pela imposição linguística de países economicamente fortes menosprezam o Esperanto por terem seus interesses ameaçados. Empresas monopolizadoras na área de informática acostumadas a lucros exagerados criticam e combatem o Linux e o Software Livre de forma feroz; • Os Esperantistas foram perseguidos durante a grande guerra. Os defensores do Linux e do Software Livre foram durante muito tempo desprezados pelos setores de RH das empresas e chacoteados pelo público em geral; • O idioma que tentam impor ao mundo como idioma internacional é o idioma pátrio do mesmo país onde está localizada a empresa de informática que tenta monopolizar os programas de todos os computadores existentes no mundo. Um quer eliminar todos os outros idiomas a outra quer eliminar todas as concorrentes; • A adoção do Esperanto pela Comunidade Europeia proporcioná uma economia de mais de 1,5 bilhão de euros por ano em traduções. A adoção do Software Livre em todo o Brasil proporcionará uma economia de mais de R$ 3,6 bilhões por ano só em licenças de programas. Mais do que duas vezes o orçamento anual da Campanha do Fome Zero que é de 1,7 bilhões e quase o dobro do orçamento do Ministério da Ciência e Tecnologia. • O Esperanto representa uma solução extraordinária na solução do grave problema da Comunicação Internacional. O Software Livre uma solução extraordinária para o problema da Inclusão Digital; • Ambos são alimentados pelos sentimentos de paz, fraternidade, solidariedade, esperança e muita persistência daqueles que acreditam que um novo mundo é possível! http://www.kke.org.br/palestras/que_o_pinguim_esteja_com_voce
  • Dankon!Dankon! Alex CesárioAlex Cesário http://alexcesario.blogspot.com.br/ alexsandro.cesario@gmail.com http://www.facebook.com/alexcesario
  • Referências ● Projekto GNU http://www.gnu.org/philosophy/free-sw.eo.html ● Portal do Software Público Brasileiro http://www.softwarepublico.gov.br/ ● Fundação Software Livre América Latina http://www.fsfla.org/ikiwiki/about/what-is-free-software.pt.html ● Liga Brasileira de Esperanto http://www.esperanto.org.br