• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Diferença entre aterros sanitários e lixeiras
 

Diferença entre aterros sanitários e lixeiras

on

  • 6,455 views

 

Statistics

Views

Total Views
6,455
Views on SlideShare
6,348
Embed Views
107

Actions

Likes
0
Downloads
38
Comments
0

3 Embeds 107

http://www.slideshare.net 102
http://projectossoltos.blogspot.com 4
http://projectossoltos.blogspot.pt 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Diferença entre aterros sanitários e lixeiras Diferença entre aterros sanitários e lixeiras Presentation Transcript

    • Diferença entre aterros sanitários e lixeiras
      Trabalho realizado por:
      Daniela Vasconcelos nº4
      Soraia Vasconcelos nº14
      8ºC
    • Lixeiras
      Nas lixeiras são depositados todos os tipos de lixo; qualquer pessoa pode lá depositar o que quiser, uma vez que não há vedação nem portaria de modo a controlar o acesso à lixeira.
      O lixo é depositado directamente no solo (sem qualquer isolamento). Assim sendo, as águas poluentes (lixiviados) infiltram-se no solo e escorrem para as linhas de água e os gases libertados pela fermentação do lixo (biogás), são directamente libertados para a atmosfera.
    • Aterros sanitários
      Num aterro sanitário, apenas são depositados certos tipos de lixo.
      Há aterros para lixo doméstico e outros para resíduos industriais.
      Os aterros são espaços totalmente vedados e com acesso através de uma portaria de modo a identificar e autorizar ou não, a deposição dos resíduos.
    • Aterros sanitários
      Toda a área, onde se deposita o lixo, está impermeabilizada, de modo a que não haja infiltrações poluentes no solo.
      Os lixiviados são retirados da área do aterro e enviados para uma ETAR onde serão tratados. O mesmo se passa com o biogás, que também é retirado e tratado, podendo mesmo ser feito o aproveitamento energético desses gases.