Aula de acidente ofídico

539 views
433 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
539
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Aula de acidente ofídico

  1. 1. 1por Edson Naboro UwaidAcidente OfídicoProfa Dra Regina K. TakahiraFMVZ – Unesp- Botucatu“Lendas rurais”por Edson Naboro UwaidAcidente Ofídico Histórico Interesse mundial e biopirataria Saúde Pública e Ocupacional Incidênciawww.butantan.gov.brwww.canalciencia.ibict.brBothropsCrotalusMicrurusLachesisGênerosJararaca, jararaca pintada, urutu cruzeiro,caiçaca, jararacuçu, etcCascavel, boicininga, maracabóia, etcCoral verdadeiraSurucucu, pico-de-jaca, surucutinga, etcPeçonhentas x Não peçonhentas Bothrops moojeniBothrops alternatusFotos: Reinaldo J. da Silvapor Edson Naboro Uwaid
  2. 2. 2Acidente BotrópicoAtividadesProteolíticaCoagulanteVasculotóxicaFosfolipases, hialuronidades, proteases, etcAtividade tipo trombina, ativação do FXe FII (protrombina) e fibrinóliseMetaloproteinases (hemorraginas)Outros fatores: Miotoxina (jararacuçu), cardiotoxina, botrocetina.Acidente BotrópicoAtividadesProteolíticaCoagulanteVasculotóxicaEdema local, rubor, calor, dor, necroseConsumo de fatoresHemorragias, equimoses, epistaxis, etcComplicações: Septicemia, choque, CID, IRA,Síndrome compartimentalIncoagulabilidade sanguíneaQuadro clínicoManifestações locais evidentesAlterações hemostáticasLesões renais de grau variávelEdema local, rubor, calor, dor, necroseIncoagulabilidade sangüínea, hemorragias,equimoses, epistaxis, etcCIDIRACHOQUEGrande variabilidade !Acidente Botrópico
  3. 3. 3Foto: Guilherme T. B. MartinsFoto: Guilherme T. B. Martins
  4. 4. 4Foto: Giuseppe PuortoAcidente LaquéticoExcitação vagalProteolíticaCoagulanteVasculotóxicaFosfolipases, hialuronidades, proteases, etcAtividade tipo trombina, ativação do FXe FII (protrombina) e fibrinóliseMetaloproteinases (hemorraginas)NeurotóxicaAtividadesbradicardia, hipotensão e diarréiaNeurotóxicaAtividadesProteolíticaCoagulanteVasculotóxicaEdema local, rubor, calor, dor, necroseHemorragias, equimoses, epistaxis, etcConsumo de fatoresIncoagulabilidade sanguíneaAcidente LaquéticoQuadro clínicoSemelhante ao botrópico,acrescido de sinais “neurotóxicos”Necessidade de soroterapia específicaAcidente Laquético
  5. 5. 5por Edson Naboro UwaidAcidente CrotálicoMiotóxicaNeurotóxicasCoagulanteCrotoxina, crotamina, convulxina, giroxina(bloqueio neuromuscular pré-sinaptico)Atividade tipo trombinaFosfolipase A(lesão subsarcolêmica e edema de mitocôndrias)AtividadeParalisia flácida da musculaturaIncoagulabilidade sangüíneaMialgia generalizada, mioglobinúriaMiotóxicaNeurotóxicasCoagulanteAtividadeAcidente CrotálicoManifestações locais e alterações hemorrágicaspouco evidentesAlterações miotóxicas e neurotóxicasLesão renalCHOQUEMialgia generalizada, paralisia flácida, ptose palpepral, midríase,fácies neurotóxicoMioglobinúria, proteinúria, anúriaIRAQuadro clínicoIncoagulabilidadeAcidente Crotálico
  6. 6. 6Foto: Dr. João Luis C. CardosoFoto: Hugo Leonardo Riani Costa
  7. 7. 7Acidente ElapídicoNeurotóxicaAção na junção neuromuscular (pós-sinapse)Causa paralisia flácidaAtividadeM. corallinus: toxina pré e pós-sinapticaManifestações locais pouco evidentesAlterações neurotóxicasPtose palpepral, midríaseFácies miastênico ou neurotóxicoDificuldade de deglutiçãoInsuficiência Respiratória AgudaInstalação rápida !Quadro clínicoAcidente ElapídicoResumo do quadro clínico dos acidentes ofídicosGênero Reações Fácies Mioglobinúria Incoagulabilidadelocais neurotóxicoBothropsCrotalusMicrurusLachesis+--+-++--+--++-+Anemia em decorrência da hemorragia (eqüinos!)Hemólise in vitroLeucograma inflamatório (leucocitose por neutrofilia)Dor + EstresseTrombocitopenia (Bothrops e Lachesis), trombocitopatiaVasculite (hemorraginas), PDFs e FBGAlterações Laboratoriaisnos Acidentes OfídicosHemograma:
  8. 8. 8TC, TTPA, TP e TT prolongados ou incoaguláveis(Bothrops, Crotalus e Lachesis)Hipofibrinogenemia (idem), Elevação dos PDFsAlterações Laboratoriaisnos Acidentes OfídicosCoagulograma:TC: avaliação da eficácia da soroterapia (24 horas)Vídeo: Guilherme T. B. MartinsOligúria/anúria, proteinúria, mioglobinúria (crotálico)Hipovolemia/Hipotensão (hemorragia + bradicinina)Mioglobinúria (necrose tubular aguda)Nefrotoxicidade direta (fosfolipase A2)Vasculite (hemorraginas)Deposição de fibrina (ação tipo trombina)Deposição de imunocomplexos (doença do soro)Alterações Laboratoriaisnos Acidentes OfídicosUrinálise:Célula endotelial docapilar glomerular
  9. 9. 9Pesquisa demioglobina na urinaFita reagente:HemáciasHemoglobinaMioglobinaSulfato de amônio(2,8 g em 5mL de urina)Agitação ForteCentrifugar 1.500rpm p/ 5’Precipitação da HemoglobinaPassar a fita no sobrenadantePositivo: mioglobinaNegativo: hemoglobinaBioquímica:Elevação das enzimas hepáticas (Crotalus)Hipoalbuminemia (Bothrops)Elevação da CK e AST. Azotemia.Acidose metabólica e respiratória.Alterações Laboratoriaisnos Acidentes OfídicosOutros:Dal Pai & Santo Neto, 1994
  10. 10. 10Avaliação laboratorialpós-tratamentoFluidoterapiaCorreção da acidoseAntibioticoterapiaAnti-inflamatóriosSoroterapia EspecíficaTCUrináliseUréia / creatininaGasometriaHemogramaReações à SoroterapiaPrognósticoFerreira Jr & Barraviera, 2001Aula disponível no sitewww.fmvz.unesp.br/takahira/graduacao

×