O%20 porto%20há%20100%20anos[1]

792
-1

Published on

Published in: Education, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
792
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
18
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O%20 porto%20há%20100%20anos[1]

  1. 1. Arquitectura do ferro: <ul><li>Palácio de Cristal; </li></ul><ul><li>Ponte D. Maria Pia; </li></ul><ul><li>Ponte D. Luís. </li></ul>
  2. 2. <ul><li>Surgindo como sistema construtivo nos finais do século XVIII, o ferro protagonizou em grande parte o desenvolvimento da arquitectura do século XIX e XX. </li></ul><ul><li>As primeiras tentativas e experiências de produção em massa de peças metálicas tiveram lugar na segunda metade do século XVIII. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>A Inglaterra, um dos países mais industrializados da altura, assumiu um papel pioneiro e determinante neste processo. Em 1775 foi construída em Inglaterra a primeira ponte usando estrutura em ferro. A “Pont des Arts” em Paris, projecto de De Cessart e Dillon, construída entre 1801 e 1803 e a Ponte de D. Maria Pia (1876), no Porto, de Gustave Eiffel, representam momentos fundamentais na fixação das formidáveis potencialidades deste material. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>À medida que se estabilizavam os conhecimentos técnico - construtivos, a arquitectura do ferro vai encontrando as suas formas específicas de expressão estética. Na segunda metade do século XIX foram construídos imensos edifícios públicos, de carácter monumental, que utilizam estruturas em ferro, como por exemplo a torre Eiffel. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>O arquitecto inglês Thomas Dillen Jones iniciou a construção do palácio em 1861, vindo este a ser inaugurado no dia 18 de Setembro de 1865, inspirando-se no modelo que tinha sido realizado para idêntico evento na cidade de Londres. O Palácio de Cristal foi concebido para acolher a Exposição Internacional Portuguesa, onde se expunham as novas conquistas industriais e comerciais, segundo o espírito que presidira ao certame londrino. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Os seus majestosos salões, naves e anexos, moldados em estruturas de ferro e vidro, conferiam-lhe uma grande leveza e graciosidade. De facto, o camartelo desmantelou-o na segunda metade do nosso século, erguendo-se no seu lugar uma desgraciosa e utilitária nave de betão armado. </li></ul><ul><li>Em 1951 consagrado como pavilhão dos desportos, seria posteriormente rebaptizado com o nome de Rosa Mota, em homenagem a uma das mais ilustres atletas portuguesas. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Construída nos finais do século XIX, permitiu concluir a ligação ferroviária entre o Porto e Lisboa. A sua construção foi iniciada em 5 de Janeiro de 1876 e foi inaugurada em 4 de Novembro de 1877. Esta obra foi projectada pelo engenheiro francês, Alexandre Gustave Eiffel (1832-1923). O projecto de Eiffel, prevendo a construção de um tabuleiro horizontal ao nível da cota mais alta das margens, apoiado num enorme arco parabólico, revela uma especial atenção aos valores paisagísticos do vale do Douro, procurando os pontos de inserção mais favoráveis num local em que as margens mais se aproximam. Feita para vencer o enorme declive imposto pelo rio Douro. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Em 1879, o governo determinou a abertura de concurso para a “construção de uma ponte metálica sobre o rio Douro, no local que se julgar mais conveniente em frente da cidade do Porto. </li></ul><ul><li>Foi vencedora a proposta da empresa belga Société de Willebroeck , com projecto do Engenheiro Teófilo Seyrig. </li></ul><ul><li>Teófilo Seyrig que, já fora o autor da concepção e chefe da equipa do projecto da Ponte D. Maria Pia, enquanto sócio de Gustave Eiffel, assina como único responsável a nova e grandiosa Ponte D. Luís I. A construção iniciou-se em 1881 e foi inaugurada em 31 de Outubro de 1886. O arco mede 172 m de corda e tem 44,6 m de flecha. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Ana Catarina - nº1 </li></ul><ul><li>Ana Teresa - nº3 </li></ul><ul><li>Arnaldina Ferreira - nº4 </li></ul><ul><li>Sara Ferreira - nº25 </li></ul>9ºE

×