Maria castanha
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Maria castanha

on

  • 633 views

 

Statistics

Views

Total Views
633
Views on SlideShare
633
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
21
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Maria castanha Maria castanha Presentation Transcript

    •  
      • O céu estava cinzento e o vento fazia-se sentir, mas enquanto não chovia os meninos continuavam a brincar no jardim.
      • Mesmo sem haver Sol, os meninos sentiam os pés quentinho e ficavam com as bochechas encarnadas de tanto correr e saltar.
      • Certo dia, enquanto brincavam, apareceu uma menina diferente no jardim: não tinha as bochechas encarnadas mas sim uma cara redonda, castanha, com dois olhos grandes escuros e brilhantes.
      • Olá, com te chamas? – Perguntaram eles.
      • Chamo-me Maria. Às vezes chamam-me Maria Castanha.
      • Maria Castanha! – Gritaram todo. Porquê?
      • Porquê tenho a pele mais escura que a vossa.
      • Queres brincar connosco?
      • Sim , claro. Querem jogar à apanhada?
      • Pode ser. Vamos!
      • Maria corria mais depressa que os outros meninos. Corria tanto que nem viu o caminho do vendedor de castanhas que estava à porta do jardim e foi contra ele:
      • Pum! Eram só castanhas pelo ar, pelo chao, incluindo a Maria.
      • Tu não vês por onde andas!? Espalhaste tudo… - disse o vendedor.
      • Desculpe, foi sem querer - disse a Maria.
      • Ela não fez de propósito, nós estávamos a brincar à apanhada! – Disseram os outros meninos.
      • Eu ajudo a apanhar tudo – disse a Maria.
      • Enquanto a Maria apanhava as castanhas do chão os outros meninos decidiram ajudar.
      • Obrigada - agradeceu a Maria.
      • É para isto que os amigos servem, para se ajudarem uns aos outros – disseram os meninos.
      • Bem, como apanharam tudo e para ficarmos todos amigos, vou oferecer-vos castanhas. Gostam? – perguntou o vendedor.
      • Gostamos, gostamos! – responderam os meninos.
      • Eu não sei, nunca provei! – disse a Maria.
      • Pois então vais saber como são boas … - Disse o vendedor.
      • Deitou castanhas e sal para dentro de assador e pô-lo em cima do lume. Passado um bocado já se ouviram a estalar e cheiravam tão bem … Quando as distribuiu disse:
      • Cuidado que estão quente, não se queimem.
      • Hum, são boas! – Disse a Maria.
    •