Your SlideShare is downloading. ×
0
Seminário Virtual - Informática & Sociedade
Seminário Virtual - Informática & Sociedade
Seminário Virtual - Informática & Sociedade
Seminário Virtual - Informática & Sociedade
Seminário Virtual - Informática & Sociedade
Seminário Virtual - Informática & Sociedade
Seminário Virtual - Informática & Sociedade
Seminário Virtual - Informática & Sociedade
Seminário Virtual - Informática & Sociedade
Seminário Virtual - Informática & Sociedade
Seminário Virtual - Informática & Sociedade
Seminário Virtual - Informática & Sociedade
Seminário Virtual - Informática & Sociedade
Seminário Virtual - Informática & Sociedade
Seminário Virtual - Informática & Sociedade
Seminário Virtual - Informática & Sociedade
Seminário Virtual - Informática & Sociedade
Seminário Virtual - Informática & Sociedade
Seminário Virtual - Informática & Sociedade
Seminário Virtual - Informática & Sociedade
Seminário Virtual - Informática & Sociedade
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Seminário Virtual - Informática & Sociedade

3,309

Published on

Published in: Education, Technology, Design
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
3,309
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
39
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. <ul><li>Turma: MT04 </li></ul><ul><li>Disciplina: Informática e Sociedade </li></ul><ul><li>Mediadora: Daniella Rocha </li></ul><ul><li>Atividade: Seminário Virtual – Elaboração </li></ul><ul><li>Grupo A </li></ul><ul><li>Aldina Cássia(coordenadora), Jocaf Leitner, Cezar Augusto, Deodete, Dirlei, Edilete, Ezemar, Graziani, Valdirene, Luíza Fática, Maria Lúcia. </li></ul>SEMINÁRIO VIRTUAL: INFORMÁTICA E SOCIEDADE
  • 2. Jacques Delors (Paris, 20 de Julho de 1925) é um político europeu de nacionalidade francesa, tendo sido presidente da Comissão Europeia entre 1985 e 1995.De origem humilde, Delors foi funcionário do Banco de França em 1945, após a Segunda Guerra Mundial e estudou economia na Sorbonne. Foi autor e organizador do relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o século XXI, intitulado: Educação, um Tesouro a descobrir (1996), em que se exploram os Quatro Pilares da Educação. In: http://pt.wikipedia.org/wiki/Jacques_Delors OS QUATRO PILARES DA EDUCAÇÃO
  • 3. Os quatro pilares da Educação são conceitos de fundamento da educação baseado no Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o Século XXI, coordenada por Jacques Delors .
  • 4. APRENDER A CONHECER <ul><li>Combinando uma cultura geral, suficientemente vasta, com a possibilidade de trabalhar em profundidade um pequeno número de matérias. O que também significa, aprender a aprender, para beneficiar-se das oportunidades oferecidas pela educação ao longo da vida. </li></ul><ul><li>Jacques Delors </li></ul>
  • 5. APRENDER A FAZER <ul><li>Adquirir capacidades que tornem a pessoa apta para enfrentar diversas situações e a trabalhar em equipe. O aluno precisa aprender a colocar em prática os seus conhecimentos </li></ul>
  • 6. APRENDER A VIVER <ul><li>Desenvolver as </li></ul><ul><li>capacidades de: </li></ul><ul><li>Compreensão do outro; </li></ul><ul><li>Percepção das interdependências; </li></ul><ul><li>Respeito pelos valores do </li></ul><ul><li>pluralismos; </li></ul><ul><li>Compreensão mútua e paz. </li></ul>
  • 7. APRENDER A SER <ul><li>Este princípio é fundamental ao contribuir com a formação total da pessoa – espírito e corpo, inteligência, sensibilidade, sentido estético, responsabilidade pessoal, espiritualidade. Os seres humanos precisam ser preparados para elaborar pensamentos autônomos e críticos. </li></ul>
  • 8. Os quatros pilares se entrelaçam no desenvolvimento total da pessoa. Aprender a conhecer Aprender a ser Aprender a ser Aprender a fazer
  • 9. Edgar Morin, pseudônimo de Edgar Nahoum (Paris, 8 de Julho 1921), é um antropólogo, sociólogo e filósofo francês judeu de origem sefardita. Pesquisador emérito do CNRS (Centre National de la Recherche Scientifique). Formado em Direito, História e Geografia, realizou estudos em Filosofia, Sociologia e Epistemologia. Autor de mais de trinta livros, entre eles: O método (6 volumes), Introdução ao pensamento complexo, Ciência com consciência e Os sete saberes necessários para a educação do futuro. Durante a Segunda Guerra Mundial, participou da Resistência Francesa. É considerado um dos principais pensadores contemporâneos e um dos principais teóricos da complexidade. OS SETE SABERES NECESSÁRIOS À EDUCAÇÃO DO FUTURO Autor - Edgar Morin
  • 10. OS SETES BURACOS NEGROS DA EDUCAÇÃO CEGUEIRAS DO CONHECIMENTO CONHECIMENTO PERTINENTES ENSINAR A CONDIÇÃO HUMANA A IDENTIDADE TERRENA INCERTEZAS COMPREENSÃO ÉTICA E GÊNERO HUMANO
  • 11. CONHECIMENTO As cegueiras do conhecimento: o erro e a ilusão
  • 12. Conhecimento fragmentado impede de operar as partes e a totalidade Global Local Os seres humanos são unidades complexas, multidimensional. O ser humano é ao mesmo tempo, biológico, psíquico, afetivo, social, racional. OS PRINCÍPIOS DO CONHECIMENTO PERTINENTES
  • 13. As sociedade são unidades complexas e comporta dimensões históricas, econômica, sociológica, religiosas. O conhecimento pertinente deve reconhecer esse caráter multimensional e nesse inserir todos os dados a ele pertinentes. Edgar Morin É necessário contextualizar o conhecimento unindo suas partes a um todo de modo interretroativo.
  • 14. <ul><li>Condição humana e sua complexidade </li></ul><ul><li>O tesouro da humanidade está na diversidade criadora, mas a fonte da sua criatividade está na sua unidade geradora. </li></ul>ENSINAR A CONDIÇÃO HUMANA
  • 15. <ul><li>Somos originários do cosmos, da natureza, da vida, mas devido à própria humanidade, à nossa cultura, à nossa mente, à nossa consciência, tornamo-nos estranhos a este cosmos que nos parece secretamente íntimo. </li></ul>ENSINAR A IDENTIDADE TERRENA
  • 16. Nosso físico e distanciam-nos dele. O próprio fato de considerar racional e cientificamente o universo separa-nos dele. Desenvolvemo-nos além do mundo físico e vivo. É neste ‘além’ que tem lugar a plenitude da humanidade o pensamento e nossa consciência fazem-nos conhecer o mundo.
  • 17. <ul><li>Nosso pensamento e nossa consciência fazem-nos conhecer o mundo físico e distanciam-nos dele. O próprio fato de considerar racional e cientificamente o universo separa-nos dele. Desenvolvemo-nos além do mundo físico e vivo. É neste ‘além’ que tem lugar a plenitude da humanidade </li></ul>ENFRENTAR AS INCERTEZAS
  • 18. <ul><li>Analisar o ser humano em sua complexidade, em seus diversos atos de existência nos possibilita caracterizar suas ações, bem como, projetar sob bases sólidas uma prospectiva que possibilitem uma formação capaz de corresponder de maneira satisfatória essa gama de diferenças que a princípio possa parecer um fator negativo, mas é o que justamente faz o ser humano. </li></ul>ENSINAR A COMPREENSÃO
  • 19. <ul><li>Analisar o ser humano em sua complexidade, em seus diversos atos de existência nos possibilita caracterizar suas ações, bem como, projetar sob bases sólidas uma prospectiva que possibilitem uma formação capaz de corresponder de maneira satisfatória essa gama de diferenças que a princípio possa parecer um fator negativo, mas é o que justamente faz o ser humano. </li></ul>A ÉTICA DO GÊNERO HUMANO
  • 20. PROPOSTA DE AÇÕES E POLÍTICAS PÚBLICAS <ul><li>Construir coletivamente diretrizes curriculares que se fundamentem nas propostas da Unesco para a educação; </li></ul><ul><li>Realizar formações continuadas para os profissionais da educação fundamentadas na reflexão-ação-reflexão; </li></ul><ul><li>Valorizar os profissionais da educação; </li></ul><ul><li>Priorizar nas ações educativas o paradigma da complexidade; </li></ul><ul><li>Realizar diagnósticos nas escolas para levantar as necessidades formativas, de infra-estrutura e pessoal; </li></ul><ul><li>Investir 5% do PIB na educação. </li></ul><ul><li>Promover uma educação que forme cidadãos para aprender a aprender ao longo da vida. </li></ul>
  • 21. Bibliografia <ul><li>. </li></ul><ul><li>DELORS, Jacque. Educação na sociedade de Informação: o relatório Delors. Disponível em 8 de março de 2010. http://www.serprofessoruniversitario.pro.br/ler.php?modulo=10&amp;texto=539 </li></ul><ul><li>Morin, Edgar. Os sete saberes Necessários À Educação do Futuro in: Centro de Referência Educacional Consultado em:http://www.centrorefeducacional.com.br/setesaberes.htm Disponível em 8 de maio de 2005 </li></ul><ul><li>Webgrafia: </li></ul><ul><li>http:// pt.wikipedia.org/wiki/Edgar_Morin . Acesso em 06/06/2010 </li></ul><ul><li>Imagens: http://www.google.com.br/images. Acesso 06.07e 08 de 2010. </li></ul><ul><li>http://pt.wikipedia.org/wiki/Jacques_Delors </li></ul>

×