• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Transparencia2 Linux Fundamentos
 

Transparencia2 Linux Fundamentos

on

  • 3,562 views

 

Statistics

Views

Total Views
3,562
Views on SlideShare
3,555
Embed Views
7

Actions

Likes
1
Downloads
318
Comments
0

1 Embed 7

http://www.f2suporte.com 7

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Transparencia2 Linux Fundamentos Transparencia2 Linux Fundamentos Presentation Transcript

    • Linux Fundamentos Copyright © Alexandre Sauer Paes Leme TRANSPARÊNCIA 2
    • Caracterísitcas dos Arquivos
      • No linux tudo é tratado como arquivo:
        • Dispositivos de Hardware.
        • Comandos executados.
        • Sockets de Comunicação
        • Próprio arquivo.
          • SO não sabe diferença entre arquivo e diretório.
    • Principais Características
      • Extensões são apenas informativas.
      • Arquivos são case sensitive
      • Único caracter não permitido é a /
      • Tamanho máximo de nome arquivo: 255 caracteres.
      • Se arquivo contém espaços, necessários adicionar aspas.
      • * e ? São caracteres curingas.
      • Arquivos de backup geralmente possuem ~ no final.
      • Arquivos que começam com . são considerados ocultos.
    • Sistemas de Arquivos Árvores de Diretórios
    • Estrutura de Diretórios do Linux
            • /
        • Diretório Raiz do sistema, é abaixo que situam todos
        • outros diretórios
            • /bin
        • Contém arquivos programas do sistema que são usados
        • com freqüência pelos usuários.
      • /boot
        • Contém arquivos necessários para a inicialização do sistema.
      • /cdrom
        • Ponto de montagem da unidade de CD-ROM.
    • Estrutura de Diretórios do Linux
            • /dev
        • Contém arquivos usados para acessar dispositivos (periféricos)
        • existentes no computador.
            • /etc
        • Arquivos de configuração de seu computador local.
      • /floppy
        • Ponto de montagem de unidade de disquetes
      • /home
        • Diretórios contendo os arquivos dos usuários.
      • /lib
        • Bibliotecas compartilhadas pelos programas do sistema
        • e módulos do kernel.
    • Estrutura de Diretórios do Linux
            • /lost+found
        • Local para a gravação de arquivos/diretórios recuperados
        • pelo utilitário fsck.ext2.
        • Cada partição possui seu próprio diretório lost+found.
      • /mnt
        • Ponto de montagem temporário.
      • /proc
        • Sistema de arquivos do kernel. Este diretório não existe
        • em seu disco rígido, ele é colocado lá pelo kernel e usado por
        • diversos programas que fazem sua leitura, verificam
        • configurações do sistema ou modificar o funcionamento
        • de dispositivos do sistema através da alteração
        • em seus arquivos.
    • Estrutura de Diretórios do Linux
            • /root
        • Diretório do usuário root .
      • /sbin
        • Diretório de programas usados pelo superusuário (root)
        • para administração e controle do funcionamento do sistema.
      • /tmp
        • Diretório para armazenamento de arquivos temporários
      • /usr
        • Contém maior parte de seus programas.
        • Normalmente acessível somente como leitura.
      • /var
      • Contém maior parte dos arquivos que são gravados
      • com freqüência pelos programas do sistema, e-mails,
      • spool de impressora, cache, etc
    • Teclas de Atalhos Trava o teclado Scroll Lock Completa um comando ou um nome de um arquivo no momento em que esta digitando. Tab Fecha a seção de um usuário Ctrl+D Cancela a execução de um programa Crtl+C Faz Tela rola para baixo Shift+PgDown Faz tela rolar para cima Shift+PgUp Muda de console do sistema. Alt+Fnº
    • Prática Comandos Básicos
      • Comandos da Aula:
        • cd - Acessa um determinado diretório/pasta.
        • cp – Copiar Arquivo
        • mv – Mover Arquivos
        • touch – Cria Arquivo
        • ls - Lista o conteúdo de um diretório/pasta.
        • pwd - Retorna qual diretório o usuários está.
        • file – Dar informações sobre um tipo de arquivo
        • cat – Exibe conteúdo do arquivo em uma tela
        • less – Visualizador de conteúdos de arquivos
        • help – Ajuda sobre comandos internos.
        • mkdir – Cria diretórios
        • locate – Localiza arquivos no sistema Operacional
        • find – Localiza arquivo
        • clear – Limpa terminal
    • Comando ls
      • Praticar Comandos:
        • Listar arquivos do diretório. Treinar opções
    • Comando pwd
      • Mostra o diretório que o usuário se encontra:
        • Syntax:
        • pwd
      • Praticar Comandos:
        • Ver o diretório atual
    • Comando cd
      • Praticar Comandos:
        • Ir aos seguintes diretórios ( A cada diretório, executar comando pwd:
          • /etc
          • /var
          • /lib
        • Retornar ao diretório HOME
        • Voltar ao último diretório
    • Caracteres Especiais para manipulação de diretórios
      • ~ - Representa o diretório padrão do usuário.
      • / - Representa o diretório raiz.
      • ../ - Sobe um diretório
      • Ex: cd /home/aluno não é diferente que cd ~
    • Comando touch
      • Praticar Comandos:
        • Criar arquivo “seu nome” no diretório raiz:
          • Criar arquivo “primeiro nome” no diretório /etc
      • Cria um arqvuivo
      • Sintax: touch nome_do_arquivo
    • Comando cp
      • Praticar Comandos:
        • Próxima Transparência
    • Comando cp
      • Praticar Comandos:
        • Copiar arquivo “seu nome” para diretorio /tmp
        • Entrar no diretório /tmp e copiar arquivo “seu nome” para o diretório /home
    • Comando mv
      • Move um Arquivo
      • Syntax:
      • mv <caminho/arquivo origem><caminho novo nome>
      • Renomeia um Arquivo
      • mv <caminho/arquivo origem><caminho novo nome>
    • Comando mv
      • Praticar Comandos:
        • Mover arquivo “seu nome” para diretorio /tmp
        • Entrar no diretório /tmp e renomear arquivo “seu nome” para “nome seu pai/mae”
    • Comando rm
      • Remove um determinado arquivo
      • Praticar Comandos:
        • Apagar arquivo “seu nome” do diretorio /tmp
    • Comando locate
      • Procura um determinado arquivo no Sistema Operacional
      • Syntax:
      • locate nome do arquivo
      • Praticar Comandos:
        • Localizar arquivo shadow no Linux
        • Localizar arquivo passwd no Linux
    • Comando find
      • Procura um determinado arquivo no Sistema Operacional
      • Syntax:
      • find / -name <arquivo>
      • Praticar Comandos:
        • Localizar arquivo group no Linux
        • Localizar arquivo inittab no Linux
    • Comando file
      • Dar informações sobre um tipo de arquivo
      • Syntax:
      • file <arquivo>
      • Praticar Comandos:
        • Ver qual tipo de arquivo é o inetd.conf
        • Ver qual tipo de arquivo é o inetd.conf
    • Comando cat
      • Exibe conteúdo do arquivo em uma tela
      • Syntax:
      • cat <arquivo>
      • Praticar Comandos:
        • Mostrar arquivo de usuários passwd
        • Mostrar arquivo dos grupos group
    • Comando less
      • Visualizador de conteúdos de arquivos
      • Syntax:
      • less <arquivo>
      • Pesquisa: / ”o que deseja Pesquisar” – O caracter “n” mostra próxima ocorrência da busca
      • Praticar Comandos:
        • Visualizar arquivo de usuários passwd e procurar por “root”
    • Comando help
      • Ajuda sobre comandos internos
      • Syntax:
      • <comando> --help
      • Ex: date --help
      • Praticar Comandos:
        • Ver help do comando useradd
    • Comando mkdir
      • Cria diretório
      • Syntax:
      • mkdir <opcoes> <diretorio>
      • Opções:
      • -p – Cria árvore inteira.
      • Praticar Comandos:
        • Criar diretório teste abaixo o diretório /tmp
        • Criar diretório teste1 abaixo diretório /tmp/teste