Sangue e Sistema abo

7,084 views

Published on

Published in: Education
1 Comment
2 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
7,084
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
46
Actions
Shares
0
Downloads
261
Comments
1
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Sangue e Sistema abo

  1. 1. O SANGUE Constituído de plasma, glóbulos vermelhos ou hemácias, glóbulos brancos ou leucócitos e plaquetas. O plasma sanguíneo é a porção líquida do sangue. Contém água, proteínas, sais minerais, glicose e vitaminas, entre outras substâncias.
  2. 2. Os glóbulos vermelhos São as mais numerosas células sanguíneas. São produzidas na medula óssea vermelha dos ossos. Não possuem núcleo e apresentam formato de disco, o que garantem uma superfície grande para a captação e distribuição do gás oxigênio.
  3. 3. Os Glóbulos Brancos São células dotadas de núcleo. Os glóbulos brancos defendem nosso organismo de duas maneiras: FAGOCITOSE PRODUÇÃO DE ANTICORPOS
  4. 4. As plaquetas As plaquetas estão relacionadas com a coagulação sanguínea. Quando um vaso é lesado, algumas plaquetas se desintegram, liberando uma enzima chamada tromboquinase, que inicia a coagulação do sangue. No final do processo formam-se filamentos de uma proteína chamada fibrina. Esses filamentos organizam uma espécie de rede que retém o sangue, constituindo o coágulo.
  5. 5. Hemorragia É a perda de sangue ocasionada por rompimento de vasos sanguíneos. A hemorragia pode acontecer na superfície do corpo, como na pele, na mãe. Mas pode também ocorrer em estruturas internas do corpo, como estômago e o cérebro.
  6. 6. O sangue e suas defesas1. ANTICORPOS – São proteínas especiais produzidas por um tipo de leucócitos (linfócitos) que são capazes de neutraliza a ação tóxica dos antígenos. ANTÍGENOS - SÃO ORGANISMOS INVASORES QUE CONTÉM PROTEÍNAS ESTRANHAS AO NOSSO CORPO.
  7. 7. O sangue e sua defesas2. VACINAS – São produtos constituídos por microorganismos mortos ou atenuados (enfraquecidos) ou, ainda por toxinas produzidas por esses microorganismos inativadas em laboratório. Assim, as vacinas contêm antígenos incapazes de provocar a doença, mas capazes de induzir nosso organismo a produzir anticorpos.
  8. 8. Histórico Sistema proposto, em 1900, pelo austríaco Landsteiner, classificando o grupo sanguíneo segundo a polialelia do sistema ABO, considerando a relação entre os pares dos alelos: IA, IB e i, em quatro grupos: grupo A, grupo B, grupo AB e grupo O.
  9. 9. Sistema ABO Por análise desse sistema, as hemácias humanas podem apresentar na membrana as substâncias aglutinógenos ou aglutinogênios, sintetizadas pelos alelos IA ou IB sendo: aglutinógeno A ou aglutinógeno B ou a coexistência dos dois tipos e também a substância química aglutinina contida no plasma das hemácias: Anti-A, Anti-B ou ausência dessas.
  10. 10. Relação entre os Genótipos Aglutinogên eo Aglutinina Tipo (na (no plasma sangüín Genótipo membrana das eo das hemácias) hemácias) A IA IA ou IA i A Anti-B B IB IB ou IB i B Anti-A AB I A IB AB Ausência Anti-A e Anti- O ii Ausência B
  11. 11. Identificação ABO
  12. 12. Sistema Rhesus Rh  Esse sistema sanguíneo recebeu esse nome por ter sido o resultado de pesquisas feitas com uma espécie de macacos, a MACACA Rhesus .
  13. 13.  Por volta de 1940, Landsteiner e Wiener , injetando sangue desse macaco em cobaias, verificaram que elas produziam anticorpos a algum antígeno do sangue do macaco.
  14. 14.  Desse experimento esses pesquisadores concluíramque no sangue do macaco reso havia um antígeno que induzia a produção de anticorpos na cobaia. Esseantígeno foi denominado fator Rh e o anticorpo, anti- Rh. Os sangues que aglutinaram em presença do fator Rh (que correspondem aproximadamente 85% da população) foram denominados Rh positivos (Rh+) e os 15% que não apresentaram reação foram denominados negativos (Rh-) por não possuírem fator Rh.  
  15. 15. Reações Rh O fator Rh é encontrado nas hemácias, verificando esses pesquisadores que ele Fenótipos Genótipos obedece às leis da Rh+ RR, Rr hereditariedade, sendo o Rh positivo um fator Rh- rr dominante em relação ao Rh negativo.
  16. 16. Importância doFator Rh A importância do fator Rh em populações humanas reside no aparecimento, em certas condições, da doença hemolítica do recém-nascido (DHRN) ou Eritroblastose fetal (EF).  A condição primordial para a ocorrência dessa anomalia é a seguinte: Rh+ Rh- Rh+
  17. 17. Eritroblastose Fetal Como na primeira gestação a mãe não ficou muito sensibilizada pelo fator Rh, a criança sobrevive , mas deve ser submetida a uma transfusão de sangue Rh. Assim, os anticorpos anti-Rh que, porventura, estejam no sangue fetal não terão hemácias para aglutinar. Com o decorrer do tempo, esse sangue será substituído por novo sangue que o feto passa a produzir.
  18. 18. Coagulação

×