Your SlideShare is downloading. ×
0
Argentina
Argentina
Argentina
Argentina
Argentina
Argentina
Argentina
Argentina
Argentina
Argentina
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Argentina

2,068

Published on

Published in: Education, Travel, Business
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,068
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
45
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. RFG News apresenta:<br />La Argentina<br />
  • 2. Los Aspectos Históricos<br />Em fevereiro de 1516 o navegante espanhol Juan Díaz de Solís pilotou sua embarcação ao estuário do Rio da Prata e reclamou a região em nome da Espanha.<br /> A colonização espanhola se deu ao longo <br />dos séculos XVI e XVII. O nome Argentina <br />vem de argentum, prata em latim, visto ao <br />metal precioso encontrado nas mãos de alguns<br />indígenas, sem saber que eles o haviam tomado<br />dos marinheiros da expedição portuguesa <br />dirigida por Aleixo Garcia.<br /> A independência da Espanha ocorreu em 1816 após a revolução de Maio que teve seu processo iniciado em 1810. Seu período independente foi marcado por inúmeras disputas políticas internas com governos democráticos que se alternaram com ditaduras militares.<br /> Após o último período ditatorial que terminou em 1983 a democracia argentina foi marcada por grandes dificuldades econômicas e políticas, que alcançou seu extremo durante a presidência de Fernando de laRúa com uma recessão sem precedentes no país.<br />
  • 3. Juan Díaz de Solís<br />
  • 4. Los Aspectos Humanos<br />A população da Argentina foi estimada em 39,7 milhões de habitantes em 2008 com densidade de 17 hab. Por km². Deles, 50% se concentram na província de Buenos Aires e na Capital Federal. A quase totalidade da população (97%) é de raça branca, com uma importante participação da imigração européia no começo do século XX (principalmente espanhóis e italianos) e de países limítrofes e orientais nas últimas décadas. A América Latina compreende todos os países do continente americano que falam espanhol, português ou francês, bem como outros idiomas derivados do latim. Compreende a quase totalidade da América do Sul, exceto a Guiana e o Suriname, que são países germânicos.<br />
  • 5. Los Aspectos Politicos<br />Após a revisão de 1994, a Constituição da Argentina estabelece a separação dos poderes executivo, legislativo e judicial (Brasil: judiciário), quer ao nível nacional, quer ao nível provincial. O presidente e o vice são eleitos por sufrágio universal para mandatos de 4 anos, sendo apenas uma reeleição consecutiva permitida. O presidente (Presidente de laNación Argentina) é ao mesmo tempo o chefe de estado e o chefe de governo. É ele que nomeia livremente os ministros e, em caso de "urgência e necessidade", pode legislar por decreto.<br />O parlamento da Argentina (o Congreso Nacional) tem duas câmaras: o Senado com 72 lugares e a Câmara de Deputados (Cámara de Diputados) com 257 membros. Desde 2001, os senadores são eleitos por sufrágio universal nas províncias e na Capital Federal, cada qual com direito a 3 senadores, que cumprem mandatos de 6 anos. Um terço dos lugares do Senado vão a eleições de dois em dois anos. Os membros da Câmara de Deputados são eleitos para mandatos de 4 anos.<br />
  • 6. Indicadores sócio-econômicos da Argentina e do Brasil<br />
  • 7. Casa Rosada em Buenos Aires, sede do governo Argentino<br />
  • 8. Los Aspectos Economicos<br />A Argentina é a segunda maior economia da América do Sul e juntamente com o Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela faz parte do Mercosul.PIBO PIB argentino sofreu um record em 1998, chegando 299 bilhões de dólares/pesos. A partir deste ano, ele passou a sofrer sucessivas quedas, chegando ao seu limite inferior em 2002. O seu PIB em 2005 alcançou 181 bilhões de dólares, deixando-a como o 37º país no ranking global, e o 3º na América Latina.Para termos uma idéia de comparação o Brasil é o 10º maior PIB do mundo, e o país que vem logo atrás da Argentina no ranking é Hong Kong e o que vem logo depois é Portugal.Os valores dos PIB atuais se referem a dados de 2005.Principais produtos de exportaçãoPossuindo um dos solos mais férteis do mundo (Pampa), destaca-se na alta produtividade de grãos. Principalmente trigo,15 milhões de toneladas, a de milho, 19 milhões de toneladas e a de soja, 18 milhões de toneladas. Seguidos da produção de erva-mate, aveia, cevada, girassol, batata, algodão.<br />
  • 9. PecuáriaA pecuária é de extrema importância para a economia argentina. A carne de vaca e a lã produzidas no país situam-se entre as melhores do mundo, cabendo menção às técnicas de refrigeração e processamento de carnes e seus subprodutos. A produção anual de carne é de aproximadamente 3 milhões de toneladas. O rebanho argentino conta com cerca de 49,5 milhões de bovinos e 13 milhões de ovinos. A produção anual de lã é estimada em 62 mil toneladas.PescaA produção anual pesqueira argentina é de aproximadamente 1,2 milhão de toneladas, destacando-se a pesca de merluzas e lulas.<br />A moeda argentina é o PESO ARGENINO q é igual a 0,462382064 reais.<br />
  • 10. Escola Geórgia<br />Data: 14 de junho de 2010<br />Alunos: Jhonatade Araújo, Leslly Silva, Igor Cardoso, João Paulo e André Machado.<br />Professor: Rubens<br />Disciplina: Geórgrafia<br />Série: 7ª<br />TEMA : Argentina<br />

×