Sinalização cicloviária rj ta abcp 2012
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Sinalização cicloviária rj ta abcp 2012

on

  • 667 views

Guia de planejamento cicloviário da ONG Transporte Ativo

Guia de planejamento cicloviário da ONG Transporte Ativo

Statistics

Views

Total Views
667
Views on SlideShare
667
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
6
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Sinalização cicloviária rj ta abcp 2012 Sinalização cicloviária rj ta abcp 2012 Presentation Transcript

    • O Processo de Planejamento Cicloviário no Rio de Janeiro Facilidades & Dificuldades. São Paulo, Agosto 2012
    • O Planejamento Cicloviário Carioca atinge a maioridadeDesde as primeiras infraestruturas cicloviárias em 1992, 20 anos já se passaram.O planejamento amadureceu, hoje faz parte da cidade, mas muitos desafiospermanecem.
    • Gráfico – Resumo das atividades Cicloviárias Cariocas.Em 2011 /2012 houveram também algumas leis e decretos, o evento Bici Rio, quese repetirá este ano em Setembro, e mais 147kms de infraestrutura.
    • Vontade política e técnica.O planejamento cicloviário é um dos 40 projetos estratégicos da Prefeitura para2016. Com metas de dobrar a malha cicloviária de 150 para 300kms até o final de2012 e chegar a 450kms até 2016.
    • Hoje as bicicletas fazem parte do Cenário Carioca.O desafio passa a ser como lidar com os problemas e soluções que surgem, comqualidade e segurança para todos.
    • Soluções de causar inveja à muitas cidades.
    • Mas a falta de preparo pode derrubar ciclistas.Seja porque as empresas contratadas para projetar nunca viram o assunto antescometendo erros primários.
    • Ou porque `parte do poder público / Engenharia de Trafego ainda não sabemcomo lidar com o assunto. Muitas vezes desfigurando soluções seguras e corretas.
    • Maiores dificuldades hoje no Rio:• Resquícios de rodoviarismo e desconhecimento técnico deuma nova realidade.
    • Desafio:• O que fazer quando um problema faz parte das soluções?• A bicicleta é um elemento novo para o setor de transportes e tem que ganhar seu espaço.• O espaço é muito disputado e o processo é complexo.• Todos querem palpitar, tem uma opinião e tem suas razões. Solução: Planejamento Cicloviário Participativo
    • Ciclo Rotas para o Centro do Rio.
    • Anel da Ilha.
    • O Processo e o Plano de Mobilidade.
    • Fases do Planejamento da Rede.
    • Resultado do planejamento das intervenções.
    • Infraestrutura coerente com as necessidades locais.
    • A Sociedade Civil. Planejamento Cicloviário Participativo• Em diversas situações a sociedade civil pode e deve colaborar e opinar.• Isso já acontece com sucesso no Rio de Janeiro e em outras cidades.• Os usuários de bicicletas, sociedade civil organizada e a população local são os maiores interessados no sucesso do planejamento urbano da área onde vivem e em geral estão dispostos a participar ativamente do processo.• Envolver também diversas Secretarias e Empresas da região.
    • Facilidades• Vontade política.• Grande aceitação por parte da população.• Sucesso atual da bicicleta como agente renovador das cidades ao redor do mundo. Dificuldades• Tema muito novo com grande demanda e pouca informação de qualidade e fácil compreensão.• Projetos ruins.• Projetos bons que não são aprovados.• Falta de padronização para as diversas soluções.• O tema parece simples, mas é bastante complexo.
    • Tão importante quanto o conhecimento adquirido neste workshop, é a experiência com a bicicleta.
    • É preciso conhecê-la para melhor planejar para ela. E a melhor forma é pedalando.
    • Mesmo que seja na sua rua em um domingo.
    • Ou nas ruas do Centro às 18 horas de uma sexta feira.
    • Uma pedalada até a esquina pelo bordo da via.
    • Tente vencer um cruzamento,
    • ou estacionar sua bicicleta.
    • Sinta o que o ciclista sente e ficará mais fácil planejar para eles.
    • Obrigado! Contato: contato@ta.org.br Esta apresentação está disponível em: www.ta.org.br www.ta.org.br/temp/abcp_2012.pdf 11 97532-0066 Prêmio ANTP – ABRADIBI 2005 Melhor Iniciativa de Promoção do Uso da Bicicleta.Prêmio PEDALA BRASIL 2007, Melhores Iniciativas em Prol da Mobilidade por Bicicleta.