Livemocha parte 2

495 views
434 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
495
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Livemocha parte 2

  1. 1. Universidade Federal de Minas Gerais Escola de Ciência da InformaçãoDepartamento de Teoria e Gestão da Informação Alunos: Adrileia de Moura Lima Ana Clara Ribeiro Rocha Elizangela do Nascimento Janaína de Sousa Alves Belo Horizonte 2012
  2. 2. Avaliação de usabilidade Inspeção
  3. 3. Usabilidade• É a facilidade de uso que as pessoas podem empregar uma ferramenta ou objeto a fim de realizar uma tarefa específica;• Usabilidade é o fator que define o quanto os produtos são fáceis de usar, levando em consideração a sua eficiência e se é agradável do ponto de vista do usuário final. Isso é necessário para melhorar a interação entre o produto e as pessoas que utilizarão o mesmo, sendo assim, permitindo que o usuário possa trabalhar neste produto (software, web sites, etc.) de qualquer lugar.
  4. 4. LivemochaO Livemocha é uma rede social que ofereceuma combinação de aprendizagem online deidiomas e prática com falantes nativos, naqual as pessoas ensinam e aprendem umascom as outras.
  5. 5. Fazer o usuário pensar é indício de que algo não está bom...
  6. 6. BreadcrumbsOs breadcrumbs também são uma ajudavisual eficaz que indica a localização dousuário dentro da hierarquia do site,tornando-se uma grande fonte deinformação contextual
  7. 7. Previsão de errosPrevisão de erros
  8. 8. Percurso CognitivoA interface permite ao usuário executar asações de modo simples. Não há grandescomplicações em se localizar as informaçõesdesejadas e desse modo pode-se darsequência as tarefas iniciadas em outromomento. Considera-se isso muito importanteuma vez que a Rede Livemocha é destinadaprincipalmente ao ensino de idioma.
  9. 9. Inspeção de Consistência• Em todo o site observa-se uniformidade no uso de cores, fontes. A terminologia não exige grande esforço do usuário para a interação no que é proposto pela rede.• Formas de entrada e saída são semelhantes ao modelo estabelecido na rede, não apresenta maiores transtornos aos seus usuários.
  10. 10. Inspeção de Consistência• Possui uma opção de ajuda nos principais idiomas. Localizada no rodapé da página, pouco visível, embora apareça em praticamente todo o site. Essa opção também está na página de cursos, pode-se também solicitar suporte através de um formulário que é enviado online com promessa de contato em até 48 horas.
  11. 11. Uso das convenções da Internet
  12. 12. Uso das convenções da internet
  13. 13. Avaliação da Arquitetura da InformaçãoArquitetura da Informação é a arte e a ciênciade estruturar e organizar ambientes deinformação para ajudar as pessoas asatisfazerem suas necessidades de informaçãode forma efetiva. (SteveTobs apud Marion)
  14. 14. Arquitetura da Informação• A avaliação da arquitetura da informação é feita, principalmente, por análise da estrutura da informação utilizando método de verificação heurística.
  15. 15. Heurísticas de Louis Rosenfeld• Na página principal o usuário que utiliza o site com regularidade consegue navegar e localizar o conteúdo desejado, permite-se uma memorização da disposição das informações.• No entanto um usuário inexperiente pode encontrar alguma dificuldade, pois há muitas informações numa mesma tela.
  16. 16. Excesso de informações
  17. 17. Em todo o site não há imagens ou textos publicitários
  18. 18. Interface de busca• Na proposta da rede social Livemocha, não há uma interface de busca.
  19. 19. Navegação Contextual• Está claro para o usuário a localização em que se encontra no site e onde está. Porém não foi localizado um mapa do site no Livemocha.
  20. 20. Navegação Global• Não são necessários muitos cliques para se atingir os objetivos no site. Para começar um curso, com dois cliques é possível o usuário iniciar a tarefa.• Os rótulos no site não são enganosos, estão de acordo com o informado.
  21. 21. Acessibilidade
  22. 22. ConceitoAcessibilidade é definida como “a condição parautilização com segurança e autonomia, total ouassistida, dos espaços mobiliários e equipamentosurbanos, das edificações, dos serviços detransporte e dos dispositivos, sistemas e meios decomunicação e informação por uma pessoa comdeficiência ou com mobilidade reduzida” (ABNT –NBR9050). Ou seja, é a ideia de um mundo semobstáculos, tanto para a locomoção, quanto para acomunicação!
  23. 23. ConceitoAcessibilidade é um novo nome para o “direitode ir e vir” para cerca de 24 milhões debrasileiros com algum tipo de deficiência(14,5% da população). E esse número é aindamaior se contarmos os 8% da população, quesão idosos e as pessoas com limitaçõestemporárias, como gestantes e obesos.
  24. 24. Diretrizes• e-MAG 3.0 -> Terceira versão do Modelo de Acessibilidade para o Governo Eletrônico, lançada em dezembro de 2005, contendo alterações sugeridas durante a Consulta Pública;• WCAG 2.0 -> (Web Content Accessibility Guidelines) – Normas internacionais.
  25. 25. Avaliação Acessibilidade Livemocha
  26. 26. WCAGNível de prioridade Significado da prioridade Nível de Conformidade (conforme atendimento a todas as recomendações de cada prioridade)Prioridade 1 Requisitos básicos A AA AAA para acessibilidade X X XPrioridade 2 Remoção de X X significativas barreiras de acessibilidadePrioridade 3 Melhoria do acesso X ao conteúdo
  27. 27. Livemocha acessível?• O site não fornece alternativas para conteúdo sonoro e visual;• O conteúdo não é apresentado de diferentes formas;• Não fornece auxílios de navegação para orientar os usuários;• As funções não estão disponíveis pelo teclado.
  28. 28. Livemocha acessível?• Há a possibilidade de incluir legendas e transcrições nos vídeos;• No entanto, não há descrições para os vídeos;• Textos dos hiperlinks fazem sentido fora do contexto;• Não há cabeçalhos, listas e uma estrutura consistente;• Não há texto para locais clicáveis em mapas.
  29. 29. Conclusão• A partir da análise do Livemocha e pesquisa a respeito de usabilidade e acessibilidade, podemos perceber que o Livemocha atende aos critérios da usabilidade;• Entendemos que o Livemocha atende à alguns critérios de acessibilidade.• Por outro lado, percebemos que na maioria das diretrizes analisadas utilizando o WCAG 2.0, o Livemocha deixa a desejar, não podendo assim, ser classificado como acessível.
  30. 30. Referências bibliográficas• Blog “Azclick”. Possui textos sobre usabilidade e outros assuntos. Disponível em: <http://blog.azclick.com.br/usabilidade-desde-sempre- para-sempre/>. Acesso em: 06 jan. 2013.• Dicas rápidas para construir websites acessíveis. Disponível em: <http://www.w3.org/WAI/References/QuickTips/qt.br.htm>. Acesso em:• Livemocha. Disponível em: <http:// www.livemocha.com>. Acesso em: 05 jan. 2013.• Mundo acessível. Possui informações sobre acessibilidade e outros assuntos. Desenvolvido por Isabel Cristina Hammes e Pedro Antonio Silvério Lobo Mendonça. Disponível em: <http://www.mundoacessivel.com.br/tag/definicao-de-acessibilidade/>. Acesso em: 07 jan. 2013.• ROSA, Renato. Usabilidade: conceito, aplicações e testes. 2006. Disponível em: <http://www.slideshare.net/wudrs/palestra-usabilidade-conceito- aplicaes-e-testes-de-renato-rosa>. Acesso em: 01 jan. 2013.
  31. 31. Referências bibliográficas• Web Content Accessibility Guidelines. Possui as diretrizes do WCAG 2.0. 2008. Disponível em: <http://www.w3.org/TR/WCAG/>. Acesso em: 05 jan. 2013.• Chec

×