REVISTA ECONOMIX

913 views
810 views

Published on

A revista Economix mostra que é possível desvendar o panorama da economia nacional e os passos percorridos pelo ser humano para alcançar o crescimento econômico dos dias atuais. Mostrando através de uma linguagem clara e objetiva como lidar com a economia no país, com matérias nas quais o jovem pode se espelhar para obter melhor resultado quando os assuntos são custos e gastos.

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
913
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
9
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

REVISTA ECONOMIX

  1. 1. EDITORIAL Gustavo Palladini Patrícia Ramos, Mara Speri, Aline Messias e Naiara Teles A Revista Economix, em sua primeira edição, se propõe a ajudar você, leitor, a entrar “de cabeça” no universo da economia, que envolve questões muito simples, mas que pela complexidade de seus termos, amedrontam quem não entende do assunto. A ideia de que a economia faz parte de nosso passado, presente e futuro é uma vaga lembrança para muitos de nós, jovens do século XXI, ou seja, não damos ao tema a devida importância que ele merece. O Brasil está passando por uma fase de crescimento, driblando, até agora, as crises financeiras que têm atingido todo o mundo, conforme contaremos a você em detalhes em uma matéria especial sobre a bolsa de valores. Nas páginas seguintes, será possível desvendar o panorama da economia nacional e os passos percorridos pelos nossos pais, avôs e bisavôs para alcançarmos ao crescimento econômico dos dias atuais. Crescimento esse que, se tudo der certo, conforme planejam os especialistas, irá trazer pessoas do mundo inteiro para assistir os melhores jogadores de futebol na Copa do Mundo de 2014. Para encabeçar o time de especialistas em educação financeira que vão ajudá-lo a man- ter as suas finanças em dia, em um bate-papo descontraído, o consultor financeiro e escritor Gustavo Cerbasi abre o jogo e revela sua história de vida, como fatos de sua infância, a difícil escolha da carreira e a inesperada ascensão profissional que o levou às livrarias brasileiras. Como já dizia o político Mariano José Pereira da Fonseca, mais conhecido como Marquês de Maricá, com trabalho, inteligência e economia, só é pobre quem não quer ser rico. O Brasil está em nossas mãos e, ao tomar decisões inteligentes, como economizar os recursos naturais do nosso planeta e tornar-se um consumidor consciente, tudo tende a prosperar. Boa leitura e até a próxima! EXPEDIENTE Revisão Final: Anna Lígia Machado e Patrícia Santana Foto Capa: Georges Nabahan, Gustavo Palladini Colaboradores: Álvaro Modernell, Coquetel, Eugênio e Nando Carvalho Pagotti, Marcos Santos, Patrícia Leite Di Iório e William Silva Produção: Aline Messias, Mara Speri, Naiara Teles Impressão: Alpha Graphics e Patrícia Ramos Distribuição Mensal Projeto Gráfico e Diagramação: Gustavo Palladini Trabalho de Conclusão de Curso da Universidade Orientação: Profº Dirceu Roque Cruzeiro do Sul – Campus Anália Franco Entre em contato conosco: revistaeconomix@gmail.com
  2. 2. BRASIL “O Brasil é um País de sonhos, cheio de pesadelos”, por Jean Claudio Feder tizou grande parte da população, pois do governo, conforme afirma o pro- reteve todo o dinheiro acima de 50 mil fessor de economia, foi a criação do cruzados novos (na época 1000 cruza- valor dessa nova moeda. “O governo Saiba como funciona a economia e como o Brasil passou a ser um dos países dos correspondiam a 1 cruzado novo) precisou criar um indexador, chama- em desenvolvimento que mais CHamam a atenção no planeta depositados na caderneta de pou- pança, tirando o dinheiro de circula- do de URV. Era o que fazia a relação do valor daquela moeda para o que ção para conter a inflação. Esse plano seria a nova. A tentativa era equilibrar Por Mara Speri e Patrícia Ramos de Cairns, com diversas empresas superávit primário nas contas públicas também não deu certo e muita gente as contas públicas e diminuir a emis- estrangeiras instaladas em seu ter- para manter mais dinheiro em caixa. nunca teve o seu dinheiro de volta. são de moeda”. Em julho do mesmo A ritório. E tem como principais pro- Segundo Saes, essas mudanças eram Em 1994, foi criado o Plano Real. ano, a URV deixou de existir e 2.750 economia, segundo o dicioná- dutos de exportação os agrícolas e necessárias para que o presidente ga- Na época o presidente da República cruzeiros novos passaram a valer 1 rio Aurélio, é a ciência que trata minérios, sendo considerado um dos nhasse credibilidade, conseguisse a era Itamar Franco e o ministro da Fa- real. De cruzeiro passou a ser chama- dos fenômenos relativos a pro- principais países industrializados na estabilização das taxas de juros e o de- zenda, o futuro Presidente, Fernan- da real, como conhecemos até hoje. dução, distribuição e consumo América do Sul. senvolvimento da economia do País. do Henrique Cardoso. O Plano tinha Com a nova moeda e a inflação de bens; teoria econômica e sistema Entre os países estrangeiros, Durante os dois mandatos de como principal objetivo controlar a controlada, o Brasil passou a ser visto Patrícia Ramos produtivo de um País ou região. alguns em crise como os Estados Lula, segundo o Instituto Brasileiro de inflação. E conseguiu. como um País seguro para investimen- Alexandre Saes O crescimento da economia Unidos da América, o cenário está Geografia e Estatística (IBGE), o PIB al- Um dos pontos mais importantes tos aos olhos do mercado externo. de um País é calculado pelo Produ- favorável para o Brasil, por exportar cançou alguns picos, como em 2004, to Interno Bruto (PIB), por meio da bastante e estar crescendo. “É preciso com crescimento de 5,7% e em 2010 soma das atividades dos setores de ter cuidado para não criar expectati- com 7,5%, considerado o maior cres- serviços, indústria e agropecuária. O vas em relação a situação econômica cimento da economia desde 1986. Afinal o que é a inflação? professor doutor de economia da Fa- atual, pois pode ser uma visão falsa, A taxa de desemprego também Existem várias explicações e tentativas para definir a infla- País tenha esse valor em real na economia, é necessário que haja culdade de Economia, Administração porque não se sabe até quando isso sofreu mudanças durante os oito ção, mas pode-se classificá-la de dois modos. Em um primeiro o mesmo valor em dólar”, diz. Dessa forma, o valor dos produtos e Contabilidade da Universidade de vai durar”, afirma Saes. anos, caindo pela metade em relação caso, existe a inflação de consumo, ou seja, quando um produto importados e exportados passou a ser o mesmo, sem variação, con- São Paulo (FEAUSP), Alexandre Saes, Durante o primeiro ano de man- ao final do governo anterior, por vol- que abastece 10 mil pessoas tem um preço médio e depois passa seguindo estabilizar a inflação no Brasil. afirma que “o PIB brasileiro é calcula- dato, Dilma Rousseff, ex-ministra da ta de 5% em 2010, segundo o IBGE. a abastecer o dobro de consumidores. Para isso, será necessário o Posteriormente, o governo percebeu que manter a relação de 1 do a partir da somatória dos gastos Casa Civil e primeira presidente mu- “Lula conseguiu reduzir as taxas de aumento na produção e nos gastos e o produtor passará a aumen- real para 1 dólar não seria mais possível, já que o valor dos produtos e dos investimentos do governo, do lher eleita no País, já enfrenta o au- juros, manteve a inflação controlada tar o valor, mesmo que absurdamente, pois existirão compradores estrangeiros passou a ser o mesmo ou mais barato que o nacional, número de exportações e do consu- mento da inflação, polêmicas discus- e conseguiu antecipar o pagamento para seus produtos. diminuindo o consumo interno e deixando a economia brasileira pre- mo da população. E depois, o número sões sobre o aumento das taxas de da dívida externa brasileira, deixando No segundo caso, existe a inflação de demanda, isto é, quan- ocupada com baixo desenvolvimento. de importações ocorridas no mesmo juros, além de ter anunciado cortes o Brasil em destaque perante os ou- do existe baixa produção para uma demanda alta de consumido- O dólar é a moeda de referência mundial e para um melhor de- período é subtraído do valor total”. nos gastos públicos. “A justificativa tros países”, afirma o professor. res, que buscam a venda de determinados produtos e que poste- senvolvimento da economia nacional foi estabelecida uma nova rela- para as ações da Dilma, controlando riormente começam a faltar no mercado. Assim, o valor sobe em ção de moedas, que geralmente é aplicada até os dias de hoje. A cada Cenário atual os gastos, está em manter o País está- O Plano que deu certo consequência da falta. 2 dólares no caixa brasileiro, o governo acrescenta 1 real na economia Segundo o Ministério de De- vel, controlar a inflação e evitar efei- A década de 80 foi marcada por do País, gerando desenvolvimento e movimentação no mercado. senvolvimento Indústria e Comércio tos negativos da crise internacional”, um processo inflacionário. Provavel- Por que ocorre a inflação? Existem variações no valor do dólar de acordo com a relação Exterior, o PIB brasileiro cresceu 4,2% explica Saes. mente você não se lembra do cruzeiro, Saes explica que a partir do plano real em 1994, passou a de diversos pontos na economia geral, mas podemos classificar no primeiro trimestre de 2011 e o nú- O cenário encontrado por Dilma nem do arroz e feijão com um preço a existir uma relação do real com a moeda estrangeira, o dólar. “Ini- essa variação como câmbio flutuante, ou seja, a entrada e saída de mero de exportações já superaram foi deixado pelo seu antecessor, o ex- cada semana. Mas, com certeza, seus cialmente a relação era de 1 real para 1 dólar, ou seja, para que o dinheiro no País são variáveis de acordo com o valor do dólar. os valores de 2010, entretanto, o ín- presidente Luís Inácio Lula da Silva, pais devem recordar muito bem. dice de desemprego aumentou em que durante o seu primeiro mandato Naquela época, a moeda vigente relação ao governo anterior. em 2003, assumiu o País com diversos era o cruzeiro e os produtos sofriam Hoje o País é a 7ª economia do desafios, entre eles o de manter a infla- variações por causa da inflação. A dona Juros Afinal, qual a melhor forma de manter os juros? mundo, em comparação há dois ção controlada e o de enfrentar a crise de casa Regina Francisco, de 45 anos, Quando a taxa de juros está em baixa, os produtos se tornam Por enquanto, existem os juros variáveis, uma forma de anos quando estava na 9ª posição, do câmbio, ou seja, variação da entra- conta que neste tempo precisava fazer mais baratos, facilitando o consumo da economia. O problema aumentar e diminuir as taxas de acordo com a situação eco- segundo depoimento do Ministro da da e saída de dinheiro de acordo com compra mensal porque o preço dos acontece quando esse consumo é alto e existe a disputa pelos pro- nômica do Brasil. Mensalmente acontece no País uma reunião Fazenda, Guido Mantega, para a Fo- o dólar. Inicialmente, Lula começou a produtos aumentava semanalmen- dutos no mercado, causando um novo processo inflacionário como com representantes do Banco Central e do Ministério da Fazen- lha de S. Paulo (Março/2011). O Brasil investir parte do seu capital político na te. “Os rapazes do mercado estavam no segundo caso de inflações. da para avaliar o crescimento da economia no mês anterior. também está na 73ª no ranking dos aprovação de uma reforma na previ- sempre com a máquina de etiquetar No caso contrário, quando as taxas estão em alta, investir no Na ocasião, verificam se é necessário aumentar ou diminuir as melhores países para fazer negócios, dência social, que consistia na redução preços nas mãos, alguns produtos mu- Brasil passa a ser uma opção interessante para os estrangeiros, pois taxas de juros. de acordo com a revista Forbes (Ou- do valor da pensão para dependentes davam até diariamente”, lembra. aplicam o dinheiro em investimentos no País em troca de rentabi- Com a taxa de juros mensal estabelecida, o valor inflacionário tubro/2011). de pessoas falecidas e na diminuição Vários planos para conter a situa- lidade em consequência dos juros, proporcionando maior dinheiro também é determinado. “A taxa de juros e o processo inflacionário é No momento faz parte de diver- do valor integral de aposentadoria ção eram criados e fracassavam. Plano em caixa. Porém, essas altas taxas dificultam o consumo interno e determinado de acordo com o que querem que suba a economia”, fi- sas organizações como Mercosul, a para os servidores públicos. Cruzado, Bresser, Verão e Collor são os aumentam o valor do investimento nacional. naliza o professor. UNASUL, o G8+5, o G20 e o Grupo Outra mudança foi o aumento do mais conhecidos. Esse último trauma-6 Novembro de 2011 7
  3. 3. IMPOSTOS “Se há algo que os novos governantes não deixam de copiar dos antecessores é a manha política de aumentar impostos”, por Ralph Waldo Emerson Parte da história alcançasse grande projeção na eco- o cenário brasileiro começou a ter As primeiras moedas surgi- nomia mundial. vantagens econômicas e militares. ram após o ano de 1530, quando Em 1888, o Brasil declarou a Um acordo com os Estados Unidos os portugueses iniciaram a co- liberação dos escravos com a assi- da Américas possibilitou a implan- lonização do Brasil. Com isso, a natura da Lei Áurea, o que forçou tação da Companhia Siderúrgica Os tributos estão embutidos em tudo que consumimos. economia brasileira se integrou as elites nacionais a investirem na Nacional (CSN). Além disso, a eco- ao sistema econômico vigente mão de obra estrangeira, incenti- nomia passou a contar também No Brasil, eles estão entre os maiores do mundo durante as grandes navegações, o vando a imigração. “O Brasil foi for- com outras companhias: Compa- mercantilismo. çado para extinguir a escravidão. nhia Nacional de Álcalis, Compa- Cofins, IPI, ISS, Contribuições, etc.). Por Patrícia Ramos Os portugueses introduziram Os ingleses visavam aumentar o nhia Vale do Rio Doce e Companhia Existem mais de 60 tributos cobra- I no Brasil os engenhos de cana de mercado consumidor para os seus Hidrelétrica do São Francisco. dos atualmente no Brasil. O maior açúcar na região Nordeste pela sua produtos industrializados na Amé- Na mesma época, a Consolida- mposto de renda, INSS, IPTU, custo para o cidadão é sobre o con- proximidade com a metrópole por- rica”, conta o professor doutor de ção das Leis do Trabalho e a Justi- IPVA, ICMS, IPI, COFINS, etc. Esses sumo, já que o Governo cobra tribu- tuguesa. O açúcar é o produto mais História da Faculdade de Filosofia, ça do Trabalho também fizeram são os principais impostos que o tos que estão embutidos no preço duradouro da economia nacional. Letras e Ciências Humanas da Uni- parte do cenário. O salário mínimo brasileiro precisa pagar todos os final de mercadorias e serviços. Se- Na mesma época, escravos vindos versidade de São Paulo (USP), Ro- foi implantado e a estabilidade no anos. Desde o começo de 2011, mais gundo Amaral, pagamos em média da África eram comercializados drigo Ricupero. emprego do trabalhador foi a con- de um trilhão de reais já foram reco- 40% sobre tudo que consumimos. como mercadorias para ajudar na Porém, a economia brasileira sequência. lhidos em tributos no País. “Na conta de luz tem 48% de tribu- produção e nas casas dos senhores. ainda era frágil devido à extrema Esse desenvolvimento do País, E por que é dever de todo ci- tos, na conta de telefone 46%, na ali- No interior da Serra da Mantiquei- dependência do café que chegou chamado “desenvolvimentismo”, dadão pagá-los? Pois a quantia mentação em geral há 30%, no ves- Divulgação ra descobriram uma região rica em a representar quase 80% da rique- prevaleceu até o Regime Militar arrecada serve para arcar com os tuário e calçados 37%, nas bebidas minérios, que passou a ser conhe- za nacional. Durante as primeiras (1964-1985). Neste período, o Brasil gastos públicos, tais como educa- não alcoólicas 45%”, explica. cida como Minhas Gerais, atual es- crises econômicas do século XX, o desenvolveu grande parte de sua ção, transporte, saúde, segurança, Além da grande quantidade, há tado MG. País se viu forçado a diversificar a infraestrutura e alcançou elevadas cultura, entre outros. Os valores são também aumento nas quantias a A expansão da lavoura cafeeira economia, investindo na ativida- taxas de crescimento econômico. recebidos pelo Estado – governos serem pagas. Segundo o presiden- para o interior de São Paulo graças de industrial de grandes centros Porém, manteve suas contas em municipal, estadual e federal – e a te do IBTP, João Eloi Olenike, “para Curiosidades às linhas férreas que escoavam a urbanos como São Paulo e Rio de desequilíbrio, multiplicou a dívida utilização do dinheiro não é vincu- fazer frente à altíssima necessidade Você sabia que com produção do interior para o porto Janeiro. externa e desencadeou uma infla- lada a gastos específicos, pois pe- de recursos dos governos, princi- o valor dos impostos de Santos, permitiu que o produto No Estado Novo (1937-1945) ção reparada apenas em 1994. rante a lei, é o Governo, com a apro- palmente para financiar a ‘máquina que o brasileiro paga, vação do Legislativo, quem define administrativa’, cria-se a necessidade é possível: o destino das verbas, por meio dos constante de valores, e a fonte mais - Adquirir 1.257.091.545 aparelhos de orçamentos públicos. fácil para se conseguir isso é via au- telefone celular? Glossário: tural, social, econômico e político entre seus povos. Segundo o Instituto Brasileiro mento da arrecadação tributária”. - Adquirir 668.665.715 televisores? PIB - Produto Interno Bruto G8+5 – É composta pelas principais potências econômicas, polí- de Planejamento Tributário (IBPT), No Brasil, um produto nacional - Pagar 1.532.208.005 mensalidades de URV - Unidade Real de Valor ticas e industriais do mundo, mais as cinco principais economias o Brasil é um dos países que cobra pode sair mais caro do que aquele escola particular? Inflação - A inflação é usualmente conceituada como um au- emergentes. Fazem parte: EUA, Canadá, Japão, França, Itália, Ale- mais impostos, ficando atrás so- comprado em outro país, devido - Pagar 1.247.389.626 mensalidades de um mento contínuo e generalizado no nível geral de preços, que resulta manha, Reino Unido e Rússia, mais Brasil, México, Índia, África do mente da França e Itália. O fundador às altas taxas de impostos. A ar- plano de saúde particular para a família? em perda ininterrupta do poder aquisitivo da moeda. Sul e China. e coordenador de estudos do IBPT recadação tributária chega a ser - Adquirir 14.142.280 casas populares? Deflação - É o oposto de inflação, a queda no índice de preços. G20 – É constituído por ministros da economia e presidentes dos e idealizador do site Impostômetro, maior do que o PIB brasileiro, que - Adquirir 41.903.052 carros populares? Banco Central - Autoridade monetária do País responsável pela bancos centrais de 19 países de economias mais desenvolvidas do Gilberto Luiz do Amaral, afirma que consiste no Produto Interno Bruto Fonte: Impostômetro execução da política financeira do governo. Cuida ainda da emissão de mundo, mais a União Europeia. Os principais objetivos são o favo- isso se deve ao “vício dos governan- do País. De acordo com Olenike, moedas, fiscaliza e controla a atividade de todos os bancos no País. recimento de negociações econômicas internacionais, debates de tes em sempre quererem aumentar ”existe espaço para uma redução GLOSSÁRIO BRIC – Grupo dos principais países emergentes (Brasil, Rússia, Índia políticas sustentáveis, flexibilidade do mercado de trabalho e libe- a arrecadação tributária, para pos- imediata da carga tributária. O que IR - Imposto de Renda e China )que possuem grande importância nas decisões financeiras ração do comércio mundial. teriormente, ampliar e melhorar os falta é vontade política para tanto. IPTU - Imposto Predial e Territorial Urbano mundiais por terem as mesmas características econômicas. Grupo de Cairns - É uma organização composta por 19 países: serviços públicos”. Porém, Amaral Sempre é mais fácil cobrar mais, IPVA - Imposto sobre a Propriedade de Veículos MERCOSUL - O Mercado Comum do Sul é um acordo comercial as- Argentina, Austrália, Bolívia, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Costa também afirma que há muito des- do que aplicar melhor o dinheiro Automotores sinado por Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai em 1991. Há ainda Rica, Guatemala, Indonésia, Malásia, Nova Zelândia, Paquistão, perdício de recursos públicos. “Os público. Para a redução dos tribu- ICMS - Imposto sobre Circulação de Mercado- dois membros associados: o Chile (desde 1996) e a Bolívia (desde Paraguai, Peru, Filipinas, África do Sul, Tailândia e Uruguai. Juntos, governos não têm tanto profissio- tos não é necessária reforma tri- rias e Prestação de Serviços 1997). Ambos negociam a entrada no bloco econômico que preten- os países-membros são responsáveis por mais de 25% das exporta- nalismo na aplicação, quanto pos- butária, basta existir vontade para IPI - Imposto sobre Produtos Industrializados de fixar tarifas externas comuns para todos esses países e eliminar ções mundiais de produtos agrícolas. suem na cobrança de impostos”, diminuir alíquotas. Com a redução, COFINS - Contribuição para Financiamento da barreiras alfandegárias. Superávit Primário – É a arrecadação do governo, subtraindo conclui o coordenador. mesmo que gradual e paulatina, o Seguridade Social UNASUL – União de Nações Sul Americanas. É formada pelos 12 os gastos e descontando apenas os juros disso para pagamento da Os tributos a serem pagos inci- consumidor paga menos, há maior CPMF - Contribuição Provisória sobre Movimen- países da América do Sul. Tem como objetivo construir, de maneira dívida do País. dem sobre o trabalho (Imposto de produção e a consequência é o tação ou Transmissão de Valores e de Créditos e participativa e consensual, um espaço de articulação no âmbito cul- FONTE: Portal Brasil Renda, INSS), sobre o patrimônio próprio crescimento da arrecada- Direitos de Natureza Financeira (IPTU, IPVA) e o consumo (ICMS, PI, ção”, finaliza. IOF - Imposto sobre Operações Financeiros8 Novembro de 2011 9
  4. 4. Negócios “As empresas nunca podem parar de aprender sobre o setor em que atuam, suas rivais ou formas de melhorar ou modificar sua posição competitiva”, por Michael Porter Entenda como essas ações funcionam e porque estão cada vez mais presentes no mundo dos negócios Empresa A vende parte para a empresa B, mas as fábricas ou lojas continuam no mesmo local prador, empresa familiar e sem her- deiros, briga de sócios e com a venda, ções da empresa a ser comprada, entre outros detalhes. Depois disso, “Pode-se entender cada um assume uma outra direção e endividamento. Mas ter apenas bons o CADE tem um tempo médio de 90 dias, dependendo de cada caso, para como fusão e aquisição motivos não é o suficiente para que a avaliar se é possível prosseguir com fusão aconteça. Quando há o interes- o processo. qualquer movimento se em sua realização, um dos primei- Após essa análise, o órgão libe- ros requisitos a serem avaliados é o ra, ou não, a aprovação da fusão e, da empresa tanto para market share (parcela representativa a partir daí, o processo é finaliza- a venda quanto para a Por Mara Speri da empresa no mercado, de acor- do. As companhias podem optar A Já a fusão, segundo do com o segmento que participa). também pela aprovação com res- globalização e o desenvolvimento o advogado, acontece quando duas ou mais em- “Quando o market share da empresa é maior que 20% no segmento atu- trições, que ocorre quando a ação está liberada, mas em um determi- junção com outra” da economia nos últimos presas se unem, dando origem a ante ou tem o faturamento acima de nado prazo estimado pelo CADE, Ricardo Madrona anos contribuíram para o uma terceira. Desta forma, funcio- R$ 400 milhões anual é necessário ou quando terão que cumprir surgimento de um novo cenário no nários, máquinas, contratos e ativos que haja aprovação do CADE, órgão com algumas solicitações. Sendo de responsabilidade do principal universo corporativo brasileiro, re- da empresa tanto para a venda das empresas anteriores passam a responsável pela liberação”, diz o ad- assim, a junção das empresas ou executivo”, finaliza Madrona. sultando no crescimento do merca- quanto para a junção com outra”, pertencer à nova organização, que vogado. das atividades só pode ser realiza- do de ações, alta competitividade e explica o advogado especialista ganhará nome, documentação, Toda fusão deve ser aprovada da após a aprovação do Conselho Mercado de fusões e luta das companhias para perma- em M&A, Ricardo Madrona, só- CNPJ e ações no mercado. pelo Conselho Administrativo de Administrativo. aquisições nos últimos anos necerem em seus negócios. cio do escritório Madrona, Hong, Um exemplo de fusão bastan- Defesa Econômica (CADE) para que Outro ponto de extrema im- Atualmente, o mercado brasi- Entre as diversas estratégias Maz¬zuco e Brandão. te conhecido no País é o da Brasil não exista monopólio de determi- portância para o sucesso de uma leiro está muito atraente para a eco- das corporações com o objetivo De acordo com Madrona, a Foods, resultado da união entre nado segmento ou produto no país, fusão é o sigilo. No caso das em- nomia e investimentos estrangeiros, de crescer no mercado, as fusões aquisição acontece quando uma as marcas Perdigão e Sadia. Nes- ou seja, evitando que uma grande presas de capital aberto, qualquer sendo este um dos principais moti- e aquisições se tornaram as mais empresa compra parte de outra, se caso, ambas possuíam grande empresa compre as concorrentes e mudança que houver deve ser vos para explicar o alto número de comuns. Conhecidas como M&A, podendo adquirir ações, fábricas parte do mercado do setor alimen- domine o mercado. anunciada imediatamente para negócios no País. De acordo com a (mergers and acquisitions) essas ati- ou lojas, dependendo do acordo tício, porém a situação financeira O CADE é um órgão de última todo o mercado. Já no caso de Associação Brasileira das Entidades vidades conquistaram um grande firmado entre os acionistas. Nesse da Sadia era delicada, e precisa de instância para resolução de proble- empresas privadas, é aconselhável dos Mercados Financeiros e de Ca- espaço na economia e vêm cres- caso, a primeira empresa mantém o investimentos. Assim, a Perdigão mas administrativos e de concorrên- que a ação seja divulgada apenas pitais (ANBIMA), em 2010 o valor de cendo a cada ano. controle sobre a segunda, porém as comprou as ações da empresa. cia, e tem como objetivo fiscalizar, depois da aprovação. “Em uma fusões e aquisições no Brasil ultra- duas continuam presentes no mer- Entre os principais motivos que apurar e orientar quesitos econômi- fusão de empresa privada é me- passou R$ 184 bilhões, 30% a mais Mas afinal, o que são cado. Por exemplo, o Banco Itaú- levam as organizações a planejarem cos. O processo de aprovação de uma lhor não causar expectativas no que em 2007, ano recorde até o aquisições e fusões? Unibanco, que adquiriu as ações do essas estratégias de fusões e aquisi- fusão é iniciado com a formalização mercado e divulgar a informação momento. No primeiro semestre de “Pode-se entender como fusão antigo Unibanco, incorporando as ções, Madrona explica que os mais do pedido da empresa compradora, posteriormente, porém qualquer 2011, já foram contabilizados mais e aquisição qualquer movimento novas ações ao Itaú. usuais são bom preço para o com- que deve apresentar preço, avalia- vazamento desse tipo de notícia é de 300 negócios.10 Novembro de 2011 11
  5. 5. Negócios O valor estimado das privatizações na área de telefonia ultrapassou os R$ 420 milhões, segundo a Revista Veja/Fevereiro de 2011 ESPECIAL “Nunca invista em negócios que você não consegue entender”, por Warren Buffet Viaje pelo passado e conheça a história da Bolsa de Valores Nesse período, mais de 40 empresas foram compradas pelo setor privado trazendo produtividade ao País como altas taxas de desemprego, vimentar o dinheiro na economia e Por Mara Speri baixo consumo da população e dé- proporcionar a qualidade nos ser- A ficit nos cofres públicos. viços, mas o governo deve tomar Aline Messias té o início da década de Em busca de soluções, o go- cuidado para impedir o monopólio 1990, a população brasilei- verno optou por vender algumas do segmento nas mãos de grandes ra vivia assombrada pelo empresas estatais que eram con- grupos internacionais. Mas acredita Painel eletrônico mostra o pregão em tempo real monstro da inflação, quando sideradas estratégicas no ramo de que existem vantagens e desvanta- os preços subiam constantemente, telefonia e energia, justificando gens nessa prática do governo. somente na Idade Moderna que os nacional. Em 1991 a Bolsa de Merca- Por Aline Messias e Naiara Teles dificultando a vida dos consumido- que eram deficitárias nos serviços Para Marques, essa prática do negócios obtiveram as característi- dorias de São Paulo se uniu à Bolsa Q res, pois o valor gasto por semana prestados. “O governo necessitava governo pode trazer diferentes opi- cas que mantêm até a atualidade. de Mercadorias & Futuros (BM&F). No em alimentação era variável. de dinheiro em caixa, com isso co- niões. Em alguns casos, a venda de uem acredita que comprar Considerado a primeira so- início do século XXI a Bolsa de Valores Depois das tentativas de vários meçou a vender empresas públicas, empresa para grupos internacio- e vender partes de empre- ciedade de ações nacional, o pri- de São Paulo (Bovespa) formalizou a governos em controlar essa situação, consideradas de grande importân- nais transforma as empresas mais sas é coisa do século XXI, meiro Banco do Brasil foi fundado sua integração com as demais bolsas foi durante o mandato do presidente cia para a economia, e garantindo eficientes, por exemplo, nos setores precisa rever seus valores. em 1808. A partir de 1845 foram do País. E em 2008 foi concretizada Itamar Franco (1992-1994) que o Pla- grandes receitas para manter o Pla- de telefonia e energia que propor- Segundo o professor de economia estabelecidos critérios para a in- a fusão entre a BM&F e a Bovespa, no Real entrou em vigor em fevereiro no Real”, explica o professor de his- cionaram maior qualidade e acessi- da Universidade Cruzeiro do Sul termediação de negócios no País tornando-as uma sociedade de capi- de 1994, e alcançou o objetivo inicial tória econômica da Universidade de bilidade dos serviços aos consumi- Nelson Calsavara Garcia Junior o por meio de diversos decretos im- tal aberto, líder da América Larina, e de conter o aumento dos preços e São Paulo (USP), Flávio Marques. dores. Já em outros casos, acontece princípio da história de se negociar periais. Sendo assim, a Praça do a 3ª maior bolsa do mundo em valor valorizar a moeda. Com o discurso de que as em- apenas a transferência do poder. parte de uma empresa remonta há Comércio se tornou o único local de mercado, perdendo somente para Com esse novo cenário, o país presas privadas não tinham quali- Hoje, conforme o Ministério do mais de dois mil anos a.C., na região adequado para a reunião de corre- as bolsas de Xangai (China) e Chicago passou por diversas reformas estru- dade nos serviços nem recebiam Desenvolvimento, o Brasil já vendeu onde hoje localiza-se o Iraque. tores, o que motivou a criação da (Estados Unidos). turais, entre elas o início das priva- investimentos, houve uma inter- mais de 40 empresas, como Compa- Ao conhecer o Centro de Me- Bolsa de Valores do Rio de Janeiro. “O valor de mercado da nossa tizações, caracterizadas pela venda nacionalização dessas companhias nhia Vale do Rio Doce, Companhia mória da BM&FBOVESPA, é possí- Em 1890, Emílio Rangel Pestana bolsa ficou comparado ao valor das de empresas estatais (públicas) públicas, ou seja, foram vendidas Paulista de Força e Luz (CPFL) e Te- vel desvendar a trajetória da Bolsa funda a Bolsa Oficial Paulista, deno- bolsas do primeiro mundo, porque para o setor privado. para grandes grupos internacio- lesp, hoje Telefonica. Na lista para de Valores de tempos remotos até minando-a Bolsa Livre. Mais de 70 nós temos a liquidação (compra e De acordo com o Banco Nacio- nais. “As estatais eram vistas como possíveis privatizações estão ainda os dias atuais. Na Roma Antiga, já anos depois, em 1968, após algumas venda) própria, o que aumenta o va- nal do Desenvolvimento (BNDES), ‘cabides de empregos’, ineficientes, o petróleo e as estradas brasileiras. havia contratos conhecidos como mudanças de nome e de crescimen- lor das nossas ações”, afirma o con- durante os oito anos de Fernan- e sem investimentos em tecnolo- “Em geral, nesses 20 anos de compra da esperança, ou compra to contínuo, foi criado o Índice Bo- sultor financeiro da BM&FBOVESPA do Henrique Cardoso no governo gia. Mediante esses argumentos, privatizações, o Brasil conseguiu da coisa esperada, que determina- vespa. Logo depois, na década de Carlos Alberto Barboza da Silva. (1995-2002), o número de privatiza- justificavam as vendas, e com o di- um grande salto na produtividade vam o preço da pesca ou colheita 1970, foi a vez da criação do pregão Atualmente, a instituição é ções chegou a 18 empresas. Esse alto nheiro arrecadado conseguiram es- do País, além de avanços nos inves- e eram firmados entre pescadores eletrônico, além dos investimentos responsável pela negociação de índice é justificado com a entrada do tabilizar a economia e quitar gran- timentos e eficiência dos serviços ou agricultores e os comerciantes. em renovação dos espaços físicos e ações (partes de uma empresa dis- Real, que possibilitou manter a infla- de parte da dívida externa do país”, prestados. Prova disso, são os valo- Já na Idade Média, o advento do das tecnologias utilizadas. poníveis para os investidores), mo- ção sobre controle. Porém, mesmo afirma Marques. res que as ações de cada empresa crédito e do comércio começaram Já a década de 1990 foi marcada edas à vista, commodities agrope- com essa estabilidade, a economia Segundo o professor, a venda privatizada conseguem no merca- a transformar o mercado. Mas foi pelas primeiras fusões do mercado cuárias, entre outros instrumentos continuou enfrentando problemas das estatais tinha a intenção de mo- do”, finaliza o professor.12 Novembro de 2011 13
  6. 6. “O Brasil está em setembro de 2005. Desde então, o silêncio reina no salão principal. ruim. E não percebemos que ela pode ser uma coisa boa, porque as- “Quando havia os 1200 rapazes sim o dinheiro troca de mão”. acompanhando aqui do pregão viva voz era possível Foram nove crises econômicas alcançar, em um dia muito bom de principais que ocorreram entre 1700 o mundo. A tecnologia mercado, 20 mil ordens, e a bolsa chegava a 1 bilhão no dia do exer- e 2011. A mais recente foi em outu- bro de 2008, nos Estados Unidos. Se- de ponta dominou cício”, ressalta o consultor. “Atual- mente, passamos de 800 mil ordens gundo o professor de economia Gar- cia Junior a crise de 2008 teve início a Bolsa” diárias, por meio de um sistema ele- trônico, e chegamos fácil a 8 bilhões em 2001, após o ataque terrorista do dia 11 de setembro aos edifícios por dia. Isso quer dizer que o Brasil do World Trade Center, conhecidos Carlos Alberto Barboza da Silva está acompanhando o mundo. A como Torres Gêmeas. “Nessa época tecnologia de ponta dominou a Bol- o governo americano precisava pas- financeiros. Segundo o professor sa”, acrescenta. sar uma mensagem para o mundo, de economia, de forma simplista, que se perguntava ‘vai ter guerra ou para ser caracterizado como com- Efeito Dominó não?’. Eles precisavam tomar uma modity o produto deve conter Passamos por um momento atitude e decidiram passar credibili- três características: durabilidade, estável na economia brasileira. Pre- dade. Fizeram isso baixando as taxa negociação em bolsas de valores cisamos entender, porém, que as de juros que chegaram e permane- e pouquíssima transformação do Bolsas de Valores estão interligadas cem até hoje a 0.5% ao ano – para se seu estado original. Como exem- e que quando acontece, por exem- ter uma ideia a taxa brasileira é de Aline Messias plo de commodities podemos ci- plo, uma crise na Bolsa de Frankfurt, 12% ao ano”. tar o café e o ouro. na Alemanha, todas as outras po- De acordo com o professor esta tências econômicas sofrem com o redução de juros desencadeou uma “O valor de mercado da nossa bolsa ficou comparado ao valor das bolsas de primeiro mundo”, afirma Silva Avanços da tecnologia período. O consultor financeiro Car- venda desordenada, e a classe média Quando se pensa em Bolsa de los Aberto Barboza da Silva explica começou a investir. Os bancos ven- Valores, a imagem que costuma vir que o Brasil faz parte de um mundo diam sem análise de crédito e não No Brasil, que estava no governo as empresas que se comprometem DICA: Assista ao documentário Inside à mente é a de vários operadores globalizado, no qual qualquer sin- houve planejamento a longo prazo. Lula (2003-2010), a decisão tomada a reduzir o preço do produto para Job, ganhador do Oscar desse ano. andando de um lado para o outro, toma nacional ou internacional de Todos queriam vender e os consumi- para gerenciar o momento de crise e que seja consumido aqui”. E com- de telefone na mão, fechando as ne- crise reflete na Bolsa. Silva afirma dores compravam sem pensar. impedir que o País fosse afetado foi a pleta dizendo que no ano 2009 foi gociações diárias da Bolsa. Essa “ba- também que essas crises têm o seu Os anos foram passando e em redução de impostos. A proposta do recorde de venda de eletrodomés- É possível conhecer pessoalmen- gunça” era o chamado pregão viva lado positivo. “Quando falamos de 2008 aconteceu o que já era espe- governo brasileiro foi segurar o mer- ticos e eletroeletrônicos. te a bolsa paulista, de segunda a sá- voz da Bovespa, que chegou ao fim crise, pensamos somente no lado rado: os preços dos produtos fica- cado interno. Então eles decidiram Falando da questão econômi- bado, das 10 às 17 horas, durante uma ram mais caros, pois o governo au- reduzir um dos principais impostos ca atual, o professor explica que há visitação ao Espaço Raymundo Ma- mentou a taxa de juros. Com essa que afetam a carga tributária das uma expectativa favorável com os gliano Filho, que possui atrações como inflação (aumento generalizado e empresas: o Imposto Sobre Produ- eventos que acontecerão no País, o Cinema 3D, o Centro de Memória e a persistente do nível de preço), as tos Industrializados (IPI). “Em alguns como a Copa do Mundo de Fute- Mesa de Operações. pessoas que tinham parcelas não casos chegaram a zerar a alíquota bol de 2014 e as Olímpiadas no Rio Para aqueles que desejam apren- conseguiram pagar os bancos. de impostos. Principalmente para de Janeiro, em 2016. “Estamos em der mais sobre educação financeira e Que sucessivamente não conse- carro. Mas por quê? A indústria au- um momento no qual a economia investimentos, estão disponíveis os guiram investidores, pois seus títu- tomobilística comanda o País? Não. está estagnada. Mas todo final de cursos gratuitos presenciais de “Fi- los não tinham credibilidade. “Nes- O que acontece é que para montar ano é bom economicamente no nanças Pessoais - Educar”, divididos de sa hora o banco fica numa ilha. De um carro necessita-se de plástico, País. O povo brasileiro é altamente acordo com a idade do participante, e um lado não consegue dinheiro do de vidro, da indústria petroquímica consumista e o que acontece é que o “Como Investir em Ações”, para todos mercado financeiro, que não com- para os pneus...”, explica. grande parte da população come- os interessados. Há também cursos pra seus títulos desvalorizados, do De acordo com o professor, é ça o ano endividada. Dependemos gratuitos online, como o “Tesouro di- outro lado os consumidores não necessária toda uma cadeia produ- também do desenrolar da econo- reto – investindo em títulos públicos”, pagam” explica. tiva, que envolve mais de um mi- mia internacional. Em relação aos entre outros. O professor conta que nessa lhão de empregos diretos. “Esse é o eventos que o País irá receber nos Aline Messias época aconteceu uma espécie de segundo setor da economia brasi- próximos anos, acredito que mais Local: Rua XV de Novembro, 275, pró- “efeito dominó”. Um problema sistê- leira que paga mais impostos e gera empregos serão gerados mais no ximo à estação de metrô São Bento. Mais mico causado pela dependência de mais emprego. Assim o governo período, mas o que me preocupa é informações: www.bmfbovespa.com.br Professor de economia da Universidade Cruzeiro do Sul Nelson Calsavara Garcia Junior vários países do dinheiro americano. torna a arrecadação mais leve para o período pós-evento ”, conclui.14 Novembro de 2011 15
  7. 7. MERCADO A volatilidade dos mercados é a maior aliada do ‘verdadeiro investidor’”, por Warren Buffett “Desde muito novo eu estudei e acompanhei o mercado de ações”, mos momentos quentes na econo- Fábio Cordó mia e crises complicadas, como a de 2008, que fazem o rendimento variar bastante; o mais importante Na hora de entrar no mercado de ações aparecem as dúvidas. Como e quanto é entrar e sair na hora certa. Essa é a melhor regra, ter disciplina e frieza posso investir? A quem procurar? Compro na alta e vendo na baixa? O que devo fazer? para se dar bem”, conclui. Cordó investiu 80% do seu pa- além do salário. O mais interessante vasta gama de empresas que pres- trimônio pensando no futuro, sem Por Naiara Teles não foi o fato de começar a entender tam esse serviço e acabou decidin- pressa de lucrar com as operações, S melhor alguns investimentos e sim do qual contrataria pelo custo da “sempre gerenciei os riscos e tentei eria ótimo se o mercado de ter disciplina e inteligência financei- corretagem, (valor que a corretora diferenciar as ações. Compro duas ações fosse igual ao que ra”, conta. cobra para fazer cada operação). Já de cada ramo, como petróleo e te- estamos acostumados a Já o jovem, com a mesma idade, Cordó foi mais ousado e escolheu a lecomunicações, por exemplo, para entrar para fazer compras, Fábio Cordó, analista de sistemas corretora por meio da propaganda, que, no caso de uma crise num se- escolhendo com facilidade o que do Ig, sempre gostou e se interes- um ato que pode talvez ser explica- tor, eu tenha uma maneira de ficar nos agrada e aquilo que está de sou pelo assunto e decidiu investir do pelo bordão popular “sorte de no mercado”, conta. Naiara Teles acordo com as nossas finanças. pensando também em sua aposen- principiante”. Ambos não tiveram Coincidência ou não, os jo- Mas, não é assim que funciona na tadoria. “Desde muito novo eu es- problemas com a corretora escolhi- vens que compartilham do mesmo vida real; ele pode fornecer os tão tudei e acompanhei o mercado de da, utilizaram o suporte para apren- nome e formação, dividem também sonhados benefícios para se levar ações. Comecei a investir pensando der a usar as ferramentas e continu- a mesma categoria no ramo de in- na BM&FBOVESPA, onde também nem alugando as ações, assumindo uma vida financeira tranquila, mas no retorno em longo prazo, na mi- aram estudando os investimentos. vestimentos, com o perfil de inves- foi funcionário por 28 anos. um prejuízo. o caminho até lá exige paciência e nha aposentadoria, pois acho que Com a finalidade aprender ain- tidores agressivos, que aplicam em cautela. essa é a forma mais compensadora, da mais sobre esse universo, Cordó longo prazo e não se desesperam Economix: Qual é o primeiro passo E: Como funciona o aluguel de ações? Fábio Mello, de 28 anos, especia- apesar de ser um investimento de realizou o curso da BM&FBOVESPA com o ‘sobe e desce da bolsa’. para quem quer investir na bolsa? Quais as vantagens para o locador e lista em segurança da informação da risco”, afirma. que ensina como investir em ações. Luiz Ernesto: São alguns passos. In- para o locatário? Totvs, começou nesse mercado na Três maneiras para investir formação, certeza de estar fazendo LE: Na Corretora onde opero, infor- época em que cursava a faculdade. Como começar? Conservador, moderado Os dois investidores aqui apre- um investimento de longo prazo, mo que pretendo alugar minhas Ele decidiu comprar ações quando Para acompanhar e entender ou agressivo? sentados optaram por uma forma certeza de que, mais do que um in- ações. Para o locador é semelhante entendeu que poderia aumentar o esse tipo de investimento é neces- De acordo com a BM&FBOVESPA, de investimento, a aplicação tradi- vestimento, você está se tornando a comprar um apartamento para seu lucro mensal, pensando no futu- sário compreender primeiramente ação pode ser definida como “pe- cional, mas a BM&FBOVESPA tam- sócio da empresa. O correto é não alugar e mantê-lo fechado, estará ro. “Na universidade, tínhamos uma o que são as ações, os riscos que daço de uma empresa”, e aquele bém oferece outras maneiras para vender ações em baixa e usufruir perdendo dinheiro. Para o locatário, matéria sobre empreendedorismo elas oferecem e, é claro, procurar a que investir nela torna-se o seu entrar no mercado: o fundo de da rentabilidade que elas trazem, posso colocar de garantia, em uma e o professor citou a importância de ajuda de uma corretora especializa- proprietário, ou seja, acionista. An- investimento, que permite uma como dividendos (participação no operação de opções, por exemplo, investirmos para alcançar algo mais da. Mello pesquisou muito entre a tes, porém, é necessário analisar o aplicação na Bolsa sem ter que lucro) e aluguel das ações. sem ter que ficar com as minhas tempo em que o comprador pre- escolher em quais ações irá inves- ações paradas. Posso pagar o alu- tende manter o investimento e, o tir; e os clubes de investimentos, E: É preciso determinar um valor ou guel com o lucro que terei, com- mais importante, quanto ele está alternativa que vem ganhando tempo mínimo para comprar e ven- prando e vendendo minhas ações disposto a aplicar. Dessa maneira, espaço no País, na qual o inves- der ações? que estão livres. já é possível definir o tipo de inves- tidor aplica de forma coletiva em LE: Não existe valor e tempo mí- “O mais tidor: conservador, que investe em um clube já formado ou cria um nimo. Você tem que ter certeza de E: A frase “Comprar quando estiver interessante curto prazo (até um ano); modera- grupo de amigos, o que permite que vai pagar corretagem sobre as em baixa e vender quando está em é ter disciplina do, que investe em médio prazo (de alcançar o maior número de ações operações e esse valor será pago na alta”, está correta? Comente. e inteligência dois a cinco anos); e agressivo, que e facilita o acompanhamento das ida e na volta, ou seja, na compra e LE: Esse é o melhor dos mundos. financeira”, investe em longo prazo (acima de operações. na venda que pode ser realizada no Comprar uma ação a R$ 10,00 e em Fábio Mello cinco anos). Vale lembrar que investir em mesmo dia. um ano, por exemplo, ela valorizar “Investi a quantidade suficiente ações não significa uma garantia para R$ 20,00. Ganhei 100% em para sentir como as coisas funcio- de lucro, pois o mercado é de renda E: Quais os benefícios e os riscos para um ano. navam; se eu perdesse ou ganhasse variável, isto é, existe 50% de pos- quem investe? não faria alguma diferença. Apesar sibilidade de ganho e 50% de não LE: Os benefícios são os dividendos, E: Qual a melhor solução para o inves- disso, comecei nos fundos de in- obtê-lo. Para saber melhor como in- que recebemos em curto prazo e o tidor quando a bolsa estiver em baixa? vestimento”, explica Mello. O jovem vestir no mercado de ações, a Eco- aluguel das ações. Já o risco pode LE: Alugar as ações e receber os divi- tem seu método para enfrentar a nomix entrevistou o auditor Luiz Er- ocorrer ao precipitar-se ao vender dendos. Dependendo, comprar mais oscilação da bolsa, “já ganhei muito nesto Rodrigues Leitão, de 50 anos, as ações abaixo do preço que com- ações com esses valores, aproveitan- dinheiro e também já perdi. Tive- que ministra palestras desde 2007 prou, não recebendo os dividendos do o preço baixo das ações. Mara Speri16 Novembro de 2011 17
  8. 8. ENTREVISTA “Enriquecer é uma questão de escolha”, por Gustavo Cerbasi A trajetória de Gustavo Cerbasi, consultor financeiro e escritor Cerbasi chegou à capital paulista los. Na escola, todos da sala compra- Por Aline Messias com apenas um ano e meio de ida- vam o lanche na cantina, enquanto A de. Ao longo da infância, nada de o menino levava o lanche que a mãe utor de Casais inteligentes mesadas e gastos excessivos. Vivia, preparava em casa. enriquecem juntos (Editora ao lado de seus pais, uma situação Seu primeiro emprego foi aos Gente), best-seller nas livra- financeira apertada. 20 anos, como professor de inglês. rias de todo o País, com cer- Ao sair com os amigos, costu- Cerbasi ainda era aluno do quarto ca de 1 milhão de exemplares ven- mava sempre contabilizar os gastos, nível do curso, quando um professor didos, Gustavo Cerbasi conquistou para ver se o dinheiro seria o sufi- da turma das crianças faltou. Surgiu os leitores pela forma simples de ciente. Somava o preço do boliche então a oportunidade de assumir o falar sobre finanças. Dos ensina- mais o valor da passagem de ônibus giz e a lousa. Do primeiro salário re- mentos que procura transmitir no até o shopping e, chegando lá, se os cebido, recorda-se até os dias atuais. livro, cada linha foi escrita também colegas optassem por uma refeição O valor era 185 reais – o equivalen- na sua própria história. mais cara, ele ficava só na batatinha te hoje, contando com a inflação, a Natural de Caxias do Sul (RS), e na água, para poder acompanhá- aproximadamente 400 reais. Enfim, universitário Cerbasi pisou pela primeira vez na universidade para estudar Engenharia Mecânica na Escola Divulgação / Julio Vilela Politécnica da Universidade de São Paulo (USP). Após três anos de curso, sentiu que não teria muito futuro como engenheiro e decidiu mudar de rumo. O novo caminho cançados, foi convidado para outras ponder, estudava a fundo o assunto em cursos de pós-graduação pela escolhido foi o curso de Adminis- oportunidades na área de consulto- e sanava todas as dúvidas. Assim, Fundação Instituto de Administra- tração Pública, na Fundação Getú- ria financeira. Depois, passou a atuar começaram a surgir convites para ção (FIA) e treinamentos, palestras lio Vargas (FGV). como professor em um colégio de aulas específicas sobre o assunto e e consultorias por todo o Brasil. Por não gostar da disciplina de consultoria e começou a receber os consultorias formais para familiares No decorrer da sua carreira, finanças só passava de ano por ter primeiros convites formais para dar e amigos de seus alunos. Porém, Cerbasi concluiu um mestrado em facilidade com os números. Anos aulas em cursos de pós-graduação apesar das conquistas profissionais, Administração com ênfase em Fi- depois, recém-formado, planejava para advogados, secretárias e profis- ainda não se sentia realizado. nanças pela Faculdade de Adminis- trabalhar na área de Marketing ou sionais de vendas. Em 2003, escreveu o seu pri- tração, Economia e Contabilidade de Recursos Humanos. Mas o desti- Lembrando de seu desconfor- meiro livro, Dinheiro – Os segre- da Universidade de São Paulo (FEA- no o levou para outros caminhos. to como aluno da disciplina de Fi- dos de quem tem (Editora Gente). USP). Também especializou-se em Um amigo o chamou para nanças durante a graduação, agora Em 2004 abriu sua empresa de Finanças pela Stern School of Bu- ajudá-lo a elaborar laudos em uma como professor Cerbasi dedicava- consultoria financeira, criou o site siness, da Universidade de Nova consultoria financeira. O adminis- se a preparar aulas agradáveis, utili- Mais Dinheiro e decidiu que estava York (New York University) e pela trador novato achou que fosse algo zando exemplos do cotidiano para mudando muitas vidas e que dese- Fundação Instituto de Administra- temporário e aceitou. Com uma que os alunos pudessem se apro- java escrever mais livros. Em 2006 ção (FIA). visão diferenciada, justamente por ximar dos conteúdos abordados, começou a priorizar a sua agenda Mesmo após tantos estudos na não ser da área, o trabalho de Cer- como contabilidade e balanços fi- só para finanças pessoais, até con- área, Cerbasi cultiva sua habilidade basi começou a se destacar, sendo nanceiros. seguir atingir essa meta, em 2008. de falar de forma simples e acessí- elogiado pela abordagem mais prá- Nos intervalos, seus alunos lhe Desde então, o consultor financeiro vel, mostrando que a boa adminis- Reprodução tica e menos conceitual e teórica. perguntavam sobre finanças pes- trabalha exclusivamente com finan- tração das finanças pessoais está ao Diante dos bons resultados al- soais. Então, quando não sabia res- ças pessoais, desenvolvendo aulas alcance de todos.18 Novembro de 2011 19

×