Soletrar N.º 5 - Maio/Junho

  • 941 views
Uploaded on

Actividades realizadas no Instituto Diocesano de Formação Paulo II durante os meses de Maio e Junho de 2011.

Actividades realizadas no Instituto Diocesano de Formação Paulo II durante os meses de Maio e Junho de 2011.

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
941
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Ano Lectivo 2010/2011 Ano VI Número 11 BOLETIM INFORMATIVO N.º 5 / MAIO - JUNHO INSTITUTO DIOCESANO DE FORMAÇÃO JOÃO PAULO II - SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE EDITORIAL O QUE MARCA A DIFERENÇA…. “Quanto mais alto se sobe, mais longe é o horizonte” Vergílio Ferreira O ano lectivo 2010/2011 mostrou mais uma vez o que tornao Instituto Diocesano de Formação João Paulo II uma escola únicaem São Tomé e Príncipe: a oferta curricular, as actividades curri-culares e extracurriculares, o empenho dos alunos, a qualidade deensino e a procura constante de novos desafios que envolvemtoda a comunidade educativa. O fim do ano lectivo permite fazer um balanço de todo o Educação Musical (5º e 6º ano).trabalho desenvolvido nos últimos dez meses, destacando-se acriatividade e capacidade dos alunos na consecução dos seusobjectivos e na construção do seu projecto de Vida. O Projecto Educativo do Instituto Diocesano de FormaçãoJoão Paulo II no biénio 2009/2011, “Desporto e Cidadania”, per-mitiu trabalhar com os alunos diversos temas essenciais à promo-ção da cidadania activa e realçar a importância da prática despor-tiva como motor de estilos de vida saudáveis. Votos de que o percurso dos alunos do IDF os faça crescerem todas as dimensões e , no final, possamos dizer que está aoseu alcance um futuro pleno de Esperança. Trabalho de campo de Geologia. Actividades experimentais no laboratório de Química. Aula de Tecnologias de Informação e Comunicação.
  • 2. À CONVERSA COM... A última sessão do À Conversa com… foi um momen- to especial, contando com a participação de todos os inter- venientes, fundadores e seguidores do projecto, que mais uma vez mostraram toda a sua Criatividade e Imaginação. Num momento único de despedida, repleto de surpre- O primeiro À Conversa com… realizado no 3º período sas e actuações inesquecíveis (declamação de poemas, dança,teve como tema a Justiça, pretendendo dar a conhecer a canto e dramatizações) os apresentadores relembraram-nosimportância da mesma na Sociedade actual e relembrar a os melhores momentos do À Conversa com…importância da Liberdade. A actividade dividiu-se em duas partes: Justiça Contada(Dra. Natacha Vaz) e Justiça Dramatizada (actuação dos alu-nos do ensino secundário) e transformou o jardim da escolanum verdadeiro Tribunal. A actividade teve palco no jardim do IDF no dia 6 deMaio, pelas 18h30 e contou com “casa cheia”. Petra Fernandes Actuação de André Soares. Mensagens de despedida. Momentos marcantes. Peça de Teatro.
  • 3. BEATIFICAÇÃO DE JOÃO PAULO II CELEBRAÇÃO PASCAL O Bispo da Diocese D. Manuel António dos Santosencontrou-se com os alunos do IDF com o intuito de lhesexplicar o processo de beatificação de João Paulo II, penúlti-mo passo no processo para o reconhecimento de um católi-co como santo. O encontro, pleno de diálogo, permitiumelhor compreender o percurso de vida de João Paulo II e asua extraordinária ligação aos jovens de todo o Mundo. Celebração Pascal (Padre Francisco Assis, D. Manuel dos Santos e D. Abílio Ribas) A Celebração Pascal que decorreu no Instituto Dioce- sano de Formação João Paulo II foi um momento muito especial com a presença do Reverendíssimo Bispo da Dioce- se, D. Manuel António dos Santos, acompanhado do reve- rendíssimo Bispo D. Abílio Ribas, do Padre João Nazaré e do Partilha de testemunhos sobre a vinda de João Paulo II a São Tomé e Príncipe. Padre Francisco Assis. O Reverendíssimo Bispo D. Abílio Ribas foi acolhido PIQUENIQUE ESCOLAR Em alusão ao dia do Instituto Diocesano de FormaçãoJoão Paulo II (18 de Maio) e ao dia de África (25 de Maio)ocorreu um piquenique no dia 22 de Maio que juntou osalunos, os professores e os pais / encarregados de educaçãoem alegre e descontraída confraternização. Recepção ao Bispo D. Abílio Ribas. com todo o carinho e atenção por parte da comunidade educativa, que reconhece o seu papel fundamental na criação do Instituto Diocesano de Formação João Paulo II. Um dos momentos marcante da Celebração Pascal foi a Oração dos Fiéis, proferida por cada uma das turma da Esco- Piquenique da “família” IDF. la, num momento de partilha único.
  • 4. VISITA DE ESTUDO - AS ROCHAS DO MEU PAÍS Os alunos do 11º CT e do 7ºA efectuaram uma saída Este projecto foi desenvolvido no âmbito da disciplinade campo de Geologia, onde tiveram oportunidade de obser- de Biologia e Geologia e permitiu aplicar e consolidar con-var a litologia das rochas de São Tomé in loco, retirar amos- teúdos programáticos, bem como desenvolver competênciastras de mão (para posterior observação em laboratório) e estipuladas no programa da disciplina referida.realizar uma reportagem fotográfica sobre as litologias e as Ana Isabel Barbosapaisagens geológicas onde se encontram. Esta actividade é parte integrante do Projecto “AsRochas do meu País”, que pretende ser um pequeno projec-to de investigação sobre a geologia de São Tomé e Príncipe esurge da necessidade dos alunos conhecerem o seu país, para Terceira paragem - observação de exploração de recursos minerais. Primeira paragem - observação da chaminé traquítica do Ilhéu das Cabras.desta forma gostarem dele e sentirem vontade de o melho-rar. Numa primeira fase foi proposto aos alunos um traba-lho de investigação bibliográfica sobre as formações rochosasde S. Tomé, seguido de uma saída de campo com reporta-gem fotográfica e recolha de amostras e por último a divulga-ção no IDF e no Liceu Nacional dos trabalhos produzidospelos alunos. Quarta paragem - Morro Peixe (Complexo vulcânico mais recente de S. Tomé). Segunda paragem - praia das Sete Ondas. Quinta paragem - análise de rochas sedimentares na zona do Aeroporto.
  • 5. SOMENTE EM SÃO TOMÉ ESTENDAL AFRICANO No dia 5 de Maio decorreu na Biblioteca do InstitutoDiocesano de Formação João Paulo II uma palestra sobreBiodiversidade, “Somente em São Tomé”, com a presença deBob Drewef e Velma Scholl, ambos da Academia de Ciências- Califórnia. Bob Drewef explicou aos alunos a importância da biodi-versidade, a necessidade de se promoverem os estudos efec-tuados nas ilhas de São Tomé e Príncipe sobre espéciesendémicas e os factores que levam os biólogos a considerar Estendal Africano - As cores...o arquipélago santomense único no Mundo. As expedições No dia 25 de Maio assinala-se o Dia de África e o Insti- tuto Diocesano de Formação João Paulo II assinalou a data com uma explosão de cores e sabores que coloriram os jar- dins da escola. Os jardins da escola transformaram-se num verdadeiro Estendal de Roupa Africana, com molas, fios, vestidos, calças e muitos tecidos africanos. A Quá Telá e a CACAU estive- ram presentes com uma mostra dos seus produtos, colorin- do o evento e dando a conhecer muitos dos sabores únicos de África e de São Tomé e Príncipe. Petra Fernandes Bob Drewef - California Academy of Sciences.ao Golfo da Guiné realizadas nos últimos onze anos, revela-ram segundo Bob Drewef, uma importante riqueza ao nívelda biodiversidade, com elevados índices de espécies endémi-cas que não existem noutro local do planeta. A título deexemplo, o investigador indicou que as ilhas Galápagos (8000km2) têm 22 espécies endémicas de aves e no arquipélago deSão Tomé e Príncipe (1001 km2) é possível encontrar 28espécies endémicas de aves. Um outro pormenor que captou … os sabores ….a atenção de todos foi a revelação de que a famosa cobrabobô de São Tomé é na realidade um anfíbio. No final da palestra, um grupo de alunos do 11º CT -Carla Rebelo, Paulo Alexandre e Luís Carlos - apresentaramaos colegas o trabalho elaborado na disciplina de Biologia eGeologia sobre a Folha de Micocó. A apresentação, atravésda projecção de um filme, foi muito aplaudida e surpreendeupela qualidade os próprios investigadores, Bob Drewef eVelma Scholl, que congratularam os jovens investigadores. … e as emoções.
  • 6. OS MAIAS EM SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE Os alunos do 11º ano em colaboração com a professo-ra Petra Fernandes trouxeram até ao Instituto Diocesano deFormação João Paulo II interpretações adaptadas à realidadesantomense do romance “Os Maias” repletas de criatividade. A obra de Eça de Queirós faz parte do currículo deestudos da disciplina de Português - 11º ano e é consideradouma obra-prima que retrata a história de uma família ao lon-go de três gerações, centrando-se na última e dando relevoaos amores incestuosos de Carlos da Maia e Maria Eduarda. Os trabalhos apresentados (peça de teatro e filme)mostraram uma adaptação santomense do romance, substi-tuindo por exemplo, o ramalhete pela Quinta dos Prazeres; Gravações no Bairro da Cooperação Portuguesa.o jantar no Hotel Central pelo jantar no Bairro da Coopera-ção Portuguesa; a Universidade de Coimbra pelo IDF; asconversas de literatura romântica e realista por conversas domovimento da Negritude. Perante uma “casa cheia” os alunos do 11º mostraramtoda a sua criatividade, engenho, energia e mestria. Alunos do 11º LH no momento de recepção dos convidados. O palco de uma grande noite. O público.
  • 7. PEDDY - PAPER “ARTES E CULTURA” Um grupo de alunos do 12º, da turma de Línguas e Humanida-des, com a colaboração dos professores de Educação Física, NunoSantos e David Monteiro, organizaram um Peddy Paper intitulado“Caça à História” que desafiou os alunos inscritos com enigmas quepermitiam descobrir a história da cidade de São Tomé e a toponí-mia das ruas e avenidas mais movimentadas. A prova desafiou ointelecto e a capacidade física dos participantes è medida que iamdescobrindo a solução dos enigmas. Os alunos participantes, do 9º ano ao 12º ano, demonstraramao longo do desafio uma vontade sã em competir e nunca perderama alegria de participar com o decorrer da prova. Dra. Iolanda Aguiar - Directora da Cultura de São Tomé e Príncipe. Os alunos do 12º LH convidaram a Directora da Cultu- ra Iolanda Aguiar para uma palestra intitulada “Artes e Cultu- ra - Identidade de um povo” com o intuito de promover a discussão sobre os conceitos de arte, cultura ou culturas, identidade, tradição e a noção de “ser santomense”. VISITA DE ESTUDO - ROSEMA Um grupo de alunos do curso de Ciências e Tecnolo-O convívio, o espírito de entreajuda e a confraternização entre os participantes foram uma constanteao longo do decorrer da prova que teve o seu início na Praça da Independência. gias (Ensino Secundário) deslocaram-se às instalações da Rosema (Neves) para compreender o processo de fermen- Para assinalar o Dia de África, a professora Adélia Martins em tação na produção de alimentos, estudar a necessidade de seconjunto com os professores David Monteiro e Nuno Santos, orga-nizou um Peddy Paper com questões relacionadas com os conteú- proceder a um controle químico da qualidade da água e dosdos de História para os alunos do 2º e 3º ciclos. produtos manufacturados e compreender a importância do conhecimento científico e desenvolvimento técnico no quoti- diano.Momento final da prova junto ao Museu Nacional, enquanto a equipa vencedora (Marionel Nascimen-to, Angel Esperança, Nubya Rita, Romila Neves e Aguiniesca Salvaterra) era fotografada. Dra. Iolanda Aguiar - Directora da Cultura de São Tomé e Príncipe.
  • 8. EXPOSIÇÕES Exposição fotográfica da autoria de Ekeseni Bragança - Arquitecto e Professor de Educação Visual e Tecnológica do IDF. A mostra intitulada, “São Tomé: Quem te viu, Quem te vê”, é um ensaio visual que evidencia os contrastes e as alterações arquitec- tónicas introduzidas nas estruturas urbanas da cidade de São Tomé ao longo dos Exposição Comemorativa - Dia de África. últimos 80 anos. Os Aditivos Alimentares - Elaborado pelos alunos do 12º CT (Biologia) Exposição fotográfica - “Um novo Mundo, uma nova Visão”. As fotografias retratam a situação e vivência diárias de crianças desfavorecidas em São Tomé. A exposição foi elaborada pelos alunos do 12º LH (Área Projecto). Exposição “Biodiversidade de São Tomé e Príncipe” / Mostra de trabalhos elaborados pelos alunos do 10º CT e 11º CT na disciplina de Biologia e Geologia. Divulgação dos trabalhos desenvolvidos em Área Projecto - 12º ano. O IDF é co-financiado por:CONTACTOS:IDF - Instituto Diocesano de Formação João Paulo IICampo de Milho - Caixa Postal 636Telefone: 222 11 94 Ministério da Educação, Cultura eE-mail: idf.stp@gmail.com formação STP