The Art of Produsage: Distributed         Creativity         Análise sobre o capítulo do livro Blogs, Wikipedia, Second Li...
“Prosumidor”          Segundo Bruns, este modelo de participação/produção leva em conta o usuário somente como um         ...
“Prosumidor”          Segundo Bruns, este modelo de participação/produção leva em conta o usuário somente como um         ...
“Prosumidor”          Segundo Bruns, este modelo de participação/produção leva em conta o usuário somente como um         ...
“Prosumidor”          Segundo Bruns, este modelo de participação/produção leva em conta o usuário somente como um         ...
“Prosumidor”          Segundo Bruns, este modelo de participação/produção leva em conta o usuário somente como um         ...
“Prosumidor”          Segundo Bruns, este modelo de participação/produção leva em conta o usuário somente como um         ...
“Prosumidor”          Segundo Bruns, este modelo de participação/produção leva em conta o usuário somente como um         ...
“Prosumidor”          Segundo Bruns, este modelo de participação/produção leva em conta o usuário somente como um         ...
Produsage: condicionantes         Para Bruns, o conceito de um modelo produtivo baseado na interação, colaboração e partic...
Produsage: condicionantes         Para Bruns, o conceito de um modelo produtivo baseado na interação, colaboração e partic...
Produsage: condicionantes         Para Bruns, o conceito de um modelo produtivo baseado na interação, colaboração e partic...
Produsage: condicionantes         Para Bruns, o conceito de um modelo produtivo baseado na interação, colaboração e partic...
Produsage: condicionantes         Para Bruns, o conceito de um modelo produtivo baseado na interação, colaboração e partic...
Produsage: premissas         Além das condições apontadas por Bruns, o conceito de produsage por ele proposto ainda elege ...
Produsage: premissas         Além das condições apontadas por Bruns, o conceito de produsage por ele proposto ainda elege ...
Produsage: premissas         Além das condições apontadas por Bruns, o conceito de produsage por ele proposto ainda elege ...
Produsage: premissas         Além das condições apontadas por Bruns, o conceito de produsage por ele proposto ainda elege ...
Produsage: premissas         Além das condições apontadas por Bruns, o conceito de produsage por ele proposto ainda elege ...
“Produser”         Uma proposta de análise dos novos modelos de produção descentralizados, comunais e colaborativos que   ...
“Produser”         Uma proposta de análise dos novos modelos de produção descentralizados, comunais e colaborativos que   ...
“Produser”         Uma proposta de análise dos novos modelos de produção descentralizados, comunais e colaborativos que   ...
“Produser”         Uma proposta de análise dos novos modelos de produção descentralizados, comunais e colaborativos que   ...
“Produser”         Uma proposta de análise dos novos modelos de produção descentralizados, comunais e colaborativos que   ...
“Produser”         Uma proposta de análise dos novos modelos de produção descentralizados, comunais e colaborativos que   ...
“Produser”         Uma proposta de análise dos novos modelos de produção descentralizados, comunais e colaborativos que   ...
“Produser”         Uma proposta de análise dos novos modelos de produção descentralizados, comunais e colaborativos que   ...
“Produser”         Uma proposta de análise dos novos modelos de produção descentralizados, comunais e colaborativos que   ...
Produsage: ambiente                                    Alexandre Honório da   alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de...
Produsage: ambiente                                    Alexandre Honório da   alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de...
Produsage: ambiente   Gráfico retirado do livro Blogs, Wikipedia, Second   Live & Beyond descrevendo os movimentos em   to...
Produsage: impressões                                    Alexandre Honório da   alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 ...
Produsage: impressões          • É o usuário da Wikipedia que atualiza o verbete "Lady Gaga" a cada novo movimento da     ...
Produsage: impressões          • É o usuário da Wikipedia que atualiza o verbete "Lady Gaga" a cada novo movimento da     ...
Produsage: impressões          • É o usuário da Wikipedia que atualiza o verbete "Lady Gaga" a cada novo movimento da     ...
Produsage: impressões          • É o usuário da Wikipedia que atualiza o verbete "Lady Gaga" a cada novo movimento da     ...
Criatividade Distribuída         Para Bruns é possível perceber a emergência dos pressupostos do modelo produtivo ancorado...
Criatividade Distribuída         Para Bruns é possível perceber a emergência dos pressupostos do modelo produtivo ancorado...
Criatividade Distribuída         Para Bruns é possível perceber a emergência dos pressupostos do modelo produtivo ancorado...
Criatividade Distribuída         Para Bruns é possível perceber a emergência dos pressupostos do modelo produtivo ancorado...
Criatividade Distribuída         Para Bruns é possível perceber a emergência dos pressupostos do modelo produtivo ancorado...
Criatividade Distribuída: Texto         No âmbito da criatividade textual, o autor recorre às criações colaborativas resul...
Criatividade Distribuída: Texto         No âmbito da criatividade textual, o autor recorre às criações colaborativas resul...
Criatividade Distribuída: Texto         No âmbito da criatividade textual, o autor recorre às criações colaborativas resul...
Criatividade Distribuída: Texto         No âmbito da criatividade textual, o autor recorre às criações colaborativas resul...
Criatividade Distribuída: Texto         No âmbito da criatividade textual, o autor recorre às criações colaborativas resul...
Criatividade Distribuída: Imagem Estática         Para o autor, o melhor exemplo do impacto do modelo produtivo representa...
Criatividade Distribuída: Imagem Estática         Para o autor, o melhor exemplo do impacto do modelo produtivo representa...
Criatividade Distribuída: Imagem Estática         Para o autor, o melhor exemplo do impacto do modelo produtivo representa...
Criatividade Distribuída: Imagem Estática         Para o autor, o melhor exemplo do impacto do modelo produtivo representa...
Criatividade Distribuída: Imagem em Movimento         O melhor exemplo deste modelo, de acordo com o autor é a criatividad...
Criatividade Distribuída: Imagem em Movimento         O melhor exemplo deste modelo, de acordo com o autor é a criatividad...
Criatividade Distribuída: Imagem em Movimento         O melhor exemplo deste modelo, de acordo com o autor é a criatividad...
Criatividade Distribuída: Imagem em Movimento         O melhor exemplo deste modelo, de acordo com o autor é a criatividad...
Criatividade Distribuída: Música         Na música, a emergência das licensas compartilhadas colaborativamente – como Crea...
Criatividade Distribuída: Música         Na música, a emergência das licensas compartilhadas colaborativamente – como Crea...
Criatividade Distribuída: Música         Na música, a emergência das licensas compartilhadas colaborativamente – como Crea...
Criatividade Distribuída: Música         Na música, a emergência das licensas compartilhadas colaborativamente – como Crea...
Criatividade Distribuída: Impactos                                        Alexandre Honório da   alexandre.honorio@ufpe.bs...
Criatividade Distribuída: Impactos         • Pelo que discutimos até aqui, Axel Bruns procura não só analisar como as dive...
Criatividade Distribuída: Impactos         • Pelo que discutimos até aqui, Axel Bruns procura não só analisar como as dive...
Criatividade Distribuída: Impactos         • Pelo que discutimos até aqui, Axel Bruns procura não só analisar como as dive...
Criatividade Distribuída: Impactos                                        Alexandre Honório da   alexandre.honorio@ufpe.bs...
Criatividade Distribuída: Impactos         Exemplos:                                        Alexandre Honório da   alexand...
Criatividade Distribuída: Impactos         Exemplos:                            • O autor recorre à atuação da comunidade ...
Criatividade Distribuída: Impactos         Exemplos:                            • O autor recorre à atuação da comunidade ...
Criatividade Distribuída: Impactos         Exemplos:                            • O autor recorre à atuação da comunidade ...
Criatividade Distribuída: Perspectivas                                        Alexandre Honório da   alexandre.honorio@ufp...
Criatividade Distribuída: Perspectivas         • Para Bruns, as culturas colaborativas e as demandas que elas possuem têm ...
Criatividade Distribuída: Perspectivas         • Para Bruns, as culturas colaborativas e as demandas que elas possuem têm ...
Criatividade Distribuída: Perspectivas         • Para Bruns, as culturas colaborativas e as demandas que elas possuem têm ...
Fim                                          Alexandre Honório da   alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

The art of produsage - Apresentação

321 views

Published on

Apresentação do Capítulo de Blogs, Wikipedia, Second Life & Beyond, de Axel Bruns

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
321
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

The art of produsage - Apresentação

  1. 1. The Art of Produsage: Distributed Creativity Análise sobre o capítulo do livro Blogs, Wikipedia, Second Life & Beyond de Axel Bruns Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  2. 2. “Prosumidor” Segundo Bruns, este modelo de participação/produção leva em conta o usuário somente como um termômetro das expectativas dos produtores. Para Bruns, o prosumidor reflete a noção de participação proposta por Alvin Toffler e em nada reflete o paradigma comunicacional colaborativo das redes. Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  3. 3. “Prosumidor” Segundo Bruns, este modelo de participação/produção leva em conta o usuário somente como um termômetro das expectativas dos produtores. Para Bruns, o prosumidor reflete a noção de participação proposta por Alvin Toffler e em nada reflete o paradigma comunicacional colaborativo das redes. PRODUTOR Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  4. 4. “Prosumidor” Segundo Bruns, este modelo de participação/produção leva em conta o usuário somente como um termômetro das expectativas dos produtores. Para Bruns, o prosumidor reflete a noção de participação proposta por Alvin Toffler e em nada reflete o paradigma comunicacional colaborativo das redes. PRODUTOR Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  5. 5. “Prosumidor” Segundo Bruns, este modelo de participação/produção leva em conta o usuário somente como um termômetro das expectativas dos produtores. Para Bruns, o prosumidor reflete a noção de participação proposta por Alvin Toffler e em nada reflete o paradigma comunicacional colaborativo das redes. PRODUTOR DISTRIBUIDOR Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  6. 6. “Prosumidor” Segundo Bruns, este modelo de participação/produção leva em conta o usuário somente como um termômetro das expectativas dos produtores. Para Bruns, o prosumidor reflete a noção de participação proposta por Alvin Toffler e em nada reflete o paradigma comunicacional colaborativo das redes. PRODUTOR DISTRIBUIDOR Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  7. 7. “Prosumidor” Segundo Bruns, este modelo de participação/produção leva em conta o usuário somente como um termômetro das expectativas dos produtores. Para Bruns, o prosumidor reflete a noção de participação proposta por Alvin Toffler e em nada reflete o paradigma comunicacional colaborativo das redes. PRODUTOR DISTRIBUIDOR CONSUMIDOR Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  8. 8. “Prosumidor” Segundo Bruns, este modelo de participação/produção leva em conta o usuário somente como um termômetro das expectativas dos produtores. Para Bruns, o prosumidor reflete a noção de participação proposta por Alvin Toffler e em nada reflete o paradigma comunicacional colaborativo das redes. PRODUTOR DISTRIBUIDOR CONSUMIDOR Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  9. 9. “Prosumidor” Segundo Bruns, este modelo de participação/produção leva em conta o usuário somente como um termômetro das expectativas dos produtores. Para Bruns, o prosumidor reflete a noção de participação proposta por Alvin Toffler e em nada reflete o paradigma comunicacional colaborativo das redes. PRODUTOR DISTRIBUIDOR CONSUMIDOR Cadeia de valor com enfoque no conceito de prosumidor segundo Axel Bruns Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  10. 10. Produsage: condicionantes Para Bruns, o conceito de um modelo produtivo baseado na interação, colaboração e participação de usuários em rede deve considerar quatro condicionantes essenciais para sua emergência: Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  11. 11. Produsage: condicionantes Para Bruns, o conceito de um modelo produtivo baseado na interação, colaboração e participação de usuários em rede deve considerar quatro condicionantes essenciais para sua emergência: • Probabilística; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  12. 12. Produsage: condicionantes Para Bruns, o conceito de um modelo produtivo baseado na interação, colaboração e participação de usuários em rede deve considerar quatro condicionantes essenciais para sua emergência: • Probabilística; • Equipotencialidade; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  13. 13. Produsage: condicionantes Para Bruns, o conceito de um modelo produtivo baseado na interação, colaboração e participação de usuários em rede deve considerar quatro condicionantes essenciais para sua emergência: • Probabilística; • Equipotencialidade; • Granularidade Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  14. 14. Produsage: condicionantes Para Bruns, o conceito de um modelo produtivo baseado na interação, colaboração e participação de usuários em rede deve considerar quatro condicionantes essenciais para sua emergência: • Probabilística; • Equipotencialidade; • Granularidade • Compartilhamento Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  15. 15. Produsage: premissas Além das condições apontadas por Bruns, o conceito de produsage por ele proposto ainda elege quatro princípios-chave: Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  16. 16. Produsage: premissas Além das condições apontadas por Bruns, o conceito de produsage por ele proposto ainda elege quatro princípios-chave: • Participação aberta; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  17. 17. Produsage: premissas Além das condições apontadas por Bruns, o conceito de produsage por ele proposto ainda elege quatro princípios-chave: • Participação aberta; • Heterarquia e meritocracia; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  18. 18. Produsage: premissas Além das condições apontadas por Bruns, o conceito de produsage por ele proposto ainda elege quatro princípios-chave: • Participação aberta; • Heterarquia e meritocracia; • Propriedade comum; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  19. 19. Produsage: premissas Além das condições apontadas por Bruns, o conceito de produsage por ele proposto ainda elege quatro princípios-chave: • Participação aberta; • Heterarquia e meritocracia; • Propriedade comum; • Produção em processo contínuo; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  20. 20. “Produser” Uma proposta de análise dos novos modelos de produção descentralizados, comunais e colaborativos que se desenvolveram a partir da ascensão de uma economia da informação em redes; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  21. 21. “Produser” Uma proposta de análise dos novos modelos de produção descentralizados, comunais e colaborativos que se desenvolveram a partir da ascensão de uma economia da informação em redes; conteúdo Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  22. 22. “Produser” Uma proposta de análise dos novos modelos de produção descentralizados, comunais e colaborativos que se desenvolveram a partir da ascensão de uma economia da informação em redes; conteúdo conteúdo Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  23. 23. “Produser” Uma proposta de análise dos novos modelos de produção descentralizados, comunais e colaborativos que se desenvolveram a partir da ascensão de uma economia da informação em redes; conteúdo conteúdo Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  24. 24. “Produser” Uma proposta de análise dos novos modelos de produção descentralizados, comunais e colaborativos que se desenvolveram a partir da ascensão de uma economia da informação em redes; como produtor conteúdo conteúdo Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  25. 25. “Produser” Uma proposta de análise dos novos modelos de produção descentralizados, comunais e colaborativos que se desenvolveram a partir da ascensão de uma economia da informação em redes; como produtor conteúdo conteúdo Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  26. 26. “Produser” Uma proposta de análise dos novos modelos de produção descentralizados, comunais e colaborativos que se desenvolveram a partir da ascensão de uma economia da informação em redes; como produtor conteúdo conteúdo como usuário Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  27. 27. “Produser” Uma proposta de análise dos novos modelos de produção descentralizados, comunais e colaborativos que se desenvolveram a partir da ascensão de uma economia da informação em redes; como produtor conteúdo produser conteúdo como usuário Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  28. 28. “Produser” Uma proposta de análise dos novos modelos de produção descentralizados, comunais e colaborativos que se desenvolveram a partir da ascensão de uma economia da informação em redes; como produtor conteúdo produser conteúdo como usuário Processo de construção do “produsuário” segundo Axel Bruns Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  29. 29. Produsage: ambiente Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  30. 30. Produsage: ambiente Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  31. 31. Produsage: ambiente Gráfico retirado do livro Blogs, Wikipedia, Second Live & Beyond descrevendo os movimentos em torno do conceito de produsage Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  32. 32. Produsage: impressões Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  33. 33. Produsage: impressões • É o usuário da Wikipedia que atualiza o verbete "Lady Gaga" a cada novo movimento da cantora, incorporando informações de outros suportes e mídias e obtendo reconhecimento da comunidade de fãs que interage ao redor do verbete - e que também o atualiza; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  34. 34. Produsage: impressões • É o usuário da Wikipedia que atualiza o verbete "Lady Gaga" a cada novo movimento da cantora, incorporando informações de outros suportes e mídias e obtendo reconhecimento da comunidade de fãs que interage ao redor do verbete - e que também o atualiza; • É também o usuário colaborativo que envia registros em vídeo para veículos de comunicação mas que ao mesmo tempo posta tais conteúdos em seu blog, em seu perfil no YouTube; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  35. 35. Produsage: impressões • É o usuário da Wikipedia que atualiza o verbete "Lady Gaga" a cada novo movimento da cantora, incorporando informações de outros suportes e mídias e obtendo reconhecimento da comunidade de fãs que interage ao redor do verbete - e que também o atualiza; • É também o usuário colaborativo que envia registros em vídeo para veículos de comunicação mas que ao mesmo tempo posta tais conteúdos em seu blog, em seu perfil no YouTube; • É o usuário que obtém parte do código de um framework em sistema aberto e o revisa/adapta enquanto outros usuários se envolvem no desenvolvimento das demais etapas do processo; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  36. 36. Produsage: impressões • É o usuário da Wikipedia que atualiza o verbete "Lady Gaga" a cada novo movimento da cantora, incorporando informações de outros suportes e mídias e obtendo reconhecimento da comunidade de fãs que interage ao redor do verbete - e que também o atualiza; • É também o usuário colaborativo que envia registros em vídeo para veículos de comunicação mas que ao mesmo tempo posta tais conteúdos em seu blog, em seu perfil no YouTube; • É o usuário que obtém parte do código de um framework em sistema aberto e o revisa/adapta enquanto outros usuários se envolvem no desenvolvimento das demais etapas do processo; • É o sujeito que recomenda, conceitua, critica ou comenta sites, artigos e conteúdos através de ferramentas em rede destinada à catalogação de informação distribuida; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  37. 37. Criatividade Distribuída Para Bruns é possível perceber a emergência dos pressupostos do modelo produtivo ancorado em uma cultura de colaboração e participação analisando o impacto que este modelo exerce nas indústrias e nas expressões culturais e artísticas. Para tanto, no capítulo que discutimos aqui, o autor escolhe quatro expressões diretamente influenciadas por este modelo: Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  38. 38. Criatividade Distribuída Para Bruns é possível perceber a emergência dos pressupostos do modelo produtivo ancorado em uma cultura de colaboração e participação analisando o impacto que este modelo exerce nas indústrias e nas expressões culturais e artísticas. Para tanto, no capítulo que discutimos aqui, o autor escolhe quatro expressões diretamente influenciadas por este modelo: • Textual; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  39. 39. Criatividade Distribuída Para Bruns é possível perceber a emergência dos pressupostos do modelo produtivo ancorado em uma cultura de colaboração e participação analisando o impacto que este modelo exerce nas indústrias e nas expressões culturais e artísticas. Para tanto, no capítulo que discutimos aqui, o autor escolhe quatro expressões diretamente influenciadas por este modelo: • Textual; • Imagem estática; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  40. 40. Criatividade Distribuída Para Bruns é possível perceber a emergência dos pressupostos do modelo produtivo ancorado em uma cultura de colaboração e participação analisando o impacto que este modelo exerce nas indústrias e nas expressões culturais e artísticas. Para tanto, no capítulo que discutimos aqui, o autor escolhe quatro expressões diretamente influenciadas por este modelo: • Textual; • Imagem estática; • Imagem em movimento; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  41. 41. Criatividade Distribuída Para Bruns é possível perceber a emergência dos pressupostos do modelo produtivo ancorado em uma cultura de colaboração e participação analisando o impacto que este modelo exerce nas indústrias e nas expressões culturais e artísticas. Para tanto, no capítulo que discutimos aqui, o autor escolhe quatro expressões diretamente influenciadas por este modelo: • Textual; • Imagem estática; • Imagem em movimento; • Música; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  42. 42. Criatividade Distribuída: Texto No âmbito da criatividade textual, o autor recorre às criações colaborativas resultado da assimilação de produtos da cultura – sejam textuais ou audiovisuais – e que obtêm releituras ou reinterpretações a partir da construção colaborativa. Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  43. 43. Criatividade Distribuída: Texto No âmbito da criatividade textual, o autor recorre às criações colaborativas resultado da assimilação de produtos da cultura – sejam textuais ou audiovisuais – e que obtêm releituras ou reinterpretações a partir da construção colaborativa. Exemplos: Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  44. 44. Criatividade Distribuída: Texto No âmbito da criatividade textual, o autor recorre às criações colaborativas resultado da assimilação de produtos da cultura – sejam textuais ou audiovisuais – e que obtêm releituras ou reinterpretações a partir da construção colaborativa. Exemplos: • As comunidades fanfic em torno da mitologia da série de TV “Jornada nas Estrelas”; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  45. 45. Criatividade Distribuída: Texto No âmbito da criatividade textual, o autor recorre às criações colaborativas resultado da assimilação de produtos da cultura – sejam textuais ou audiovisuais – e que obtêm releituras ou reinterpretações a partir da construção colaborativa. Exemplos: • As comunidades fanfic em torno da mitologia da série de TV “Jornada nas Estrelas”; • A criação de tramas paralelas ambientadas no universo do personagem Harry Potter; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  46. 46. Criatividade Distribuída: Texto No âmbito da criatividade textual, o autor recorre às criações colaborativas resultado da assimilação de produtos da cultura – sejam textuais ou audiovisuais – e que obtêm releituras ou reinterpretações a partir da construção colaborativa. Exemplos: • As comunidades fanfic em torno da mitologia da série de TV “Jornada nas Estrelas”; • A criação de tramas paralelas ambientadas no universo do personagem Harry Potter; • Os chamados mashups, cujo melhor exemplo é a trama “Orgulho e Preconceito e Zumbis”; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  47. 47. Criatividade Distribuída: Imagem Estática Para o autor, o melhor exemplo do impacto do modelo produtivo representado por seu conceito de produsage seria a rede social Flickr e a comunidade formada em torno dela que se organiza seja por difundir os registros de seus colaboradores; seja pela atuação destes como “curadores” Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  48. 48. Criatividade Distribuída: Imagem Estática Para o autor, o melhor exemplo do impacto do modelo produtivo representado por seu conceito de produsage seria a rede social Flickr e a comunidade formada em torno dela que se organiza seja por difundir os registros de seus colaboradores; seja pela atuação destes como “curadores” Características: Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  49. 49. Criatividade Distribuída: Imagem Estática Para o autor, o melhor exemplo do impacto do modelo produtivo representado por seu conceito de produsage seria a rede social Flickr e a comunidade formada em torno dela que se organiza seja por difundir os registros de seus colaboradores; seja pela atuação destes como “curadores” Características: • Os produsuários do Flickr atuam não só contribuindo com o universo de temas, mas também na avaliação co-criativa que envolve álbuns e imagens postados pelos usuários daquela comunidade; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  50. 50. Criatividade Distribuída: Imagem Estática Para o autor, o melhor exemplo do impacto do modelo produtivo representado por seu conceito de produsage seria a rede social Flickr e a comunidade formada em torno dela que se organiza seja por difundir os registros de seus colaboradores; seja pela atuação destes como “curadores” Características: • Os produsuários do Flickr atuam não só contribuindo com o universo de temas, mas também na avaliação co-criativa que envolve álbuns e imagens postados pelos usuários daquela comunidade; • Assim, mais que um mero álbum de fotos, o Flickr se apresenta como ambiente de colaboração mediada por curadores enredados pelo processo comunitário; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  51. 51. Criatividade Distribuída: Imagem em Movimento O melhor exemplo deste modelo, de acordo com o autor é a criatividade que emerge no YouTube. Para Bruns, não apenas o compartilhamento de material audiovisual, mas, mais que isso, a possibilidade de interagir, editar, remontar e redistribuir tais materiais ilustram o papel do modelo por ele proposto. Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  52. 52. Criatividade Distribuída: Imagem em Movimento O melhor exemplo deste modelo, de acordo com o autor é a criatividade que emerge no YouTube. Para Bruns, não apenas o compartilhamento de material audiovisual, mas, mais que isso, a possibilidade de interagir, editar, remontar e redistribuir tais materiais ilustram o papel do modelo por ele proposto. Exemplos: Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  53. 53. Criatividade Distribuída: Imagem em Movimento O melhor exemplo deste modelo, de acordo com o autor é a criatividade que emerge no YouTube. Para Bruns, não apenas o compartilhamento de material audiovisual, mas, mais que isso, a possibilidade de interagir, editar, remontar e redistribuir tais materiais ilustram o papel do modelo por ele proposto. Exemplos: • As diferentes versões do videoclip da música Lotus Flower do Radiohead recombinadas e distribuídas em rede; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  54. 54. Criatividade Distribuída: Imagem em Movimento O melhor exemplo deste modelo, de acordo com o autor é a criatividade que emerge no YouTube. Para Bruns, não apenas o compartilhamento de material audiovisual, mas, mais que isso, a possibilidade de interagir, editar, remontar e redistribuir tais materiais ilustram o papel do modelo por ele proposto. Exemplos: • As diferentes versões do videoclip da música Lotus Flower do Radiohead recombinadas e distribuídas em rede; • As produções das comunidades fanfics que encontram na rede um lugar negado pelas detentoras de copyright – cujo melhor exemplo é Grayson; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  55. 55. Criatividade Distribuída: Música Na música, a emergência das licensas compartilhadas colaborativamente – como Creative Commons – além de comunidades dedicadas à remixagem e mashups representam exemplos do impacto deste novo modelo nesta indústria. Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  56. 56. Criatividade Distribuída: Música Na música, a emergência das licensas compartilhadas colaborativamente – como Creative Commons – além de comunidades dedicadas à remixagem e mashups representam exemplos do impacto deste novo modelo nesta indústria. Exemplos: Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  57. 57. Criatividade Distribuída: Música Na música, a emergência das licensas compartilhadas colaborativamente – como Creative Commons – além de comunidades dedicadas à remixagem e mashups representam exemplos do impacto deste novo modelo nesta indústria. Exemplos: • A adoção por músicos, como os pernambucanos do Mombojó, da licensa Creative Commons como pressuposto de copyright; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  58. 58. Criatividade Distribuída: Música Na música, a emergência das licensas compartilhadas colaborativamente – como Creative Commons – além de comunidades dedicadas à remixagem e mashups representam exemplos do impacto deste novo modelo nesta indústria. Exemplos: • A adoção por músicos, como os pernambucanos do Mombojó, da licensa Creative Commons como pressuposto de copyright; • A cultura dos mashups, cujo exemplo representativo foi a briga entre gravadoras e o produtor norte-americano Danger Mouse devido ao mix entre o Black Album, de Jay Z, e o White Album, dos Beatles; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  59. 59. Criatividade Distribuída: Impactos Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  60. 60. Criatividade Distribuída: Impactos • Pelo que discutimos até aqui, Axel Bruns procura não só analisar como as diversas cadeias expressivas foram influenciadas pela ascensão de novos pressupostos de uma economia informacional em rede; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  61. 61. Criatividade Distribuída: Impactos • Pelo que discutimos até aqui, Axel Bruns procura não só analisar como as diversas cadeias expressivas foram influenciadas pela ascensão de novos pressupostos de uma economia informacional em rede; • O autor procura, sobretudo, identificar que as transformações nos produtos da cultura refletem as novas exigências dos seus usuários; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  62. 62. Criatividade Distribuída: Impactos • Pelo que discutimos até aqui, Axel Bruns procura não só analisar como as diversas cadeias expressivas foram influenciadas pela ascensão de novos pressupostos de uma economia informacional em rede; • O autor procura, sobretudo, identificar que as transformações nos produtos da cultura refletem as novas exigências dos seus usuários; • Quando o modelo de distribuição sofre transformação por consequência das novas exigências de quem consome os produtos desta cultura, as indústrias da cultura até então prevalentes têm que adequar-se ou sair do negócio; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  63. 63. Criatividade Distribuída: Impactos Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  64. 64. Criatividade Distribuída: Impactos Exemplos: Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  65. 65. Criatividade Distribuída: Impactos Exemplos: • O autor recorre à atuação da comunidade de fãs da série de TV Battlestar Gallactica; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  66. 66. Criatividade Distribuída: Impactos Exemplos: • O autor recorre à atuação da comunidade de fãs da série de TV Battlestar Gallactica; • No Brasil, o canal de TV por assinatura AXN, procurando evitar que seus espectadores recorressem à Internet, decidiu por reduzir o intervalo de exibição da série Lost nos EUA; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  67. 67. Criatividade Distribuída: Impactos Exemplos: • O autor recorre à atuação da comunidade de fãs da série de TV Battlestar Gallactica; • No Brasil, o canal de TV por assinatura AXN, procurando evitar que seus espectadores recorressem à Internet, decidiu por reduzir o intervalo de exibição da série Lost nos EUA; • No mesmo sentido, o canal Fox, quando exibia a série 24 Horas, reduziu o gap entre a exibição nos EUA e no Brasil; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  68. 68. Criatividade Distribuída: Perspectivas Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  69. 69. Criatividade Distribuída: Perspectivas • Para Bruns, as culturas colaborativas e as demandas que elas possuem têm pressionado as indústrias da cultura na direção de dois pressupostos: uma redefinição de padrões ou uma queda de braço interminável com um modelo inevitável de produção e distribuição; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  70. 70. Criatividade Distribuída: Perspectivas • Para Bruns, as culturas colaborativas e as demandas que elas possuem têm pressionado as indústrias da cultura na direção de dois pressupostos: uma redefinição de padrões ou uma queda de braço interminável com um modelo inevitável de produção e distribuição; • O autor aponta que iniciativas como o surgimento do ITunes, pela Apple, e a adoção de novos modelos por empresas como a Netflix indicam que a indústria do entretenimento encontrou um certo caminho; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  71. 71. Criatividade Distribuída: Perspectivas • Para Bruns, as culturas colaborativas e as demandas que elas possuem têm pressionado as indústrias da cultura na direção de dois pressupostos: uma redefinição de padrões ou uma queda de braço interminável com um modelo inevitável de produção e distribuição; • O autor aponta que iniciativas como o surgimento do ITunes, pela Apple, e a adoção de novos modelos por empresas como a Netflix indicam que a indústria do entretenimento encontrou um certo caminho; • A popularização dos tablets, a convergência de linguagens e suportes hipermidiáticos e a adoção de novos modelos de negócio tendo o paradigma informacional em rede em mente vem transformando o negócio do entretenimento. Exemplo: os Apps para os mais diversos dispositivos voltados ao consumo de produtos de mídia; Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12
  72. 72. Fim Alexandre Honório da alexandre.honorio@ufpe.bsegunda-feira, 20 de agosto de 12

×