Estrategia de AI - Criando o Relatorio de Estratégia

1,994 views
1,864 views

Published on

Aula sobre o Relatório de Estratégia da Arquitetura de Informação - ESPM-Rio - Prof. Luiz Agner. Pós-graduação em Design e Marketing Digital. Disciplina de Arquitetura de Informação, 2009.

Published in: Design, Technology, Education
0 Comments
12 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,994
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
277
Actions
Shares
0
Downloads
43
Comments
0
Likes
12
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Estrategia de AI - Criando o Relatorio de Estratégia

  1. 1. Desenvolvendo a Estratégia de Arquitetura de Informação Prof. Luiz Agner
  2. 2. O que é a Estratégia de AI? <ul><li>É a ponte entre a fase de Pesquisa e a fase de Projeto. </li></ul><ul><li>É um quadro conceitual de alto nível para estruturar e organizar o website. </li></ul><ul><li>Provê a orientação e o escopo para as fases mais detalhadas e caras da AI – Projeto e Implementação. </li></ul>
  3. 3. O processo da AI Pesquisa Estratégia Projeto/Design Implementação Administração PROJETO PROGRAMA
  4. 4. Da Pesquisa à Estratégia: <ul><li>Fase de Pesquisa: visa testar e refinar hipóteses sobre a Arquitetura de Informação. </li></ul><ul><li>Visa a derrubar idéias preconcebidas sobre o conteúdo, contexto e usuários. </li></ul><ul><li>Com a lei dos retornos reduzidos, a ênfase logo passa a ser desenvolver diagramas conceituais visuais, discuti-los com a equipe e testar com usuários. </li></ul>
  5. 5. Processo P.A.C.T. <ul><li>Pensar, Articular, Comunicar e Testar </li></ul><ul><li>A formulação da Estratégia vista como um processo iterativo . </li></ul>
  6. 6. PENSAR <ul><li>“ Caixa-preta” converte dados de nossas pesquisas em soluções criativas. </li></ul><ul><li>Encontrar tempo e local para digerir o que foi aprendido durante a pesquisa, até transformar conclusões em soluções produtivas. </li></ul><ul><li>Estilos: individual X equipe. </li></ul>
  7. 7. ARTICULAR <ul><li>A articulação começa informalmente . </li></ul><ul><li>Rascunhar esboços em papel . </li></ul><ul><li>Fazer anotações em blocos. </li></ul><ul><li>Desenvolver idéias é a ênfase, nesta fase. </li></ul><ul><li>Ficar bem longe dos softwares, nesta fase. </li></ul>
  8. 8. COMUNICAR <ul><li>Comunicar as suas idéias e proposições. </li></ul><ul><li>Identificar métodos eficientes para a sua audiência específica. </li></ul><ul><li>Ferramentas : </li></ul><ul><ul><ul><li>Metáforas </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Histórias </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Cenários </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Diagramas conceituais </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Wireframes </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Blueprints </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Apresentações </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Relatórios textuais </li></ul></ul></ul>
  9. 9. TESTAR <ul><li>As metodologias da fase de Pesquisa podem ser aplicadas novamente para testar as múltiplas possibilidades de estratégias. </li></ul><ul><li>Por exemplo: </li></ul><ul><ul><li>Realizar Card Sortings Fechados: para observar reações a níveis específicos da taxonomia. </li></ul></ul><ul><ul><li>Aplicar Testes de Usabilidade: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>para testar menus hierárquicos e a arquitetura pura, através de protótipos em papel ou HTML. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Isolar os aspectos visuais da interface, layout e design. </li></ul></ul></ul>
  10. 10. Como COMUNICAR as idéias? <ul><li>Através de: </li></ul><ul><ul><li>Metáforas </li></ul></ul><ul><ul><li>Estudos de casos </li></ul></ul><ul><ul><li>Cenários e Personas </li></ul></ul><ul><ul><li>Storyboards </li></ul></ul><ul><ul><li>Diagramas conceituais </li></ul></ul><ul><ul><li>Wireframes </li></ul></ul><ul><ul><li>Blueprints </li></ul></ul>
  11. 11. Metáforas <ul><li>Processo útil para sessões de criatividade em equipe </li></ul><ul><li>Desenvolvidas em sessões de brainstorming </li></ul><ul><li>São boas para ilustrar o projeto conceitual, mas você não deve ter pena de abandoná-las, após uma análise crítica. </li></ul><ul><li>São problemáticas para a transposição literal para o site. </li></ul>
  12. 12. Metáforas <ul><li>Organizacionais </li></ul><ul><ul><ul><li>Ex: em uma loja de automóveis, você pode entrar na área de carros usados, carros novos, concertos e serviços, e autopeças. </li></ul></ul></ul><ul><li>Funcionais </li></ul><ul><ul><ul><li>Ex: numa biblioteca tradicional, você pode procurar nas estantes, pesquisar no catálogo ou solicitar auxílio ao bibliotecário. </li></ul></ul></ul><ul><li>Visuais </li></ul><ul><ul><ul><li>Ex: páginas amarelas na Internet utilizando um visual compatível. </li></ul></ul></ul>
  13. 13. Estudos de caso <ul><li>Trazem vida aos conceitos. </li></ul><ul><li>Comparar e contrapor a estratégia de arquitetura proposta a casos de experiências concretas. </li></ul><ul><li>Discutir pontos que funcionaram e também os que não funcionaram nesses projetos anteriores. </li></ul><ul><ul><ul><li>Exemplo: estudo de caso do IBGE </li></ul></ul></ul>
  14. 14. Cenários e Personas <ul><li>Cenários - Ferramentas para ajudar a equipe a visualizar como o usuário vai experimentar a navegação no seu site. </li></ul><ul><li>Devemos redigir cenários que mostrem como usuários com diferentes perfis vão navegar. </li></ul><ul><li>A pesquisa com usuários é a fonte de dados para a elaboração de bons cenários de uso. </li></ul>
  15. 15. Cenários e Personas <ul><li>Persona - Técnica de criação de personagens que representam os diversos perfis de seu público-alvo. </li></ul><ul><li>Selecionar 3 ou 4 tipos que utilizarão o site de modos totalmente diferentes. </li></ul><ul><li>Dar a eles nome, profissão, idade, profissão, endereço, características físicas e as razões para estar visitando seu site. </li></ul>
  16. 16. Cenários e Personas http://carsonified.com/blog/ design/how-to- understand-your-users- with-personas/
  17. 17. Storyboards http://nform.ca/blog/2008/04/swimlanes-for-the-win Storyboard no mapeamento de cenários
  18. 18. Storyboards http://www.wallofdeliverables.com/del/2009/03/parental-verification-process-experience-storyboard/
  19. 19. Diagramas conceituais <ul><li>São desenhos, ilustrações e ícones que também dão vida aos conceitos abstratos. </li></ul>
  20. 20. Diagramas conceituais
  21. 21. Diagramas conceituais
  22. 22. Diagramas conceituais
  23. 23. Diagramas conceituais
  24. 24. Blueprints e wireframes <ul><li>O processo colaborativo de brainstorming é excitante, caótico e muito divertido. </li></ul><ul><li>Mas, cedo ou tarde, será a hora de emprestar um pouco de ordem ao caos. </li></ul><ul><li>Os mapas ( blueprints ) mostram as relações associativas entre as páginas do site e os demais componentes do conteúdo. </li></ul><ul><li>Os wireframes mostram a estrutura essencial das principais páginas do site. </li></ul><ul><li>Estas são as principais ferramentas do arquiteto. </li></ul>
  25. 25. Blueprints e wireframes
  26. 26. Blueprints e wireframes Wireframe (estrutura das páginas) Blueprints (mapas de site)
  27. 27. Blueprints e wireframes DICA – Serviço gratuito para criar, editar e compartilhar mapas de sites online.
  28. 28. Relatório Estratégico de AI <ul><li>Produto catalisador da apresentação, visão unificada e da articulação da Estratégia de AI. </li></ul><ul><li>É um relatório único que integra resultados de pesquisa, análise e proposição de idéias. </li></ul><ul><li>A redação do Plano força a tomar decisões importantes, a honestidade intelectual e a comunicação clara. </li></ul><ul><li>É o produto mais importante da AI. </li></ul><ul><ul><ul><li>Dica - deve ter menos de 50 páginas. </li></ul></ul></ul>
  29. 29. Sumário: Relatório Estratégico <ul><li>Resumo executivo </li></ul><ul><li>Missão e visão do site </li></ul><ul><li>Audiências e perfis </li></ul><ul><li>Conclusões de pesquisas </li></ul><ul><li>Estratégias e abordagens </li></ul><ul><ul><ul><li>Detalhar as principais abordagens de AI </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Blueprints e diagramas conceituais </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Justificativas </li></ul></ul></ul><ul><li>Gestão de conteúdo </li></ul><ul><ul><ul><li>Breve descrição de Regras ( workflow ), Papéis (da equipe), e Recursos (tecnologias) para administração do website. </li></ul></ul></ul>
  30. 30. Plano de Projeto <ul><li>É um documento em anexo que detalha: </li></ul><ul><ul><li>Equipe envolvida </li></ul></ul><ul><ul><li>Documentos a serem entregues </li></ul></ul><ul><ul><li>Cronograma </li></ul></ul><ul><ul><li>Ações de curto prazo </li></ul></ul><ul><ul><li>Ações de longo prazo </li></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>O plano de projeto pode ser integrado com os planos de outras equipes: autoria de conteúdos, design de interação, desenvolvimento de código, etc. </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  31. 31. Apresentações Orais <ul><li>Objetivos: </li></ul><ul><ul><li>Apresentar e discutir diretrizes de AI </li></ul></ul><ul><ul><li>“ Vender” o projeto aos stakeholders </li></ul></ul><ul><ul><li>Obter apoio de diversos departamentos </li></ul></ul><ul><ul><li>Comunicar as principais idéias com clareza </li></ul></ul><ul><ul><li>Organizar pensamentos na ordem lógica </li></ul></ul><ul><ul><li>Selecionar highlights da Estratégia </li></ul></ul><ul><ul><li>Mostrar gráficos, diagramas, ilustrações e metáforas para uma compreensão rápida </li></ul></ul>
  32. 32. Bibliografia sobre o tema <ul><ul><ul><li>Rosenfeld e Morville. Information Architecture for the World Wide Web. 2a. Ed. O´Reilly, 2002. </li></ul></ul></ul>

×