Your SlideShare is downloading. ×
0
Pmaq   conselho de saúde
Pmaq   conselho de saúde
Pmaq   conselho de saúde
Pmaq   conselho de saúde
Pmaq   conselho de saúde
Pmaq   conselho de saúde
Pmaq   conselho de saúde
Pmaq   conselho de saúde
Pmaq   conselho de saúde
Pmaq   conselho de saúde
Pmaq   conselho de saúde
Pmaq   conselho de saúde
Pmaq   conselho de saúde
Pmaq   conselho de saúde
Pmaq   conselho de saúde
Pmaq   conselho de saúde
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Pmaq conselho de saúde

5,142

Published on

Published in: News & Politics
1 Comment
1 Like
Statistics
Notes
  • Olá, Matéria interessante. Encontrei outro artigo que apresenta uma visão geral sobre o PMAQ: http://meuprontuario.net/pmaq-o-que-e-tudo-sobre/ Abraços.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total Views
5,142
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
71
Comments
1
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide
  • [email_address]
  • [email_address]
  • Transcript

    • 1. PROGRAMA NACIONAL DE MELHORIA DO ACESSO E DA QUALIDADE DA ATENÇÃO BÁSICA - PMAQ/AB 15ª REGIONAL DE SAÚDE ATENÇÃO PRIMÁRIA marciaserafini@sesa.pr.gov.br
    • 2. PMAQ - AB Portaria 1.654 de 19/07/2011• O Programa busca induzir a ampliação do acesso e a melhoria da qualidade da atenção básica, em ofertarem serviços que assegurem maior acesso e qualidade, de acordo com as necessidades concretas da população.• PMAQ está organizado em quatro fases que se complementam e que conformam um ciclo continuo de melhoria do acesso e da qualidade da AB• 1. Adesão e Contratualização;• 2. Desenvolvimento;• 3. Avaliação Externa;• 4. Recontratualização).
    • 3. PORTARIA Nº 2.396, DE 13 DE OUTUBRO DE 2011  Define o valor mensal integral do incentivo financeiro do (PMAQ-AB); • Receberam inicialmente, no momento da adesão ao (PMAQ-AB), o percentual de 20%: • I - R$ 1.300,00 (mil e trezentos reais) por Equipe de Atenção Básica contratualizada; e • II -R$ 400,00 (quatrocentos reais) por Equipe de Saúde Bucal vinculada a 1 (uma) ou a 2 (duas) Equipes de Atenção Básica. marciaserafini@sesa.pr.gov.br
    • 4. PORTARIA Nº 1.654, DE 19 DE JULHO DE 2011 • Art. 16. A partir da classificação alcançada no processo de certificação; • I - DESEMPENHO INSATISFATÓRIO: suspensão do repasse dos 20% e obrigatoriedade de celebração de um termo de ajuste; • II - DESEMPENHO REGULAR: manutenção dos 20% PAB - Variável - e Recontratualização; • III - DESEMPENHO BOM: ampliação de 20% para 60% - PAB Variável e Recontratualização; e • IV - DESEMPENHO ÓTIMO: ampliação de 20% para 100% do PAB Variável e Recontratualização. marciaserafini@sesa.pr.gov.br
    • 5. PORTARIA Nº 204/2007• “§ 2º do artigo 6º- Fica vedada a utilização desse para pagamento de:• I - servidores inativos;• II- servidores ativos, exceto aqueles contratados exclusivamente para desempenhar funções ao respectivo bloco;• III - gratificação de função de cargos comissionados, exceto aqueles diretamente ligados ao respectivo bloco;• IV - pagamento de assessorias/consultorias prestadas por servidores públicos pertencentes ao quadro do próprio;• V - obras de construções novas, exceto as que se referem a reformas e adequações de imóveis já existentes; marciaserafini@sesa.pr.gov.br
    • 6. Utilização dos Recursos - PMAQ Plano Municipal de Saúde, que é devidamente aprovado pelo respectivo Conselho de Saúde.- Despesas de custeio das ações de Atenção Básica tais como:• Aquelas destinadas à manutenção dos serviços criados anteriormente previsto na Lei Orçamentária Anual;• Despesas de pessoal;• Pagamento por desempenho na Saúde da Família• Material de consumo (têm duração limitada), que se deterioram como giz, filmes fotográficos, fitas de vídeo, combustível, material de limpeza - sabão, detergentes, vassouras etc);• Serviços de terceiros, gastos com obras de conservação, reforma e adaptação de bens imóveis, dentre outros. marciaserafini@sesa.pr.gov.br
    • 7. Instrutivo do PMAQ, AMAQ disponível em:• http://dab.saude.gov.br/publicacoes consta, entre os compromissos assumidos pelos municípios que aderem ao PMAQ:• “IV. Aplicar os recursos do PAB Variável em ações que promovam a qualificação da Atenção Básica (p. 7).”• V - Desenvolver cultura de negociação e contratualização, que implique na gestão dos recursos em função dos compromissos e resultados pactuados e alcançados;• * AMAQ – para preenchimento – gestor e equipe marciaserafini@sesa.pr.gov.br
    • 8. PORTARIA Nº 2.488, DE 21 DE OUTUBRO DE 2011• A prestação de contas dos valores recebidos e aplicados no período deve ser aprovada no Conselho Municipal de Saúde e encaminhada ao Tribunal de Contas do Município e à Câmara Municipal.I - relatórios mensais da origem e da aplicação dos recursos;II - demonstrativo sintético de execução orçamentária;III - demonstrativo detalhado das principais despesas; eIV - relatório de gestão. marciaserafini@sesa.pr.gov.br
    • 9. É IMPORTANTE• O Bloco de Investimento na Rede de Serviços de Saúde (Portaria 837/2009), ratificada pela Portaria 2.488/2011 (PNAB- ESF - PACS);• As despesas de capital devem ser feita mediante recursos do citado bloco de investimento e não com recursos do PAB -Variável; DESPESAS DE CAPITAL• Equipamentos ou material permanente (materiais que possuem duração contínua, que se deterioram com mais dificuldade, tais como:• Automóveis;• Materiais áudio-visuais projetores, retroprojetores, máquinas fotográficas, filmadoras;• Mesas, cadeiras, armários, geladeiras, computadores;• Aquisições de imóveis considerados necessários à execução de obras. marciaserafini@sesa.pr.gov.br
    • 10. PARA PERMANÊNCIA NO PMAQ• Pedido de avaliação externa ( 1º ciclo 6m -18m 2º ciclo); p.12• Atualização do CNES e cumprimento da carga horária;• SIAB e PMA2 complementar;• PBF;• SISVAN;• Piora na processo de certificação;• Serviço de ouvidoria (p. 13);• * Não cumprimento – impedidos 2 anos de aderir
    • 11. CLASSIFICAÇÃO – 4 CATEGORIAS• Desempenho insatisfatório – deixa de receber – nova adesão após 2 anos;• Desempenho regular: R$ 2.200,00 – ESF/SB e R$ 1.700,00 ESF;• Desempenho bom: R$ 6.600,00 – ESF/SB e R$ 5.100,00 ESF;• Desempenho ótimo: R$ 11.000 – ESF/SB e R$ 8.500,00 ESF;
    • 12. REPASSE FINANCEIROS• Astorga R$ 184.800,00 R$ 46.200,00 (3 + 2)• Atalaia R$ 26.400,00 R$ 6.600,00 (1+ 0)• Dr. Camargo R$ 8.800,00 R$ 2.200,00 (1 + 0)• Floraí R$ 8.800,00 R$ 2.200,00 (1+ 0)• Iguaraçu R$ 44.000,00 R$ 11.000,00 (0 + 1)• Itaguajé R$ 8.800,00 R$ 2.200,00 (0 + 1)• Ivatuba R$ 26.400,00 R$ 6.600,00 (0 + 1)• Lobato R$ 44.000,00 R$ 11.000,00 (0 + 1)• Mandaguaçu R$ 52.800,00 R$ 13.200,00 (1 + 1)
    • 13. REPASSE FINANCEIROS• Mandaguari R$ 96.800,00 R$ 24.200,00 (3 + 3)• Marialva R$ 176.000,00 R$ 44.000,00 (5 + 2)• Maringá R$ 519.200,00 R$ 129.800,00 (45 + 17)• Ourizona R$ 26.400,00 R$ 6.600,00 (0 + 1)• Paiçandu R$ 35.200,00 R$ 8.800,00 (3 + 1)• Paranacity R$ 8.800,00 R$ 2.200,00 (0 + 1)• Santa Fé R$ 8.800,00 R$ 2.200,00 (1 + 0)• Santa Inês R$ 26.400,00 R$ 6.600,00 (0 + 1)• São Jorge do Ivaí R$ 26.400,00 R$ 6.600,00 (0 + 1)
    • 14. CONCLUSÃO• Diante disso, recomendamos que o município:1) recupere esses compromissos (p.14) assumidos ;2) condições de permanência no programa p. 12 e 13;3) faça um diagnóstico da situação atual de cumprimento desses compromissos;4) defina prioridades de aplicação desses recursos federais de modo a promover a melhoria da qualidade da atenção básica e evidenciar um bom desempenho na avaliação externa; marciaserafini@sesa.pr.gov.br
    • 15. • OBRIGADA! marciaserafini@sesa.pr.gov.br

    ×