Your SlideShare is downloading. ×

Cco aula05 custos

3,431

Published on

Published in: Education, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
3,431
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
134
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Anotações do Aluno uvb Aula Nº 5 – Custeio por Absorção Objetivos da aula: O Custeio por Absorção é muito importante para os contadores, pois as empresas são obrigadas a apresentar suas demonstrações para o “fisco” utilizando-se desse critério. O objetivo desta aula é reforçar alguns conceitos já vistos em aulas anteriores e familiarizar o aluno com o assunto e com os cálculos de rateio necessários para o processo de acumulação de custos. Tenha uma ótima aula! 1. Conceito O Custeio por Absorção consiste na apropriação de todos os custos (sejam eles fixos ou variáveis, diretos ou indiretos) à produção do período. Os gastos que não são efetuados para a produção (despesas) são excluídos; • a distinção principal no custeio por absorção é entre custos e despesas. Essa separação é importante porque as despesas são contabilizadas imediatamente contra o resultado do período; Aula 05 - Custeio Por Absorção • somente os custos relativos aos produtos vendidos terão o mesmo tratamento. A seguir, apresentaremos a importância da distinção entre custos e Custo Contábil despesas. Faculdade On-Line UVB 39
  • 2. Anotações do Aluno uvb 2. Importância da Distinção entre custos e despesas Suponhamos uma empresa que tenha fabricado 1.000 unidades de um determinado produto, incorrendo em custos de R$ 9.000 e despesas operacionais de R$ 3.000. Foram vendidas 800 unidades a R$ 20,00 cada. Dessas informações, concluímos: Custo Unitário Médio de Cada Produto Fabricado: R$ 9.000/1.000 unidades = R$ 9,00 /unidade. Assim, teremos a seguinte DRE para o período considerado: Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) Vendas (800 u. x R$ 20) R$ 16.000 (-) Custo dos Produtos Vendidos (800u. X R$ 9) (R$ 7.200) (=) Lucro Bruto R$ 8.800 (-) Despesas Operacionais (R$ 3.000) (=) Lucro Líquido R$ 5.800 3. Quanto à Legislação e aos Princípios Contábeis O Custeio por Absorção é o único aceito pelo Imposto de Renda do Brasil e pela Auditoria Externa, por atender aos seguintes princípios contábeis: • Princípio da Realização da Receita: Ocorre a realização da receita Aula 05 - Custeio Por Absorção quando da transferência do bem vendido para terceiros; • Princípio da Confrontação: As despesas devem ser reconhecidas à medida que são realizadas as receitas que ajudam a gerar (direta ou indiretamente); • Princípio da Competência: As despesas e receitas devem ser Custo Contábil reconhecidas nos períodos de sua competência, ou seja, no período em que ocorrer o seu fato gerador. Faculdade On-Line UVB 40
  • 3. Anotações do Aluno uvb 4. APURAÇÃO Os seguintes passos devem ser seguidos para a apuração do resultado do exercício: • Separação de custos e despesas; • Apropriação dos custos diretos e indiretos à produção realizada no período; • Apuração do custo dos produtos em elaboração; • Apuração do custo da produção acabada; • Apuração do custo dos produtos vendidos; • Apuração do resultado. Ex.: A empresa Alfa apurou, em determinado período, os seguintes Custos de Produção: Material Direto Matéria-Prima R$ 75.000 Embalagem R$ 10.000 Mão-de-Obra Direta Mão-de-Obra Direta R$ 50.000 Custos Indiretos de Fabricação (CIF) Materiais Indiretos R$ 24.750 Mão-de-Obra Indireta R$ 24.000 Energia Elétrica-fábrica R$ 10.000 Combustíveis R$ 1.350 Manutenção de Máquinas R$ 2.500 Aula 05 - Custeio Por Absorção Telefone da Fábrica R$ 4.550 Depreciação e Seguros (fábrica) R$ 4.250 IPTU R$ 2.250 Total R$ 210.000 Custo Contábil Exemplo • Como a empresa produziu 7.000 unidades de seu único produto, temos que: Faculdade On-Line UVB 41
  • 4. Anotações do Aluno uvb Custo Unitário Produção = R$ 210.000/7.000 unidades = R$ 30,00/unidade. • Como a empresa vendeu 5.000 dessas unidades, temos que: Custo dos Produtos Vendidos = 5.000 unidades x R$ 30,00 = R$ 150.000. • Ex.: Paralelamente, a empresa Alfa apurou as seguintes despesas no mesmo mês: Despesas Administrativas R$ 35.000 Despesas de Marketing R$ 22.000 Despesas de Vendas R$ 28.000 Outras Despesas Operacionais R$ 25.000 Total R$ 110.000 • Como o preço de venda de cada unidade foi de R$ 75,00, temos que: Receita de Vendas = 5.000 unidades x R$ 75,00 = R$ 375.000,00. Com base nesses dados, podemos montar a DRE da empresa: Demonstração do Resultado do Exercício Receita Líquida de Vendas R$ 375.000 (-) Custo dos Produtos Vendidos (R$ 150.000) (=) Lucro Bruto R$ 225.000 Aula 05 - Custeio Por Absorção (-) Despesas Operacionais (R$ 110.000) (=) Lucro Líquido R$ 115.000 5. Exercícios Custo Contábil Exercício 1 A empresa Sophia Hair produz um único produto (xampu de camomila), que é vendido, em média, por $ 9,50 cada unidade (preço líquido de tributos). Faculdade On-Line UVB 42
  • 5. Anotações do Aluno uvb Em determinado período, em que não houve estoques iniciais, produziu, integralmente, 14.000 unidades e incorreu nos seguintes custos e despesas Em R$ Supervisão geral da fábrica 17.000 Depreciação dos equipamentos de fábrica 10.000 Aluguel do galpão industrial 2.400 Administração geral da empresa 8.000 Material direto 2,00 por unidade Mão-de-obra direta 1,50 por unidade Energia elétrica consumida na produção 0,40 por unidade Comissão sobre vendas 0,75 por unidade Frete para entregar produtos vendidos 0,15 por unidade Considerando-se que, no final do período, havia 1.000 unidades do produto acabado em estoque e que não houve perdas, pede-se calcular: a) o Estoque Final dos produtos acabados. b) o Lucro (ou prejuízo) do período. Exercício 2 A Empresa Anchieta, produtora de cadernos em Mauá, em determinado período apresentou os seguintes dados: Em R$ 1. Estoque inicial de matéria-prima 5.000 2. Compra de matéria-prima 12.000 3. Despesas administrativas 2.000 4. Despesas financeiras 1.500 Aula 05 - Custeio Por Absorção 5. Despesas comerciais 2.500 6. Estoque inicial de produtos em processo 4.000 7. Mão-de-obra direta 10.000 8. Estoque final de produtos em processo 5.000 9. Custos indiretos de produção 8.000 Custo Contábil 10. Estoque final de matéria-prima 7.000 11. Estoque inicial de produtos acabados 6.000 12. Venda de 80% do total disponível de produtos acabados por R$ 40.000 Faculdade On-Line UVB 43
  • 6. Anotações do Aluno uvb Pede-se calcular: a) o Custo Total de Produção (CPP). b) o Custo da Produção Acabada (CPA). c) o Estoque Final de Produtos Acabados. d) o Custo dos Produtos Vendidos (CPV). e) o Lucro Bruto. f) o Lucro Antes do Imposto de Renda (LAIR). Exercício 3 A Cia. Porto Ferreira iniciou suas atividades no dia 02/01/X1. Em 31/12/X1, seu primeiro balancete de verificação era constituído pelas seguintes contas Em R$ 01. Caixa 1.200 02. Clientes 4.800 03. Estoque de matéria-prima 4.000 04. Equipamentos de produção 1.600 05. Depreciação acumulada de equipamentos de produção 240 06. Empréstimos de curto prazo obtido com encargos pré-fixados 2.800 07. Capital Social 10.040 08. Consumo de matéria-prima 5.400 09. Mão-de-obra direta (inclui encargos sociais) no período 4.800 10. Energia elétrica consumida na produção 630 11. Supervisão geral da produção 2.300 12. Manutenção preventiva de máquinas comuns de produção 400 13. Depreciação de equipamentos de produção 240 Aula 05 - Custeio Por Absorção 14. Despesas comerciais e administrativas da empresa no período 4.050 15. Despesas financeiras no período 160 16. Vendas de produtos acabados (PAC) 16.500 O tempo de produção requerido por unidade de produto é o seguinte: Custo Contábil Faculdade On-Line UVB 44
  • 7. Anotações do Aluno uvb Com relação aos custos diretos, sabe-se que: • a matéria-prima é a mesma para todos os produtos, e o consumo se faz na mesma proporção: 1Kg de MP para cada unidade de produto acabado. • as habilidades e os salários dos operários são aproximadamente iguais para todos os produtos; • o consumo de energia elétrica é o mesmo em termos de kwh; por isso, seu custo é diretamente proporcional ao tempo de utilização das máquinas. Outros dados relativos ao ano de X1: Síntese Nesta aula, tratamos do Custeio por absorção, no qual todos os custos, diretos e indiretos, são absorvidos pelos produtos, seja pela mensuração dos custos diretos, seja pelo rateio dos custos indiretos. Na próxima aula, faremos a contabilização dos custos no custeio por absorção.Não falte! Aula 05 - Custeio Por Absorção Referências CREPALDI, Silvio Aparecido. Curso Básico de Contabilidade de Custos. Custo Contábil São Paulo: Atlas, 2005. LEONE, George S. G. Curso de Contabilidade de Custos. São Paulo: Atlas, 1997. Faculdade On-Line UVB 45
  • 8. Anotações do Aluno uvb MARTINS, Eliseu. Contabilidade de Custos. 9. ed. São Paulo: Atlas, 2003. Aula 05 - Custeio Por Absorção Custo Contábil Faculdade On-Line UVB 46

×