ÍNDICE                                                                                    Pág.Fonologia......................
CAPÍTULO 01                                    A vogal átona é pronunciada com menor intensidade.                         ...
im, in - limpo, cinto                                           pode ser formada por uma ou mais sílabas. Em português,om,...
5. Separam-se as letras dos dígrafos rr, ss, sc, sç xc.                       2.Não são acentuados os prefíxos terminadosE...
verbo dar - (que) ele dê, (que) eles dêem.                       Fabio                     Sergio                         ...
4-(b)                 9-(a)                 14 -( c )                   Ortografia (do grego orthós = reto, direito +     ...
2. Nos sufixos -ês, -esa, -isa, indicadores de                 bazar             rodízio           buzinaorigem, título de...
USO DO X/CH                                                        cota             quota        1. Depois de ditongo norm...
sortir (abastecer)                                      POR QUE/PORQUE/PORQUÊ/POR QUÊ       surtir (produzir efeito)      ...
b) hontem, hebreu, hediondo, hematoma, hemograma                   a) possue, contribue, retribue, distribuec) hemorragia,...
Maria sempre agia com muita ............................                     a) intercessão - assessorado(descrição/discri...
RESPOSTAS1- c2 – deshumano, deshonra, rehaver, deshabitar.3 – baroneza, camponesa, milanesa, calabreza, poetiza, sacerdoti...
Dia do Professor, Idade Antiga, Era Atômica, etc.                                                                Segundo o...
TEMA                                                                  vogal temática: -a-          Radical acrescido da vo...
RADICAIS GREGOS E LATINOS                                       poli             muito            políglota         Radica...
12. O sentido do radical grego em destaque é correto em:Nas questões de 10 a 1 2, aponte a única alternativa em           ...
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Apostila de português
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Apostila de português

12,204

Published on

0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
12,204
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
273
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apostila de português

  1. 1. ÍNDICE Pág.Fonologia................................................................................................................................................ 01Fonema................................................................................................................................................... 01Acentuação Gráfica................................................................................................................................ 03Ortografia............................................................................................................................................... 05Parônimos e Homônimos....................................................................................................................... 07Uso de iniciais maiúsculas e minúsculas................................................................................................ 11Estrutura e formação das palavras.......................................................................................................... 12Derivação................................................................................................................................................ 13Composição............................................................................................................................................ 13Classes de palavras................................................................................................................................. 16Substantivo............................................................................................................................................. 16Artigo...................................................................................................................................................... 20Adjetivo.................................................................................................................................................. 21Numeral.................................................................................................................................................. 24Pronome.................................................................................................................................................. 24Verbo...................................................................................................................................................... 30Advérbio................................................................................................................................................. 38Interjeição............................................................................................................................................... 41Preposição.............................................................................................................................................. 41Conjunção.............................................................................................................................................. 44Sintaxe.................................................................................................................................................... 46Frase, Oração, Período........................................................................................................................... 46Termos essenciais da oração.................................................................................................................. 46Tipos de Sujeito..................................................................................................................................... 47Tipos de Predicado................................................................................................................................. 48Termos integrantes da oração................................................................................................................. 50Termos acessórios da oração.................................................................................................................. 53Aposto.................................................................................................................................................... 54Predicativo.............................................................................................................................................. 55Vocativo................................................................................................................................................. 56Orações coordenadas.............................................................................................................................. 58Orações subordinadas adverbiais........................................................................................................... 59Orações subordinadas substantivas........................................................................................................ 61Orações subordinadas adjetivas.............................................................................................................. 62Orações reduzidas................................................................................................................................... 63Concordância verbal............................................................................................................................... 64Concordância nominal ........................................................................................................................... 68Regência verbal e nominal..................................................................................................................... 69Colocação pronominal............................................................................................................................ 72Figuras de Sintaxe.................................................................................................................................. 73Pontuação............................................................................................................................................... 75Estudo do “que” e do “se” ..................................................................................................................... 77Orientações ortográficas......................................................................................................................... 79Revisão geral através de textos............................................................................................................... 82Interpretação de textos............................................................................................................................ 89
  2. 2. CAPÍTULO 01 A vogal átona é pronunciada com menor intensidade. Exemplos: café, bola, vidro. FONOLOGIA Semivogais FONEMA Dá-se o nome de semivogal aos fonemas /i/ e /u/ Fonema é o menor elemento sonoro capaz de quando, juntos de uma vogal, formam com ela umaestabelecer uma distinção de significado entre palavras. mesma sílaba.Veja, nos exemplos, os fonemas que marcam a distinção Observe a palavra papai. Ela é formada de duasentre os pares de palavras: silabas: pa-pai. Na última sílaba, o fonema vocálico que bola/cola mata/mala sela/sala se destaca é o a. Ele é a vogal. O outro fonema vocálico (i) não é tão forte quanto ele. É a semivogal. Não confunda os fonemas com as letras. Ofonema é um elemento acústico e a letra é um sinal Consoantesgráfico que representa o fonema. Nem sempre o número São os fonemas em que a corrente de ar, emitidade fonemas de uma palavra corresponde ao número de para sua produção, teve de forçar passagem na boca, ondeletras que usamos para escreve-la. Na palavra chuva, por determinado movimento articulatório lhe criou embaraçoexemplo, termos quatro fonemas, isto é, quatro unidades (Mattoso Câmara).sonoras (xuva) e cinco letras. Exemplos: gato, pena, lado.Certos fonemas podem ser representados por diferentesletras. É o caso do fonema /s/ (lê-se sê), que pode ser ENCONTROS VOCÁLICOSrepresentado por: Encontros vocálicos podem ser ditongo, tritongo ous – pensar ss – passado sc – nascer hiato.sç desço ç – caçar c – cintoxc – excelente x - trouxe DITONGO. É o encontro de uma vogal e uma semivogal (ou vice-versa) numa mesma sílaba. Às vezes, a letra x pode representar mais de um Exemplos: pai (vogal + semivogal = ditongofonema, como na palavra táxi. Nesse caso, o x representa decrescente);dois sons, pois lemos "táksi". Portanto, essa palavra tem ginásio (semivogal + vogal = ditongo crescente).quatro letras e cinco fonemas. Em certas palavras, algumas letras não TRITONGO. É o encontro de uma semivogal com umarepresentam nenhum fonema, como a letra h, por vogal e outra semivogal numa mesma sílaba.exemplo, em palavras como hora, hoje etc., ou como as Exemplos: Paraguai, averiguou.letras m e n quando são usadas apenas para indicar anasalização de uma vogal, como em tambor, tombo, HIATO. É a seqüência de duas vogais numa mesmacanto, tinta etc. palavra, que pertencem, portanto, a sílabas diferentes, pois nunca há mais de uma vogal numa sílaba.CLASSIFICAÇÃO DOS FONEMAS Exemplos: saída (sa - í - da), juiz (ju - iz).Os fonemas classificam-se em vogais, semivogais econsoantes. Encontros consonantaisVOGAIS Ocorrem encontros consonantais quando há grupos de São fonemas resultantes das vibrações das consoantes sem vogal intermediária.cordas vocais e em cuja produção a corrente de ar passa Exemplos: flor, grade, digno.livremente na cavidade bucal, segundo a definição deMattoso Câmara. As vogais podem ser orais e nasais; DÍGRAFOStônicas e átonas. Damos o nome de dígrafo ao grupo de duas letras queORAIS: Ocorrem quando a corrente de ar passa apenas representa apenas um fonema.pela cavidade bucal. Exemplo: passo (ss = fonema /s/).São elas: a, é, ê, i, ó, ô, u.Exemplos: já, pé, vê, ali, pó, dor, uva. Os dígrafos podem ser consonantais e vocálicos. Consonantais. Ocorrem quando o grupo de letrasNasais.Na pronúncia das vogais nasais, a corrente de ar representa um fonema consonantalpassa pela cavidade bucal e nasal. A nasalidade pode ser Exemplos:indicada pelo tu (~) ou pelas letras n e m. são elas: ã, e, i, ch - chuva lh - filho nh - vinhoo, u. sc - nascer xc - excelente rr – ferroExemplos: mãe, venda, lindo, pomba, nunca. ss – osso sç- desça qu - quenteTônicas e átonas. As vogais podem ser tônicas ou Vocálicos. Ocorrem quando o grupo de letras representaátonas, dependendo da intensidade de sua pronúncia. um fonema vocálico.A vogal tônica é pronunciada com maior intensidade. Exemplos:Exemplos: café, bola, vidro. am, an - tampa, canto em, en - tempo, vento 1
  3. 3. im, in - limpo, cinto pode ser formada por uma ou mais sílabas. Em português,om, on - comprar, tonto a base de qualquer sílaba é a vogal.um, un - tumba, mundo Exemplos: pé - uma sílaba; avó - duas sílabas, a-vó.Observação: Nos dígrafos, as duas letras representam umsó fonema; nos encontros consonantais, cada letra Quanto ao número de sílabas que possuem, as palavrasrepresenta um fonema. podem ser classificadas em monossílabas, dissílabas, trissílabas e polissílabas.Exercícios:1. Indique o número de fonemas existentes nas palavras Monossílabas. Têm apenas uma sílabaabaixo. Exemplos: mãe, pé, flor, chão.1.cacho ( ) 6. folha ( ) 11. poço ( ) Dissílabas. Têm duas sílabas.2.peixe ( ) 7. táxi ( ) 12. erro ( ) Exemplos: dente, ponte, dado.3.osso ( ) 8. chato ( ) 13. tocha( ) Trissílabas. Têm três sílabas.4.quilo ( ) 9. gente ( ) 14. exato( ) Exemplos: médico, amigo, cadeira.5.excesso( ) 10. guerra( ) 15. passo( ) Polissílabas. Têm quatro ou mais sílabas. Exemplos: amizade, medicina, literatura.2. Assinale os itens em que todas as palavras possuem ummesmo fonema consonantal. Silaba tônica1. auxiliar - passo - nasce 4. agente - ágil - gato Nas palavras que possuem mais de uma sílaba,2. chave - deixar - exame 5. luxo - cacho - fechar dizemos que a silaba tônica é aquela que se distingue das3. fluxo - sexo - fixo 6. pesado - êxito - cozinha demais por ser pronunciada com mais intensidade. As outras sílabas da palavra são chamadas átonas.3. Assinale o item em que todas as palavras possuem Exemplos: mesa (me = sílaba tônica; sa = sílaba átona);dígrafo. beleza (le = sílaba tônica; be, za = sílabas átonas).a) posse - telha - enchente c) manchar - mexer - florestab) velhice - lixo – novidade d) guerreiro - perto - Quanto à posição da sílaba tônica, as palavrasqueimar podem ser óxitonas, paroxítonas e proparoxítonas.4. Assinale o item que apresenta um dígrafo e um Oxítonas. Quando a sílaba tônica é a última.encontro consonantal. Exemplos: pular, gentil, mulher.a) passado – ferro c) acrobacia - prata Paroxítonas. Quando a sílaba tônica é a penúltima.b) chuva - dobrado d) molhar - puxar Exemplos: casa, tela, amigo. Proparoxítonas. Quando a sílaba tônica é aNos testes 5 a 10, assinale o item analisado antepenúltima.incorretamente. Exemplos: árvore, próximo, exército.5. a) ninho (encontro consonantal) c) reunir (ditongo)b) lousa (ditongo) d) escravo ( encontro Monossílabos tônicos e átonosconsonantal) Dizemos que os monossílabos são tônicos quando eles têm acento próprio, sendo pronunciados6. a) vazio (hiato) c) ouvido ( hiato) fortemente. E são átonos quando não têm acento próprio,b) pardais (ditongo) d) entrada ( encontro sendo pronunciados fracamente. Observe:consonantal) O sol ilumina o mar. átono – tônico – átono - tônico7. a) saúde (hiato) c) filho ( dígrafo)b) drama (encontro consonantal) d) queijo (tritongo) Divisão silábica Na divisão silábica, cumpre observar as8. a) carretel (dígrafo) c) glacial ( dígrafo) seguintes regras:b) praça (encontro consonantal) d) grátis ( encontroconsonantal) 1. Não se separam ditongos e tritongos. Exemplos: noi-te; U-ru-guai; gló-ria.9. a) irmão (ditongo) c) coice ( ditongo)b) lei (hiato) d) luar (hiato) 2. Não se separam os dígrafos ch, lh, nh, gu, qu. Exemplos: chu-va; fo-lha; li-nha; fo-gue-te; qui-lo.10.a) quarto (ditongo) c) Paraguai ( tritongo)b) psicologia (encontro consonantal)d) advogado 3. Não se separam os encontros consonantais que iniciam(dígrafo) sílaba. Exemplos: pneu-má-ti-co; psi-co-lo-gi-a; a-fli-to. Sílaba A silaba é um fonema ou um grupo de fonemas 4. Separam-se as vogais dos hiatos.pronunciados num só impulso expiratório. Uma palavra Exemplos: ca-ir; va-zi-o. 2
  4. 4. 5. Separam-se as letras dos dígrafos rr, ss, sc, sç xc. 2.Não são acentuados os prefíxos terminadosExemplos: gar-ra; pas-so; nas-cer; des-ço; ex-ce-len-te. em i e r. Exemplos: semi, super.6. As consoantes internas, desacompanhadas de vogal,ficam em sílabas diferentes. 4. Acentuam-se as paroxítonas terminadas em ditongosExemplos: sub-me-ter; díg-no; ad-je-ti-vo; for-te. crescentes: ea (s) - várzea ao (s) - mágoaExercícios: eo (s) - óleo ua (s) - régua11. Classifique as palavras quanto á tonicidade, usando o ia (s) - férias ue (s) - tênuecódigo: ie (s) - cárie uo(s) - ingênuoa ) oxítona ( b ) paroxítona ( c ) proparoxítona io (s) – início1. têxtil ( ) 6. sutil ( ) 11. útil ( ) 5. Acentuam-se as monossílabas tônicas terminadas em:2. ventania ( ) 7. erudito( ) 12. ínterim( ) a (s) - lá, cá e (s) - pé, mês o (s) - só, pó,3. rubrica ( ) 8. sintaxe( ) 13. refém( ) nós4 .rua ( ) 9. autor ( ) 14. médico( )5. cruel ( ) 10. mártir( ) 15. Casal ( ) 6. Acentuam-se os ditongos abertos tônicos: éi (s) - assembléia, pastéis éu (s) - troféu, céus ói (s) -12. Separe as sílabas destas palavras: heróico, heróis1. captar 2. relapso 3. dignidade4. excesso 5. insignificante 6. nascimento 7. Acentuam-se o i e o u tônicos quando formam hiato7.advérbio 8.psicologia 9. crescimento com a vogal anterior, estando eles sozinhos na sílaba ou10.florescer 11.álcool 12.perspectiva acompanhados apenas de s: saída, egoísmo, saúdeCAPÍTULO 02 Portanto, não devem ser acentuados hiatos como:ACENTUAÇÃO GRÁFICA juiz, raiz, ruim, cair Se o i for seguido de nh,, não será acentuado: Acento gráfico é o sinal utilizado na escrita para rainha.indicar a sí1aba tônica de algumas palavras.Exemplos: está, mágoa, fácil. 8. Acentua-se a primeira vogal dos hiatos ôo e êem quando tônica: Não confunda acento gráfico com acento tônico. enjôo, (eles) lêemO acento tônico, ou prosódico, refere-se à fala e marca a Observações:sílaba de uma palavra que é pronunciada mais fortemente. 1. O u dos grupos gue, gui, que, qui:Exemplos: médico, porta, sofá, ali. a) recebe acento agudo se for tônico: (ele) argúi, (que ele) averigúe; Regras de acentuação gráfica b) recebe trema se for átono e pronunciado:1. Acentuam-se todas as proparoxítonas. tranqüilo, agüentar, lingüiça, seqüência. Exemplos: máquina, trágico, método, última,dúvida. 2. Para acentuar as formas verbais que possuem pronome oblíquo em ênclise (depois do verbo) ou mesóclise (no2. Acentuam-se as oxítonas terminadas em: meio do verbo), devemos considerar cada elemento comoa (s) - sofá, Pará o (s) – paletó, avó, avô uma palavra independente.e (s) - você, jacaré em, ens – ninguém, armazéns Exemplos: a) jogá-lo jogá = oxítona terminada em a; portanto, com3. Acentuam-se as paroxítonas terminadas em: acento;ão(s), ã(s) - órfão, órfãos, órfã, órfãs lo = monossílaba átona; portanto, sem acento.x – tórax b) jogá-lo-íamosn – pólen jogá = oxítona terminada em a; portanto,ei, eis - jóquei, túneis com acento;us - vírus lo = monossílaba átona; portanto, seml – fácil acento;um, uns - álbum, álbuns íamos = proparoxítona; portanto, comr – cadáver acento.ps - bíceps 3. Atenção para a escrita das seguintes formas verbais:Observações: verbo ter - ele tem, eles têm; 1.As paroxítonas terminadas em n são verbo vir - ele vem, eles vêm;acentuadas, mas as que terminam em ens não são verbo crer - ele crê, eles crêem;acentuadas. verbo ler - ele lê, eles lêem; Exemplos: hifens, jovens. verbo ver - ele vê, eles vêem; 3
  5. 5. verbo dar - (que) ele dê, (que) eles dêem. Fabio Sergio Vania Tania Os compostos de ter (conter, deter, manter, Daniel Cesarreter) e vir (advir, convir etc.) também recebem acento Jose Juliaagudo na terceira pessoa do singular e circunflexo na Raul Clovisterceira do plural (mas não dobram o “e”). Alvaro Valquiria Exemplos: verbo manter - ele mantém,eles mantêm; 15. Em cada série de palavras, há duas que não devem ser verbo convir - ele convém, acentuadas. Assinale-as. eles convêm. a) Colombia - Peru - Grecia - Portugal - Canada b) Lisboa - Parati - Parana - Amapa - AmazoniaAcento diferencial c) francesa - chines - ingles - portuguesa - portugues Dá-se o nome de acento diferencial ao acento d) jesuita - indigena - flor - flores - bauusado para distinguir palavras que têm a mesma grafia. e) coquetel - terraqueo - planetario - anzol - habilEsse acento é usado em pouquíssimos casos. Vejamos os f) rainha - funil - movel - xicara - incendiosmais comuns g) inutil - corrego - guri - todos - ziperPôde/pode 16. Coloque C (certo) ou E (errado), considerando aPôde é a forma do perfeito do indicativo do verbo poder. acentuação das formas verbais.Pode é a forma do presente do indicativo. 1. O professor vêm á reunião. ( ) Exemplos: O ladrão pôde fugir. / O ladrão pode 2. O diretor relê a prova do aluno. ( )fugir. 3. Essa caixa contêm muitos doces. ( ) 4. A venda do carro não me convém. ( ) Pôr/por 5. Esse homem detêm o poder na empresa. ( )Pôr é verbo e por é preposição. 6. Alguns alunos não vêm á festa hoje á noite. ( ) Exemplos: Você deve pôr o livro aqui. / Não vá 7. Essa festa religiosa provêm de tempos muitopor aí! antigos. ( )Pára/para 17. Em cada série de palavras, apenas uma não deve serPára é uma forma do verbo parar. Para é preposição. acentuada. Assinale-a. Exemplos: Pára de reclamar! / Vou para casa. 1. juizo, tecnico, gaucho, companhia, titulo 2. raizes, juiz, saida, destruido, ruidoExistem mais algumas palavras que devem receber acento 3. involucro, funebre, tragico, comedia, cajudiferencial: 4. ardil, agil, util, gratis, pelucia 5. labio, faisca, erroneo, geleia, areiaPêlo (substantivo) 6. adverbio, proprio, proprietario, propicio, Esse cachorro tem pêlo longo. / Foi pelo campo. vezesPólo (substantivo) Ele viajou até o pólo norte / Vi um jogo de pólo 18. Em cada par de palavras, apenas uma delas deveaquático. ser acentuada. Assinale-a.Pêra (substantivo) 1. fregues – freguesa 2. viuvo - enviuvar Vou comer uma pêra. (Mas atenção para o 3. raiz – raizes 4. hifen - hifensplural: peras.) 5. juizes – juiz 6. pastel - pasteis 7. chinesa – chines 8. caindo - caidaExercícios: 9. saida – sair 10.familia – familiar13. Acentue quando necessário: possivel mitologia quilometro RESPOSTAS: jacare reporter 1- 1 - (4 ) 6–(4) 11 - ( 4 ) maximo voo guri 2-(5) 7-(5) 12 - ( 3 ) tatu javali 3-(3) 8- (4) 13 - ( 4 ) biologia terrivel juri 4-(4) 9- (4) 14 - ( 5 ) tenis heroi 5-(5) 10 - ( 4 ) 15 - ( 4 ) genio ruim boa trapezio surpresa 2 - 3, 5, 6 3–a 4–b 5–a diario pessoa cardapio (dígrafo) 6 – c (ditongo) especie 7 – d (ditongo) 8 – c (enc. consonantal)14. Acentue estes nomes próprios quando necessário: 9 - b (ditongo) 10 – d (enc. consonantal)Marcia GabrielSonia Marcelo 11 – 1-(b) 6-(a) 11 -( b )Virginia Aurelia 2-(b) 7-(b) 12 -( c )Monica Vera 3-(b) 8-(b) 13 -( a ) 4
  6. 6. 4-(b) 9-(a) 14 -( c ) Ortografia (do grego orthós = reto, direito + 5 -( a ) 10 -( b ) 15 -( a ) gráphein = escrever, descrever) é a parte da Gramática que trata da maneira de se escreverem corretamente as12 – palavras.1 – cap-tar 6 – nas-ci-men-to 11 –ál-co-ol Para reproduzirmos na escrita os sons da fala, dispomos2 – re-lap-so 7 – ad-vér-bio 12 –pers-pec- de uma série de sinais gráficos denominados letras. Oti-va conjunto das letras recebe o nome de alfabeto. O nosso 3 – dig-ni-da-de 8 – psi-co-logi-a alfabeto consta fundamentalmente de 23 letras: 4 – ex-ces-so 9 – cres-ci-men-to 5 –in-sig-ni-fi-can-te 10 –flo-res-cer ABCDEFGHIJLMNOPQRSTUVXZ13 – As letras k, w e y devem apenas ser utilizadaspossível mitologia quilômetro nos seguintes casos especiais:jacaré repórter máximo a) nas abreviaturas e símbolos, bem como em palavrasvôo guri tatu estrangeiras de uso internacional;javali biologia terrível b) nos derivados portugueses de nomes própriosjúri tênis herói estrangeiros.gênio ruim boa K (potássio), kg (quilograma), kw (quilowatt), kantismo,trapézio surpresa diário darwinismo, byronianopessoa cardápio espécie USO DO H14 - O h não representa fonema algum; é apenas umaMárcia Gabriel Sônia letra que se mantém em algumas palavras em decorrênciaMarcelo Virgínia Aurélia da etimologia ou da tradição escrita do nosso idioma.Mônica Vera Fábio Quanto ao seu emprego, observe as seguintes regras:Sérgio Vânia Tânia 1. Emprega-se o h no final de algumas interjeições. ah!,Daniel César José oh!Júlia Raul Clóvis 2. Emprega-se o h quando a etimologia ou a tradição escrita do nosso idioma assim determina.Álvaro Valquíria hábil hálito herança hiato15 – hífen hojea) Colombia - Peru - Grecia - Portugal – Canadá honra habitaçãob) Lisboa - Parati - Parana - Amapa – Amazônia haver heróic) francesa - chines - ingles - portuguesa – português híbrido higiene homem horad) jesuita - indigena - flor - flores – baú hábito hélicee) coquetel - terraqueo - planetario - anzol – hábil hesitar hidrogêniof) rainha - funil - movel - xicara – incêndios hipoteca honestog) inutil - corrego - guri - todos - ziper horizonte Observação: Se a etimologia não o justifica,16 - evidentemente não se emprega o h.1- ( E ) 2 - ( C ) 3 - ( E ) 4 - ( C ) 5 - ( E ) 6 - ( C ) 7- ( ombro; ontem; úmidoE ) 3. No interior dos vocábulos não se usa o h, exceto:17 -1. juizo, tecnico, gaucho, companhia, titulo a) quando ele faz parte dos dígrafos ch, lh, nh;2. raizes, juiz, saida, destruido, ruido ex: archote, malha, ninho3. involucro, funebre, tragico, comedia, caju b) nos compostos em que o segundo elemento4. ardil, agil, util, gratis, pelucia com h etimológico se une ao primeiro por hífen.5. labio, faisca, erroneo, geleia, areia ex: pré-história, anti-higiênico6. adverbio, proprio, proprietario, propicio, vezes Observações:18 – • Nos compostos sem hífen, elimina-se o h do1. freguês – freguesa 2. viúvo – enviuvar segundo elemento. Ex: desabitado, reaver,3. raiz – raízes 4. hífen – hífens desonra5. juízes – juiz 6. pastel – pastéis • Por exceção, o topônimo Bahia escreve-se7. chinesa – chinês 8. caindo – caída com h.9. saída – sair 10.família – familiar USO DO S Emprega-se a letra S nos seguintes casos: 1. Nos adjetivos terminados pelos sufixos -oso/-CAPÍTULO 03 osa, indicadores de abundância, estado pleno. cheiroso, formoso, dengoso, horroroso, cheirosa,ORTOGRAFIA formosa, dengosa, horrorosa 5
  7. 7. 2. Nos sufixos -ês, -esa, -isa, indicadores de bazar rodízio buzinaorigem, título de nobreza ou profissão. sagaz cafuzo talvezfrancês, francesa, camponês, camponesa, milanês, capaz tenaz cartazmilanesa, marquês, marquesa, duquesa, princesa, poetisa, tez chafariz vazioprofetisa. coriza veloz cruz verniz deslize vorazObservação: desprezo xadrez ferozAs formas dos verbos por e querer escrevem-se com s.eu pus, se eu puser, se eu pusesse SUFIXOS -INHO/-ZINHO eu quis, se eu quiser, se eu quisesse Para formar o grau diminutivo com esses sufixos, proceda da seguinte forma:USO DO Z Se a palavra primitiva terminar por s ou z, bastaEmprega-se a letra z nos seguintes casos: acrescentar o sufixo -inho(a); porém, se a palavra 1. Nos sufixos -ez/-eza, formadores de primitiva apresentar outra terminação, acrescente o sufixosubstantivos abstratos a partir de adjetivos. -zinho(a). Adjetivo substantivo abstrato primitiva sufixo iminutivo Insensato insensatez derivada mesquinho mesquinhez pires + inho altivo altivez piresinho estúpido estupidez lápis + inha magro magreza lapisinho belo beleza raiz + inha grande grandeza raizinha 2. No sufixo -izar, formador de verbo. juiz + inho substantivo/adjetivo verbo juizinho canal canalizar papel hospital hospitalizar papelzinho atual atualizar pé + zinho humano humanizar pezinhoObservação: pai Muito cuidado! Em palavras como analisar e paizinhopesquisar não ocorre o sufixo verbal-izar. Veja sua formação: USO DO G/J análise + ar = analisar pesquisa + ar = Emprega-se a letra g:pesquisar 1. Nas palavras terminadas em -ágio, égio, ígio,Escreve-se com s -ógio, -úgio. aliás gás alisar pedágio, egrégio, litígio, relógio, subterfúgio gasolina análise groselha após inclusive asa 2. Nos substântivos terminados em -gem, invés atrás jus exceção feita a pajem, lajem e lambujem. atraso lisonjeiro através vertigem, coragem, aragem, margem lisura aviso mês Observação: bisar mosaico brasa O substantivo viagem se escreve com g, mas viajem nasal casulo obus (forma do verbo viajar escreve se com j). catalisar pêsames cisão Escreve-se com g: revés colisão síntese angélico estrangeiro evangelho cós sinusite crase geada gengibre gengiva surpresa crise tosar geringonça gim gíria despesa três deusa uso giz sugestão empresa usina fase tangerina visar fusão herege ligeiro monge ogiva sargento tigelaEscreve-se com z abalizar fugaz algoz Escreve-se com j: giz amizade jaez anjinho jiló berinjela aprazível jazigo aprendiz laje cafajeste majestade lazer arroz luz canjica manjedoura gorjear assaz magazine atriz monja gorjeta ojeriza meretriz atroz prazer jeito pajé jenipapo azar prazo azia sarjeta jesuíta traje profetizar baliza rapaz jibóia ultraje 6
  8. 8. USO DO X/CH cota quota 1. Depois de ditongo normalmente se emprega x. contacto contato ameixa, caixa, eixo, faixa, feixe catorze quatorze 2. Depois da sílaba inicial en- emprega-se x. carácter caráter enxame, enxoval, enxada, enxaqueca cociente quociente Exceção: encher, encharcar e derivados escrevem-se óptica óticacom ch. cotidiano quotidiano secção seçãoEscreve-se com x Observação:Almoxarife mexer bexiga A palavra cinqüenta não possui forma variante.mexerico bruxa oríxácapixaba oxalá caxumba PARÔNIMOS E HOMÔNIMOSpraxe coaxar puxar Parônimos são palavras parecidas na grafia ouelixir relaxar engraxate na pronúncia, mas com significados diferentes.vexame faxina xampu eminente (= elevado) ,graxa xarope lagartixa iminente (prestes a ocorrer)xavante laxante xereta ratificar (= confirmar),lixa xerife luxo retificar (= corrigir)xícara maxixe xingar Homônimos são palavras que têm a mesma pronúncia, mas significados diferentes. Escreve-se com ch acento (símbolo gráfico) # assento (lugar onde se senta)apetrecho cochicho archote caçar (capturar animais) # cassar (tornar sem efeito)colcha bochecha comichão são (adjetivo; = sadio) # são (verbo ser)boliche fachada brochecoqueluche cachaça ficha PARÔNIMOScachimbo flecha cartucheira absolver (perdoar, inocentar)inchar chafariz machucar absorver (sorver, aspirar)charco mochila chimarrão arrear (pôr arreios)pechincha chuchu piche arriar (descer, cair)chucrute rachar chumaço cavaleiro (que cavalga)salsicha chutar tocha cavalheiro (homem cortês) comprimento (extensão) USO DO E/I cumprimento (saudação) 1. Os verbos terminados em -uar escrevem-se descrição (ato de descrever)com e nas formas do presente do subjuntivo. discrição (reserva, prudência) efetuar efetues efetue descriminar (tirar a culpa, ) continuar continues continue discriminar (distinguir) despensa (onde se guardam mantimentos) 2. Os verbos terminados em -uir escrevem-se dispensa (ato de dispensar)com i nas segunda e terceira pessoas do singular do emigrar (deixar um país)presente do indicativo. imigrar (entrar num país) possuir possuis possui eminente (elevado) retribuir retribuis retribui iminente (prestes a ocorrer) esbaforido (ofegante, apressado)Em síntese: uar – e uir - i espavorido (apavorado) estada (permanência de pessoas)Escreve-se com e estadia (permanência de veículos)anteontem espaguete ansiar fusível (o que funde)lampião artifício meritíssimo fuzil (arma)casimira pátio crânio imergir (afundar)penicilina criação pontiagudo emergir (vir a tona) inflação (alta dos preços)Escreve-se com i infração (violação)aborígene invólucro ansiar infligir (aplicar pena)lampião irrequieto artificio infringir (violar, desrespeitar)meritíssimo casimira pátio mandado (ordem judicial)crânio penicilina cedilha mandato (procuração)penico(urinol) criação pontiagudo ratificar (confirmar) retificar (corrigir)FORMAS VARIANTES recrear (divertir, alegrar) Há palavras que podem ser grafadas de duas recriar (criar novamente)maneiras, sendo ambas aceitas pela norma culta. 7
  9. 9. sortir (abastecer) POR QUE/PORQUE/PORQUÊ/POR QUÊ surtir (produzir efeito) 1. Escreve -se por que (separado): tráfego (trânsito) a) quando eqüivale a pelo qual e flexões : Este é tráfico (comercio ilegal) o caminho por que passas todos os dias.b) quando depois vadear (atravessar a vau) dele vier escrita ou subentendida a palavra razão Se vadiar (andar ociosamente) ocorrer no final da frase, deverá ser acentuado. Por que razão você não compareceu? PorHOMÔNIMOS que ele faltou á reunião? acender (por fogo) 2. Escreve-se porque junto e sem acento quando ascender (subir) se tratar de uma conjunção explicativa ou causal. acento (símbolo gráfico) Geralmente eqüivale a pois. assento (lugar em que se senta) Tirou boa nota porque estudou bastante. Não apreçar (ajustar o preço) compareceu porque estava doente. apressar (tornar rápido) 3. Escreve-se porquê (junto e com acento) bucho (estômago) quando se tratar de um substantivo. Nesse caso, virá buxo (arbusto) precedido de artigo, ou outra palavra determinante. caçar (perseguir animais) Nem o Governo sabe o porquê da inflação. Não cassar (tornar sem efeito) compreendemos o porquê da briga. cela (pequeno quarto) sela (arreio) ONDE/AONDE censo (recenseamento) Emprega-se aonde com os verbos que dão idéia senso (entendimento, juízo) de movimento. Eqüivale sempre a para onde. cerrar (fechar) Aonde você vai? Aonde nos leva com tal serrar (cortar) rapidez? chá bebida) xá (soberano do Irã) MAU/MAL cheque (ordem de pagamento) Mau é adjetivo (seu antônimo é bom) Ex: xeque (lance do jogo de xadrez) Escolheu um mau momento Era um mau aluno. concertar (ajustar, combinar) Mal pode ser: consertar (corrigir, reparar) a) advérbio de modo (antônimo de bem). Ex: - coser (costurar) Ele se comportou mal. Seu argumento está mal cozer (preparar alimentos) estruturado. esperto (inteligente, perspicaz) b) conjunção temporal (eqüivale a assim que) experto (experiente, perito) Ex: Mal chegou, saiu. espiar (observar, espionar) c)substantivo. Ex: O mal não tem remédio. Ela expiar (reparar falta mediante cumprimento de foi atacada por um mal incurável.pena) estrato (camada) CESSÃO/SESSÃO/SECÇÃO/SEÇÃO extrato (o que se extrai de) Cessão significa o ato de ceder. flagrante (evidente) Ele fez a cessão dos seus direitos fragrante (perfumado) autorais. incerto (não certo, impreciso) Sessão é o intervalo de tempo que dura uma inserto (introduzido, inserido) reunião. incipiente (principiante) Assistimos a uma sessão de cinema. insipiente (ignorante) ruço (pardacento, grisalho) Secção (ou seção) significa parte de um todo, russo (natural da Rússia subdivisão. tachar (atribuir deleito a) Lemos a noticia na secção (ou seção) taxar (lixar taxa) de esportes.HÁ/A Na indicação de tempo, emprega-se, há para indicar tempo passado (eqüivale a faz). Há dois meses que ele não aparece. Ele chegou da Europa há um ano. a para indicar tempo futuro. Daqui a dois meses ele aparecerá. Ela voltará daqui a um ano.__________________________________________________________________________________________________EXERCÍCIOS: 1 Assinale a alternativa correta quanto à grafia: a) harém, hangar, harpa, haste, hombro 8
  10. 10. b) hontem, hebreu, hediondo, hematoma, hemograma a) possue, contribue, retribue, distribuec) hemorragia, hepatite, herdar, herege, herói b) continui, efetui, pontui, conclued) hexágono, hiato, híbrido, húmido, hidrogênio c) irrequieto, pátio, umbilical, creolinae) hiena, higiene, hérnia, herva, hidráulico d) bubina, buteco, curtiça, muringa e) cortume, entopir, pirolito, reboliço2. Sublinhe as palavras que apresentem erro quanto ágrafia: 11. Em que alternativa há erro de grafia?hindu - hégira - humano - deshumano - honra - a) catorze - quatorze d) contacto - contatodeshonra - hemácia - hidratar - hélice - haver - há - b) cociente - quociente e) secção - seçãorehaver - hipoteca - honesto - desonesto - c) cinqüenta - cincoentaanti-higiênico - pré-história - Bahia - habitar -deshabitar - humilde 12. Assinale as palavras que apresentam erro quanto á grafia:3. Destaque as palavras que apresentem erro quanto á ascensão - almoço - asserção - cisão – rechaçar –grafia: ansioso - ascensor - consecussão - imerção – misto –horroroso - formosa - marquesa - baroneza - princesa – obsessão - obcecado - sinuzite - suspensão –extensãocamponeza - milaneza - calabreza - poetiza -sacerdotiza – –profetiza - burqueza - eu quiz - se eu quizer - se eu puzer dissensão - sossobrar – menção - prevenção –– presunção.eu puz - empresa - despesa -deusa - através 13. Sublinhe as palavras escritas incorretamente. Copie-4. Assinale a alternativa correta quanto á grafia: as, corrigindo-as:a) insensatês, mesquinhês, altivês, estupidês compania - talvês - atravéz - táboa - óleo - bêncão –b) magresa, realesa, duresa, grandesa surpresa - moça - cinseiro - pentiar - artezanatoc) hospitalisar, canalisar, realisar, atualisard) assaz, buzina, capaz, desprezo 14. Siga o modelo:e) analizar, pesquizar, avizar, bizar ceder cessão conceder _____________5. Escreva no diminutivo: agredir _____________casa coronel progredir _____________lápis vaso regredir _____________pires mesa imprimir _____________juiz Luís oprimir _____________raiz Teresa transgredir _____________chapéu ruim 15. Siga o modelo:6. Assinale, em cada par, a forma errada: exportar exportaçãoa) algema - auqema formar _____________b) aumento - almento destruir _____________c) cachorro - cachoro construir _____________d) eles estudão - eles estudame) pírula - pilula 16. Siga o modelo: apreender apreensão7.Assinale a alternativa correta quanto á grafia: compreender _____________a) litígio, subterfúgio, ágio, coléjio repreender _____________b) vertigem, coragem, margem, a viajemc) que eles viagem, pagem, lambugem, trage 17. Não sei...................faltaram, mas sei que............... nãod) jiló, majestade, angélico, ogiva poderão ser atendidos.e) ogeriza, mangedoura, geito, pagé a) por quê - por isso b) por que - por isso8. De o feminino de: c) por que - porissopoeta profeta d) por quê - porissosacerdote monje 18. Complete os pontilbados com a palavra adequada:9. Sublinhe as palavras escritas incorretamente: O juiz...................... o réu.ameixa - feixe - enxada - enxame – (absolveu/absorveu)enxer - enxarcar - enxendo - enxarcado – Todas as palavras proparoxítonas devem recebercachumba - caximbo -xuxu lagarticha – .................................... (acento/assento)mecher - charope - flexa - xinxa – Pelo último............................somos mais de cemchingar - puchar - pixe - toxa milhões. (Censo/senso) A costureira................. as roupas, enquanto a10. Assinale a alternativa correta quanto á grafia. cozinheira .........................alimentos. (cosia/cozia) 10
  11. 11. Maria sempre agia com muita ............................ a) intercessão - assessorado(descrição/discrição) b) intercessão - acessoradoA empregada guardou os mantimentos na ............. c) intersecção - acessorado(despensa/dispensa) d) intersseção - acessoradoComo a resposta estava errada, o professor resolveu e) interseção - assessorado.............................. (ratificá-la/retificá-la)A ................................ de Maria Helena na Europa foi 25. (F.C. Chagas- PR)Proveitosa. (estada/estadia) Tantas..................constituem..................... .O feminino de.............................. é dama. a) excessões - previlégio inadmissível(cavaleiro/cavalheiro) b) exceções - privilégio inadmissívelO........................ do deputado foi .......................... c) escecões - privilégio inadmissível(mandado/mandato) (caçado cassado) d) excessões - privilégio inadimissível e) exceções - previlégio inadimissível19. Complete, usando porque por quê/ porque/ porquê:a) Pense nos ideais ................. batalhamos há tanto 26.(FCMSCSP) Observar as oracoes seguintes:tempo. I - Por que não apontas a vendedora por que foste b) Digam-me......................fracassamos. ludibriado?c) Não sei................... faltaram, mas sei o ................... II - A secretária não informa por que linha de ônibus da minha raiva. chega-se ao exame.d) Ainda vou descobrir o........................ dessa polêmica. III - Por que será que o governo não sabe o porquê dae) Eles não vieram à reunião ............................... ? inflação? Há erro na grafia:20. Todas as palavras estão corretamente grafadas em: a) na 1 apenas d) na III apenasa) O agiota agiu rápido: dirigiu-se ao monge e ajoelhou- b) em duas apenas e) em nenhumase. c) na II apenasb) Pedro está rabujento, pois não tinha vajens na tigela.c) Sinto vertigem quando herejes têm a coragem de se 27. (OSEC-SP) Marque o conjunto que completadizerem anjelicais. corretamente as lacunas da frase:d) Os vajidos da mejera assustaram o pajem e o pajé. Perguntei ao João Alves ................ia e ..................ficariae) Ele é um cafageste; além do que, tem um jeito de e ................eu poderia encontrá-lo.gibóia. a) aonde - onde - onde b) onde - aonde - aonde21. Observando a grafia e a acentuação, indique a al- c) aonde - onde - aondeternativa em que todas as palavras estão corretas: d) onde - aonde - ondea) crisântemo, prazeirosamente, exceção, roxo e) n.d.a.b) ascensão, xale, obsessão, ojerizac) prezado, agôsto, abscesso, jiló 28. (PUC-RJ) Preencha as lacunas com s, ss, ç sc, sç, xcd) ms, geito, enjôo, expontâneo ou x:e) lêvedo, quiz, cáqui, suscinto a) Exigiu ser re...arcido da quantia que havia pago. b) O perfume da vela re...endia por toda a casa.22. (F.C. Chagas-PR) Minha...............está..................por c) A e...centricidade era sua característica maisculpa não sei de................... marcante.a) pesquisa - atrazada - quê 29. (ITA-SP) Examinando as palavras:b) pesquiza - atrasada - quê viajens - gorgeta - maizena - chícarac) pesquisa - atrazada - que a) apenas uma está escrita corretamented) pesquiza - atrasada - que b) apenas duas estão escritas corretamentee) pesquisa - atrasada - quê c) três estão escritas corretamente d) todas estão escritas corretamente23. (ITA-SP) Dadas as palavras: e) nenhuma está escrita corretamente1) reaver 2) inabitado 3) habilidadeConstatamos que está (estão) devidamente grafada(s): 30. (FUVEST-SP) A .............de uma guerra nucleara) apenas a palavra nº 1 d) Todas as palavras provoca uma grande............na humanidade e ab) apenas a palavra nº 2 e) n.d.a deixa................... quanto ao futuro.c) apenas a palavra nº 3 a) espectativa - tensão - exitante b) espectativa - tenção - hesitante24. Pedira a ..............dos advogados, pois queria estar c) expectativa - tensão - hesitantebem ................no negócio. d) expectativa – tenção - hezitante e) espectativa – tenção - exitante 11
  12. 12. RESPOSTAS1- c2 – deshumano, deshonra, rehaver, deshabitar.3 – baroneza, camponesa, milanesa, calabreza, poetiza, sacerdotiza, profetiza, burgueza, quis, quizer, puzer, puz4–d5 – casinha, coronelzinho, lapizinho, vasinho, piresinho, mesinha, juizinho, liusinho, raizinha,Terezinha, chapeuzinho,ruizinho6 – augema, almento, cachoro, estudão, pírula,7–d8 – poetisa, profetisa, sacerdotisa, monja9 – enxer, enxarcar, enxendo, enxarcado, cachumba, caximbo, xuxu, lagartixha, mecher, charope, flexa, pexinxa, chingar,puchar, pixe, toxa.10 – c 11 – c 12 – consecussão, imerção, sinuzite, sossobrar.13 – compania, talvês, atraves, táboa, cinseiro, pentiar, artezanato.14 – concessão, agressão, progressão, regressão, impressão, opressão, transgressão15 – formação, destrição, construção16 – compreensão, repreenção.17 – b18 – absolveu, acento, censo, cosia, cozia, discrição, despensa, retificá-la, estada, cavalheiro, mandato, cassado.19 – por que, por que, por que, porquê, porquê, porquê. 20 – a 21 - b 22 - e 23 – d 24 – a 25 – b 26 - e 27 – a 28 – ss, c, xc 29 - e 30 - c Nome mitológicos: Minerva, Tupã, Marte, etc. INICIAL MAIÚSCULA Nomes políticos e nacionalistas: Nação, Pátria, Estado, Usa-se letra inicial maiúscula: etc.No começo de período: Nomes de vias, logradouros públicos, edifícios,Ele passou com muita pressa. estabelecimentos públicos e particulares, agremiações,Onde você vai? Academia Brasileira de letras, Colégio Apoio, Banco doEles sofreram muito. Brasil, Rua XV de novembro, Largo da Ordem, etc. Nome de artes, ciências, disciplinas, títulos de Observação: usa-se maiúscula após o ponto de produções artísticas, literárias e científicas: Escultura,interrogação ( ? ) e o de exclamação ( ! ) somente quando Agronomia, Medicina, Português, O Guarani, Jornal doindicam fim de período e, portanto, equivalem ao ponto( Brasil, Editora Apoio, etc..) . Observação: os monossílabos átonos dos títulosb) No começo das citações: são escritos em minúscula.Disse o estudante: “O saber não ocupa lugar”. Nome dos pontos cardeais, quando designam região:OBSERVAÇÕES: Os povos do Oriente Habitantes do Sul. Os dois pontos seguidos de enumeração, exigeminicial minúscula em seguida. Na palavra Deus (do cristianismo) e atributos a Ele: No inicio de versos que não abrem período é Criador, Pai, Onipotente, etc.facultativo o uso de letra maiúscula, pois baseia-se naprosa (geralmente maiúsculas). d) Nomes de altos cargos, dignidades, postos e expressões de tratamento:c) Nos substantivos próprio: O Papa, o Presidente da República, o Cônsul, Vossa* Antropônimos: nomes de pessoa. Excelência, Sr. Diretor, Ministro da Educação e Cultura,Ex. João , Carlos, etc.Obs: inclui-se aqui as palavras Fulano, Beltrano, Sicrano etc.etc. e) Nomes comuns personificados: o Amor, a Ira, o Ódio, Topônimo: nomes de bairro, cidade, países, etc. sou do Interior, médicos do País, etc. Alcunhas e epítetos: Manuel, o Venturoso.Nomes sagrados, religiosos, Deus, Igreja Católica, Papa f) Nomes de épocas históricas, datas e fatos importantes,etc. atos solenes: 12
  13. 13. Dia do Professor, Idade Antiga, Era Atômica, etc. Segundo o Instituto Nacional de Pesos e Medidas temos:g) Nas cartas usa-se:estimado Professor, meu querido Pai, caro Colega, 1) Os números se separam com ponto, de três em trêsprezado Senhor, etc. algarismos e não com simples espaço ou com vírgula. Assim: 850.970.138, etc.USA-SE LETRA INICIAL MINÚSCULA Esteja atento para as seguintes exceções: Entre os casos tradicionalmente conhecidos de números indicativos de ano: 1987 , 1970, etc.uso das letras iniciais minúsculas, salientamos: números de telefone: 222-4433 etc. números de série de fabricação ou códigos (números1) Nomes de meses e estações do ano: março, janeiro, unidos a letras): 93A15634, 832LD, 29JX, etc.dezembro, outono, inverno, etc. números representados em algarismo romanos: MXM DXXXVIII ( 91988), XV (15), etc.Obs: Grafam-se com iniciais maiúsculas os nomes quedesignam datas históricas ou nomes de logradouros 2) Os símbolos das unidades de medidas são grafadas:públicos. Ex. Rua 15 de Novembro, Praça 19 de * sem ponto, com letra minúscula e sem “s” indicativo deDezembro. plural.2) Nomes de festas pagãs e populares: carnaval, bacanal, Os símbolos serão propostos imediatamente ao número.saturnal, etc. Ex. Unidades de massa: 1g, 2Kg, 10t (não use tom), 3003) Nomes gentílicos e adjetivos pátrios (de gramas (trezentos gramas e não trezentas gramas).nacionalidade). Unidade de tempo: 1s (um segundo), 20 m ou 20 minExemplos: brasileiros, parananense, curitibanos, etc. (minuto ou minutos), 4 h ou 04:00h, 4h 30m (min) ou 0430h.4) Nomes próprios, tornados comuns, louva-a deus, ave-maria, etc. Constituem erro as seguintes representações gráficas:5) Nomes de acidentes geográficos; tais como: rio, baía, 1:10; 1,10m; 12h30; 11hs; 16hs; 10:30h.monte, vulcão, cabo, lagoa, ilha e outros.Ex. rio Iguaçú, baía de Paranaguá, ilha do Mel, oceano unidade de comprimento: 15 m (não use mts) ou ms;Atlântico, etc. 6hm; 16,5 cm ou 156 mm (não use 16 cm 5mm), etc.Obs: Nomes de vias e rodovias escrevem-se com inicialmaiúscula. ex. Rua das Flores, Estrada da Graciosa, MORFOLOGIARodovia dos Minérios, etc. CAPITULO 046) Nomes de pontos cardeais e colaterias, quando designadireções ou limites geográficos.Ex. Percorri o Paraná de leste a oeste e de norte a sul. ESTRUTURA E FORMAÇÃO DAS PALAVRAS7) Nomes de idiomas (trata-se de línguas e não RADICALdisciplinas). Elemento nuclear, significativo e básico daEx. Falo fluentemente francês, inglês, alemão e palavra (novo, novinho, novíssimo; terra, terreno,português. terreiro; ando, andava, andasse)8) Os nomes país, igreja, estado, capital, e palácio em VOGAL TEMÁTICAsentido comum, geral e indeterminado. Prepara o radical para receber as desinênciasEx. Retornamos ao palácio rapidamente. nominais, os sufixos modo-temporais e as desinênciasNão fui a nenhum país da Europa. número-pessoais.Ela vai à igreja. Nos verbos: -a, -e e -i, respectivamente para 1ª, 2ª e3ª conjugações (andar, vender, partir).ABREVIATURA Atenção: O verbo por e seus derivados pertencem áAbreviação segunda conjugação; sua vogal temática desapareceu naSigla passagem do latim para o português, de sorte que não seSímbolo evidencia no infinitivo, mas ocorre em outras formas doLetra verbo (pôr - pões, pusera, pusesse, puser).Não-letra : Signo - Sinal Nos nomes: -a, -e e -o, átonos finais (mesa, casa, triste, copo, tribo).Símbolos e Números das Unidades de Medida 13
  14. 14. TEMA vogal temática: -a- Radical acrescido da vogal temática (andas - rad: tema: mesaand-, v.t.: -a, tema: anda). desinência nominal de número: -sDESINÊNCIAS 2. MENININHASNominais: de gênero (masculino, feminino) radical secundário: menininh de número (singular, plural) raiz ou radical primário: menin sufixo: -inhAtenção: O a será desinência de feminino quando desinência nominal de gênero: -acaracterizar oposição de gênero em relação a palavras que desinência nominal de número: -sterminem por vogal átona ou tônica ou por consoante(menino - menina; mestre - mestra; nu - nua; diretor - DERIVAÇÃOdiretora; espanhol - espanhola). Sendo assim, em mesa,mala e artista, por exemplo, o a deve ser interpretado PREFIXALcomo vogal temática porque inexistem as formas Prefixo + radical (bisneto, desfazer, ilegal,masculinas meso, malo e artisto. reter).Verbais: indicam número e pessoa dos verbos. SUFIXAL Radical + sufixo (civilizar, realista, sapateiro).AFIXOS Elementos que se acrescentam ao radical e PARASSINTÉTICAmodificam seu sentido; Podem ser prefixos (quando Prefixo + radical + sufixo ou terminação verbal,antecedem o radical: desleal, infeliz, rever) ou sufixos constituída de vogal temática e sufixo de infinitivo(quando vem depois do radical: belíssimo, letreiro, (entristecer, envenenar).realista). Sufixos flexionais (desinências) verbais: REGRESSIVAindicam modo e tempo dos verbos; são os sufixos modo- Formação de nova palavra através da queda detemporais: elementos de outra já existente. Normalmente os derivados regressivos são substantivos que indicam açãoSufixo modo temporal ou resultado da ação e provém de verbos. Nesses casos, o -va / -ve imperf. do ind. (1ª conj.) tema verbal cede lugar a um tema nominal em -a, -e ou -o -a / -e imperf. do ind. (2ª e 3ª conj.) (pescar > a pesca; cortar > o corte; abalar > o abalo). -ra / -re(átonos) mais-que-perf. (1ª, 2ª e 3ª conj.) -ra / -re (tônicos)fut. do pres. (1ª, 2ª e 3ª conj.) IMPRÓPRIA (CONVERSÃO) -ra pret. perf. (1ª, 2ª e 3ª conj. na 3ª pess. Consiste na mudança da classe gramatical dapl.) palavra. O mais comum é a substantivação: -ria / -rie fut. do pret. (1ª, 2ª e 3ª conj.) O falar nordestino é diferente do nosso -e pres. do subj. (lª conj.) (conversão de verbo a substantivo). -a pres. do subj. (2ª e 3ª conj.) Triste palavra é um não (conversão de advérbio -sse imperf. do subj. (1ª, 2ª e 3ª conj.) a substantivo). -r / -re fut. do subj. (1ª, 2ª e 3ª conj.) COMPOSIÇÃO Sufixos flexionais (desinências) verbo- Por justaposiçãonominais: traduzem as formas nominais dos verbos: -r União de duas ou mais palavras, para formação(infinitivo), -ndo (gerúndio) e -do (particípio). de uma terceira, sem alteração de seus elementos (girassol, guarda-marinha, passatempo, pé-de-vento).VOGAL E CONSOANTE DE LIGAÇÃO Por aglutinação Aparecem no interior da palavra, tornando-a União de duas palavras, para formação de umamais eufônica; ao contrário dos afixos, não alteram a terceira, com prejuízo da integridade fonética do primeirosignificação da palavra (gasômetro, cafeteira). dos elementos (aguardente: água + ardente; planalto: plano + alto). Atenção: Alguns autores consideram raiz oelemento básico, significativo e irredutível comum a um HIBRIDISMOgrupo de palavras da mesma origem. O radical seria a Formação de novas palavras através departe da palavra despojada das desinências e da vogal elementos provenientes de idiomas distintos (sociologia:temática. Nesse sentido, o radical pode apresentar latim + grego; automóvel: grego + latim; burocracia:prefixos e/ou sufixos, sendo, então, secundário. Nas francês + grego).palavras primitivas, o radical se confunde com a raiz e éconsiderado primário. Eis alguns exemplos de análiseestrutural completa:1. MESASraiz ou radical primário: mes 14
  15. 15. RADICAIS GREGOS E LATINOS poli muito políglota Radicais gregos e latinos estão presentes num pole, polis cidade Petrópolisgrande número de palavras da nossa língua, pseudo falso pseudônimoprincipalmente na área científica e artística. Para sua psico alma, mente psicologíaconsulta, apresentamos uma relação dos radicais mais quilo mil quilômetrousados com seus respectivos significados. scopio istrumento de ver telescópio teca coleção discotecaRADICAIS GREGOS tele longe, distante telefone teo deus teologiaRadical Significado Exemplos terapia tratamento, cura psicoterapiaacro alto, elevado acrobata termo calor termômetroaer (o) ar aeroclube tetra quatro tetracampeãoagogo o que conduz pedagogo tri três tricoloragro campo, terra agronomia xeno estrangeiro xenofobiaantropo homem antropologia xilo madeira xilogravuraarqueo antigo arqueología zoo animal zoologiaarquia governo monarquiaastro corpo celeste astronomia RADICAIS LATINOSauto de si mesmo autobiografiabiblio livro biblioteca Radical Significado Exemplosbio vida biologia agri campo agricultorcaco feio desagradável cacofonia ambi ambos ambivalentecali belo caligrafia arbor(i) árvore arborizarcosmo mundo universo cosmonauta ari ouro auriverdecracia poder, domínio democracia belí, belo guerra belonavecrono tempo cronômetro bi(s) duas vezes bicampeãodeca dez decalitro cida que mata inseticidadi dois dissílabo digit(i) dedo digitaldromo onde se corre autódromo frater irmão fratermoedro lado, face poliedro igni fogo igniçãoetno raca, povo etnologia mini muito pequeno minissaiafagia ato de comer antropofagia multi numeroso multicoloridofilo amigo, amante de filosofía oni todo, tudo onipotentefobia aversão, ódio fotofobia pede, pedi pé pedestrefone som, voz telefone pluvio chuva pluviômetrofoto luz fotografia semi metade semicirculogamia casamento poligamia voro que come carnívorogeo terra geografíaglota língua poliglota EXERCÍCIOSgono ângulo polígonografia escrita, descrição caligrafia 1. Aponte a alternativa em que o elemento estrutural emgrama letra, telegrama destaque não está corretamente analisado:hetero diferente, outro heterossexual a) andavas - desinência de pessoahexa seis hexágono b) amarás - sufixo temporalhom(e)o igual, semelhante homossexual c) menina - desinência de gêneroiatria trata mento pediatria d) carros- radicallatría adoração idolatria e) pires - desinência de númerologia estudo, ciência biologiamega grande megafone 2. Falhou a identificação do elemento estrutural em:metro que mede cronômetro a) vivamos - vogal temáticamicro pequeno micróbio b) amávamos - sufixo modo-temporalmito fábula, mito c) chaleira - consoante de ligaçãomitologia mono único, um só d) enriquecemos - desinência número -pessoalmonarquia morfo forma e) filhinho - vogal temáticamorfologia necro, morto cadáver necrotérionomia lei, regra astronomia 3. Aponte a alternativa cujo tempo verbal registra, deocto oito octaedro acordo com a conjugação, diferentes sufixos modo-odonto dente odontologia temporais:oftalmo olho oftalmologia a) pretérito mais-que-perfeito do indicativoorto correto, justo ortografía b) pretérito imperfeito do indicativoped(o) crianca edagogo c) pretérito imperfeito do subjuntivopenta cinco pentacampeão d) futuro do pretérito do indicativo futuro do e) presente do indicativo 15
  16. 16. 12. O sentido do radical grego em destaque é correto em:Nas questões de 10 a 1 2, aponte a única alternativa em a) rinoplastia - rimque houver erro na identificação do elemento estrutural b) acrofobia - baixoassinalado: c) quiromancia - pé4. a) sala - vogal temática d) etnologia - raça b) santo - radical e) estomatite - estômago c) arriscou - vogal temática d) voltasse - sufixo temporal 13. Houve falha de exemplificação em: e) lento - desinência de gênero a) sufixo verbal: realizar b) vogal temática: almocemos5. a) alguma - vogal temática c) radical primário: novíssimo b) levantara - sufixo temporal d) sufixo temporal: comentáramos c) tempo - vogal temática e) sufixo nominal: londrino d) sala - radical primário e) olhos - desinência de número 14. O prefixo indica duplicidade em: a) êxodo c) justapor e) díptero6. a) aguardavam - desinência de pessoa b) antídoto d) hemiplegia b) chamava - tema c) fome - vogal temática 15. Assinale a alternativa em que há uma associação d) gritou - desinência pessoal incorreta, considerando a procedência e o sentido do e) perdem - vogal de ligação prefixo assinalado: a) compatriota - latino - companhia7. Aponte a alternativa em que o elemento estrutural em b) hipotrofia -grego - escassezdestaque não denuncia tempo: c) eufonia -grego - boma) Gostava de passear pelas manhas. d) sobrepor -latino - posição superiorb) No campo, vivemos mais felizes. e) perífrase -latino - posição ao ladoc) Pediríamos que ficassem atentos.d) Falaríamos sem medo a verdade. 16. O prefixo destacado não é grego em:e) Talvez falemos sobre o assunto amanha. a) Durante alguns dias, a organização ficou acéfala. b) Meu irmão está sofrendo de uma terrível dispnéia.8. "A alegria desaparecera..." Considerando o verbo em c) Troquei alguns vocábulos por outros mais eufônicos.destaque, é falha a análise estrutural em: d) O professor tem idéias muito anacrônicas.a) des-: prefixo d) desapar-: radical e) Conheço o subgerente dessa agência bancária.b) desaparece-: tema e) -ra-: sufixo temporalc) -e-: vogal temática 17. Faca a análise estrutural completa das seguintes formas: repartam, desfizesses, compuséramos, dediquem,9. Dentre as formas verbais destacadas, aponte aquela mineiras, belíssimas e londrinos.cuja desinência número - pessoal é zero:a) Sempre que podia, praticava esportes. 18. "Depois o mundo, a luta que intimida..." No verso,b) Todos aqui gostamos de futebol. destacou-se um exemplo de:c) Sabeis, acaso, por que vos chamo? a) derivação parassintética.d) Já praticastes hoje a vossa boa ação. b) derivação prefixal.e) Viviam felizes em paz com Deus. c) derivação sufixal. d) Justaposição.10. Aponte a falha na identificação do elemento estrutural e) derivação regressiva.destacado:a) "O rosto é o espelho da alma." (radical primário) b)"A 19. Identifique o processo formador das seguintesguerra é a ciência da destruição." (vogal temática) palavras: injustiça, brasileiro, enriquecer, enriquecimento,c) "Com palavras governamos os homens." (sufixo pernalta, escurecer, guarda-livros, ataque, irrealizável,temporal) alcoômetro, deslealdade.d) "Quando o dinheiro fala, a verdade se cala." (vogaltemática) 20. Quanto ao processo formador de palavras, marque ae) "As crianças necessitam de bons exemplos." falsa identificação:(desinência pessoal) a) ferimento - composição por justaposição b) bispado - derivação sufixal11. Em um dos casos abaixo, associou-se incorretamente c) entardecer - derivação parassintéticao sufixo da palavra ao seu sentido. Indique-o: d) entrelinha - derivação prefixala) requerente - agente e) aguardente - composição por aglutinaçãob) animalejo - diminutivoc) austríaco - origem 21. Considere o processo formador das palavras e numered) cafezal - coleção a segunda coluna de acordo com a primeira:e) paulista - seguidor (1) derivação prefixal (2) derivação sufixal 16

×