Marcel Duchamp - Dadaismo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Marcel Duchamp - Dadaismo

on

  • 8,425 views

 

Statistics

Views

Total Views
8,425
Views on SlideShare
8,425
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
146
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Marcel Duchamp - Dadaismo Marcel Duchamp - Dadaismo Presentation Transcript

  • Marcel Duchamp (1887/1968 ) Por Julian Wasser, foto tirada durante a abertura de uma retrospectiva de Duchamp.Califórnia em 1963.
  • Marcel Duchamp (1887/1968) 1887 - Nasce numa família de artistas em Blainville, França. 1904 - Com 17 anos vai morar em Paris com os dois irmãos mais velhos, também pintores. Frequenta a escola de Arte por um breve período. Vive de desenhos humorísticos pra jornais. 1906 - Começa a se interessar pelo fauvismo e pelo cubismo. 1911 - Seu trabalho já mostra traços do simbolismo, cubismo, futurismo e da cronofotografia. Aparece a primeira pintura de máquina: O Moinho de Café. 1912 - Ano das grandes mudanças: Pinta o Nu Descendo uma Escada, que lhe é pedido pra ser retirado do Salon des Indépendents. Começa um longa amizade com Francis Picabia e Apollinaire. Passa uns meses em Munique, onde o livro de Kandinsky "Do Espiritual na Arte", que condena o mercado da arte e a inflação da pintura, é muito difundido. Começa a escrever. 1913 - De volta a paris, vai trabalhar como bibliotecário. Começa a fazer desenhos mecânicos, estudos e anotações (que mais tarde vão resultar na obra O Grande Vidro). Monta uma bicicleta sobre um banco de cozinha e outras obras que vão separar o seu trabalho da arte como era entendida até então. Em Nova Iorque, o Nu Descendo uma Escada faz sucesso. 1915 - Vai pra Nova Iorque . 1916 - Inventa o termo readymade.
  • Marcel Duchamp (1887/1968) 1918/1919 - Passa um tempo em Buenos Aires. Depois volta à Europa, onde tem contato com o grupo Dada em Paris. 1920 - Regressa à Nova Iorque. Cria Rrose Sélavy. 1924/1934 - Viaja participando de torneios de xadrez. Escreve livros sobre o assunto. 1941 - Publica Caixa Numa Mala, uma seleção de reproduções de suas obras em miniatura. 1946 - Começa sua última grande obra Dados: 1.º A Queda de Água, 2.º O Gás de Iluminação, que leva 20 anos pra ficar pronta. 1968 - Morre e é enterrado na França.
  • As obras do início da carreira do Duchamp. Duchamp começou sua carreira como artista criando pinturas de inspiração impressionista,expressionista e cubista. Paisagem em Blainville (1902) Retrato do Dr. R. Dumouchel (1910) Óleo sobre tela. Ele tinha apenas 15 anos, influenciado pelo impressionismo de Monet. Óleo sobre tela Influência do fauvismo.
  • As obras do início da carreira do Duchamp. Rapaz e Rapariga na Primavera (1911) A Alegria de Viver A Dança de Matisse Óleo sobre tela.
  • As obras do início da carreira do Duchamp. Nu Descendo uma Escada (1912) Óleo sobre tela.
    • Influência tanto do cubismo quanto dos estudos fotográficos de movimento de Eadweard Muybridge.
    • Os cubistas não aceitam esse trabalho, acham muito futurista por conter movimento.
    • Magoado, Duchamp resolve não fazer parte de nenhum grupo, ou seja, se tornar um
    • artista solitário, sem identificação com nenhum "ismo“
    • Sua carreira como pintor estendeu-se por mais alguns anos, tendo como produto quadros de inegável valor para a formação da pintura abstrata.
  • As obras mais conhecidas “MATURIDADE” Roda de Bicicleta (1913) Em Antecipação ao Braço Partido (1915) Roda de bicicleta montada sobre um banco. Pá para neve.
  • As obras mais conhecidas “MATURIDADE” L.H.O.O.Q. (1919) A Fonte (1917/1964) Lápis sobre reprodução de Mona Lisa. Essa sigla em francês se lê, foneticamente: Elle a chaud au cul (Ela tem calor no rabo!) Urinol de porcelana. Apresentada sob pseudonimo de R. Mutt (o fabricante da peça era Mott Works) para a Society for Independent Artists de Nova Iorque, como uma provocação. Não foi selecionada, mas causou polêmica. Sua fotografia foi publicada posteriormente.
  • As obras mais conhecidas “MATURIDADE” A Noiva Despida pelos Seus Celibatários, ou O Grande Vidro (1915/1923) Caixa em Mala (1935/1941) Caixa com reproduções em miniatura da obra de Duchamp.
  • As obras mais conhecidas “MATURIDADE” Dados:1.ºA Queda da Água, 2.º O Gás de Iluminação (1946/1966) Conjunto / Instalação. Era essa porta de madeira, com dois furinhos na altura dos olhos, e através deles se via o corpo da mulher nua.
  • As obras mais conhecidas “MATURIDADE” Procura-se, Recompensa de $2000 (1923) Foto colagem sobre cartaz Esse cartaz serviu de inspiração para a série Most Wanted Man de Andy Warhol
  • Dadaísmo: Arte X Antiarte
    • São os anos da Primeira Guerra Mundial, cuja mera conflagração pôs em crise toda a cultura internacional. Pôs em crise, ao lado dos demais valores, a própria arte.
    • Já não é uma operação técnica e lingüística. Pode-se usar qualquer instrumento, retirar seu material seja de onde for.
    • O que se buscava era uma anti - arte , uma nova maneira de pensar um novo modo de sentir, um novo modo de saber.
    • O Dadá se caracteriza por contradições .
    • Estava direcionado à formas novas, idéias novas, materiais novos, direções novas, pessoas novas.
    • Era a oposição a outros estilos, não possuía características formais e uniformes, a partir do qual posteriormente de maneira inesperada, nasceram novas formas de expressão.
    • Fora em Zurique em meio à Grande Guerra, que o movimento Dadaísta de fato aconteceu. Hugo Ball fundou em fevereiro de 1916 o cabaré Voltaire, lugar que abrigou os filósofos, poetas, artistas e correligionários que corresponderam plenamente às esperanças nutridas por Ball.
  • Dadaísmo: Arte X Antiarte
    • Não pretendia instaurar uma nova relação, e sim demonstrar a impossibilidade de qualquer relação entre arte e sociedade.
    • A Origem da Palavra Dadá é impossível de ser constatada. Diz-se que a palavra foi “descoberta” ao se abrir um dicionário. Dadá em Romeno significa Sim, Sim;
    • Em Francês cavalo de pau. Para os alemães, a palavra é um sinal de ingenuidade tola e disparata, e de simpatia, cheia de alegria procriadora, pelo carro de criança.
    • Dadá tinha o programa de não ter programa.. e foi exatamente este fato que, na época e naquele momento histórico do movimento , lhe deu força explosiva de expandir-se para todos os lados, sem liames estéticos e sociais. Esta absoluta ausência de pressupostos , constituía de fato , uma novidade na história da Arte.
    • Ele não experimentou nenhum gênero da arte , sem seguir por caminhos inteiramente novos. Não queriam apenas criar uma arte e sim representar a arte como tal.
    • Da rejeição, passaram a destruir os sentidos e envolviam tudo isso, no sem sentido.
  • Dadaísmo: Arte X Antiarte De Marcel Janco, Dança, 1916. Óleo Man Ray e Marcel Duchamp
  • Dadaísmo: Arte X Antiarte Francis Picabia, Udnie, 1913, tela 3x3 m Arp Hans , Poussah, Relevo, 1920, Madeira ao Natural
  • Bibliografia
    • Dadá: Arte e Antiarte/ Hans Ritchter – São Paulo: Martins Fontes, 1993.
    • Os Cinco Paradóxos da Modernidade/ Antonie Compagnon – Belo Horizonte: Editora UFMG, 1996.
    • Arte Moderna/ Giulio Carlo Argan – São Paulo: Companhia das Letras, 1992.
    • FARTHING, Stephen. Tudo dobre Arte. Rio de Janeiro: Sextante, 2010.
    • MINK, Janis. Duchamp. Berlin: Taschen, 1996.