Apresentação - BETA

0 views

Published on

Published in: Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
0
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
47
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • Apresentação - BETA

    1. 2. <ul><li>Como surgiu a idéia: </li></ul><ul><li>Adam Smith (1776) – Pin Factory inspirado em um artigo da Diderot´s Encyclopédie </li></ul><ul><li>Frederick W. Taylor – Gestão científica (Reengearia de processos) </li></ul>
    2. 3. <ul><li>The Spam of control (Subordinados) </li></ul><ul><li>Departmentalization By Process and Purpose (Departamentar por processo e finalidade) </li></ul><ul><li>Information management concepts (Conceitos de Gestão de Informações) </li></ul>
    3. 4. <ul><li>Conceito: É o conjunto de atividades internas da empresa associadas às informações que manipula, utilizando os recursos e a  organização da empresa. Deve ser focalizado em um tipo de negócio, que normalmente está direcionado a um determinado mercado/cliente, com fornecedores bem definidos (figura abaixo). </li></ul>
    4. 5. <ul><li>Há 3 tipos de BP’s: </li></ul><ul><ul><li>Management processes, Os processos que gorvernam a operacao do sistema. Ex. : “Governança Corporativa&quot; and “Gerencia Estratégica&quot;. </li></ul></ul><ul><ul><li>Operational processes, processos que constituem o core business e criam o valor primario da empresa. :Compras, Manufatura, Marketing, and Vendas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Supporting processes, dão suporte ao processo como todo. Ex.: Contabilidade, Suporte Técnico. </li></ul></ul><ul><li>Reengenharia deu força aos processos de negócios </li></ul><ul><ul><li>Reengenharia de Negocio </li></ul></ul><ul><ul><li>Reengenharia de Processo </li></ul></ul><ul><li>Estrutura organizacional X Processo de negócios </li></ul><ul><li>Foco na produção do produto e não nele. </li></ul><ul><li>A referência para a implantação </li></ul><ul><li>de sistemas de gestão integrado (ERP) </li></ul><ul><li>também são os BP’s da empresa. </li></ul>
    5. 6. <ul><li>Um processo de negocio: </li></ul><ul><ul><li>Tem um objetivo </li></ul></ul><ul><ul><li>Tem entradas bem definidas </li></ul></ul><ul><ul><li>Tem saídas bem definidas </li></ul></ul><ul><ul><li>Usa recursos </li></ul></ul><ul><ul><li>Tem atividades que devem ser executadas em determinada ordem </li></ul></ul>
    6. 7. <ul><li>BPM é um conjunto de tecnologias e padrões para o design, execução, administração, e monitoramento de processos de negócios. </li></ul><ul><li>Para que os BPs possam servir de referência para diversas abordagens, eles devem ser mapeados (modelados). </li></ul><ul><li>Há dois modelos visuais para representação de um BP: </li></ul><ul><ul><li>UML(Unified Modeling Language) </li></ul></ul><ul><ul><li>BPMN(Business Process Modeling Notation) </li></ul></ul>
    7. 9. <ul><li>Business Process Modeling Notation (BPMN) é uma representacao grafica para especificacao de processos de neogocios em workflow. BPMN foi desenvolvido por Business Process Management Initiative (BPMI),e é mantido pelo Object Management Group desde 2005. </li></ul><ul><li>Objetivo principal é ter uma notação padronizada que seja de facil entendimento por todos que estão envolvidos no BP. </li></ul><ul><li>Tipo de de representacao grafica: </li></ul><ul><ul><li>Flow Objects: Eventos, Atividades, Gateways </li></ul></ul><ul><ul><li>Connecting Objects: Fluxo de sequência, Fluxo de Mensagem, Associação </li></ul></ul><ul><ul><li>Swimlanes: Pool, Lane </li></ul></ul><ul><ul><li>Artifacts: Objetos de dados,Grupos,Anotações </li></ul></ul>
    8. 10. ERP
    9. 11. <ul><li>Introdução : </li></ul><ul><ul><li>Avanços das TI -> Sistemas Computacionais na Empresas </li></ul></ul><ul><ul><li>Sistemas departamentalizados: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Informações divididas </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Dificuldades de consolidar informações </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Inconsistência de dados </li></ul></ul></ul>
    10. 12. <ul><li>Surge necessidade dos ERPs </li></ul><ul><ul><ul><li>Por quê? </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Agrega em um só sistema integrado, funcionalidades que suportam as atividades dos diversos processos de negócio das empresas. </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Mas o que é ERP? </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa, possibilitando a automatização e armazenamento de todas as informações de negócios. </li></ul></ul></ul></ul>
    11. 13. <ul><li>História </li></ul><ul><ul><li>Década de 70 </li></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>MRP (Material Requeriment Planning) </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Dependência de outros softwares(nem sempre era fácil) </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><li>Década de 80 </li></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>MRP II (Manufacturing Resource Planning) </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Otimizou a comunicação entre os departamentos </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Inclui mais sistemas e mais pacotes do sistema de gestão </li></ul></ul></ul></ul>
    12. 14. <ul><li>História </li></ul><ul><ul><li>Década de 90 </li></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Pico dos ERPs </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Disseminação da arquitetura cliente/servidor </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Inclui mais módulos: </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Ex: Gerenciamento da Gestão Pessoal, vendas e distribuição, finanças, etc. </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Ganhou espaço com o “ Bug do milênio ” </li></ul></ul></ul></ul>
    13. 15. <ul><li>Estrutura : </li></ul>Estrutura típica de funcionamento de um sistema ERP (DAVENPORT, 1998)
    14. 16. <ul><li>Qual o melhor momento para implantar um software </li></ul><ul><li>ERP na sua empresa? </li></ul><ul><ul><li>Consome recursos humanos, financeiros e tempo. </li></ul></ul><ul><li>Quando não implantar? </li></ul><ul><ul><ul><li>Sem capital </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Desorganizada </li></ul></ul></ul><ul><li>Melhor momento: </li></ul><ul><ul><ul><li>Bem financeiramente </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Equipe coesa e bem treinada, capacitada </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Complexidade na gestão </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Boa relação com o mercado </li></ul></ul></ul>
    15. 17. <ul><li>Sistemas operacionais: </li></ul><ul><ul><li>Unix; </li></ul></ul><ul><ul><li>Windows; </li></ul></ul><ul><ul><li>Linux </li></ul></ul><ul><li>Banco de dados: </li></ul><ul><ul><li>Oracle; </li></ul></ul><ul><ul><li>Microsoft; </li></ul></ul><ul><ul><li>IBM. </li></ul></ul><ul><li>Plataforma de hardware: </li></ul><ul><ul><li>Ideal: cliente/servidor; </li></ul></ul><ul><ul><li>Risc, Intel, AS/400; </li></ul></ul><ul><ul><li>Grande capacidade de armazenamento ou datacenter (externo). </li></ul></ul><ul><li>Redes: </li></ul><ul><ul><li>Redundância, links e VPN (longa distância) </li></ul></ul>
    16. 19. <ul><li>Retrato Global: </li></ul><ul><ul><li>SAP 25,1% das receitas </li></ul></ul><ul><ul><li>Oracle 7,0%, </li></ul></ul><ul><ul><li>Peoplesoft 6,5%, </li></ul></ul><ul><ul><li>SAGE 5,4% </li></ul></ul><ul><ul><li>Microsoft 4,9% (Business Solutions) </li></ul></ul><ul><ul><li>Os restantes 51,1% (pulverizados) </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Fonte: Gartner </li></ul></ul></ul>
    17. 20. <ul><li>No Brasil: </li></ul><ul><ul><li>SAP 24% </li></ul></ul><ul><ul><li>Datasul 19% </li></ul></ul><ul><ul><li>Microsiga 14% </li></ul></ul><ul><li>Fonte: FGV </li></ul>
    18. 21. <ul><li>Empresas de médio porte: </li></ul><ul><ul><li>Microsiga 17% </li></ul></ul><ul><ul><li>Datasul 16% </li></ul></ul><ul><ul><li>Logocenter 6% </li></ul></ul><ul><ul><li>SAP 2%. </li></ul></ul><ul><li>Fonte: Yankee Group </li></ul>
    19. 23. <ul><li>His tórico da empresa: </li></ul><ul><ul><li>Criação nos anos 50; </li></ul></ul><ul><ul><li>Em 1967, ocorreu a Primeira Demanda de Gerenciamento da Empresa. Criação de departamentos (produção, refino, etc.); </li></ul></ul><ul><ul><li>Durante 30 anos, buscaram integrar seus sistemas operacionais, que eram rodados nos mainframes; </li></ul></ul><ul><ul><li>Fim do Monopólio e a desregulamentação do setor petrolífero no país; </li></ul></ul><ul><ul><li>Estudo de um Planejamento Estratégico com objetivo de implementar um sistema Integrado, que integre as 4 áreas que a empresa se dividia; </li></ul></ul>
    20. 24. <ul><li>Estudos para implementação de um sistema ERP: </li></ul><ul><ul><li>1996 – Discussão sobre sistemas Integrados de Gestão Empresarial; </li></ul></ul><ul><ul><li>1997 – Iniciou estudos para avaliar a importânciade um ERP: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>400 empresas da lista “Fortune 500” já possuíam contratado um sistema ERP; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>32 das 40 maiores empresa de Petróleo já haviam ou estavam em fase de implementação; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>segundo o Gartner Group, até 2002, 80% das empresas teriam pelo menos 40% dos seus processos suportados por um ERP; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>A SAP, líder do mercado de ERPs, investe em pesquisa e desenvolvimento cerca de US$ 1,5 milhão/dia (US$ 550 milhões/ano). </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>1997 – Visitas a grandes corporações que possuíam sistemas ERP implantados; </li></ul></ul>
    21. 25. <ul><li>O início do Processo Sinergia: </li></ul><ul><ul><li>Conclusão da etapa de Sensibilização e Alinhamento em dezembro de 1999. </li></ul></ul><ul><ul><li>Processo Sinergia tem como objetivo a implantação de um Sistema Integrado de Gestão Empresarial na PETROBRAS. </li></ul></ul><ul><ul><li>Sistema de Gestão escolhido SAP R/3; </li></ul></ul><ul><ul><li>Mudança da plataforma para Unix e banco de dados Oracle; </li></ul></ul><ul><ul><li>Escolha da Sum (integradora de tecnologia); </li></ul></ul><ul><ul><li>2000 – Planejamento básico e mobilização da equipe; </li></ul></ul><ul><ul><li>2001 – Conclusão da fase de desenvolvimento da solução, que consiste na padronização do SAP R/3 para os requisitos Petrobrás; </li></ul></ul>
    22. 26. <ul><li>Processo Sinergia: </li></ul><ul><ul><li>2002 – Conclusão da Implementação do SAP R/3 BR distribuidora; </li></ul></ul><ul><ul><li>2004 – Implementação do SAP R/3 na REFAP (reproduz 70% do sistema Globlal da Petrobrás); </li></ul></ul><ul><ul><li>2004 - SAP R/3 conteve em operação em toda a Petrobrás ; </li></ul></ul><ul><ul><li>2005 – IBM contratada para dar continuidade ao processo de implementação e suporte para empresas da companhia; </li></ul></ul>
    23. 27. <ul><li>Principais Resultados : </li></ul><ul><ul><li>A estimativa de retorno num prazo de 5 anos, frente ao investimento realizado, é de aproximadamente 3 vezes, principalmente nas atividades de produção e exploração, manutenção, comercialização, gestão de estoques, compra de bens e serviços, gestão de empreendimentos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Melhoria do processo decisório, disponibilizando informações mais confiáveis e de forma integrada; </li></ul></ul><ul><ul><li>Melhor direcionamento dos profissionais para as atividades estratégicas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Redução do preço dos materiais adquiridos, antecipando necessidades e conhecendo todas as compras em andamento; </li></ul></ul><ul><ul><li>Facilidade na elaboração de relatórios técnicos e contábeis. </li></ul></ul>

    ×