Astecas Incas e Maias

22,843 views
22,740 views

Published on

2 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
22,843
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,795
Actions
Shares
0
Downloads
430
Comments
2
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Astecas Incas e Maias

  1. 1. O Mundo Colonial Ten Ubirajara
  2. 2. <ul><li>Expansão Marítima </li></ul><ul><li>Revolução Comercial </li></ul><ul><li>Ásia, África e AMÉRICA. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>MERCANTILISMO – Pacto Colonial </li></ul><ul><li>Exploração dos nativos americanos. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>OS PRIMÓRDIOS DA AMÉRICA PRÉ-COLOMBIANA </li></ul><ul><li>Alóctones - não são naturais do continente americano. </li></ul><ul><li>Observe o esquema: </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Origens </li></ul>Hipótese 1 : Estreito de Bering Hipótese 2 : Via Marítima <ul><li>Civilizações </li></ul>Astecas Maias Incas Quadro Comparativo <ul><li>Brasil Antes de Cabral </li></ul>Grupos Indígenas
  6. 6. Índice Brasil Antes de Cabral
  7. 7. Índice Brasil Antes de Cabral <ul><li>Primitiva de subsistência </li></ul><ul><li>Ocupação há 56 mil anos (Guidon, N.) </li></ul><ul><li>Ver pág. 225. </li></ul><ul><li>Diferenças Tribais </li></ul><ul><li>Politeísta Natural </li></ul><ul><li>Mulher : agricultura, casa e filhos </li></ul><ul><li>Homem : caça, armas, mato </li></ul>
  8. 8. Índice Brasil Antes de Cabral Europeus Tupi ( Tupinambás , Tupiniquins. Carijós, Goitacás) Habitantes Moral Cristã Bestas do Paraíso Mercantilismo
  9. 9. A teoria mais aceita é de que os humanos teriam passado por este estreito quando esta ponte estava coberta de gelo (antes do degelo do VIII milênio a.C.), entre 47 e 27 mil anos atrás Iniciar animação ORIGENS
  10. 10. Hipótese 1
  11. 11. Hipótese 1
  12. 12. Hipótese 1
  13. 13. Hipótese 1
  14. 14. Hipótese 1
  15. 15. Hipótese 1
  16. 16. Hipótese 1
  17. 17. Hipótese 1
  18. 18. Hipótese 1
  19. 19. Hipótese 1
  20. 20. Hipótese 1
  21. 21. Hipótese 1
  22. 22. Hipótese 1
  23. 23. Hipótese 1
  24. 24. Hipótese 1
  25. 25. Hipótese 1
  26. 26. Astecas Hipótese 1
  27. 27. Hipótese 1
  28. 28. Hipótese 1
  29. 29. Hipótese 1
  30. 30. Hipótese 1
  31. 31. Hipótese 1
  32. 32. Hipótese 1
  33. 33. Hipótese 1
  34. 34. Hipótese 1
  35. 35. Hipótese 1
  36. 36. Hipótese 1
  37. 37. Hipótese 1
  38. 38. Hipótese 1
  39. 39. Hipótese 1
  40. 40. Hipótese 1
  41. 41. Hipótese 1
  42. 42. Hipótese 1
  43. 43. Hipótese 1
  44. 44. Hipótese 1
  45. 45. Maias Hipótese 1
  46. 46. Hipótese 1
  47. 47. Hipótese 1
  48. 48. Hipótese 1
  49. 49. Hipótese 1
  50. 50. Hipótese 1
  51. 51. Hipótese 1
  52. 52. Hipótese 1
  53. 53. Hipótese 1
  54. 54. Hipótese 1
  55. 55. Hipótese 1
  56. 56. Hipótese 1
  57. 57. Hipótese 1
  58. 58. Hipótese 1
  59. 59. Hipótese 1
  60. 60. Hipótese 1
  61. 61. Hipótese 1
  62. 62. Hipótese 1
  63. 63. Hipótese 1
  64. 64. Hipótese 1
  65. 65. Hipótese 1
  66. 66. Hipótese 1
  67. 67. Hipótese 1
  68. 68. Hipótese 1
  69. 69. Hipótese 1
  70. 70. Hipótese 1
  71. 71. Hipótese 1
  72. 72. Hipótese 1
  73. 73. Hipótese 1
  74. 74. Hipótese 1
  75. 75. Hipótese 1
  76. 76. Hipótese 1
  77. 77. Hipótese 1
  78. 78. Hipótese 1
  79. 79. Hipótese 1
  80. 80. Hipótese 1
  81. 81. Hipótese 1
  82. 82. Hipótese 1
  83. 83. Hipótese 1
  84. 84. Hipótese 1
  85. 85. Hipótese 1
  86. 86. Hipótese 1
  87. 87. Hipótese 1
  88. 88. Hipótese 1
  89. 89. Hipótese 1
  90. 90. Hipótese 1
  91. 91. Hipótese 1
  92. 92. Hipótese 1
  93. 93. Hipótese 1
  94. 94. Hipótese 1
  95. 95. Hipótese 1
  96. 96. Hipótese 1
  97. 97. Hipótese 1
  98. 98. Hipótese 1
  99. 99. Hipótese 1
  100. 100. Hipótese 1
  101. 101. Hipótese 1
  102. 102. Incas Hipótese 1
  103. 103. Hipótese 1
  104. 104. Hipótese 1
  105. 105. Hipótese 1
  106. 106. Hipótese 1
  107. 107. Hipótese 1
  108. 108. Hipótese 1
  109. 109. Hipótese 1
  110. 110. Hipótese 1
  111. 111. Hipótese 1
  112. 112. Hipótese 1
  113. 113. Hipótese 1
  114. 114. Hipótese 1
  115. 115. Hipótese 1
  116. 116. Hipótese 1 Índice
  117. 117. Hipótese 2
  118. 118. Hipótese 2
  119. 119. Hipótese 3 Índice
  120. 120. Astecas Índice
  121. 121. Índice
  122. 122. Índice Monarquia Hereditária Conselho De Guerreiros, Sacerdotes e Bairros Origem Divina Auxilia na Administração e Fiscalização
  123. 123. Índice   Economia Sociedade Religião -Agricultura -Caça -Pesca -Hierárquica com mobilidade social (Havia escravidão) -Tributária -Politeísta -Deuses Naturais e Astrais -Sacrifício Humano Astecas
  124. 124. Índice Quetzalcoatl Retornará a terra para tomar posse do que lhe pertence e neste dia o mundo acabará. Serpente Emplumada
  125. 125. Índice
  126. 126. Índice Guerreiro-Jaguar
  127. 127. A Capital , TenochTitlan Índice
  128. 128. Índice O Sol, Senhor da Terra Um dos quatro Mundos anteriores Os 20 dias do Mês Pedra do Sol
  129. 129. Índice As portas e janelas eram trapezóides Casa Asteca
  130. 130. Índice <ul><li>Pegue uma vítima </li></ul><ul><li>Aplique-lhe um golpe de machado no peito </li></ul><ul><li>Arranque-lhe o coração </li></ul><ul><li>Arranque a cabeça da vítima </li></ul><ul><li>Tire toda a sua pele e vista no sacerdote </li></ul><ul><li>Depois é só servir a carne para todos os presentes </li></ul>Como preparar uma deliciosa vítima ao modo Asteca
  131. 131. Incas Índice Wiracocha Criador E Ordenador
  132. 132. Índice Incas Colômbia Ar gentina Paraguai Brasil Herdeiros dos Nazcas, mochicas, chavin, chimus...
  133. 133. Índice   Economia Sociedade Religião Agricultura Criação de Animais Artesanato Hierárquica (hereditária) com Servidão Coletiva Politeísta Deuses Astrais e Naturais Astrologia Sacrifício de Animais e humanos Incas
  134. 134. <ul><li>O Imperador era Filho do Sol ( para manter a linhagem costumava casar com a própria Irmã ) </li></ul><ul><li>700 idiomas (Mais falado era o Quíchua) </li></ul><ul><li>Não possuíam escrita organizada </li></ul>Incas Índice
  135. 135. Índice
  136. 136. Índice
  137. 137. Índice
  138. 138. Quadro Comparativo das Culturas Meso-americanas Astecas Maias Incas Agricultura, Pesca e Caça Agricultura Rudimentar Agricultura, Animais Domésticos Artesanato Índice Economia
  139. 139. Quadro Comparativo das Culturas Meso-americanas Astecas Maias Incas Hierarquizada com Mobilidade, Tributária, com escravidão Cidades-estado, com escravidão Hierarquizada com servidão coletiva Índice Sociedade
  140. 140. Quadro Comparativo das Culturas Meso-americanas Astecas Maias Incas Politeístas, Deuses Astrais e Naturais, Sacrifícios Humanos Politeístas, Deuses Astrais e Naturais, Sacrifícios Humanos Politeístas, Deuses Astrais e Naturais, Sacrifícios Humanos e de Animais Índice Religião
  141. 141. <ul><li>MAIAS </li></ul>
  142. 145. <ul><li>COLONIZAÇÃO DA AMÉRICA </li></ul><ul><li>Colônia de Exploração: plantation (monocultura, latifúndio, mão-de-obra escrava e produção voltada para o mercado externo). Ex.: Brasil. Metrópole – Portugal. </li></ul><ul><li>Colônia de Povoamento: formada por povos que migraram de seu país de origem por causa de problemas políticos e religiosos. Ex.: Colônias do Norte (EUA). Metrópole – Inglaterra. </li></ul>
  143. 146. <ul><li>A AMÉRICA ESPANHOLA </li></ul><ul><li>- Colônia de Exploração. </li></ul><ul><li>- Jesuítas: cristianizar e “europeizar” os povos nativos. </li></ul><ul><li>- Extrair toda matéria-prima que poderia ser manufaturada na Europa. </li></ul><ul><li>- Busca de metais preciosos – ouro e prata. </li></ul>
  144. 147. <ul><li>COLONIZADORES ESPANHÓIS </li></ul><ul><li>- Hernán Cortez - México </li></ul><ul><li>- Francisco Pizarro e Diogo Almagro - Peru </li></ul>
  145. 148. <ul><li>EXPLORAÇÃO DA MÃO-DE-OBRA INDÍGENA </li></ul><ul><li>Trabalhos compulsórios – obrigatórios </li></ul><ul><li>Mita – os indígenas eram tirados de suas comunidades para trabalhar nas minas (Potosí) por um prazo determinado e sob um pagamento irrisório. Os espanhóis se basearam no método inca e contribuiu para exterminar a população indígena. </li></ul><ul><li>Encomienda – exploração dos nativos como servos nos campos e nas minas. A Coroa encomendava a captura de indígenas a um intermediário – o encomendero – e os distribuía aos colonizadores, que recebiam o índio como seu servo. </li></ul><ul><li>- JUSTICATIVA: a mita e a encomienda deveriam ser realizada em troca de proteção e educação cristã. </li></ul>
  146. 149. <ul><li>SOCIEDADE COLONIAL ESPANHOLA </li></ul><ul><li>- CHAPETONES - espanhóis da metrópole que ocupavam altos postos militares e civis (justiça e administração), e o clero. </li></ul><ul><li>- CRIOLLOS – “cria” filhos dos espanhóis nascidos na América. Grandes proprietários e comerciantes . </li></ul><ul><li>- MESTIÇOS – indivíduos nascidos de espanhóis com indígenas, que eram em geral capatazes, artesãos e administradores. </li></ul><ul><li>- NEGROS E ÍNDIOS: totalmente subjugados. Os negros eram em número menor em relação aos índios. </li></ul>
  147. 150. <ul><li>Conselho Real e Supremo das Índias – órgão controlador da colonização, centralizado na Espanha e representado nas colônias pelos chapetones. </li></ul><ul><li>Casas de Contratação – responsável pelos negócios, arrecadação de impostos e a ligações comerciais entre metrópole e colônia se faziam pelo sistema de “porto único”. Sevilha e Cádiz (Espanha); Vera Cruz (México), Porto Belo (Panamá) e Cartagena (Colômbia). </li></ul>
  148. 151. <ul><li>ESTRUTURA ADMINISTRATIVA DA COLÔNIA: </li></ul><ul><li>- Quatro vice-reinados: importância econômica. </li></ul><ul><li>- Capitanias Gerais: áreas estratégicas </li></ul><ul><li>- Ver pág. 233. </li></ul>
  149. 152. <ul><li>AMÉRICA INGLESA </li></ul><ul><li>- Iniciou o processo de colonização no reinado de Elizabeth I (século XVI) – construção naval, comércio marítimo e atividade corsária. </li></ul><ul><li>- Ocupação das Antilhas (América Central) e América do Norte – aliança rei e burguesia. </li></ul><ul><li>Sécs. XVI e XVII – emigração de puritanos e quakers para a América do Norte. </li></ul><ul><li>- Colônia de povoamento – Norte. </li></ul><ul><li>- Colônia de exploração – Sul. </li></ul><ul><li>- Séc. XVIII – Inglaterra – potência mundial, Guerra dos Sete Anos e Guerra da Independência. </li></ul>
  150. 153. <ul><li>A Colonização de outros países na América </li></ul><ul><li>- FRANÇA </li></ul><ul><li>- Séc. XVII – dinastia dos Bourbons. </li></ul><ul><li>- Norte da América – Canadá. Extrativismo – madeiras e peles. </li></ul><ul><li>- Ocuparam a região da Lousiana, interior dos EUA. </li></ul><ul><li>- Séc. XVIII – Guerra da Sucessão Espanhola, Guerra dos Sete Anos, Revolução Francesa e guerras napoleônicas (séc. XIX) colaboraram na perca de várias colônias na América. </li></ul><ul><li>- Ver pág. 237. </li></ul>
  151. 154. <ul><li>PAÍSES BAIXOS (HOLANDA) </li></ul><ul><li>- Século XVII – criação das : </li></ul><ul><li>- Companhia das Índias Orientais (1602): explorava o comércio com a África e a Ásia. </li></ul><ul><li>- Companhia das Índias Ocidentais (1621): comércio e ocupação de regiões americanas. Nordeste brasileiro (1624-1625 e 1630-1654). </li></ul>
  152. 155. <ul><li>PORTUGAL </li></ul><ul><li>- Exploração agrícola: </li></ul><ul><li>- Sécs. XVI e XVII – cana-de-açúcar; </li></ul><ul><li>- Séc. XVIII – mineração. </li></ul>

×