• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Lição 4 - Esmirna, a igreja confessante e mártir
 

Lição 4 - Esmirna, a igreja confessante e mártir

on

  • 5,730 views

 

Statistics

Views

Total Views
5,730
Views on SlideShare
2,365
Embed Views
3,365

Actions

Likes
0
Downloads
104
Comments
0

9 Embeds 3,365

http://ailtonsilva2000.blogspot.com.br 3261
http://ailtonsilva2000.blogspot.com 50
http://ailtonsilva2000.blogspot.pt 34
http://www.blogger.com 11
http://ailtonsilva2000.blogspot.co.uk 3
http://ailtonsilva2000.blogspot.jp 2
http://webcache.googleusercontent.com 2
http://ailtonsilva2000.blogspot.de 1
http://www.ailtonsilva2000.blogspot.com.br 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Lição 4 - Esmirna, a igreja confessante e mártir Lição 4 - Esmirna, a igreja confessante e mártir Presentation Transcript

    • PROPOSTA DA LIÇÃO• A igreja que teve o rosto de Cristo. A cidade não;• A cidade era rica e soberba, mas a igreja era pobre e florescida;• A igreja confessional e mártir. Professavam a Cristo;• Jesus conhecia todas as necessidades desta igreja;• A igreja que esteve diante dos olhos do Primeiro e do Último;• A igreja que esteve diante dos olhos do que foi Morto e Reviveu;• A igreja que esteve diante da tribulação;• A igreja que esteve diante dos ataques internos;• Os falsos judeus, os da sinagoga do inimigo, estavam ao derredor;• Igreja diante das torturas e prisões. Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
    • ESMIRNA, A IGREJA CONFESSANTE E MÁRTIR VERDADEIROS CRENTES PRESOS FALSOS CRENTES EM LIBERDADE VIVER PELA FÉ OU MORRER PELA FÉ?CIDADE RICA – IGREJA POBRE OU VICE-VERSA?PRISÕES ROMANAS – ANTE-SALAS DO TÚMULO Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
    • INTRODUÇÃO• A aparente tranqüilidade não pode iludir a Igreja de Cristo;• A igreja de Esmirna se tornou um exemplo para todas as outras.a) A cidade:• Terra natal de Homero e de Policarpo (mártir, discípulo de João);• Atual Izmir, resistente ao Cristianismo, a cara do mundo, idólatra;• Judeus contrário ao Evangelho e gentios fiéis a Roma;• Cidade rica, grande produtora de mirra. Ao norte de Éfeso e rival;• Famosa pelos jogos atléticos. Possuía um porto marítimo próspero;• Local da construção do templo erguido ao imperador Tibério. Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
    • INTRODUÇÃOb) Igreja:• Fruto do trabalho missionário de Paulo. Tinha o rosto de Cristo;• Não calaram sua voz, pois ela clamava pelo justo juiz;• Perseguida, sofredora, pobre e caluniada. Enfrentou a própria morte;• Esmiuçada e embalsamada em perfumes;• Igreja subterrânea, pressionada (thlipsis – tribulação);• Mesmo pressionada se manteve nas regiões celestiais em Cristo;• Recebeu elogios de Jesus juntamente com a igreja de Filadélfia;• Somente Jesus era capaz de enxergar sua riqueza;• Recebeu a promessa de não conhecer o dano da segunda morte. Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
    • I – ESMIRNA, UMA IGREJA MÁRTIR1. ESMIRNA, UMA CIDADE SOBERBA.• Esmirna, inferior a Éfeso e Laodicéia, mas se vangloriava;• Seu porto era próspero. Adoravam imperadores e vários deuses;• Venceu a guerra idólatra: ganhou o templo para Tibério (imperador).2. A IGREJA EM ESMIRNA – SOMENTE JESUS PARA VER RIQUEZA.• Alcançada pelo Evangelho durante a estadia de Paulo em Éfeso;• Igreja pobre e perseguida inserida na cidade vaidosa e próspera;• Não recebeu palavras de repreensão, mas de encorajamento.3. ESMIRNA, CONFESSANTE E MÁRTIR.• Sustentou seu testemunho até o fim. Não negociou sua fidelidade;• Defenderam, viveram e morreram pela fé. Não adoraram o imperador;• Jesus passou por isto e soube como fortalecê-los. Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
    • II – APRESENTAÇÃO DO MISSIVISTA1. O PRIMEIRO E O ÚLTIMO.• Jesus se apresentou como o Primeiro e o Último (Ap 2.8);• Se revelou no meio da igreja e não às margens dela (Ap 2.1);• Estava presente e observando tudo;• Primeiro: Alfa, Criador de tudo, “o que é, era e o que há de vir”;• Último: O Ômega, Supremo Juiz, o que guia, controla e julga;• Os perseguidores estavam com os seus dias contados.2. ESTEVE MORTO E TORNOU A VIVER (AP 2.8).• Seriam lançados na prisão para serem postos à prova (Ap 2.19);• Não deveriam temer, pois a ressurreição e a vida estavam com eles;• Os perseguidores tinham poder somente para matar o corpo físico;• A morte física não é o fim para os que professam a fé em Jesus. Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
    • III – AS CONDIÇÕES DA IGREJA EM ESMIRNA1. TRIBULAÇÃO (AP 2.9) – PREVISTA POR JESUS (Jo 16.33).• Eles se refugiavam na paz que excede todo o entendimento (Fp 4.7);• Perseguição: governamental, econômica, religiosa, física e satânica.2. POBREZA – Jesus atestou a pobreza de Esmirna (Ap 2.9);• Igreja espremida, sofrida, perseguida e acuda na terra.• Jesus foi o único capaz de enxergar riqueza naquela situação.3. ATAQUES DOS FALSOS CRENTES.• A igreja enfrentava ataques vindo de falsos crentes (judeus);• Disseminavam ensinamentos, heresias e confusões (Ap 2.9).4. OS CRENTES EM PRISÃO.• Pobreza, tribulações, ataques e prisões (ante-sala do túmulo);• Os romanos não sustentavam prisioneiros, apenas torturavam. Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
    • CONCLUSÃO E OBJETIVOS DA LIÇÃO• Como não temer a angustia da primeira morte, como os de Esmirna?• Somente conhecendo a natureza da segunda morte e seus danos.1) Identificar as principais características da igreja de Esmirna:• Igreja pobre e perseguida inserida na cidade vaidosa e próspera;• Sustentou seu testemunho até o fim. Não negociou sua fidelidade;• Defenderam, viveram e morreram pela fé. Não adoraram.2) Descrever como Jesus se apresentou à igreja de Esmirna:• Jesus se apresentou como o Primeiro e o Último (Ap 2.8).• Não deveriam temer, pois a ressurreição e a vida estavam com eles.3) Saber as condições da cidade de Esmirna:• Cidade próspera, idólatra e orgulhosa. Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
    • ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL Contato: ailtonsilva2000@yahoo.com.br@hotmail.com.blogspot.comfacebook Álvares Machado (SP) 2º trim. 2012 Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério Belém – Setor 42 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP