Cultivo de oliveiras em condições
subtropicais Desafios para produção
nacional de azeites
Edna Bertoncini
Pesquisadora Cie...
Mercado brasileiro de azeites e azeitonas
A- Importação de azeites - 120%
Fonte: COI – International Olive Council - Março...
Mercado brasileiro de azeites e azeitonas
Expansão produção nacional
Aumento volume e qualidade de pesquisas sobre a cultu...
Desafios da olivicultura no Brasil
CONAB 2009: 220 mil toneladas de azeite e azeitonas importados
Considerando: espaçament...
Desafios agrícolas
B- Exigência hídrica: em torno de 200 mm ano; 600-700 mm evitar stress
hidrico Falta de água no floresc...
Desafios agrícolas
C- Condições subtropicais (calor e umidade) Crescimento vegetativo
intenso
Prejuízos
Produção ocorre em...
Reduzir problemas com crescimento vegetativo intenso
Escolha de cultivares menos vigorosos;
Poda correta, se necessário vá...
Desafios agrícolas
2- Escolha de cultivares
Exigência de menores quantidades de horas de frio para florescimento;
Cultivar...
3- Fertilidade do solo
Desafios agrícolas
Oliveira é planta rústica, pouco exigente em fertilidade do solo –
cultivos come...
Fornecimento de nutrientes suficientes para manutenção da planta, exportação
dos frutos, sem promover seu desenvolvimento ...
Desafios agrícolas
3- Fertilidade do solo
Exportação média anual de macronutrientes pela oliveira (Alfei & Panelli, 2002)
...
4- Pragas da oliveira - BRASIL
Desafios agrícolas
Saúva – Atta spp Quenquem - Acromyrmex spp
Arapuá - Trigona spinipes
Coc...
4- Pragas da oliveira (EXTERIOR) Impedir entrada no Brasil
Desafios agrícolas
Prays olea
Mosca da oliva
Batrocera oleae
De...
Desafios agrícolas
4- Doenças da oliveira - BRASIL
Antracnose
Colletrotrichum gloeosporioides
Cercospora
cladosporioides
F...
Desafios agrícolas
5- Colheita e armazenamento dos frutos – Máquinas nacionais para colheita??
Frutos
Isentos de terra;
Re...
Desafio Pesquisa
Desenvolvimento de equipamentos e máquinas nacionais para colheita e
processamento das azeitonas;
Ponto d...
Desafios agrícolas
Análises quantitativas (peso do frutos, acúmulo de óleo, resistência a destacar
da planta)
Ponto de col...
Desafios na agroindústria - Extração do azeite
O azeite está presente (Testa, 2009)
Na polpa: 16,5 – 23,5% peso fresco
Na ...
Desafios na agroindústria - Extração do azeite
Operação preliminar
Retirada de folhas e lavagem
Defeitos no azeite
Rancido...
Desafios na agroindústria - Extração do azeite
Sistema contínuo
Centrífuga
horizontal
Centrífuga
vertical
Desafios Pesquis...
Desafios na comercialização
Preço ainda pouco acessível ao grande mercado consumidor;
Produto exposto nas gôndolas de supe...
Desafios mercado consumidor
Incorporar azeite na alimentação: preço x qualidade
Conscientização do consumidor quanto a qua...
Desafios legislação – legisladores e fiscalizadores
Registro de pesticidas para cultura da oliveira;
Registro e proteção d...
Desafios Pesquisa – cadeia produtiva das oliveiras
Obtenção de cultivares adaptados as condições subtropicais;
Delimitar á...
ebertoncini@apta.sp.gov.br
www.apta.sp.gov.br/olivasp
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

"Cultivo de oliveiras em condições subtropicais Desafios para produção nacional de azeites"

3,554

Published on

1ºEncontro sobre o Plantio de Oliveiras como Agronegóciono Brasil e no Mundo

"Cultivo de oliveiras em condições subtropicais Desafios para produção nacional de azeites"
Edna Bertoncini Pesquisadora Científica -
APTA Pólo Centro Sul
site: www.apta.sp.gov.br/olivasp

Published in: Technology
1 Comment
0 Likes
Statistics
Notes
  • Yeah, and pay 3x as much money to play on a PC. No thanks, I'll stick with a console.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
3,554
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
64
Comments
1
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of ""Cultivo de oliveiras em condições subtropicais Desafios para produção nacional de azeites""

  1. 1. Cultivo de oliveiras em condições subtropicais Desafios para produção nacional de azeites Edna Bertoncini Pesquisadora Científica - APTA Pólo Centro Sul E-mail: ebertoncini@apta.sp.gov.br POAZEITE/2010 : 1º Encontro sobre o Plantio de Oliveiras como Agronegócio no Brasil e no Mundo Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo APTA - Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócio Pólo Centro Sul – Rodovia SP 127, km 30 – CP 28
  2. 2. Mercado brasileiro de azeites e azeitonas A- Importação de azeites - 120% Fonte: COI – International Olive Council - Março/2010 Importações 400 milhões de reais 86,5% CEE 13,4% Argentina B- Importação de azeitonas 45% Aumento consumo azeites e azeitonas Divulgação de benefícios da dieta mediterrânea na saúde; Produtos com preço mais acessível no mercado brasileiro; Aumento de poder aquisitivo de algumas classes sociais. Consumo azeites e azeitonas Brasil: 0,2 kg/habitante/ano Grécia; Itália e Espanha = 23 e 12 kg/habitante/ano, respectivamente
  3. 3. Mercado brasileiro de azeites e azeitonas Expansão produção nacional Aumento volume e qualidade de pesquisas sobre a cultura; Aumento consumo de azeites e azeitonas pelo mercado brasileiro; Interesse crescente de investidores no cultivo de oliveiras e produção de azeite; Norma do MAPA restrição qualidade azeites importados; Tentativas e fracassos do cultivo de oliveiras no Brasil Local de implantação inadequado as exigências da cultura: temperatura; Cultivar não adaptado as condições locais Plantio de apenas um material genético; Pacote tecnológico não adaptado as condições subtropicais; Questões mercadológicas e políticas.
  4. 4. Desafios da olivicultura no Brasil CONAB 2009: 220 mil toneladas de azeite e azeitonas importados Considerando: espaçamento entre plantas 5 x 5 m = 400 plantas/ha, e produção média de 20 kg azeitonas/planta 28 mil ha plantados para suprir consumo interno Desafios agrícolas 1- Fatores climáticos A- Temperatura: Frio para transformação de gemas vegetativas em florais Temperaturas de 5-7o C com alternância de 4 a 18o C entre dia e noite Abaixo de -12o C danos graves as plantas Acima de 35-40oC bloqueio de processo fotossintético, aborto de floração stress hidrico; uso de hormônios: resultados não conclusivos para produção co Temperatura e qualidade do azeite: Formação do fruto Temperaturas baixas: > concentração de ácido oléico e < concentrações de ácidos graxos saturados esteárico e palmítico
  5. 5. Desafios agrícolas B- Exigência hídrica: em torno de 200 mm ano; 600-700 mm evitar stress hidrico Falta de água no florescimento dificulta pegamento flores e formação de frutos Sicilia/Itália Precipitação anual: 500 e 700 mm Temperatura mínima inverno: 10o C- Ventos/ excesso de chuva Excesso chuva e vento queda de floração Excesso de umidade no florescimento não fecundação de flores (pólen abs água, incha e explode); Excesso chuva antes maturação frutos frutos maiores, com maior teor de água do que de azeite afeta qualidade do azeite.
  6. 6. Desafios agrícolas C- Condições subtropicais (calor e umidade) Crescimento vegetativo intenso Prejuízos Produção ocorre em ramos novos: excesso de ramos laterais desvia nutrientes para vegetação em detrimento da produção de frutos; Piora alternância de produção (ano ON e ano OFF) Altura elevada dificulta a colheita
  7. 7. Reduzir problemas com crescimento vegetativo intenso Escolha de cultivares menos vigorosos; Poda correta, se necessário várias vezes ao ano; controle de adubações, especialmente adubação nitrogenada. Desafios agrícolas Poda 1- Monocone 2- Vaso/taça 3- Condução errada da planta Desafio Pesquisa Encontrar manejo de poda adequado a cada cultivar e a cada situação edafo-climática
  8. 8. Desafios agrícolas 2- Escolha de cultivares Exigência de menores quantidades de horas de frio para florescimento; Cultivares menos vigorosos (redução de podas; facilita colheita); Diversificação de cultivares: evitar problemas de polinização; redução de riscos e perdas totais com pragas e doenças; Material vegetativo de viveiros idôneos: mudas sadias, inteiras (corte de ponteiro) Entrada de material vegetativo do exterior Quarentenário: impedir propagação de pragas e doenças ainda não existentes em nossas condições Cultivares mais plantados no Brasil Azeite: Arbequina; Arbosana; Picual; Koroneiki; Grapollo Mesa: Ascolana; Manzanilla Estado SP: Não há recomendação técnica ainda; falta ensaios de cultivares em diversas regiões do estado Desafio Pesquisa Melhoramento genético: cultivares menos exigentes em horas de frio; Plantas menores
  9. 9. 3- Fertilidade do solo Desafios agrícolas Oliveira é planta rústica, pouco exigente em fertilidade do solo – cultivos comerciais exige solos aerados, com boa drenagem e aeração e fornecimento adequado de nutrientes; Não tolera solos encharcados por períodos superiores a 04 semanas. Preparo e conservação do solo – cultura perene Descompactação do solo; Construção de terraços; Calagem e gessagem em área total; Ca/P: elementos de baixa mobilidade no solo Adubação orgânica: 40-50 t/ha; Plantio em sulcos ao invés de covas (concentra sistema radicular; acúmulo de água); Espaçamento adequado ao manejo da cultura.
  10. 10. Fornecimento de nutrientes suficientes para manutenção da planta, exportação dos frutos, sem promover seu desenvolvimento vegetativo intenso Exigência da cultura em maiores valores de pH e maiores teores de cálcio Calagem: até 2x a recomendação de análise de solo pH: indisponibilidade de micronutrientes: B e Zn, e precipitação do fósforo como óxido de cálcio: Recomenda-se: Boro = fonte de liberação lenta; Zn = via foliar (Melarato, 2010)
  11. 11. Desafios agrícolas 3- Fertilidade do solo Exportação média anual de macronutrientes pela oliveira (Alfei & Panelli, 2002) Cultura N P2O5 K2O CaO MgO kg ha-1 oliveira 30-50 15-30 50-100 35-70 10-20 Exportação de macronutrientes, para cada 100 kg de azeitonas produzidas 0,9 kg de N; 0,2 kg de P; 1,0 kg de K ( retirado do solo pelos - frutos) 2,7 kg de N; 0,6 kg de P; 3,0 kg de K (perdas: lixiviação/imobilização) Adubações nitrogenadas Não resposta da planta no plantio; Aumenta risco de crescimento vegetativo Desafio Pesquisa Estudo de exportação de nutrientes para diversos cultivares em diversas condições edafo-climáticas; Curvas de resposta de fertilizações.
  12. 12. 4- Pragas da oliveira - BRASIL Desafios agrícolas Saúva – Atta spp Quenquem - Acromyrmex spp Arapuá - Trigona spinipes Cochonilha Controle Inseticidas fosforados Óleo mineral Thrips ssp.
  13. 13. 4- Pragas da oliveira (EXTERIOR) Impedir entrada no Brasil Desafios agrícolas Prays olea Mosca da oliva Batrocera oleae Defeito de mosca/verme no azeite Cochonilha negra Saissetia oleae
  14. 14. Desafios agrícolas 4- Doenças da oliveira - BRASIL Antracnose Colletrotrichum gloeosporioides Cercospora cladosporioides Fumagina Capnodium; Cladosporium; Alternari 4- Doenças da oliveira - EXTERIOR Tuberculose da oliveira Pseudomonas syringae Olho de pavão Spilocaea oleagina Controle Produtos a base de cobre; Fungicidas de contato e sistêmicos; Cuidados na poda.
  15. 15. Desafios agrícolas 5- Colheita e armazenamento dos frutos – Máquinas nacionais para colheita?? Frutos Isentos de terra; Retirada de frutos estragados; Armazenamento em caixas aeradas, máximo 20-30 cm de altura; Processamento: 24-48 horas Defeito de râncido e aquecimento no azeite
  16. 16. Desafio Pesquisa Desenvolvimento de equipamentos e máquinas nacionais para colheita e processamento das azeitonas; Ponto de colheita : Índice de maturação Análises qualitativas (cor, consistência do fruto) Cultivar e condições de cultivo Desafios agrícolas 5- Colheita e armazenamento dos frutos 1- Índice de coloração frutado/polifenóis 0 = azeitona verde 1 = coloração <50% do fruto 2 = coloração >50% do fruto 3 = coloração na superfície do fruto; 4 = coloração parcial em profundidade 5 = coloração em profundidade 2- Consistência do fruto
  17. 17. Desafios agrícolas Análises quantitativas (peso do frutos, acúmulo de óleo, resistência a destacar da planta) Ponto de colheita : Índice de maturação Ponto de colheita para cada cultivar para cada condição edafo- climática Frutos mais verdes/inicio de safra: frutado verde/picante/amargo Maior valor comercial; > quantidade de polifenóis; > benefício para saúde; maior período de conservação Frutos mais maduros: frutado maduro/doce; menor período de conservação
  18. 18. Desafios na agroindústria - Extração do azeite O azeite está presente (Testa, 2009) Na polpa: 16,5 – 23,5% peso fresco Na semente: 1 – 1,5% peso fresco Localização do azeite nas células da azeitona Extração por processo mecânico ou físico, temperatura ambiente, que não cause alteração do azeite. Qualidade de azeite virgem extra depen
  19. 19. Desafios na agroindústria - Extração do azeite Operação preliminar Retirada de folhas e lavagem Defeitos no azeite Rancido, riscaldo, acético Sistema tradicional ou descontínuo Detalhe discos Misturador pasta 1 kg de pasta 1 litro de água Prensa com discos Extração mecânica pedras Separador
  20. 20. Desafios na agroindústria - Extração do azeite Sistema contínuo Centrífuga horizontal Centrífuga vertical Desafios Pesquisa Misturador pasta Equipamentos de extração importados; Falta de assistência técnica; Pequenos produtores – cooperativas Destinação de resíduos finais Decantação Filtração Envase Conservação (sem luz – 15-18oC) bagaço/sansa: refinação água de vegetação Defeitos azeite: Borra/água de vegetação Sem filtrar: < tempo conservação Extração moinho discos
  21. 21. Desafios na comercialização Preço ainda pouco acessível ao grande mercado consumidor; Produto exposto nas gôndolas de supermercado por muito tempo Ação da luz, temperaturas altas processos de degradação Melhor consumir óleo de milho/girassol Falta de legislação em vigor que normatize rótulos e qualidade do produto; Entrada de produtos de péssima qualidade no mercado interno; Blends que atendem características químicas, mas apresentam defeitos que impedem que sejam comercializados como virgem extra; Interesses políticos e econômicos.
  22. 22. Desafios mercado consumidor Incorporar azeite na alimentação: preço x qualidade Conscientização do consumidor quanto a qualidade do azeite (cor, rótulo, grau de acidez); Escolha de embalagens escuras ou latas; Armazenamento ao abrigo da luz, temperaturas amenas, embalagem fechada; Não armazenar azeites, comprar apenas o que for consumir; Identificar defeitos do azeite, especialmente pelo odor: rançoso, vinagre, terra, queimado, mofado, e selecionar marcas; Identificar qualidades: frutado maduro/ frutado verde Identificar amargo e picante como presença de polifenóis, não como defeito; Necessita de legislação que o proteja.
  23. 23. Desafios legislação – legisladores e fiscalizadores Registro de pesticidas para cultura da oliveira; Registro e proteção de cultivares; Normas para comercialização de mudas; Norma mais restritiva para registro e comercialização de azeites no Brasil PORTARIA Nº 419, DE 26 DE AGOSTO DE 2010 Consulta Pública Montar estrutura de coleta de amostras e laboratorial para fiscalização de azeites importados e nacionais.
  24. 24. Desafios Pesquisa – cadeia produtiva das oliveiras Obtenção de cultivares adaptados as condições subtropicais; Delimitar áreas de plantio para atuais cultivares; Melhoramento genético visando ampliação de áreas potenciais de plantio; Obtenção de técnicas de manejo de cultura exótica em nossas condições; Esforços na conscientização e transferência de tecnologia a agricultores, agroindústria, consumidores, comerciantes, legisladores, fiscalizadores; Busca de financiamento para pesquisa com cultura exótica; Informar novos investidores sobre riscos da cultura.
  25. 25. ebertoncini@apta.sp.gov.br www.apta.sp.gov.br/olivasp
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×