Your SlideShare is downloading. ×
A crítica de Boas ao formalismo em antropologia física.
A crítica de Boas ao formalismo em antropologia física.
A crítica de Boas ao formalismo em antropologia física.
A crítica de Boas ao formalismo em antropologia física.
A crítica de Boas ao formalismo em antropologia física.
A crítica de Boas ao formalismo em antropologia física.
A crítica de Boas ao formalismo em antropologia física.
A crítica de Boas ao formalismo em antropologia física.
A crítica de Boas ao formalismo em antropologia física.
A crítica de Boas ao formalismo em antropologia física.
A crítica de Boas ao formalismo em antropologia física.
A crítica de Boas ao formalismo em antropologia física.
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

A crítica de Boas ao formalismo em antropologia física.

159

Published on

Apresentação elaborada para a matéria

Apresentação elaborada para a matéria

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
159
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide
  • Paul Topinard (L'Isle-Adam, 1830-1911) e Paul Broca (Sainte-Foy-la-Grande , 28 June 1824 – 9 July 1880) Subsistência de troncos puros; Tese de superioridade;
  • Virshow: Świdwin, 13 de outubro de 1821 — Berlim, 5 de setembro de 1902)
  • Cartas de Boas à Jenks
  • Transcript

    • 1. Um olhar mais aprofundadoNAS CRÍTICAS DE BOAS AO FORMALISMO NAANTROPOLOGIA FÍSICA
    • 2. UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE FILOSOFIA CIÊNCIAS E LETRAS DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA NASCIMENTO DA ANTROPOLOGIA CULTURAL:TEORIAS PRECURSORAS DO PENSAMENTO BOASIANO Adriano Alves de Aquino Araújo UM OLHAR MAIS APROFUNDADO NAS CRÍTICAS DE BOAS AO FORMALISMO NA ANTROPOLOGIA FÍSICA São Paulo 2012
    • 3. As Origens da AntropologiaPrimeira metade do século XIX;Desenvolvimento tardio em relação a outras ciências;Antes disso: estudo de teorias e causas da vida mental e o mundo envolvente;Lamarck: destaque na construçãoAntropologia física (noção de raça); * Lei do uso e desuso; * Lei dos caract. adq.;Societé *
    • 4. A Ascensão do Racismo na AntropologiaSéculo XIX;Paul broca e Paul Topinard;Estudo da mente do homem primitivo;
    • 5. Rudolf Virchow;Médico;Antropometria;Características refratárias?Divergência.
    • 6. A Atuação de Boas em Antropologia FísicaVirchow – Espelho (levantamento antropométrico Alemanha);Saques de sepulturas de índios e medição de índios vivos (Victoria – U.S.A);Trabalho de craniometria América aborígene;Miscigenação não produz híbridos;Tendência à reprodução de traços ancestrais;Miscigenação X ambiente;
    • 7. Mudança na forma corporal dos imigrantesEstudo desenvolvimento de crianças imigrantes e filhas, de, em Clark, Oakland, Califórnia e Toronto e de crianças judias em New York;Pais imigraram primeiro = maior desenvolv. alt e peso, escola mais rápido, aumento da cabeça;A assimilação dos tipos é possível em cada ambiente americano separado;Instabilidade dos tipos humanos;
    • 8. Os efeitos das condições ambientais serão + perceptíveis nos órgãos que se desenvolvem por um período mais longo: Cabeça/Face Qtd. Água Sist. Nerv. Cérebro Central Crescem Mudança rápida Desenvolve-se por rapidamente no no primeiro ano mais tempo do 1º e 2º ano, daí de vida, após isso, que qquer. Outra em diante, a qtd. é parte do corpo. aumento praticamente a insignificante. mesa.
    • 9. Como julgar a capacidade dos homens a partir de raças, se sujeitos da mesma origem apresenta características distintas quando se muda o ambiente de criação?Raça Tipos humanos;Plasticidade dos tipos humanos;Renúncia da crença da superioridade hereditária de certos tipos sob outros.
    • 10. Plasticidade dos tipos Coréia do Norte X Coréia do SulEstima-se que, em 1998, três milhões de pessoas morreram de fome na Coréia do Norte;Uma criança norte-coreana de 7 anos é 20cm menor e 10 kg mais magra do que seu correspondente na Coreia do Sul;

    ×