• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Handbook Capitulo 14 - Expandindo a usabilidade
 

Handbook Capitulo 14 - Expandindo a usabilidade

on

  • 1,483 views

...


Mini-seminários da disciplina de Teste Formal de Usabilidade, Pós-graduação em Ergodesign de Interfaces da PUC-Rio / Laboratório de Ergonomia e Usabilidade de Interfaces / LEUI. Prof. Luiz Agner, 2010.

Statistics

Views

Total Views
1,483
Views on SlideShare
1,049
Embed Views
434

Actions

Likes
0
Downloads
12
Comments
0

1 Embed 434

http://www.agner.com.br 434

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Handbook Capitulo 14 - Expandindo a usabilidade Handbook Capitulo 14 - Expandindo a usabilidade Presentation Transcript

    • Expandindo os conceitos de Usabilidade - UCD Pós Ergodesign PUC Rio - 2010 Luiz Feliphe Lavor Mônica Coculilo
    • ANOS 1-2 Demonstrando Valor ANOS 2-4 Capitalizando no Sucesso ANOS 3-6 Formalizando Processos ANOS 4-10 Expandindo UCD na organização Planejamento para expansão da visão de UCD
    • ANOS 1-2 Demonstrando Valor ANOS 2-4 Capitalizando no Sucesso ANOS 3-6 Formalizando Processos ANOS 4-10 Expandindo UCD na organização
      • COMO ESTÁ
      • 1 a 2 testes de usabilidade com resultados publicados
      • 1 pessoa fazendo testes de usabilidade, 1 patrocinador, usando pessoas da própria equipe , parentes e amigos para os testes
      • Provavelmente sem orçamento específico para testes de usabilidade
      • PRÓXIMOS PASSOS
      • Faça aliados na empresa: consiga apoios para novos projetos
      • Divulgue internamente o que você está fazendo e como isso pode ser aplicado a outros produtos e departamentos
      • Ofereça seus serviços para outros setores
      • Capacite-se
      • Crie uma estratégia e um estudo de caso
    • ANOS 1-2 Demonstrando Valor ANOS 2-4 Capitalizando no Sucesso ANOS 3-6 Formalizando Processos
      • COMO ESTÁ
      • Testes de usabilidade são programados algumas vezes por ano
      • Mais recursos para usabilidade devido a crescimento da demanda
      • Pequeno orçamento já reservado para os testes
      • Busca por espaço para ser utilizado como centro de testes de usabilidade
      • PRÓXIMOS PASSOS
      • Construa relacionamento duradouros com o maior número possíveis de grupos responsáveis por produtos e faça pesquisas diretamente para eles
      • Divulgue internamente sucessos ofereças cursos para que as equipes possam fazer suas próprias pesquisas
      • Utilize usuários reais nos testes
      • Realize testes em diferentes fases de um mesmo projeto
      ANOS 4-10 Expandindo UCD na organização
    • ANOS 1-2 Demonstrando Valor ANOS 2-4 Capitalizando no Sucesso ANOS 3-6 Formalizando Processos
      • COMO ESTÁ
      • A organização já sabe que existem profissionais de usabilidade na empresa
      • Alguns grupos responsáveis por produtos realizam testes regularmente
      • Existe orçamento para manter equipe dedicada, equipamento e espaço para testes
      • São feitas pesquisas de campo e análise da tarefa
      • Projetos de usabilidade já demonstraram retorno sobre investimento (ROI)
      • PRÓXIMOS PASSOS
      • Trabalhe com equipes de produtos e TI para realizar testes durante todo o processo de desenvolvimento
      • Crie programas de treinamentos internos
      • Demande maior orçamento
      • Realize testes com observadores de outras áreas
      ANOS 4-10 Expandindo UCD na organização
    • ANOS 1-2 Demonstrando Valor ANOS 2-4 Capitalizando no Sucesso ANOS 3-6 Formalizando Processos ANOS 4-10 Expandindo UCD na organização
      • COMO ESTÁ
      • A organização valoriza UCD e é bem sucedida em satisfazer a experiência do cliente
      • Pesquisa e testes são considerados etapas padrões do processo de desenvolvimento
      • Financiamento é feito alinhado a inicitativas de P&D e pesquisas de marketing
      • PRÓXIMOS PASSOS
      • Padronize processos
      • Aumente o escopo das pesquisas
      • Analise todo o processo de interação do usuário da perspectiva da usabilidade
      • Busque aumentar o orçamento da sua área
      • Organize conferências internas sobre design centrado no usuário
    • ANOS 1-2 Demonstrando Valor ANOS 2-4 Capitalizando no Sucesso ANOS 3-6 Formalizando Processos ANOS 4-10 Expandindo UCD na organização
      • COMO ESTÁ
      • 1 a 2 testes de usabilidade com resultados publicaos
      • 1 pessoa fazendo testes de usabilidade, 1 champion, usando pessoas da própria equipe, parentes e amigos para os testes
      • Provavelmente sem orçamento específico para testes de usabilidade
      • PRÓXIMOS PASSOS
      • Faça aliados na empresa: consiga apoios para novos projetos
      • Divulgue internamente o que você está fazendo e como isso pode ser aplicado a outros produtos e departamentos
      • Ofereça seus serviços para outros setores
      • Capacite-se
      • Crie uma estratégia e um estudo de caso
      • COMO ESTÁ
      • Testes de usabilidade são programados algumas vezes por ano
      • Mais recursos para usabilidade devido a crescimento da demanda
      • Pequeno orçamento já reservado para os testes
      • Busca por espaço para ser utilizado como centro de testes de usabilidade
      • PRÓXIMOS PASSOS
      • Construa relacionamento duradouros com o maior número possíveis de grupos responsáveis por produtos e faça pesquisas diretamente para eles
      • Divulgue internamente sucessos ofereças cursos para que as equipes possam fazer suas próprias pesquisas
      • Utilize usuários reais nos testes
      • Realize testes em diferentes fases de um mesmo projeto
      • COMO ESTÁ
      • A organização já sabe que existem profissionais de usabilidade na empresa
      • Alguns grupos responsáveis por produtos realizam testes regularmente
      • Existe orçamento para manter equipe dedicada, equipamento e espaço para testes
      • São feitas pesquisas de campo e análise da tarefa
      • Projetos de usabilidade já demonstraram retorno sobre investimento (ROI)
      • PRÓXIMOS PASSOS
      • Trabalhe com equipes de produtos e TI para realizar testes durante todo o processo de desenvolvimento
      • Crie programas de treinamentos internos
      • Demande maior orçamento
      • Realize testes com observadores de outras áreas
      • COMO ESTÁ
      • A organização valoriza design centrado no usuário e é bem sucedida em satisfazer a experiência do cliente
      • Pesquisa e testes são considerados etapas padrões do processo de desenvolvimento
      • Financiamento é feito alinhado a inicitativas de P&D e pesquisas de marketing
      • PRÓXIMOS PASSOS
      • Aumente sua capacitação
      • Padronize processos
      • Aumente o escopo das pesquisas
      • Analise todo o processo de interação do usuário da perspectiva da usabilidade
      • Busque aumentar o orçamento da sua área
      • Organize conferências internas sobre design centrado no usuário
    • Níveis de Maturidade para Usabilidade INUSE
    • Níveis de Maturidade para Usabilidade INUSE
      • Nível X: Ignorado
      • Empresas nesse grau de maturidade não reconhecem o valor da Usabilidade.
      • O fato de seus sistemas serem recebidos com diferentes graus de satisfação pelo usuário isso não é motivo para preocupação.
      • Não existe nenhuma atribuição positiva no design centrado no usuário para empresas nesse nível.
    • Níveis de Maturidade para Usabilidade INUSE
      • Nível A: Reconhecido
      • A empresa reconhece a necessidade de melhoria da qualidade de seus sistemas.
      • A organização possui um processo de desenvolvimento e um sistema de produção pré-definidos.
      • Alguns membros da organização entendem os benefícios que a Usabilidade pode trazer aos produtos da empresa e ao negócio como um todo.
      • Nível B: Considerado
      • A empresa procura mostrar a seus funcionários que Usabilidade é um atributo importante para o desenvolvimento de seus produtos, trazendo discussões e treinamentos sobre o tema.
      • São utilizadas algumas técnicas de design centrado no usuário ao longo do ciclo de desenvolvimento do produto.
      Níveis de Maturidade para Usabilidade INUSE
    • Níveis de Maturidade para Usabilidade INUSE
      • Nível C: Implementado
      • Processos de design centrado no usuário estão completamente implementados e produzem resultados positivos.
      • Os usuários finais são envolvidos nas especificações e nos testes do sistema, ao longo do processo de desenvolvimento.
      • Existem treinamentos específicos para que a equipe de desenvolvimento possa elaborar os sistemas com alto grau de Usabilidade.
      • Nível D: Integrado
      • Os conceitos de Usabilidade e de design centrado no usuário estão presentes em todos os processos da organização, não se restringindo apenas ao desenvolvimento de seus produtos.
      • As estimativas de tempo dos projetos já prevêem os testes de Usabilidade e as informações resultantes dos processos de design centrado no usuário são assimiladas e analisadas facilmente pela equipe de desenvolvimento.
      Níveis de Maturidade para Usabilidade INUSE
    • Níveis de Maturidade para Usabilidade INUSE
      • Nível E: Institucionalizado
      • A cultura organizacional obtém benefícios por ser centrada nas necessidades do usuário.
      • Qualidade de utilização é tratada com o mesmo cuidado que os outros atributos do sistema, e competências de design centrado no usuário são tão valorizadas quanto competências de engenharia.
      • A idéia de Usabilidade é utilizada nos processos internos da empresa, não apenas no desenvolvimento de produtos.
    • Motivos para não valorização de UCD
      • Cultura organizacional dominante da empresa que desenvolve o sistema (Design, Vendas, Engenharia) não é consciente da importância da usabilidade.
      • Como resposta à competitividade do mercado, fornecedores de TI tendem a priorizar velocidade de lançamento, em detrimento da qualidade de um produto.
      • Colaboradores envolvidos na construção de um sistema podem atribuir ao usuário a responsabilidade dos erros de utilização.
      • Ao depender da tecnologia do fornecedor, o cliente pode ter seu poder de negociação reduzido.
      • A usabilidade muitas vezes não é considerada um fator decisivo no processo de compra.
      • Os prejuízos por dificuldades de uso de um produto, geralmente, não são contabilizados no custo de sua aquisição.
    • Exemplos de UCD Expandida
      • Empresa: Addison
      • Cliente: Aetna
      • A Addison foi contratada para desenhar um boletim para clientes do plano de saúde americano Aetna. O boletim incluía muitas e complexas informações para os beneficiários, a Addison foi responsável para simplificar o documento, a partir da perspectiva do usuário.
    • Exemplos de UCD Expandida
      • Empresa: Hello Design
      • Cliente: LA Conservancy
      • A Hello Design foi comissionada para desenvolver uma ferramenta que apoiasse a exploração da arquitetura de Los Angeles pela perspectiva dos visitantes da cidade.
    • Exemplos de UCD Expandida
      • Empresa: Second Story Interactive
      • Cliente: National WWI Museum
      • Neste projeto toda a exposição do museu foi desenhada centrada nos seus visitantes, para que o grande volume de informação pudesse ser absorvido de forma mais simples.
    • Exemplos de UCD Expandida
      • Empresa: IDEO
      • Cliente: Mayo Clinic
      • Todo o processo de interação dos pacientes da Mayo Clinic, desde a internação até a alta, foi redesenhada pela IDEO, com técnicas de UCD.
    • Exemplos de UCD Expandida
      • Empresa: IDEO | Cliente: Mayo Clinic
    • Quando não há UCD? Sistema: SAP-WEB Cliente: TRT 1ª Região Advogados criticam sistema de informática do TRT-RJ. Novo SAP paralisa a Justiça do Trabalho do Rio. OAB/RJ, Sindicato, Afat e Acat recorrem ao Tribunal Superior contra caos no TRT.
    • Quando não há UCD? Site: ANS Cliente: ANS Todo o site feito sob a perspectiva apenas da Agência, refletindo a estrutura organizacional do órgão.