Polipose colônica

14,098 views
13,670 views

Published on

Published in: Health & Medicine
0 Comments
5 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
14,098
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
39
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
5
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Polipose colônica

  1. 1. Polipose colônica.<br />Andress Godoy Delben – médico do departamento de cirurgia geral da Santa Casa de Valinhos.<br />DEPARTAMENTO DE CIRURGIA GERAL<br />
  2. 2. Polipose colônica<br />Definição e classificação<br /><ul><li> Denomina – se pólipo qualquer lesão elevada de mucosa
  3. 3. Dividem – se, histologicamente, em 4 tipos:
  4. 4. Hiperplásicos.
  5. 5. Hamartomatosos (presentes na polipose juvenil e Sd. Peutz-Jegher).
  6. 6. Inflamatórios.
  7. 7. Adenomatosos (Sd de Gardner, Turcot e PAF).
  8. 8. Não existem alterações macroscópicas que os diferenciem com certeza.</li></ul>CIRURGIA GERAL<br />
  9. 9. Polipose colônica<br />Pólipos hiperplásicos<br /><ul><li> Normalmente de 2 a 5 mm de diâmetro.
  10. 10. Forma plana e mesma cor que a mucosa normal.
  11. 11. São os pólipos mais comum encontrados no reto.
  12. 12. 4X mais comuns nos homens que mulheres.
  13. 13. Apresenta o mesmo padrão histológico da mucosa normal.</li></ul>CIRURGIA GERAL<br />
  14. 14. Polipose colônica<br />Pólipos hamartomatosos<br /><ul><li> Má formação com alteração da proporção dos componentes teciduais.
  15. 15. Crescimento coordenado pelo tecido circundante.
  16. 16. Estaciona após adolescência.
  17. 17. Polipose juvenil.
  18. 18. Síndrome de Peutz-Jeghers.
  19. 19. Síndrome de Cronkhite-Canada.</li></ul>CIRURGIA GERAL<br />
  20. 20. Polipose colônica<br />Pólipos hamartomatosos<br />Pólipo juvenil<br /><ul><li> Encontrado, mais comumente, em bebês e crianças até 10 anos.
  21. 21. Possuem de 1 a 2 cm de diâmetro e superfície lisa.
  22. 22. Apresenta espaços císticos dilatados – cistos de retenção mucosa.
  23. 23. 90% são encontrados até 20 cm da borda anal.
  24. 24. Queixas mais comuns são sangramento e protrusão.
  25. 25. 70% dos casos são únicos.
  26. 26. Recorrência em até 20%.</li></ul>CIRURGIA GERAL<br />
  27. 27. Polipose colônica<br />Pólipos hamartomatosos<br />Polipose juvenil<br /><ul><li> Doença rara.
  28. 28. Pode acometer todo trato digestivo.
  29. 29. Histórico familiar em 1/3 dos casos.
  30. 30. Alguns pólipos podem apresentar características adenomatosas – pré malignos!!!
  31. 31. Há associação com história familiar de polipose adenomatosa e neoplasia de cólon.
  32. 32. Tratamento semelhante ao da polipose adenomatosa familiar.</li></ul>CIRURGIA GERAL<br />
  33. 33. Polipose colônica<br />Pólipos hamartomatosos<br />Síndrome de Peutz-Jeghers<br /><ul><li> Síndrome rara.
  34. 34. História familiar.
  35. 35. Pólipos, mais freqüentemente pediculados.
  36. 36. Variam de alguns milímetros à 5 cm.
  37. 37. Apresenta crescimento exagerado da muscular da mucosa.
  38. 38. Ocorre igualmente em homens e mulheres.
  39. 39. Precedida de pigmentação ao redor dos lábios e mucosa oral (tendem a desaparecer após adolescência).
  40. 40. Sangramento e dores abdominais (intussuscepção intermitente ?). </li></ul>CIRURGIA GERAL<br />
  41. 41. Polipose colônica<br />Pólipos hamartomatosos<br />Síndrome de Peutz-Jeghers<br /><ul><li> Relação com câncer de:
  42. 42. intestino delgado.
  43. 43. estômago.
  44. 44. pâncreas.
  45. 45. cólon.
  46. 46. esôfago.
  47. 47. mama.
  48. 48. pulmão.
  49. 49. ovário.
  50. 50. vesícula e vias biliares.</li></ul>CIRURGIA GERAL<br />
  51. 51. Polipose colônica<br />Pólipos hamartomatosos<br />Síndrome de Peutz-Jeghers<br />CIRURGIA GERAL<br />
  52. 52. Polipose colônica<br />Pólipos hamartomatosos<br />Síndrome de Cronkhite-Canada<br /><ul><li> Síndrome rara.
  53. 53. Ausência de história familiar de polipose.
  54. 54. Presença de múltiplos pólipos tipo juvenil.
  55. 55. Alopecia.
  56. 56. Onicodistrofia.
  57. 57. Hiperpigmentação.
  58. 58. Início na idade adulta.
  59. 59. Diarréia.
  60. 60. Perda de peso.</li></ul>CIRURGIA GERAL<br />
  61. 61. Polipose colônica<br />Pólipos inflamatórios<br /><ul><li> Resultado de processos inflamatórios de mucosa.
  62. 62. Principais causas:
  63. 63. Retocolite ulcerativa.
  64. 64. Doença de Crohn.
  65. 65. Amebíase.
  66. 66. Esquistossomose.
  67. 67. Colite isquêmica.
  68. 68. Polipose eosinofílica.</li></ul>CIRURGIA GERAL<br />
  69. 69. Polipose colônica<br />Pólipos adenomatosos<br /><ul><li>Presença de displasia.
  70. 70. Muito relacionados com neoplasia de cólon.
  71. 71. Podem apresentar - se como lesões pediculadas ou sésseis.
  72. 72. Polipose adenomatosa familiar.
  73. 73. Síndrome de Gardner.
  74. 74. Síndrome de Turcot.
  75. 75. Apresentam – se de 3 formas distintas:</li></ul>CIRURGIA GERAL<br />
  76. 76. Polipose colônica<br />Pólipos adenomatosos<br />Definição e classificação<br />Tubular<br />70 % (displasia de baixo grau até 70%).<br />Câncer - 5%.<br />Viloso<br />13% (displasia de alto grau até 60%).<br />Câncer - 14%.<br />Tubuloviloso15% . <br />CIRURGIA GERAL<br />
  77. 77. Polipose colônica<br />Pólipos adenomatosos<br />Polipose adenomatosa familiar<br /><ul><li> Inicio da doença na puberdade.
  78. 78. Segmento anual.
  79. 79. Tratamento : proctocolectomia.</li></ul>CIRURGIA GERAL<br />
  80. 80. Polipose colônica<br />Pólipos adenomatosos<br />Síndrome de Gardner<br /><ul><li>Cistos cutâneos (cistos epidermóides) principalmente em cabeça, pescoço e braços..
  81. 81. Osteoma – classicamente em mandíbula, maxila e espessamentos localizados no córtex de ossos longos.
  82. 82. Fibroma – tumores desmóides.
  83. 83. Adenomas de cólon.</li></ul>CIRURGIA GERAL<br />
  84. 84. Polipose colônica<br />Pólipos adenomatosos<br />Síndrome de Turcot<br /><ul><li> Descrita por Turcot em 1959.
  85. 85. Polipose adenomatosa associada à neoplasia maligna do sistema nervoso central.
  86. 86. A patologia neurológica pode se manifestar antes da colônica.
  87. 87. História familiar, apesar de poder haver salto de uma geração.</li></ul>CIRURGIA GERAL<br />
  88. 88. Polipose colônica<br />Seqüência adenoma carcinoma<br /><ul><li>Genes supressores de tumor : atuam como estabilizadores do genoma e como reguladores da proliferação celular e da apoptose.
  89. 89. Oncogenes : têm a capacidade de provocar alterações nas fases do ciclo celular.</li></ul>CIRURGIA GERAL<br />
  90. 90. Polipose colônica<br />Seqüência adenoma carcinoma<br />Fatores externos<br />Fatores externos<br />Oncogenes<br />Genes supressores tumorais<br />Mucosa normal Câncer<br />CIRURGIA GERAL<br />
  91. 91. Polipose colônica<br />Seqüência adenoma carcinoma<br />CIRURGIA GERAL<br />
  92. 92. Polipose colônica<br />Seqüência adenoma carcinoma<br />APC<br />K-ras<br />DCC<br />p53<br />Mucosa normal<br />Foco de displasia<br />Adenoma<br />Adenoma avançado<br />Carcinoma in situ<br />Câncer<br />CIRURGIA GERAL<br />
  93. 93. Polipose colônica<br />Conduta<br />Polipectomia<br />CIRURGIA GERAL<br />
  94. 94. Polipose colônica<br />Segmento<br /><ul><li> Reduz a ocorrência de câncer em 80%.
  95. 95. Colonoscopia é o único método de acompanhamento.
  96. 96. O objetivo é a prevenção de câncer e não a remoção de pólipos.
  97. 97. Próxima colonoscopia após 3 anos.
  98. 98. Tempo de segmento dependente do risco do paciente.
  99. 99. Ressecção incompleta – novo exame em até 3 meses.</li></ul>CIRURGIA GERAL<br />
  100. 100. Polipose colônica<br />Segmento<br />Rastreamento até os 75 anos (*)<br />CIRURGIA GERAL<br />
  101. 101. Polipose colônica<br />Muito Obrigado!<br />CIRURGIA GERAL<br />

×