Apresentação expomoney pt_cvm
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Apresentação expomoney pt_cvm

on

  • 195 views

 

Statistics

Views

Total Views
195
Views on SlideShare
193
Embed Views
2

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

1 Embed 2

http://ri.aeseletropaulo.com.br 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Apresentação expomoney pt_cvm Apresentação expomoney pt_cvm Presentation Transcript

  • Expo Money São Paulo Setembro, 2012 1
  • AES Brasil Group • Presença no Brasil desde 1997 • Dados operacionais: • U id d d C Unidades de Consumo: 7 7 milhões 7,7 ilhõ • Energia distribuída: 53,6 TWh • Capacidade instalada: 2.659 MW • Energia gerada: 13,9 TWh • 7,4 mil colaboradores • Investimentos 1998-2011: R$ 8,1 bilhões • Sólidas práticas de Governança Corporativa e de sustentabilidade • Segurança como valor número 1 2
  • AES Brasil amplamente reconhecida em 2009-2012  Excelência em Gestão  Qualidade e Segurança  Preocupação com o Meio Ambiente (AES Tietê) (AES Eletropaulo) (AES Tietê) (AES Eletropaulo) (AES Sul) (AES Brasil) (AES Tietê) (AES Eletropaulo) (AES Brasil) (AES Eletropaulo) (AES Tietê) (AES Eletropaulo) (AES Tietê) (2011- AES Tietê; 2012 – AES Eletropaulo) (AES Tietê) (AES Eletropaulo) (AES Eletropaulo) 3
  • Estrutura societária BNDES AES C Corp O 50.00% + 1 ação P 0.00% T 46.15% 46 15% O 50.00% - 1 ação P 100% T 53.85% 53 85% Cia. Brasiliana de Energia T 99.70% AES Sul O 99.99% T 99.99% AES Infoenergy O 99.00% T 99.00% O 71.35% 71 35% P 32.34% T 52.55% AES Uruguaiana AES Tietê O 76.45% 76 45% P 7.38% T 34.87% AES Eletropaulo O = Ações Ordinárias P = Ações Preferenciais T = Total 4
  • AES Tietê e AES Eletropaulo estão listadas na BM&FBovespa BM&FB ¹ ¹ Free Float Outros² Market Cap³ 16,1% 19,2% 56,2% 8,5% R$ 3,1 bi 24,2% 28,3% 39,5% 8,0% R$ 8,1 bi 1 – os controladores, AES Corp e BNDES, possuem participação similar no capital votante das Companhias: aproximadamente 38,2% na AES Eletropaulo e 35 7% na AES controladores BNDES 38 2% 35,7% Tietê; 2 – inclui as ações do Governo Federal e da Eletrobrás na AES Eletropaulo e AES Tietê, respectivamente; 3 – data base: 14/09/12. Cálculo para AES Eletropaulo inclui somente ações preferenciais e para AES Tietê ações ordinárias e preferenciais. 5
  • Perfil da AES Tietê Parque gerador  18 usinas hidrelétricas em operação nos Estados de São Paulo e Minas Gerais  Contrato de concessão válido até 2029  Capacidade instalada de 2.663 MW, com garantia física1 de 1.282 MW médios  A garantia física é vendida por meio de um contrato bilateral com a AES Eletropaulo vigente até o final de 2015  A AES Ti tê pode i Tietê d investir em geração, sua atividade ti ã ti id d principal, além de atuar na comercialização de energia  370 colaboradores (Junho/2012) 1 - Quantidade de energia disponível para contratação de longo prazo 7
  • Energia gerada evidencia elevada disponibilidade operacional di ibilid d i l Energia Gerada por usina 1S12 (MW médio1) Energia Gerada (MW médio1) 139% 138% 130% 125% Agua Vermelha g 7% 124% 9% Bariri Barra Bonita 10% Ibitinga 59% 1.665 1.599 58 1.582 1.606 1.742 Promissão 5% 5% 2009 2010 Geração - MW médio 2011 1S11 Nova Avanhandava 5% Demais usinas* 1S12 Geração/Garantia física 1 – Energia gerada dividido pelo número de horas do período * Caconde, Limoeiro, Mogi e PCHs 8
  • Parte significativa da energia faturada e da receita líquida é proveniente do contrato bilateral com a AES Eletropaulo Energia Faturada (GWh) 14.706 88% 15.122 14.729 117 Receita Líquida (%) 554 301 1.150 1 150 1.340 1 340 1.519 1 519 2.331 1.980 1.942 9.059 297 7.510 201 851 11.108 11.108 11.108 909 2.182 2% 7% 3% 1.425 5.034 5.672 1S11 1S12 AES Eletropaulo Outros contratos bilaterais 2009 AES Eletropaulo 2010 2011 1 MRE Mercado Spot 1 – Mecanismo de Realocação de Energia Outros contratos bilaterais Mercado Spot MRE1 9
  • Investimentos nas modernizações das usinas de Nova Avanhandava e Ibitinga Investimentos (R$ milhões) ( ) Investimentos no 1S12 174 175 19 82 12 72 156 10 41 3 70 62 38 Equipamento e Modernização 1 Novas PCHs* 2010 2011 2012(e) 1S11 1S12 Projetos de TI Investimentos 1 - Pequenas Centrais Hidrelétricas Novas PCHs 10
  • Oportunidades de crescimento Projeto Termo-SP - Usina térmica a gás natural, ciclo combinado, com 550 MW de capacidade instalada - Projeto não poderá participar dos leilões A-3 e A-5 de 2012 devido à indisponibilidade de gás - Licença ambiental prévia restaurada em função de decisão do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo - Próximos passos: Obtenção da Licença de Instalação Projeto Termo Araraquara - Usina térmica a gás natural, ciclo combinado, com 579 MW de capacidade instalada - Aquisição de opção de compra em março/12 - Projeto não poderá participar dos leilões A 3 e A 5 de 2012 devido à indisponibilidade de gás A-3 A-5 - Próximos passos: Obtenção da Licença de Instalação 11
  • Destaques financeiros Receita Líquida (R$ milhões) Ebitda (R$ milhões) 1.466 1.255 1.670 1.754 1.309 1.886 825 1.320 9 1.311 827 643 1.075 (54) 2009 2009 2010 2011 1S11 2010 2011 1S11 1S12 75% 75% 78% 78% 77% 1S12 Recorrente Não-recorrente Margem Ebitda 12
  • Distribuição de proventos estável em bases trimestrais Lucro Líquido e Distribuição de Dividendos1 (R$ milhões) 110% 117% 109% 11% 11% 11% 706 • Prática de distribuição de dividendos: 100% do lucro líquido – 737 acordo com o estatuto 31 – 845 706 Pay -out 1 – Valor Bruto. 2011 Yield PN Média de dividendos desde 2006: R$ 745 milhões por ano 354 2009 (36) 2010 Pay-out médio desde 2006: 106% – 479 742 Pay-out mínimo de 25% de 1S11 Recorrente 476 1S12 (3) Não- recorrente 13
  • Mercado de Capitais AES Tietê X Ibovespa X IEE 160 12 Meses B A 140 + 15% + 10% + 5% + 3% 120 100 - 9% 80 set/11 dez/11 Ibovespa Ib mar/12 IEE² GETI4 jun/12 TSR³ set/12 GETI3 A Ex dividendos 06/08/2012 B Medida Provisória 579 publicada para definição das condições para renovação de contratos de concessão e redução dos impostos do setor de energia. • Market Cap4: R$ 8,1 bilhões • BM&FBovespa: GETI3 (ordinárias) e GETI4 (preferenciais) • ADRs negociadas no US OTC Market: AESAY (ordinárias) e AESYY (preferenciais) 1 – Índice: 14/09/2011 = 100 2 – Índice de Energia Elétrica 3 – Total Shareholder’s Return 4 – Data Base: 14/09/2012 14
  • Por que investir na AES Tietê?  Forte capacidade de geração de caixa  Boas práticas de governança corporativa  Ad ã de práticas sustentáveis na condução d negócios Adoção d áti t tá i d ã dos ó i  Prática de remuneração dos acionistas nos últimos anos: pagamento trimestral da totalidade do lucro líquido 15
  • Perfil da AES Eletropaulo Área de concessão  Maior distribuidora de energia elétrica da América Latina  Presente em 24 municípios na área metropolitana de São Paulo  Contrato de concessão válido até 2028  Área de concessão com maior PIB do Brasil  45 mil quilômetros de rede e 6,3 milhões de unidades consumidoras em sua área de concessão de 4.526 km2  45 TWh distribuído em 2011  A AES Eletropaulo, sendo uma distribuidora, somente pode investir em ativos dentro da sua área de concessão ( )  5.850 colaboradores (Junho/2012) 17
  • Evolução do consumo Mercado Total (GWh)1 Distribuição do Consumo por Classe 1S12 (%) 9 15 41.269 43.345 43 345 7.911 6.832 45.102 18 2009 2010 36.817 2011 Mercado Cativo 1 – Net of own consumption 22.674 4.149 24 3.920 18.216 34.436 41 8.284 22.365 35.434 29 18.754 1S11 1S12 Clientes Livres 38 26 Brasil Residencial AES Eletropaulo Industrial Comercial Outras 18
  • Investimentos focados na automação da rede, rede manutenção e expansão do sistema Investimentos (R$ milhões) Investimentos 1S12 (R$ milhões) 98 800 700 739 682 841 46 12 15 15 88 22 28 38 600 325 300 654 717 15 315 400 354 10 500 339 88 794 200 Manutenção Serviço ao Consumidor 100 Expansão do Sistema 0 2010 2011 Recursos Próprios Recursos Próprios 2012(e) 1S11 1S12 Financiados pelo cliente Financiados pelo cliente Recuperação de Perdas TI Financiado pelo cliente Outros 19
  • Redução do DEC e FEC permanecendo abaixo do limite regulatório DEC – Duração de Interrupções FEC – Frequência de Interrupções 7,87 6,93 - 21% 10,09 9,32 11,86 7,39 10,60 - 18% 8,68 10,36 2009 2010 2011 8a 7a 5,78 4,54 4 54 1 Jan/Jun121 6,17 6a DEC (horas) Jan/Jun11 5,43 2009 5,45 Referência Aneel 2011 3a 7a 2010 2,90 2 90 2,37 1 4a FEC (vezes) Jan-Jun/11 Jan-Jun/12 Referência Aneel Posição no ranking ABRADEE entre as 28 distribuidoras com mais de 500 mil consumidores ► DEC Referência Aneel para 2012: 8,67 horas p , Fonte: ANEEL, AES Eletropaulo e ABRADEE 1 – Acumulado de 6 meses (Jan-Jun) 2011 e 2012 ► FEC Referência Aneel para 2012: 6,87 vezes 20 1
  • Destaques Financeiros Receita Líquida (R$ milhões) 9.697 Ebitda (R$ milhões) 9.836 2.848 8.786 2.413 1.775 4.814 4.924 87 197 426 339 933 442 1.074 562 1.491 1.648 234 1.473 840 783 (221) 2009 2010 2011 1S11 1S12 2009 2010 2011 1S11 1S12 Lucro Recorrente Variação dos itens da Parcela A Não-recorrente1 1 – Não recorrente 2011 : considera a venda da AES Eletropaulo Telecom com impacto de R$ 707 milhões no Ebitda 21
  • Prática de distribuição de dividendos em bases semestrais Lucro Líquido e Distribuição de Dividendos1 (R$ milhões) 101,5% 114,4% 54,4% 20,4% 28,6% 17,1% • 1.572 350 652 358 365 640 de Pay-out mínimo de 25% de acordo com o estatuto - 537 Pay-out médio desde 2006: 83% ao ano 167 656 distribuição ç - 374 128 de dividendos: distribuição acima do mínimo obrigatório 1.348 1.157 Prática 245 555 292 – 390 Média de dividendos desde 2006: R$ 904 milhões por ano (223) 2009 2010 2011 1S11 1S12 (80) Lucro Recorrente Variação dos itens da Parcela A Não-recorrente2 Pay-out 1 – Valor Bruto Yield PN 2– Não recorrente 2011 : considera a venda da AES Eletropaulo Telecom com impacto de R$ 467 milhões no lucro líquido 22
  • Metodologia revisão e reajuste tarifário 3º ciclo de revisão tarifária Revisão e Reajuste Tarifários Revisão Tarifária: aplicada a cada 4 ano para a AES Eletropaulo Custos não gerenciáveis Parcela A Revisão Tarifária: Efeito médio percebido pelo consumidor: -9,33% id 9 33% Opex Regulatório (PMSO) Base de Remuneração X WACC Remuneração do investimento Parcela B Reajuste tarifário: +5,51% XD Depreciação i ã Depreciação D i ã • Reajuste Tarifário: anual − Parcela A: custos em grande parte repassados à tarifa Revisão + Reajuste tarifário:-2,26% A partir de 4 de julho de 2012 − Parcela B: custos ajustados por IGPM +/- Fator X(1) 1 - Fator X: índice que captura os ganhos de produtividade 23
  • Programa de eficiência e gestão de custos Programa de eficiência  Implementação do programa “Criando Valor” em 2010 que proporcionou ganhos com controle de custos e Criando Valor 2010, aumento da eficiência e da receita  Iniciativas do programa: • revisão de processos operacionais e nas áreas de suporte • aumento da produtividade das equipes em campo • otimização dos despachos das turmas de emergência • melhoria na gestão de contratos com fornecedores de materiais e serviços • uso eficiente da frota operacional • racionalização e modernização das lojas de atendimento e faturamento on site Alienação de imóveis  Centralização das atividades na nova sede corporativa e desmobilização da unidade operacional do Cambuci possibilitarão a venda de imóveis em valor estimado de até R$ 239 milhões 24
  • Mercado de capitais AES Eletropaulo X Ibovespa X IEE 12 meses¹ 150 B A 130 +10% + 5% 110 90 70 - 34% - 38% 50 30 set-11 Ibovespa nov-11 jan-12 IEE IEE² mar-12 mai-12 AES Eletropaulo PN jul-12 set-12 AES Eletropaulo TSR TSR³ A Divulgação pela Aneel do cálculo da revisão tarifária preliminar – 10/04/2012 B Divulgação pela Aneel dos termos finais referentes a revisão e reajuste tarifários – 02 e 03/07/2012 • Market cap4: R$ 3,1 bilhões • BM&FBOVESPA: ELPL3 (ordinárias) and ELPL4 (preferenciais) • ADRs negociadas no OTC Market: EPUMY (preferenciais) 1 – Informação até 14/09/2012, Índice: 14/09/2011 = 100 3 – Total Shareholder Return 2 – Índice de energia elétrica 4– Base: 14/09/12. Cálculo inclui apenas ações preferenciais 25
  • Por que investir na AES Eletropaulo?  Forte capacidade de geração de caixa  Boas práticas de governança corporativa  Adoção de práticas sustentáveis na condução dos negócios 26
  • Contatos: C t t ri.aeseletropaulo@aes.com ri.aestiete@aes.com + 55 11 2195 7048 Declarações contidas neste documento, relativas à perspectiva dos negócios, às projeções de resultados p p p p operacionais e financeiros e ao potencial de crescimento das Empresas, constituem-se em meras previsões e foram baseadas nas expectativas da administração em relação ao futuro das Empresas. Essas expectativas são altamente dependentes de mudanças no mercado, do desempenho econômico do Brasil, do setor elétrico e do mercado internacional, estando, portanto, sujeitas a mudanças.