Your SlideShare is downloading. ×
Material do aluno-monitor
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Material do aluno-monitor

1,728
views

Published on

Published in: Technology, Business

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,728
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
33
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Capa Material do aluno-monitor
  • 2. Parceria EducaRede e Secretaria Municipal de Educação de São Paulo
  • 3. Conversa com o aluno-monitor A função do aluno-monitor não é simplesmente executar tarefas repassadas pelo Professor Orientador de Informática Educativa (POIE), mas colaborar nas ações promovidas no laboratório de informática para o desenvolvimento do Projeto Memórias em Rede . E essas ações não se restringem à execução das atividades; começam pela construção da parceria entre o monitor e o POIE, desde a elaboração do planejamento até a avaliação. A formação do aluno-monitor significa a promoção do seu desenvolvimento por meio do exercício responsável do fazer , e a valorização considerado como fonte de cooperação para o trabalho. Eu posso dar aula no lugar do POIE? Não. O ideal é que o aluno-monitor seja um colaborador do POIE e não o responsável pelas atividades no laboratório de informática. E se as atividades como monitor estiverem atrapalhando minhas notas? Isso não poderá acontecer em hipótese alguma. Converse com o POIE e encontrem juntos uma solução. Posso dar sugestões na fase do planejamento do projeto? O aluno-monitor deve, sempre que possível, ter uma postura pró-ativa, ou seja, sugerir propostas e soluções em todas as etapas do projeto Memórias em Rede.
  • 4. Atividades que não podem faltar Em seu trabalho, o aluno-monitor ajudará o POIE em várias atividades importantes. Vamos comentá-las: Cadastro no EducaRede Uma das primeiras atividades do Projeto é o cadastro no Portal EducaRede. O monitor precisa agendar com o POIE um momento para o cadastramento no EducaRede. O cadastro fica localizado no canto superior esquerdo da Home do portal e deve ser feito para a escola (como pessoa jurídica) e para os participantes (como pessoa física). O cadastro solicitará um e-mail para a comunicação entre o EducaRede e o participante. Para alterar ou acrescentar qualquer dado no cadastro do EducaRede, clique na opção: "Editar cadastro". A partir dali, altera-se o dado e atualiza-se o cadastro.
  • 5. Atividades que não podem faltar
    • Inscrição na Comunidade Memórias em Rede
    • Quando o usuário já é cadastrado no Portal EducaRede, é necessário fazer sua inscrição na Comunidade na qual ele vai interagir.
    • O aluno-monitor deverá auxiliar o POIE na inscrição de todos os participantes na Comunidade Memórias em Rede. Para tanto é necessário:
    • Entrar no Portal EducaRede, informando Login  e Senha.
    • Localizar a Comunidade Memórias em Rede, clicando no canto esquerdo da Home, no menu Canais/Comunidades.
    • Na home da Comunidade, clicar em Quero me inscrever e concordar com as regras de participação.
    • O aluno estará inscrito na Comunidade e será automaticamente identificado pelo portal como membro dela toda vez que estiver logado.
    • Para isto basta clicar em Minhas comunidades, no menu Usuário, e aparecerá o(s) nome(s) da(s) Comunidade(s) a que o usuário está inscrito.
  • 6. Atividades que não podem faltar
    • Pesquisa no Portal e na Internet
    • Nas atividades de pesquisa na Internet, o aluno-monitor deve contribuir com o POIE e com os alunos:
    • pesquisando previamente informações no próprio EducaRede e em outros sites;
    • auxiliando os participantes na análise das informações coletadas. Para tanto, questione-se: De quem é autoria das informações? É um site “.com” (comercial), “.gov” (governamental) ou “.org” (organização não-governamental)? O site teria sido criado para informar, vender, promover algo ou alguém, para convencer? O site abrange todas as questões relativas ao assunto? Está adequado ao nível de escolaridade de turma? É um site de fácil navegação? As datas de criação e atualização aparecem com clareza?
    • Clique aqui e veja uma ficha de critérios de avaliação de sites que pode ajudá-lo nessa atividade.
    Na seção EducaLinks, do Portal EducaRede, você encontra indicações de sites, divididos por categorias e comentados. É uma boa fonte para o aluno-monitor iniciar sua pesquisa na Internet.
  • 7. Atividades que não podem faltar Uso das ferramentas de comunicação Diferentes canais de comunicação estarão à disposição dos POIEs, alunos-monitores e alunos da escola na Comunidade Memórias em Rede. É o monitor quem deve instruir a equipe de como usá-los, assim como ajudar na criação de e-mail para os participantes e para o grupo, quando necessário. Blog É a abreviação de weblog e significa qualquer registro freqüente de informações na Web, apresentado em ordem cronológica decrescente — as mensagens ( post ) são arquivadas por dia da semana, aparecendo as mais recentes. Além de texto é possível publicar fotos , vídeos e áudios, que podem ser comentados por outros usuários. O Blog da Comunidade está no menu Ferramentas , do lado esquerdo da home da Comunidade. Nesse espaço, os participantes do Memórias em Rede podem postar diariamente informações sobre o projeto. Caso queira ver recados de um dia específico, deve clicar no calendário que aparecerá à direita na página do blog.
  • 8. Atividades que não podem faltar Bate-papo É uma ferramenta que permite comunicação em tempo real. Os POIEs responsáveis podem agendar bate-papos de acordo com seus projetos. Além disso, serão agendados bate-papos com especialistas sobre o uso da tecnologia na Educação e sobre o trabalho com memória na escola. O Bate-papo da Comunidade também fica no menu Ferramentas , do lado esquerdo da home da Comunidade. 
  • 9. Atividades que não podem faltar Uso das ferramentas de publicação Existem espaços de publicação virtual que disponibilizam o material desenvolvido pelos membros da comunidade, tornando-os acessíveis a qualquer usuário. Galeria de Arte No menu Ferramentas , do lado esquerdo da home da Comunidade, há um ambiente exclusivo para a exposição de textos e imagens chamado Galeria de Artes. Ao clicar em uma Galeria, você encontrará a opção enviar textos ou imagens. A opção TEXTO pode ser utilizada para publicação de poesias, contos, redações, bilhetes, cartas, receitas, depoimentos, letras de música. A Galeria de  IMAGEM pode ser recheada com ilustrações, recortes, pinturas, fotos digitais, desenhos feitos no Paint Brush.   As publicações poderão ser acessadas e comentadas por todos os membros da comunidade.
  • 10. Atividades que não podem faltar   Arquivoteca Outros tipos de arquivos com formatos distintos como áudio (WAV, MP3, WMA) ou imagem em movimentos (AVI, WMV, MOV, MPG2, etc) podem ser publicados na Arquivoteca, também localizada no menu Ferramentas. Nesse espaço, é possível também a inserção de arquivos criados em programas como PowerPoint, Excel, além de formato PDF. O monitor deve ajudar os alunos na publicação do conteúdo coletado (imagens e textos, vídeos, arquivos de áudio e em PowerPoint) na Galeria e/ou na Arquivoteca. Qual o tamanho da imagem? Como tratá-la? Que tipo de arquivo posso publicar? O aluno-monitor deve se informar e auxiliar a classe nessas e outras questões. A resposta para essas e outras perguntas estão na seção Bê-a-Bá da Internet , no portal EducaRede.
  • 11. Dicas para um bom trabalho em grupo
    • A função do monitor não é só de apoio tecnológico. Ele tem de se relacionar bem com os professores e alunos, e isso não é pouco.
    • Por isso, além das funções e atividades comentadas anteriormente, aluno-monitor deve se preocupar com aspectos relativos à
    • postura e atitudes do aluno-monitor.
    • Dicas para o aluno-monitor
    • Mantenha o ânimo e o bom humor.
    • Quando surgir uma pergunta que você não saiba responder, diga honestamente que não sabe. Convide o grupo a pesquisar e ajudar você a encontrar a resposta.
    • Saiba dividir seu tempo, fique atento ao relógio.
    • Não se preocupe em ser “tarefeiro”, aquele que segue rigidamente as tarefas propostas. Seja flexível e faça adaptações de acordo com a necessidade do grupo.
  • 12. Dicas para um bom trabalho em grupo
    • Acolha com carinho e respeito cada integrante do grupo.
    • Saiba ouvir, pois você também pode aprender com as sugestões dos outros alunos. Por isso, acolha e considere as contribuições do grupo.
    • Tenha objetividade na condução dos trabalhos.
    • Tente lembrar do nome dos colegas e professores durante as atividades, pois isso fortalece a auto-estima dos participantes.
    • Ganhe a confiança. Estabeleça vínculos tornando-se um verdadeiro parceiro. Aja com sinceridade e gentileza.
    • Procure saber qual o grau de conhecimento que a pessoa tem de um determinado conteúdo e parta deste ponto para ensinar novas coisas a ela.
    • Procure perceber as necessidades de cada um, ou seja, caminhe com o todo sem desprezar as partes.
    • Tenha paciência com o tempo do outro e respeito pelo ritmo das pessoas.
  • 13. Precisa de ajuda? Consulte o Bê-a-bá da Internet Para apoiar a capacitação do aluno-monitor em habilidades tecnológicas, sugerimos a consulte a seção Be-a-bá da Internet, do Portal EducaRede. Nessa seção, há várias orientações, que vão desde como fazer para copiar (download) um arquivo até criar um site. Consulte Ajustar o Computador  Criar sua página na Internet Facilitar a navegação Ter segurança e privacidade Trocar mensagens A seção Bê-a-Bá da Internet, do Portal EducaRede, também disponibiliza um glossário de termos da informática e da Internet.