Kanban em 10 passos

15,284 views

Published on

Baseado no livro Kanban em 10 passos

Published in: Technology

Kanban em 10 passos

  1. 1. Kanban em 10 passos Vitor Castro facebook/aitproegsábado, 24 de novembro de 12
  2. 2. http://www.infoq.com/br/minibooks/ priming-kanban-jesper-boegsábado, 24 de novembro de 12
  3. 3. O que é o Kanban ? "sistema Kanban para desenvolvimento de software" representa uma implementação mais direta dos princípios de Desenvolvimento Lean de Produtos Método de gestão de mudançasábado, 24 de novembro de 12
  4. 4. Princípios Visualizar o trabalho em andamento; Visualizar cada passo em sua cadeia de valor, do conceito geral até software que se possa lançar; Limitar o Trabalho em Progresso (WIP – Work in Progress), restringindo o total de trabalho permitido para cada estágio;sábado, 24 de novembro de 12
  5. 5. Princípios Tornar explícitas as políticas sendo seguidas; Medir e gerenciar o fluxo, para poder tomar decisões bem embasadas, além de visualizar as consequências dessas decisões; Identificar oportunidades de melhorias, criando uma cultura Kaizen, na qual a melhoria contínua é responsabilidade de todos.sábado, 24 de novembro de 12
  6. 6. sábado, 24 de novembro de 12
  7. 7. 10 passos Visualizar o fluxo de trabalho Limitar o trabalho em progresso Estabelecer políticas explícitas para garantia de qualidade Ajustar cadênciasábado, 24 de novembro de 12
  8. 8. Passo 5: Medir o fluxo Diagramas de Fluxo Cumulativo Tempo de Ciclo Índices de Defeitos Itens Bloqueados. Diagrama de Fluxo Cumulativosábado, 24 de novembro de 12
  9. 9. Medir Fluxosábado, 24 de novembro de 12
  10. 10. Passo 6: Priorização A prioridade deve ser estabelecida pelo maior custo de atraso Riscos e incertezas: obtenha informações o mais cedo possível, para apoiar decisões de alto risco e de alto impacto; Necessidades básicas: infraestrutura do projeto etc.; Tamanho equilibrado: misture histórias de diferentes tamanhos para manter um fluxo constante; Tipos de história equilibrados: misture histórias funcionais e não- funcionais para garantir um fluxo constante de valor; Dependências: trate dependências proativamente, para que o trabalho não fique impedido.sábado, 24 de novembro de 12
  11. 11. Passo 7: Identificação de classes de serviço Histórias de Usuário (Pequenas, Médias e Grandes); Defeitos (Cosméticos, Críticos e Impeditivos); Relatórios Manuais; Edições Textuais; Tarefas de Suporte; Instalação.sábado, 24 de novembro de 12
  12. 12. Tipos de Visualização para classe de serviço:sábado, 24 de novembro de 12
  13. 13. Passo 8: Gerenciamento do Fluxo Aliviando gargalos Introduzindo buffers Planejando entregas Experimente!sábado, 24 de novembro de 12
  14. 14. Passo 9: Estabelecer SLAs Estabelecer níveis de serviços: Média, Prazo máximo ... Pode ser por realizado usando as classes de serviço.sábado, 24 de novembro de 12
  15. 15. Passo 10: Melhoria contínua "Mude suas políticas; não as quebre". Cadência regular de retrospectivas (Kaizen)sábado, 24 de novembro de 12
  16. 16. Obrigadosábado, 24 de novembro de 12

×