• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Aula Biblio Ap. III UFSC (coleta info)
 

Aula Biblio Ap. III UFSC (coleta info)

on

  • 1,600 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,600
Views on SlideShare
1,595
Embed Views
5

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

1 Embed 5

http://www.slideshare.net 5

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

CC Attribution License

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Aula Biblio Ap. III UFSC (coleta info) Aula Biblio Ap. III UFSC (coleta info) Presentation Transcript

    • CIN5512 – Biblioteconomia Aplicada III
      • Tema da aula:
        • Coleta e análise de dados
      • Atividades:
        • Discussão das alternativas e dos métodos utilizados nos projetos
        • Elaboração de questionários
      • Referência:
        • BAPTISTA, Sofia Galvão; CUNHA, Murilo Bastos da. Estudo de usuários: visão global dos métodos de coleta de dados. Perspect. ciênc. inf., Belo Horizonte, v. 12, n. 2, ago. 2007. 
    • BAPTISTA, Sofia Galvão; CUNHA, Murilo Bastos da. Estudo de usuários: visão global dos métodos de coleta de dados. Perspect. ciênc. inf., Belo Horizonte, v. 12, n. 2, ago. 2007. 
    • Estudo de usuários
      • “ a temática ‘estudos de usuários’ vem sendo pesquisada por mais de 40 anos […] seus objetivos:
      • coletar dados para criar e/ou avaliar produtos e servições informacionais,
      • bem como entender melhor o fluxo da transferência da informação.”
      • (BAPTISTA, 2007, p.169)
      • Estudo de Usuários
    • Pesquisa quantitativa
      • “ Caracteriza-se, tanto na fase de coleta de dados quanto no seu tratamento, pela utilização de técnicas estatísticas […] tentando assim, aumentar a margem de confiabilidade quanto às inferências dos resultados encontrados”.
      • (BAPTISTA, 2007, p.170)
    • Estudos qualitativos
      • “ Passou-se de uma fase quantitativa para uma fase qualitativa quando os estudiosos do comportamento de busca da informação perceberam que as pesquisas com métodos quantitativos não contribuiam para a identificação das necessidades individuais e para a implementação de sistemas de informação a essas necessidades”.
      • (BAPTISTA, 2007, p.173)
    • Estudos qualitativos
      • A pesquisa qualitativa focaliza sua atenção nas causas das reações dos usuários da informaçao e na resolução do problema informacional.
      • Segundo Westbrooks (1994) a coleta de dados é vista mais como um processo do que um procedimento, requerendo constantes julgamentos analíticos.
      • (BAPTISTA, 2007)
      • Estudos de Usuários
    • Métodos
      • Questionário:
        • Mais utilizados em estudos quantitativos.
        • Em estudos de abordagem qualitaviva, os questionários podem ter questões abertas.
      • Entrevista
      • Observação
      • (BAPTISTA, 2007)
    • Questionário
      • VANTAGENS:
        • Rapidez;
        • Baixo custo;
        • Adequado para grandes amostragens ou populações dispersas;
        • Maior liberdade e tempo para o respondente.
    • Questionário
      • DESVANTAGENS:
        • Dificulta o esclarecimento de dúvidas ;
        • Dificuldade em estabelecer uma terminologia compreensível ou adequada para todos os respondentes;
        • Nem sempre reflete os problemas do usuário;
        • Baixo índice de respostas;
        • Risco de direcionamento das respostas.
    • Entrevista
      • As entrevistas podem ser:
        • Não estruturada;
        • Semi estruturada;
        • Estruturada.
      • Grupo focal
        • Segundo Baptista (2007) é considerado por alguns autores como um tipo de entrevista.
        • Reune-se um grupo com caracterísiticas específicas e um moderador para conduzir as questões.
    • Entrevista
      • VANTAGENS
        • Permite captar reações, sentimentos, hábitos;
        • Possibilita que o entrevistador esclareça alguma questão não compreendida pelo entrevistado;
        • Obtenção dos dados com maior riqueza de detalhes
    • Entrevista
      • DESVANTAGENS
        • Possibilidade de dupla distorção;
        • Risco de afetar as respostas dos entrevistados;
        • Necessidade de confiança no entrevistador;
        • Maior custo;
    • Observação
      • Pode ser:
        • Espontânea não estruturada;
        • Observação participante não sistemática;
        • Observação participante sinstemática.
    • Observação
      • Richardson (1999) alerta que são necessários por parte do pesquisador:
        • Cuidado;
        • Atenção;
        • Humildade;
        • Honestidade intelectual;
        • Rigor metodológico.
        • (BAPTISTA, 2007)
    • Análise de conteúdo
      • Usada para determinar a ênfase relativa ou a frequência de termos e significados em diversos tipos de comunicação;
      • Na coleta de dados, sua fase inicial é quantitativa, com ênfase na tabulação dos termos contidos no texto. Posteriormente se procede à interpretação qualitativa dos dados.
    • Conclusão
      • “ As metodologias de pesquisa devem ser usadas de acordo com o tipo de pesquisa a ser desenvolvida”.
      • (BAPTISTA, 2007, p. 182)
    • Conclusão
      • “ Não é a metodologia que determina a pesquisa e sim o problema que se pretende resolver”.
      • (BAPTISTA, 2007, p. 182)