O professor e o supervisor pedagógico

2,319 views

Published on

O professor e o supervisor pedagógico

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,319
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
67
Actions
Shares
0
Downloads
19
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O professor e o supervisor pedagógico

  1. 1. O PROFESSOR E O SUPERVISOR PEDAGÓGICO: SOLIDÃO OU SOLIDARIEDADE? Um estudo sobre a relação de trabalho entre o Professor e o Supervisor Pedagógico, nas quatro últimas séries do Ensino Fundamental de uma escola pública do Estado de Minas Gerais.
  2. 2. Adriana Francisca de Oliveira Claudia Roberta Monteiro Silva Eduardo Vieira Correia <ul><li>Trabalho exigido como avaliação da Disciplina Teorias e Modelos de Supervisão , sob orientação da Profa. Dra. Maria Regina Peres , do Programa de Pós Graduação em Supervisão Pedagógica e Formação de Formadores com acesso ao Mestrado Europeu em Ciências da Educação. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Tese de dissertação de Mestrado em Educação, da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, de autoria de Mônica Botelho Maldonado, no ano de 2003. </li></ul>Objeto Objeto de estudo para a elaboração do trabalho
  4. 4. <ul><li>O móvel da pesquisa reside na insatisfação com o processo ensino-aprendizagem, na função do Supervisor de Ensino (controle, poder e dominação burocrática) e no binômio passividade/antipatia do professor em relação a este ator. </li></ul>Introdução Introdução
  5. 5. Supervisão Complexidade 1970/ 80........1990/2000 Teoria x prática Minas Gerais Papel do Supervisor autonomia Interação positiva entre atores educacionais Recortes históricos Controle x Solidariedade
  6. 6. Objetivos Objetivos da tese Investigar a relação do professor com o supervisor pedagógico de uma escola de Belo Horizonte, MG. Compreender a razão do trabalho da Supervisão Escolar. Analisar a influência da supervisão Escolar no trabalho pedagógico. 1 2 3
  7. 7. Justificativa Justificativa O tema da pesquisa é relevante na medida em que tomamos conhecimento que: “no contexto brasileiro, a supervisão apresenta-se como uma prática relativamente recente. Remonta aos anos 70 e surgiu no cenário sócio-político-econômico, historicamente, como a função de controle”. (ALARCÃO, 1996). Pensar que o supervisor tem como objetivo articular crítica e construtivamente o processo educacional, e que ainda hoje desperta sentimento de incerteza e indefinição referente ao seu trabalho, já justifica o estudo desta tese.
  8. 8. Metodologia Metodologia CATEGORIAS DE ANÁLISE SUPERVISÃO NO BRASIL 2 RECORTES HISTÓRICOS ENTREVISTAS TEORIA/ PRÁTICA DÉCADA DE 1970/ 80 DÉCADA DE 1990/2000 CONTROLE/ AUTONOMIA
  9. 9. Resultados Resultados obtidos <ul><li>Duas percepções a partir da análise dos recortes históricos: </li></ul><ul><li>Década de 70/80: controle (supervisor) e rejeição (professores); </li></ul><ul><li>Década de 90/ 2000: Desejo e solidariedade para colocar fim à solidão docente. </li></ul>O encontro entre supervisor e professor produz conhecimento e evoca a participação construtiva e solidária; qualifica o trabalho e humaniza as pessoas.
  10. 10. Considerações Considerações sobre a autora da tese SOLIDÃO DOCENTE E FORMAÇÃO CONTINUADA POSSIBILIDADE DE CONTRIBUIR NA RELAÇÃO PROFESSOR/ SUPERVISOR INCERTEZA E INDEFINIÇÃO NO TRABALHO DO SUPERVISOR QUESTÕES PERTINENTES: FORMAÇÃO, ATUAÇÃO, AÇÃO??? COMPLEXIDADE, AUTONOMIA E SOLIDARIEDADE
  11. 11. Duas inferências: 1. A partir da análise dos recortes históricos, podemos notar a presença de duas diferenças: 1) Controle (por parte do supervisor) e rejeição (por parte do professor) no que se refere ao período da década de 1970/ 80; 2); Desejo e solidariedade por colocar fim à solidão docente e do Supervisor (década de 1990/2000). 2. Embasamento teórico robusto e análise de caso específico bem definido. Apesar do recorte histórico e espacial que, sem dúvida, facilita o processo de pesquisa e construção do saber, tal contribui localmente – por se referir a um caso muito específico – e não como reflexão de um sistema. Viabilidade Análise da viabilidade da pesquisa considerando nossa realidade educacional e o papel do Supervisor no Brasil
  12. 12. <ul><li>Quem é o supervisor escolar: é agente interno ou externo? </li></ul><ul><li>Aprofundamentos conceituais: complexidade, solidariedade e coerção; </li></ul><ul><li>Definição do papel do supervisor: definição de parâmetros de ação (se aplica à realidade nacional?); </li></ul><ul><li>Uma análise comparativa da função SUPERVISOR no Brasil seria mais interessante e esclarecedor. </li></ul>Viabilidade Análise da viabilidade da pesquisa considerando nossa realidade educacional e o papel do Supervisor no Brasil
  13. 13. <ul><li>ALARCÃO, I. Ser professor reflexivo. formação reflexiva de professores: estratégias de supervisão . Porto Alegre: Porto, 1996. </li></ul><ul><li>DURKHEIM, Émili. Da divisão do trabalho social . [tradução Eduardo Brandão]. 2º ed. São Paulo: Martins Fontes, 1999. </li></ul><ul><li>FERREIRA, N. S. C (org.) Supervisão educacional: para uma escola de qualidade: da formação a ação . São Paulo: Cortez, 1999. </li></ul><ul><li>WEBER, Max. Ensaios de Sociologia . Ed. Guanabara: Rio de Janeiro, 1981. </li></ul><ul><li>http://www.biblioteca.pucminas.br/teses/Educacao_MaldonadoMB_1.pdf (14/03/2011, às 07h47). </li></ul>Bibliografia Bibliografia

×