Your SlideShare is downloading. ×
0
MOTIVAÇÃO <ul><li>MOTIVAÇÃO PARA O TRABALHO:  </li></ul><ul><li>DE QUE SE TRATA? </li></ul><ul><li>A palavra motivação der...
<ul><li>Desta forma, para um entendimento de tal definição,Chiavenattto (2004), sugere que é necessário conhecer os aspect...
<ul><li>No campo da administração, o estudo da motivação tenta explicar as forças ou motivos que influenciam o desempenho ...
<ul><li>Maximiano (2006) opina que a motivação é específica. Você pode estar muito motivado para estudar e não ter nenhuma...
<ul><li>internos das pessoas e os estímulos da situação ou ambiente. Motivos internos são as necessidades, aptidões, inter...
<ul><li>Para Maximiano (2006), todo esse conjunto de motivos e estímulos, combina-se de forma complexa para influenciar o ...
<ul><li>As pessoas agem, nas mais diferentes situações para satisfazer a esses estados de carência. A noção de que as nece...
<ul><li> Uma necessidade em qualquer ponto da hierarquia precisa ser atendida entes que a necessidade de nível seguinte ...
<ul><li>Referências: </li></ul><ul><li>BERNARDES, Cyro; MARCONDES, Reynaldo. Teoria geral da </li></ul><ul><li>Administraç...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

MotivaçãO

9,438

Published on

Published in: Travel, Technology
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
9,438
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
161
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "MotivaçãO"

  1. 1. MOTIVAÇÃO <ul><li>MOTIVAÇÃO PARA O TRABALHO: </li></ul><ul><li>DE QUE SE TRATA? </li></ul><ul><li>A palavra motivação deriva do latim motivus, movere , que significa mover. Assim, Sawrey e Telford ( apud KARSAKLIAN, 2000) definem como “uma condição interna relativamente duradoura que leva o indivíduo ou que o predispõe a persistir num comportamento orientado para um objetivo possibilitando a transformação ou a permanência de situação”. </li></ul>
  2. 2. <ul><li>Desta forma, para um entendimento de tal definição,Chiavenattto (2004), sugere que é necessário conhecer os aspectos básicos dos mecanismos que levam o individuo a agir desta ou daquela forma, ou seja, compreender o comportamento humano. </li></ul><ul><li>A Teoria Comportamental fundamenta-se no comportamento individual das pessoas para explicar o comportamento organizacional. Para analisar como as pessoas se comportam, torna-se necessário o estudo da motivação humana, que busca entender quais são as forças que movem as pessoas nas diferentes dimensões do comportamento, pensamento, ação e palavras. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>No campo da administração, o estudo da motivação tenta explicar as forças ou motivos que influenciam o desempenho das pessoas em situações de trabalho. Desempenho no trabalho é o resultado que uma pessoa consegue com a aplicação de algum esforço. O desempenho é positivo quando o resultado beneficia a própria pessoa, o grupo do qual ela participa, um cliente ou a organização na qual trabalha. Entretanto, conhecer as forças que influenciam no desempenho das pessoas é um dos grandes desafios para o gestor. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Maximiano (2006) opina que a motivação é específica. Você pode estar muito motivado para estudar e não ter nenhuma motivação para sair hoje à noite – ou o contrário. Não há um estado geral da motivação, que leve uma pessoa a entusiasmar-se por tudo. Assim, as características individuais definem as diferenças entre as pessoas e que consequentemente também afetam a motivação como: competências, atitudes, emoções e personalidade. Com tal finalidade, este texto mostrará uma das teorias sobre a motivação humana, que todo gestor deve conhecer, um panorama de algumas idéias sobre a motivação para o trabalho. A motivação para o trabalho é resultante de uma interação complexa de variáveis entre os motivos </li></ul>
  5. 5. <ul><li>internos das pessoas e os estímulos da situação ou ambiente. Motivos internos são as necessidades, aptidões, interesses, valores e habilidades pessoais. Os motivos internos fazem cada pessoa ser capaz de realizar certas tarefas e não outras; sentir-se atraída por certas coisas e evitar outras; valorizar certos comportamentos e menosprezar outros. Os estímulos externos são os incentivos que o ambiente oferece ou objetivos que a pessoa persegue. Os estímulos externos satisfazem necessidades, despertam sentimentos de interesse ou representam recompensas desejadas. São estímulos externos todas as recompensas e punições oferecidas pelo ambiente, os padrões estabelecidos pelo grupo de colegas, os valores do meio social, as oportunidades de carreira e muitos outros componentes da situação do trabalho. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Para Maximiano (2006), todo esse conjunto de motivos e estímulos, combina-se de forma complexa para influenciar o desempenho. O trabalho e o ambiente de trabalho podem satisfazer uma ampla gama de necessidades, intrínsecas ou extrínsecas, desde as necessidades de sobrevivência até as de auto-realização. A teoria a respeito das necessidades humanas fornece a primeira explicação importante sobre o papel dos motivos internos na motivação. Segundo essa idéia, o comportamento humano é motivado por aspectos internos chamados necessidades que são estados de carência. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>As pessoas agem, nas mais diferentes situações para satisfazer a esses estados de carência. A noção de que as necessidades humanas levam o indivíduo a determinado comportamento, desempenha um estudo importante na motivação. Uma das principais teorias que se baseia nessa noção, foi proposta por Abraham Maslow. Segundo o autor, as necessidades do ser humano estão organizadas em prioridades e hierarquias. Essa hierarquização obedeceria a uma escalonagem na qual se passaria de um nível a outro mais alto, à medida que o anterior fosse satisfeito. Estão relacionadas à realização do próprio potencial e ao autodesenvolvimento contínuo da pessoa. </li></ul>
  8. 8. <ul><li> Uma necessidade em qualquer ponto da hierarquia precisa ser atendida entes que a necessidade de nível seguinte se manifeste. Se uma necessidade não for satisfeita, a pessoa ficará estacionada nesse nível de motivação. </li></ul><ul><li> Uma necessidade pode predominar sobre as demais, devido a fatores como idade, meio social ou personalidade. Por exemplo, a necessidade de auto-afirmação. Evidentemente, esses níveis independem uns dos outros e a satisfação de um nível não elimina a necessidade de satisfação do outro. O que ocorre é uma transformação na dinâmica do que a análise motivacional nos mostra que tanto a motivação quanto a personalidade são compostas de vários elementos e nunca de um só fator. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Referências: </li></ul><ul><li>BERNARDES, Cyro; MARCONDES, Reynaldo. Teoria geral da </li></ul><ul><li>Administração: gerenciando organizações. 3 ed. São Paulo: Saraiva,2004. </li></ul><ul><li>CHIAVENATTO, Idalberto, Introdução à Teoria Geral da </li></ul><ul><li>Administração. 3 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004. </li></ul><ul><li>KARSAKLIAN, Eliane. Comportamento das pessoas. São Paulo: </li></ul><ul><li>Atlas, 2000. </li></ul><ul><li>MAXIMIANO, Antonio C.A. Introdução à administração. 6 ed. SãoPaulo, Atlas, 2006. </li></ul>
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×