Your SlideShare is downloading. ×
0
Arquitetura de  Informação:  Card Sorting ©2012 Cláudio Diniz Alves e Janicy Rocha
•	Categorizar, ou classificar, é agrupar  entidades ou coisas por semelhança.•	Categorizar é o processo cognitivo de divid...
Categorização é quase sempre     um processo inconsciente                                     caixas sólidas              ...
Esquemas de categorização1. Ambíguos2. Exatos              Érico Fernandes Fileno. MSc – Designer de Interação /          ...
Esquemas de categorizaçãoAmbíguosPor assunto: divide a informação emdiferentes tipos, diferentes modelos ouperguntas.Ex.: ...
Esquemas de categorizaçãoAmbíguosPor tarefa: organiza a informação emconjuntos de ações. Usado bastante emsoftwares.Ex.: M...
Esquemas de categorizaçãoAmbíguosPor público-alvo: indicado para customizarconforme as diferenças do público-alvo.Ex.: Loj...
Esquemas de categorizaçãoAmbíguosPor metáfora: indicado para orientar o usuárioem algo novo baseando-se em algo familiarpa...
Esquemas de categorizaçãoExatosAlfabeto: indicado para grande conjunto deinformações e público variado.Ex.: Dicionário, Li...
Esquemas de categorizaçãoExatosTempo: indicado para mostrar a ordemcronológica dos eventos.Ex: Livros de história, Guia de...
Esquemas de categorizaçãoExatosLocalização: compara informações vindas dediferentes locais.Ex.: Previsão do tempo, pesquis...
Esquemas de categorizaçãoExatosSequência: organiza os itens por ordem degrandeza. Indicado para conferir valor ou pesoa in...
Desafios da categorizaçãoO mesmo conjunto de informações pode serorganizadade várias formas, seguindo váriosesquemas difer...
Desafios da categorizaçãoSegundo Nielsen (2004), um erro nos sites eintranets é estruturar a informação baseadoem como a e...
O que éCard Sorting?
•	Método usado na AI e na usabilidade que tem por objetivo pesquisar como usuários (público- alvo) agrupam informações de ...
•	Card sorting é uma técnica de categorização de  cartões.•	O objetivo é criar um sistema de organização de  conteúdo que ...
OBJETIVOS•	Avaliar a qualidade da AI e suas categorias;•	Verificar como usuários inexperientes e experientes podem acessar...
OBJETIVOS•	Averiguar como diferentes grupos de pessoas nomeiam as categorias de primeiro nível;•	Descobrir os itens que sã...
ETAPASO Card sorting pode tanto ser realizado noinício da fase de Arquitetura de Informação doprojeto para levantar como o...
TIPOS DE CARD SORTING•	Aberto: o usuário agrupa livremente os itens criados criando o número de categorias que achar melho...
COMO FAREMOS?Formaremos 3 ou 4 grupos.Cada grupo deverá agrupar os cartões do jeito queachar mais lógico e que reflita sua...
COMO FAREMOS?A ideia é identificar quais são os cartões que devemservir como grupo, itens do grupo e sub-itens.Parâmetros ...
Vídeo
Vídeo
AtividadePrática emGrupos
Ai ad aula 6_atividadecardsorting
Ai ad aula 6_atividadecardsorting
Ai ad aula 6_atividadecardsorting
Ai ad aula 6_atividadecardsorting
Ai ad aula 6_atividadecardsorting
Ai ad aula 6_atividadecardsorting
Ai ad aula 6_atividadecardsorting
Ai ad aula 6_atividadecardsorting
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Ai ad aula 6_atividadecardsorting

229

Published on

Aula sobre card sorting.

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
229
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
15
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Ai ad aula 6_atividadecardsorting"

  1. 1. Arquitetura de Informação: Card Sorting ©2012 Cláudio Diniz Alves e Janicy Rocha
  2. 2. • Categorizar, ou classificar, é agrupar entidades ou coisas por semelhança.• Categorizar é o processo cognitivo de dividir as experiências do mundo em grupos de entidades, para construir uma ordem do mundo físico e social que o ser humano participa e atua.• Categorização é um mecanismo cognitivo fundamental que simplifica a interação do indivíduo com o ambiente em que vive. Érico Fernandes Fileno. MSc – Designer de Interação / Instituto Faber-Ludens de Design de Interação
  3. 3. Categorização é quase sempre um processo inconsciente caixas sólidas quadrados lilás blocos rosa esferas pequenas círculos verdes bolinhas montanhas altesQuando definimos categorias, triângulos pretosescolhemos quais atributos ou figuras pontiagudaspropriedades a destacar
  4. 4. Esquemas de categorização1. Ambíguos2. Exatos Érico Fernandes Fileno. MSc – Designer de Interação / Instituto Faber-Ludens de Design de Interação
  5. 5. Esquemas de categorizaçãoAmbíguosPor assunto: divide a informação emdiferentes tipos, diferentes modelos ouperguntas.Ex.: Página Amarelas, Supermercado, Editorias Érico Fernandes Fileno. MSc – Designer de Interação / Instituto Faber-Ludens de Design de Interação
  6. 6. Esquemas de categorizaçãoAmbíguosPor tarefa: organiza a informação emconjuntos de ações. Usado bastante emsoftwares.Ex.: Menu aplicativos do Windows (Salvar,Abrir, Editar,...) Érico Fernandes Fileno. MSc – Designer de Interação / Instituto Faber-Ludens de Design de Interação
  7. 7. Esquemas de categorizaçãoAmbíguosPor público-alvo: indicado para customizarconforme as diferenças do público-alvo.Ex.: Loja de departamento (masculino,feminino, etc..)
  8. 8. Esquemas de categorizaçãoAmbíguosPor metáfora: indicado para orientar o usuárioem algo novo baseando-se em algo familiarpara ele.Ex.: Desktop do computador (baseado em umamesa de trabalho)
  9. 9. Esquemas de categorizaçãoExatosAlfabeto: indicado para grande conjunto deinformações e público variado.Ex.: Dicionário, Lista Telefônicas, Enciclopédia,etc... Érico Fernandes Fileno. MSc – Designer de Interação / Instituto Faber-Ludens de Design de Interação
  10. 10. Esquemas de categorizaçãoExatosTempo: indicado para mostrar a ordemcronológica dos eventos.Ex: Livros de história, Guia de TV, histórico denotícias, etc... Érico Fernandes Fileno. MSc – Designer de Interação / Instituto Faber-Ludens de Design de Interação
  11. 11. Esquemas de categorizaçãoExatosLocalização: compara informações vindas dediferentes locais.Ex.: Previsão do tempo, pesquisa política,etc... Érico Fernandes Fileno. MSc – Designer de Interação / Instituto Faber-Ludens de Design de Interação
  12. 12. Esquemas de categorizaçãoExatosSequência: organiza os itens por ordem degrandeza. Indicado para conferir valor ou pesoa informação.Ex: Lista de preços, Top List Musical, etc... Érico Fernandes Fileno. MSc – Designer de Interação / Instituto Faber-Ludens de Design de Interação
  13. 13. Desafios da categorizaçãoO mesmo conjunto de informações pode serorganizadade várias formas, seguindo váriosesquemas diferentes.Se você quer que uma pessoa encontre umproduto no supermercado, os produtos devemestar dispostos da forma como as pessoasacham que estejam. Fabrício Marchezini, Karine Drumond e Leandro Alves
  14. 14. Desafios da categorizaçãoSegundo Nielsen (2004), um erro nos sites eintranets é estruturar a informação baseadoem como a empresa enxerga a sua informação(espelhamento do organograma). Fabrício Marchezini, Karine Drumond e Leandro Alves
  15. 15. O que éCard Sorting?
  16. 16. • Método usado na AI e na usabilidade que tem por objetivo pesquisar como usuários (público- alvo) agrupam informações de forma que sejam úteis para elas, fazendo que sejam criadas estruturas de organização de informação mais adequadas ao modelo mental dos usuários e à sua realidade.
  17. 17. • Card sorting é uma técnica de categorização de cartões.• O objetivo é criar um sistema de organização de conteúdo que reflita o modo de pensar dos seus usuários.• Categorizar é agrupar entidades (ideias, objetos, ações, etc.) por semelhança.• O card sorting, por si só, não determina o sistema de organização, ele informa tendências e indica direções a serem seguidas. Fabrício Marchezini, Karine Drumond e Leandro Alves
  18. 18. OBJETIVOS• Avaliar a qualidade da AI e suas categorias;• Verificar como usuários inexperientes e experientes podem acessar o conteúdo;• Observar como diferentes populações-alvo agrupam conteúdos, fazendo com que sejam criadas estruturas de organização de informação mais adequadas.
  19. 19. OBJETIVOS• Averiguar como diferentes grupos de pessoas nomeiam as categorias de primeiro nível;• Descobrir os itens que são difíceis de classificar;• Encontrar os itens que possam pertencer a mais de um grupo;• Achar terminologias que são difíceis de serem compreendidas.
  20. 20. ETAPASO Card sorting pode tanto ser realizado noinício da fase de Arquitetura de Informação doprojeto para levantar como os usuários agrupamas informações e levantar novas sugestões deconteúdo quanto no final com o objetivo devalidar uma arquitetura proposta. Em ambos oscasos pode ser aberto ou fechado. Ou seja, podepermitir ou não que os usuário sugiram novosconteúdos.
  21. 21. TIPOS DE CARD SORTING• Aberto: o usuário agrupa livremente os itens criados criando o número de categorias que achar melhor.• Fechado: as categorias são previamente criadas e rotuladas pelo pesquisador e o usuário apenas agrega itens a grupos preexistentes.
  22. 22. COMO FAREMOS?Formaremos 3 ou 4 grupos.Cada grupo deverá agrupar os cartões do jeito queachar mais lógico e que reflita suas necessidades.Os grupos deverão, na medida do possível, chegara um acordo com relação aos agrupamentos finais.
  23. 23. COMO FAREMOS?A ideia é identificar quais são os cartões que devemservir como grupo, itens do grupo e sub-itens.Parâmetros hierárquicos, de semelhança etc.Exemplo:  Felino Gato YSiamês YAngorá Leão Tigre
  24. 24. Vídeo
  25. 25. Vídeo
  26. 26. AtividadePrática emGrupos
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×