Your SlideShare is downloading. ×
0
Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre

2,082

Published on

Esses são os slides do TCC de Denis Eduardo Ferreira, Giovani Augusto Ferreira e Ulisses Carvalho Trolez, sob a orientação do Prof Marcelo Moura Pimentel. …

Esses são os slides do TCC de Denis Eduardo Ferreira, Giovani Augusto Ferreira e Ulisses Carvalho Trolez, sob a orientação do Prof Marcelo Moura Pimentel.

Os slides mostram a implementação de uma ambiente virtual de ensino usando TCOS.

Published in: Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,082
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
42
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Ambientes Virtuais de Ensino com Software Livre
  • 2. CESEP/Machado - FEM Integrantes do Projeto Orientador Responsável Denis Eduardo Ferreira Prof. Marcelo Moura Pimentel Giovani Augusto Ferreira Ulisses Carvalho Trolez
  • 3. Roteiro de Apresentação LTSP TCOS Porque TCOS Os serviços utilizados Materiais e Métodos Implementação Conclusão
  • 4. LTSP
  • 5. LTSP Um dos mais falados e bem sucedidos projetos nessa área é então conhecido como LTSP (Linux Terminal Server Project). Sua história se inicia em 1996 na Binson`s Hospital Supplies, uma empresa de material hospitalar. -Objetivo- Conectar várias máquinas a dois servidores. Utilizando o protocolo TCP/IP Embora tenha uma série de recursos, o LTSP possui algumas limitações que poderiam ser melhoradas, e foram melhoradas, mas em um novo projeto chamado Thin Client Operating System (TCOS).
  • 6. TCOS
  • 7. TCOS Thin Client Operating System, é uma moderna ferramenta para soluções em terminais leves, possuindo uma série de melhorias feitas com base em sistemas já conhecidos. O TCOS foi originalmente apresentado a exatos 3 anos, em 2007 no 1º Google Summer of Code, onde Mario Izquierdo de origem espanhola o apresenta, sendo ele mesmo o criador e principal desenvolver do sistema, propondo uma série de melhorias em um já conhecido sistema de terminais leves chamado de PXE. Atualmente no Brasil, a comunidade TCOS é dirigida por Aécio Pires, também aluno do Curso de Redes de Computadores da IFPB (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba)
  • 8. TCOS O TCOS tem várias melhorias com relação ao projeto LTSP: O LTSP 5 não tem uma aplicação gráfica para configurar e compilar as imagens dos clientes, e o TCOS possui o tcosconfig. O LTSP 5 não permite personalizar a imagem de inicialização dos clientes. Com o TCOS é possível personalizá-la e escolher o que será removido ou incluído. O LTSP 5 só permite conexões gráficas entre os clientes e o servidor usando o XDMCP (X Display Manager Control Protocol). Além desse protocolo, o TCOS utiliza o rDesktop (para Windows Terminal Server), e outros servidores de imagens, como FreeNX, SSH+X e o XRDP.
  • 9. TCOS Se o servidor LTSP 5 falhar ou perder conectividade, todos os clientes sofrerão um kernel panic e precisarão ser reiniciados. Com o TCOS, eles apenas têm de esperar o servidor voltar a funcionar normalmente. O LTSP 5 não permite personalizar a imagem de inicialização dos clientes. Com o TCOS é possível personalizá-la e escolher o que será removido ou incluído. No LTSP 5 é necessário ter uma conexão com a Internet, um repositório local ou um CD-ROM/DVD-ROM com os pacotes para criar a imagem de inicialização dos clientes. O TCOS utiliza os binários disponíveis no servidor. No LTSP5 esse processo demora mais de 15 minutos, enquanto que no TCOS apenas 15 segundos. (Extraído da Revista Espírito Livre, n.2, p.37-40, maio.2009 e Revista Espírito Livre, n.3, p.57-59, junho.2009)
  • 10. TCOS Esquema Básico de Arquitetura de Funcionamento do TCOS Clientes Servidor (Terminais) TCOS
  • 11. Serviços
  • 12. Serviços Os principais serviços utilizados pelo TCOS DHCP Atribuição de Endereços de IP TFTP Transferência dos arquivos para o Boot NFS Montagem do Kernel transferido XDMCP Servidor Gráfico da Aplicação
  • 13. Materiais e Métodos
  • 14. Materiais e Métodos Foram utilizadas para a implementação do TCOS uma máquina onde será instalada a aplicação, com a seguinte configuração de hardware: Servidor da Aplicação Atlhon XP 2600, com 512 MB de memória RAM, um disco rígido de 80 Gigabytes e uma placa de rede 10/100 Mbps. Modo de Trabalho Arquitetura Cliente-Servidor.
  • 15. Materiais e Métodos Terminais Para os terminais foram utilizadas máquinas SEMPROM 2600, com 256 MB de memória e sem o disco rígido, com uma placa de rede 10/100 Mbps com suporte a PXE. Para complementar a infra-estrutura foi utilizado um switch de 8 portas full-duplex para interconectar os terminais leves junto ao servidor sendo também necessário o uso de cabos UTP CAT 5e com conectores RJ-45. O sistema operacional usado para o desenvolvimento do projeto foi o GNU/Linux Ubuntu 9.04.
  • 16. Implementação
  • 17. Implementação Instalação dos Pacotes A Configuração do DHCP Configuração do GDM - Gnome Display Manager Compilando as Imagens de inicialização com o TcosConfig Monitoramento com o TcosMonitor
  • 18. Instalação dos Pacotes Adicionar a chave pgp do desenvolvedor Adicionar o repositório do TCOS ao sources.list Instalar os pacotes via apt-get
  • 19. Configuração do DHCP Editar o arquivo dhcpd.conf e ajustá-lo para boot remoto shared--network THINCLIENTS { subnet 192.168.10.0 netmask 255.255.255.0 { range dynamic--bootp 192.168.10.10 192.168.10.20; if substring (option vendor--class--identifier, 0, 9) = "PXEClient" { filename "/tcos/pxelinux.0"; }
  • 20. Configuração do GDM Também ajustar o GDM para permitir login gráfico remoto [daemon] TimedLoginEnable=true TimedLogin=/usr/sbin/tcos-gdm-autologin| TimedLoginDelay=10 [security] AllowRemoteAutoLogin=true DisallowTCP=false [xdmcp] Enable=true
  • 21. Configuração do TFTP Configurações feitas no atftp e inetd.conf USE_INETD=false OPTIONS="--daemon --port 69 --tftpd-timeout 300 --retry- timeout 10 --logfile /var/log/atftpd.log --mcast-port 1758 -- mcast-addr 192.168.10.0-255 --mcast-ttl 1 --maxthread 100 -- verbose=5 /tftpboot"
  • 22. Compilação da Imagem do cliente Terminada a configuração básica do servidor TCOS. Agora tem início a configuração e compilação do kernel a ser enviado ao clientes. O assistente TCOS-Config torna esse processo bastante intuitivo e simples, necessitando apenas escolher, com alguns cliques as características do novo kernel, para isso teremos que baixar o TcosConfig com o comando. #apt-get install tcosconfig As configurações realizadas no TcosConfig serão salvas no arquivo /etc/tcos/tcos.conf e as imagens compiladas serão armazenadas no diretório /tftpboot/tcos, que é um link para o diretório /var/lib/tcos/tftp.
  • 23. Monitoramento com TcosMonitor Para sua instalação usa-se o comando; # apt-get install tcosmonitor Como notamos no referido trabalho o processo é todo feito via apt-get,o que facilita muito a instalação dos pacotes, pois não é necessário nenhum comando mais complexo. O acesso ao TcosMonitor também é bastante simples, no caso foi usado o Ubuntu 9.04, seu acesso é feito da seguinte forma: no menu sistema, acesse a opção administração e então TcosMonitor.
  • 24. Conclusão
  • 25. Conclusão Esse trabalho teve como objetivo, apresentar o TCOS como uma solução para a implementação de ambientes virtuais de ensino utilizando terminais leves. O projeto se mostra como uma solução muito interessante, um exemplo prático seriam os atuais telecentros, com ele é possível não só economizar na compra de licenças para softwares proprietários (já que o sistema é livre), bem como também na parte de hardware. O TCOS é um sistema que vem para complementar o que já é uma tendência no mercado, o uso de software livre em esferas educacionais, e o grande crescimento do software livre em implementações críticas. Portanto gostaríamos de destacar as vantagens financeiras e sociais para o projeto, mas não se esquecer de destacar a capacitação do profissional envolvido na implementação do ambiente virtual de ensino e os profissionais da educação envolvidos.

×