Agiles2009 - The Games Workshop - Rafael Pridladnicky & Pablo Tortorella

862
-1

Published on

Neste workshop serão apresentados e executados dois jogos que apóiam a adoção de metodologias ágeis. Os jogos podem ser utilizados para capacitação e mudança cultural, e envolvem dinâmicas de grupos e aplicação de conceitos do Manifesto Ágil. Podem ser utilizados em empresas, Universidades e treinamentos em geral. Sendo assim, é útil não apenas para quem quiser aprender sobre metodologias ágeis, mas também para quem quiser aplicar os jogos em seus próprios treinamentos.

Published in: Technology, Business
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
862
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Agiles2009 - The Games Workshop - Rafael Pridladnicky & Pablo Tortorella

  1. 1. The Games Workshop Rafael Prikladnicki, Brasil [email_address] Pablo Tortorella, Argentina [email_address]
  2. 2. Professor da FACIN – PUCRS desde 2004 – www.inf.pucrs.br/~rafael Coordenador de Gestão de Projetos da AGT/PUCRS Diretor de Inovação da Ionatec Serviços Interativos Coordenador do SPIN-POA Vice-coordenador do GUMA (Sucesu-RS) Mestre em Ciência da Computação – PUCRS (2003) Concluindo doutorado em Ciência da Computação – PUCRS (2009) Áreas de atuação acadêmica e profissional: Desenvolvimento Distribuído de Software Gerência de Projetos Melhoria de Processo de Software Engenharia de Software Experimental Lean e Métodos Ágeis para Desenvolvimento de Software Rafael Prikladnicki
  3. 3. Ingeniero en Informática de la Facultad de Ingeniería– UBA Consultor / Desarrollador / Agile Coach en Epidata Consulting (desde 2005) Profesor de Redes en 5to año Informática de la Escuela Cangallo (desde 2006) Profesor de la Facultad de Ingeniería– UBA (desde 2007) Co-Organizador de las 1eras Jornadas Ágiles Latinoamericanas - Ágiles 2008 Certified Scrum Master (octubre 2008) Áreas de actuación académica y profesional: Administración de Proyectos con Scrum UML GNU+Linux Arquitectura de Software Pablo Tortorella
  4. 4. <ul><li>Jogos para promoção de práticas ágeis 15 min </li></ul><ul><li>Exemplos de jogos 15 min </li></ul><ul><li>A Fábrica de Aviões 60 min </li></ul>Agenda
  5. 5. <ul><li>Como apresentar metodologias ágeis para quem não conhece? </li></ul><ul><li>Como capacitar equipes ágeis? </li></ul><ul><li>Como promover a adoção de práticas ágeis? </li></ul><ul><li>Como baixar o nível de resistência? </li></ul>Promoção de práticas ágeis 1
  6. 6. <ul><li>Depende de quem coordena o jogo </li></ul><ul><li>Depende de como o jogo é explorado </li></ul><ul><li>Depende da mensagem que se quer passar </li></ul><ul><li>Quando o foco é na diversão, a lembrança será a diversão </li></ul><ul><li>Desafio: como fazer então ? </li></ul>O uso de jogos é efetivo ? 1
  7. 7. <ul><li>Varios equipos de 2 personas </li></ul><ul><ul><li>Origami </li></ul></ul><ul><ul><li>100 pasos </li></ul></ul><ul><li>Equipos más numerosos </li></ul><ul><ul><li>Nudo humano -> Ronda </li></ul></ul><ul><ul><li>Fábrica de Pelotas (o Naranjas) </li></ul></ul><ul><ul><li>Fábrica de Aviões </li></ul></ul>Exemplos 2
  8. 8. <ul><li>Separar el grupo en equipos de 2 integrantes </li></ul><ul><ul><li>Uno tiene las instrucciones y da instrucciones </li></ul></ul><ul><ul><li>El otro dobla el papel para armar la figura </li></ul></ul>Origami 2
  9. 9. <ul><li>Hay 3 grupos distintos </li></ul><ul><ul><li>Los dos integrantes ven las instrucciones </li></ul></ul><ul><ul><li>El que tiene las instrucciones puede ver la figura, pero el que arma la figura no puede ver las instrucciones </li></ul></ul><ul><ul><li>Ambos de espaldas </li></ul></ul><ul><li>Cuando algunos terminen de armar la figura, terminar la dinámica y que cada grupo comente su experiencia en cuanto a la comunicación. </li></ul>Origami 2
  10. 10. <ul><li>Separar al grupo en varios equipos de 2 integrantes cada uno. </li></ul><ul><li>El objetivo es que uno de ellos dé 100 pasos en menos de 3 minutos. </li></ul><ul><li>Luego de pasados los 3 minutos, cada grupo deberá dar su opinión sobre la comunicación, y su cumplimiento (o no) del objetivo. </li></ul>100 pasos 2
  11. 11. <ul><li>Uno sólo puede avanzar y girar 90 grados hacia la derecha o hacia la izquierda (No puede retroceder). </li></ul><ul><li>El otro sólo puede dar indicaciones para que avance o gire (y nada más). Puede ubicarse donde quiera. </li></ul><ul><li>Deberán esquivarse a los demás ”caminantes” durante el ejercicio. </li></ul>100 pasos 2
  12. 12. <ul><li>Aproximadamente 10 personas </li></ul><ul><li>En dos filas, enfrentados </li></ul><ul><li>Unir la mano derecha con una persona no aledaña y la izquierda con la persona de enfrente </li></ul><ul><li>Luego, hacer una ronda (sin separarse!) </li></ul><ul><ul><li>Que uno del grupo dé indicaciones puntuales a cada integrante </li></ul></ul><ul><ul><li>Que uno del grupo se vaya a otra habitación y otro haga de mensajero (o utilizando un teléfono) </li></ul></ul><ul><ul><li>Que el grupo lo intente sin guía externa </li></ul></ul>Nudo humano -> Ronda 2
  13. 13. <ul><li>Todos los integrantes del grupo forman un solo equipo. </li></ul><ul><li>Se realizan 3 o 4 iteraciones/sprints. </li></ul><ul><li>El equipo estima el número de pelotas a fabricar, antes de comenzar cada iteración de trabajo. </li></ul><ul><li>Luego de cada iteración, el equipo debe reorganizarse para optimizar la producción. </li></ul>F á brica de pelotas 2
  14. 14. <ul><li>Se trabaja con algunas pelotitas de tenis (o naranjas, o algo similar). </li></ul><ul><ul><li>Cantidad sugerida: la mitad de la cantidad de integrantes del equipo. </li></ul></ul><ul><li>Cadena de producción simple: </li></ul><ul><ul><li>Cada pelota será considerada como ”fabricada” cuando todos los integrantes del equipo la toquen. </li></ul></ul><ul><ul><li>Las pelotas pueden reciclarse (una vez ”fabricada”, cada pelota puede tomarse como materia prima para ”hacer” una pelota nueva). </li></ul></ul>F á brica de pelotas 2
  15. 15. Fábrica de Aviões
  16. 16. <ul><li>O que é? </li></ul><ul><ul><li>Dinâmica desenvolvida para facilitar o entendimento dos processos ágeis. </li></ul></ul><ul><li>Por quê? </li></ul><ul><ul><li>Facilita a compreensão dos conceitos básicos pelo uso prático. </li></ul></ul><ul><li>Funciona? </li></ul><ul><ul><li>Sim! Já foi testada e aprovada em ambiente acadêmico e empresarial. </li></ul></ul><ul><li>Gostei! Posso utilizá-la? </li></ul><ul><ul><li>Sim, basta pedir o texto de instruções </li></ul></ul><ul><ul><li>E apenas pedimos que se mantenha a menção aos criadores! </li></ul></ul>Fábrica de Aviões 3
  17. 17. <ul><li>Equipes com 5 pessoas </li></ul><ul><li>Produção de aviões de papel </li></ul><ul><li>Ciclos e replanejamento de 2 minutos cada </li></ul><ul><ul><li>Respeito incondicional ao tempo! </li></ul></ul><ul><li>Conceito de linha de produção </li></ul><ul><ul><li>O avião começa numa ponta e termina na outra </li></ul></ul><ul><ul><li>A engenharia a ser aplicada é de decisão do time </li></ul></ul><ul><ul><li>Não pode haver estocagem de matéria-prima </li></ul></ul><ul><li>O produto precisa cumprir o escopo </li></ul><ul><ul><li>Caso acabe o tempo e o produto estiver inacabado, ele pode voltar para a produção no próximo ciclo </li></ul></ul>Fábrica de Aviões 3
  18. 18. <ul><li>A Força Aérea deseja um novo avião </li></ul><ul><li>O representante da entidade entrou em contato com algumas empresas para analisar as propostas </li></ul><ul><li>O representante deseja saber quantos aviões vocês produziriam em DOIS minutos </li></ul><ul><li>Vocês tem UM minuto para discutir e passar a estimativa </li></ul>Primeiro contato Fábrica de Aviões 3
  19. 19. <ul><li>A Força Aérea gostou das estimativas e vai abrir concorrência </li></ul><ul><li>Vocês deverão produzir um protótipo do avião em três minutos. O escopo é: </li></ul><ul><ul><li>Deve possuir 12 janelas </li></ul></ul><ul><ul><li>Deve possuir uma cabine </li></ul></ul><ul><ul><li>Deve possuir o símbolo da empresa </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Nas duas asas </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Na traseira </li></ul></ul></ul>Análise das propostas 3 O protótipo será apresentado ao grupo.
  20. 20. O que o cliente realmente quer Nº Nº Nº Fábrica de Aviões 3
  21. 21. <ul><li>Com o escopo em mãos, agora é com vocês! </li></ul><ul><li>A empresa que mais produzir leva o contrato. </li></ul><ul><li>Vocês terão 4 ciclos de 2 minutos para produzir. </li></ul><ul><li>Terão mais 2 minutos para avaliar e adaptar o processo, ao final dos ciclos, visando maior produtividade. </li></ul><ul><li>Deverão dar uma estimativa de produção a cada início de ciclos. </li></ul>Produção! Fábrica de Aviões 3
  22. 22. <ul><li>Cliente (Rafael e Pablo) </li></ul><ul><ul><ul><li>Irá passar o escopo e aceitar o produto </li></ul></ul></ul><ul><li>Facilitador </li></ul><ul><ul><ul><li>Deverá cuidar do time, avaliar o processo, remover impedimentos e buscar matéria-prima </li></ul></ul></ul><ul><li>Equipe </li></ul><ul><ul><ul><li>Produzirá o produto e avaliará o processo junto com o facilitador </li></ul></ul></ul>Fábrica de Aviões 3
  23. 23. <ul><li>Ciclos e replanejamento de 2 minutos cada </li></ul><ul><ul><li>Respeito incondicional ao tempo! </li></ul></ul><ul><li>Auto-organização </li></ul><ul><ul><li>Cada equipe decide como vai construir os aviões </li></ul></ul><ul><ul><li>A engenharia a ser aplicada é de decisão do time </li></ul></ul><ul><ul><li>Não pode haver estocagem de matéria-prima. O líder da equipe pode pegar 10 folhas quando a última folha em estoque entrar na produção. </li></ul></ul><ul><li>O produto precisa cumprir o escopo </li></ul><ul><ul><li>Caso acabe o tempo e o produto estiver inacabado, ele pode voltar para a produção no próximo ciclo </li></ul></ul>Fábrica de Aviões 3
  24. 24. A empresa que mais produziu corretamente, com menos retrabalho! Fábrica de Aviões 3
  25. 25. <ul><li>As estimativas melhoraram com o tempo? </li></ul><ul><li>As equipes encontraram o seu limite de produção? </li></ul><ul><li>O protótipo gerou valor ou desperdício? </li></ul><ul><li>Vocês identificaram o que o cliente queria no início? </li></ul><ul><li>O conceito de inspeção e adaptação foi útil? </li></ul>Retrospectiva 3
  26. 26. <ul><li>A equipe tratou os gargalos e reavaliou seus processos? </li></ul><ul><li>O trabalho em equipe não pode ser motivador? </li></ul><ul><li>O empowerment não facilita o processo como um todo? </li></ul><ul><li>A utilização de sprints facilita a previsibilidade? </li></ul><ul><li>É melhor entregar todos aviões em 10 minutos ou uma % a cada 2 minutos? </li></ul>Retrospectiva 3
  27. 27. Fábrica de Aviões 4 equipes 3
  28. 28. Fábrica de Aviões 3
  29. 29. <ul><li>Vivenciamos na prática um processo ágil de gerenciamento </li></ul><ul><li>O planejamento inicial é incerto </li></ul><ul><ul><li>A inspeção e adaptação, em ciclos, facilita o replanejamento </li></ul></ul><ul><li>As equipes se tornam motivadas e auto-gerenciáveis </li></ul><ul><li>O facilitador tem um papel importantíssimo </li></ul><ul><li>O ambiente de trabalho fica mais leve, eficiente e organizado </li></ul><ul><li>A comunicação se consolida pelo processo </li></ul>Conclusões 3
  30. 30. Agile Manifesto <ul><li>Indivíduos e interações </li></ul><ul><li>Software funcional </li></ul><ul><li>Colaboração do cliente </li></ul><ul><li>Resposta às mudanças </li></ul><ul><li>Processos e ferramentas </li></ul><ul><li>Documentação </li></ul><ul><li>Negociação de contrato </li></ul><ul><li>Seguir o plano </li></ul>Mais importante que... Conclusões 3
  31. 31. <ul><li>Gestão autocrática </li></ul><ul><ul><li>Melhores resultados no curto prazo </li></ul></ul><ul><ul><li>Tende a cair com o tempo </li></ul></ul><ul><li>Gestão flexibilizada </li></ul><ul><ul><li>Melhores resultados no longo prazo </li></ul></ul><ul><ul><li>Não tende a cair com o tempo </li></ul></ul><ul><li>Mudanças de cultura </li></ul><ul><ul><li>Poder ↔ Negociação </li></ul></ul><ul><ul><li>Mandar ↔ Delegar </li></ul></ul><ul><ul><li>Gestor ↔ Líder </li></ul></ul><ul><ul><li>Falar ↔ Ouvir </li></ul></ul>Pesquisa Rensis Likert (100 empresas analisadas) Produtividade / Qualidade 5 anos 3 anos Gestão de pessoas flexibilizada Gestão de pessoas autocrática 1 ano Período de turbulência Período de transição Tempo Conclusões 3
  32. 32. Gracias! Obrigado! Rafael Prikladnicki, Brasil [email_address] Pablo Tortorella, Argentina [email_address]

×