Língua Estrangeira




AULA 7

                                             Tema
                                         ...
3- Agora você vai ler um texto sobre o Pimentinha. Antes da leitura, tente responder a seguinte
pergunta: Que tipo de comi...
Língua Estrangeira


2. Gramática
1- Observe as frases abaixo:
a) Pizza é mais rápido que feijoada.
b) O sorvete é mais fr...
8- Agora complete a regra:

                                 Adjetivo + _____ than

                        (cold)        ...
Língua Estrangeira


AO PROFESSOR

Objetivos das atividades de Pré leitura
1- Fazer o aluno comentar sobre seus hábitos al...
ANEXO




                        The Miami Herald Sunday, April 8, 2001




54 Ensino Fundamental
Língua Estrangeira




AULA 8

                                                Tema
                                      ...
Dentre muitas diferenças, físicas ou mentais, a Síndrome de Down apresenta-se como
       uma das mais comuns. De acordo c...
Língua Estrangeira

      Inclusion is a growing movement in American schools. It helps students with physical
      disab...
h) O autor fornece várias dicas na segunda parte do texto sobre relacionamento com pessoas
especiais. Você teria alguma su...
Língua Estrangeira


AO PROFESSOR

Objetivos das atividades de pré-leitura

Observação
O texto em português deverá ter sid...
AULA 9
                                                  Tema
                                                  Aspectos B...
Língua Estrangeira


LEITURA
1 – Você vai ler um texto sobre os índios americanos. Antes da leitura, trabalhando com um
co...
Construindo Conhecimento sobre a Língua e aprofundando a leitura
1 - Observe as palavras destacadas nas sentenças abaixo:
...
Língua Estrangeira

7 – Retorne ao texto Native Americans e, com base nos seus conhecimentos, verifique se ele ficou
mais cl...
[...] O MEC já distribuiu cartilhas e livros didáticos em dez línguas indígenas. Há cartilhas
       em inanomâni, camaiur...
Língua Estrangeira


AO PROFESSOR

Objetivos da fase de Pré-leitura
- Engajar o aluno no trabalho de leitura com base no c...
AULA 10

                                               Tema
                                               Trabalho Volun...
Língua Estrangeira

       O Brasil tem um milhão de pessoas que doam parte de seu tempo, trabalho e talento
       a caus...
LEITURA
1- Leia o texto “Taking the Time to Help”. Lembre-se das seguintes estratégias:
   - tente captar o sentido geral ...
Língua Estrangeira

2-   Agora observe como as frases desses alunos ficariam em inglês:
a)   Student: I have studied here f...
AO PROFESSOR
Objetivos das atividades de Pré-leitura

Objetivo específico das atividades
- localizar o texto na vida socia...
Língua Estrangeira




AULA 11

                                               Tema
                                      ...
LEITURA
A) Agora proceda à leitura do texto, silenciosamente. Lembre-se das seguintes estratégias:
• relacione o conteúdo ...
Língua Estrangeira

B) Agora observe novamente essas locuções em inglês e diga:
- As palavras sublinhadas pertencem todas ...
AO PROFESSOR

Pré-leitura

Objetivos específicos
Obs.: O professor deverá trazer para a sala um cartaz com fotos ou desenh...
Língua Estrangeira




AULA 12

                                                 Tema
                                    ...
fica tudo certo. Este ano voltamos para Manaus. A escola é grande e dá um medinho
       só de pensar!
       Mayumi, 9 an...
Língua Estrangeira

       Another good idea is to write down your feelings about school in a diary or in a notebook.
    ...
2. I get up at 7 o’clock every day because I study in the morning
( ) almoço                      ( ) chego               ...
Língua Estrangeira


PÓS-LEITURA
Após ler o texto “Tudo Novo”, responda:

      TUDO NOVO
      Confira dicas para encarar...
AO PROFESSOR

Pré-leitura

Objetivos específicos
A: acionar o conhecimento de mundo dos alunos e levá-lo a perceber como é...
Língua Estrangeira




AULA 13

                                                   Tema
                                  ...
special code – and those genes helped to decide your size and shape, your eye color and
       hair texture, even whether ...
Língua Estrangeira


Construindo o conhecimento lingüístico e aprofundando a leitura
Vocabulário
1. Retire do texto as pal...
AO PROFESSOR

Pré-leitura
Levar um cartaz com fotos/ilustrações de jovens na fase da puberdade

Objetivos específicos
A: a...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

See linguaestrangeira 49_84

2,631 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,631
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
60
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

See linguaestrangeira 49_84

  1. 1. Língua Estrangeira AULA 7 Tema Hábitos Alimentares Série Ensino Fundamental (7ª e 8ª séries) Previsão de duração 4 aulas de 50 minutos Objetivos Gerais Refletir sobre a importância de bons hábitos alimentares; Promover um diálogo interdisciplinar entre Língua Estrangeira e Conhecimentos Gerais; Interagir com a comunidade escolar; Relacionar a escola com o mundo social no qual o aluno está inserido. Aspecto sistêmico focalizado Forma comparativa de superioridade PRÉ-LEITURA 1- Entreviste o colega ao lado: 1- Do you eat Pizza? ( ) Yes ( ) No 2- Do you eat spinach? ( ) Yes ( ) No 3- Do you eat fruit? ( ) Yes ( ) No • Compartilhe o resultado com a turma: How many students eat Pizza? How many students eat spinach? How many students eat fruit? 2- Você conhece o “Pimentinha” ou “Denis”? É um personagem de uma história em quadrinhos Americana, de aproximadamente 10 anos, que também é conhecido no Brasil. Aula 7 - Inglês 49
  2. 2. 3- Agora você vai ler um texto sobre o Pimentinha. Antes da leitura, tente responder a seguinte pergunta: Que tipo de comida você acha que o Pimentinha gosta? Escreva suas previsões na caixa abaixo: LEITURA 1- Agora leia o texto em anexo “Soup to Nuts” e confira suas previsões: 2- Suas previsões estavam corretas? 3- Agora responda às perguntas abaixo: a- Onde o texto foi publicado? Quando? b- A quem se destina o texto? ( ) crianças ( ) jovens ( ) adultos c- Que tipo de texto é? ( ) informativo ( ) científico ( ) quadrinho d- De que assunto o texto trata? e- Qual é o título? 4- Quais são as palavras transparentes do texto? 5- Elas te ajudaram na leitura? Construindo conhecimento sobre a língua e aprofundando a leitura: 1. Vocabulário a- O que significa “Nuts”? b-Há uma palavra que é central nesse texto. Esta palavra aparece destacada no 2o quadrinho. “Faster”, você sabe o que ela quer dizer? Converse com seus amigos. c - Sublinhe no texto todas as palavras que se referem a alimentação. Quais delas estão ligadas ao conceito de Fast-food (comidas rápidas)? d- Veja o quadro abaixo contendo várias comidas rápidas (fast-food). Cheeseburger Pizza Hot-dog Chocolate Microwave food French fries e- Marque no quadro acima o que você come com muita freqüência. 50 Ensino Fundamental
  3. 3. Língua Estrangeira 2. Gramática 1- Observe as frases abaixo: a) Pizza é mais rápido que feijoada. b) O sorvete é mais frio que o café. c) O limão é menor que o melão. 2- O que elas têm em comum? ( ) Fazem restrições ( ) Fazem comparações ( ) Fazem citações 3- Destaque nas frases acima as expressões que indicam a opção assinalada no item 2 acima. Coloque em destaque no quadro abaixo. 4- Agora, junto com o colega, faça uma frase que tenha esta estrutura observada acima em português. ________________________________________________________________________ 5- Observe agora como formamos o comparativo em Inglês: a) Pizza is faster than feijoada. b) Ice cream is colder than coffee. c) Lemon is smaller than melon. 6- Responda: Na forma do comparativo em inglês, qual palavra que se repete? Escreva-a em destaque. 7- Além dessa palavra que você observou, existe um outro elemento, que é acrescido aos adjetivos para formarem o comparativo. Qual é? Observe os exemplos do item 5. Aula 7 - Inglês 51
  4. 4. 8- Agora complete a regra: Adjetivo + _____ than (cold) colder than (fast) _____ _____ (small) _____ _____ 9- Retorne ao texto e verifique se o conhecimento construído o auxilia a fazer uma leitura mais aprofundada do texto. PÓS-LEITURA: REFLETINDO SOBRE O MUNDO QUE NOS CERCA. Trocando Idéias a- O que Dennis quis dizer com: “I’m gonna live on Pizza!” b- Outras pessoas poderiam dizer:“I’m gonna live on chocolate!” ou “I’m gonna live on cheeseburger!”. Você concorda com essas afirmações? Por quê? c- Você é parecido com Dennis ou diferente dele? d- Quais são os hábitos alimentares para uma vida saudável ? e- Com que freqüência uma pessoa que deseja ter hábitos alimentares saudáveis deve comer fast food? Desafio 1- Pesquisa: Você acha que os brasileiros se alimentam bem? O cardápio varia de região para região? Que aspectos, além da região influem no tipo de alimentação? 2- Em grupos, monte um cardápio saudável para as seguintes refeições: - breakfast - lunch - snack - supper ESTEJA PREPARADO PARA COMPARTILHAR O SEU TRABALHO COM TODA A TURMA! 52 Ensino Fundamental
  5. 5. Língua Estrangeira AO PROFESSOR Objetivos das atividades de Pré leitura 1- Fazer o aluno comentar sobre seus hábitos alimentares. Levá-lo a refletir sobre o que é consumido pela maioria da turma. 2- Provocar no aluno o interesse pelo personagem principal. 3- Fazer o aluno criar expectativas sobre a leitura. Objetivo das atividades de Leitura a) Fazer com que a relação entre o texto escolhido e a realidade da turma se combinem; b) Trazer o “foco” do texto para a vida “real” do aluno; c) Fazer o aluno entender a “necessidade” de “comida (alimento) saudável”; Relacionar o texto escolhido e a “vida real” do aluno. Objetivo geral da seção Construindo Conhecimento sobre a Língua e aprofundando a leitura • 1 – 5 Co-construir conhecimentos lingüísticos sobre a forma comparativa de superioridade • 6 – 7 Expansão do conhecimento construído na tarefa anterior • Formalização do conhecimento lingüístico construído Objetivos da Pós-leitura e Desafio Levar os alunos a refletir sobre hábitos alimentares em diferentes contextos sociais, enfatizando sua diversidade. Aula 7 - Inglês 53
  6. 6. ANEXO The Miami Herald Sunday, April 8, 2001 54 Ensino Fundamental
  7. 7. Língua Estrangeira AULA 8 Tema Educação Inclusiva Série Ensino Fundamental (7ª e 8ª séries) Previsão de duração 4 aulas de 50 minutos Objetivos Gerais Problematizar as possibilidades de inclusão de pessoas com necessidades especiais na vida social Aspecto sistêmico focalizado Construir conhecimento sobre o uso do imperativo PRÉ-LEITURA Lembrando-se do texto que você leu em casa (“O que é Síndrome de Down”), discuta as perguntas abaixo com um colega: a) Você acha que só porque alguém não é igual a você pode ser considerado doente ou anormal? b) Você conhece ou mantém algum tipo de relacionamento com pessoas portadoras de deficiências ou necessidades especiais? c) Você acha que uma pessoa com necessidades especiais pode desenvolver algum tipo de trabalho produtivo para a comunidade em que vive? Exemplifique. d) Você conhece alguém com Síndrome de Down? Você sabe porque essa pessoa nasceu assim? O QUE É SÍNDROME DE DOWN? Em uma sociedade que privilegia a aparência e o sentido da visão, lidar com diferenças nem sempre é fácil. Principalmente, quando essas diferenças são de cunho físico e destoam de todos os padrões de beleza e moda socialmente aceitos. Somando a esses fatores, a falta de informação a respeito de determinadas diferenças acrescenta o preconceito. Aula 8 - inglês 55
  8. 8. Dentre muitas diferenças, físicas ou mentais, a Síndrome de Down apresenta-se como uma das mais comuns. De acordo com informações da Fundação Síndrome de Down de Campinas, a denominação Síndrome de Down é resultado da descrição de Langdon Down, médico inglês que, pela primeira vez, identificou, em 1866, as características de uma criança com a Síndrome. O corpo das pessoas é formado por unidades chamadas células, dentro delas são encontrados os cromossomos. Cada célula possui 46 cromossomos, ou seja 23 pares. A pessoa com Síndrome de Down possui 47 cromossomos, sendo o cromossomo extra ligado ao par 21, por isso também é chamada de Trissomia do 21. É uma anomalia genética que causa alterações no organismo devido ao excesso de material genético. Ocorre na ocasião da formação do bebê. Não é contagiosa, nem causada por incidentes durante a gravidez, como quedas, por exemplo. Pessoas de qualquer raça podem estar sujeitas a terem um filho com Síndrome de Down. A incidência é de, aproximadamente, 1 para 800 nascidos vivos. A Síndrome de Down faz parte do universo da diversidade humana e as pessoas portadoras têm muito a contribuir com sua forma de ser e sentir para o desenvolvimento de uma sociedade inclusiva. A Fundação Síndrome de Down de Campinas sugere algumas medidas que podem ser tomadas a fim de favorecer o processo de inclusão social do indivíduo com Síndrome de Down, sendo: esclarecer a população sobre o que é a Síndrome; não gerar um clima apreensivo quando for receber em um grupo de pessoas comuns, um indivíduo com Síndrome de Down; favorecer o diálogo e a participação da pessoa com Síndrome de Down em atividades escolares ou extra-escolares. Além disso, estimular as relações sociais em atividades de lazer, como esportes, festas, atividades artísticas ou turísticas; não tratar a pessoa com essa Síndrome como se fosse “doente” e principalmente respeitá-la e escutá-la. Fonte: adaptado do site sos down. LEITURA Leia individualmente o texto em inglês, tentando captar seu sentido geral e relacionando-o ao seu conhecimento de mundo: você já sabe muito! ALL TOGETHER NOW Schools across the U.S. are working to include students of all abilities Nate and Rebecca study in a class that has two teachers: Karen Cox - a special education teacher – and Jane Franchak – a regular education teacher. While one teaches, the other moves from desk to desk answering questions. During the day, Mrs. Cox brings some students to a separate area of the room for an extra help. The two areas and two teachers are part of the school’s “inclusion” program. It enables children with disabilities to learn side by side with other kids. 56 Ensino Fundamental
  9. 9. Língua Estrangeira Inclusion is a growing movement in American schools. It helps students with physical disabilities, speech and language problems and learning disabilities. In the past, these kids were unable to attend regular classes. However, to make inclusion work, schools need to help students learn and respect each other’s differences. “ If we were all alike, the world would be very, very boring”, says Rebecca who has Down syndrome classmates. How you can help If you want to help people with disabilities who study at your school, here are some tips for you. Learn about disabilities Ask one of your teachers if you can stay after school to talk about different kinds of disabilities. Don’t be afraid to ask questions. Say “Hello” Have the courage to walk up to a child who is disabled and introduce yourself. You’ll be surprised by how much you have in common. Watch your words Don’t call kids with disabilities names that are offensive. Volunteer Offer to help. This is the best way to get involved with inclusion. (adapted from www.timeforkids.com , December 14, 2001 vol.7 No.11) Agora responda às perguntas abaixo, em cooperação com um colega: a) Onde e quando os textos foram publicados? b) A que público se destina? Que pistas a fonte do texto dá a você, leitor, para chegar a essa conclusão? c) Qual o propósito comunicativo desse texto? Fornecer informações, apresentar os resultados de uma pesquisa ou fazer um alerta? d) No primeiro parágrafo, o texto relata uma história, ou seja, um exemplo do que acontece com algumas pessoas. Quem são Nate e Rebecca? Qual a profissão de Karen e Jane? e) Qual o objetivo do autor ao iniciar o texto com um exemplo? Despertar o interesse do leitor para “aproximá-lo” do texto, dar ao texto um tom científico ou definir o problema da inclusão? f) No segundo parágrafo, o autor novamente exemplifica ou define o programa de inclusão? Destaque as características do aluno atendido. g) Qual o propósito do autor ao iniciar o terceiro parágrafo com o conectivo “however”? Acrescentar uma idéia, fazer uma comparação, ou indicar um obstáculo? Aula 8 - inglês 57
  10. 10. h) O autor fornece várias dicas na segunda parte do texto sobre relacionamento com pessoas especiais. Você teria alguma sugestão a mais? Construindo conhecimento sobre a língua 1) Observe as frases em português: Não fale alto! Abra seu livro! Desenhe um avião. Diga olá. Agora, essas outras frases em inglês: Don’t be afraid to ask questions. Watch your words. Don’t call kids with disabilities names that… Say “Hello”. O quê essas frases têm em comum? Que idéias elas expressam? Conselhos, ordens, lamentos, ações realizadas? 2) Identifique na segunda parte do texto verbos no imperativo e circule-os. 3) Releia o texto e relacione as sugestões apresentadas pelo autor às opções abaixo: • Aprenda sobre pessoas estudiosas • Tenha coragem de se apresentar a uma criança com dificuldades especiais • Não se preocupe com palavras ofensivas • Não tenha medo de fazer perguntas • Não se ofereça para ajudar PÓS-LEITURA Desafio Faça uma pesquisa com algum portador de deficiência para saber as dificuldades diárias que enfrentam. Caso você não conheça ninguém nessa situação, pesquise sobre algum projeto para atender a esse público. 58 Ensino Fundamental
  11. 11. Língua Estrangeira AO PROFESSOR Objetivos das atividades de pré-leitura Observação O texto em português deverá ter sido entregue na aula anterior para que os alunos já venham com a leitura feita para a aula. Caso o professor tenha possibilidade de usar vídeo, sugerimos os filmes “Simples como Amar” ou “Amigos para Sempre”. Objetivo específico - focalizar o conhecimento de mundo do aluno e sua capacidade de relacionar o que já sabe com o que está no texto. - levar o aluno a refletir sobre o tema central do texto ao mesmo tempo em que relaciona sua importância para a vida social do grupo (aqui é importante dar voz ao aluno). Objetivos das atividades de Leitura Objetivo específico - estimular a capacidade do aluno de comparar e associar os textos em Português e em Inglês para facilitar a leitura do texto em inglês. - encorajar os alunos a se posicionarem frente ao tema central do texto, relacionando-o à vida social do grupo. OBJETIVOS DAS ATIVIDADES DA SEÇÃO CONSTRUINDO CONHECIMENTO SOBRE A LÍNGUA Objetivo específico Co-construir e formalizar conhecimento lingüístico sobre o Imperativo. OBJETIVOS DAS ATIVIDADES DE PÓS-LEITURA Objetivo específico Relacionar o tema dos textos ao mundo social dos alunos, assim como problematizar a importância da inclusão das pessoas com necessidades especiais. Aula 8 - inglês 59
  12. 12. AULA 9 Tema Aspectos Biculturais na Educação Indígena Série Ensino Fundamental (7ª e 8ª séries) Previsão de duração 3 aulas de 50 minutos Objetivos Gerais Co-construir conhecimentos sobre os aspectos biculturais na educação indígena brasileira e americana; Reconhecer e valorizar suas tradições e contribuições dentro da sociedade. Aspecto sistêmico focalizado Simple Present PRÉ-LEITURA 1 – Como você já sabe, os primeiros habitantes do Brasil foram os indígenas, os índios, como geralmente falamos. Leia o texto a seguir, retirado de O livro das Árvores, escrito pelos índios Ticuna, que vivem hoje no Amazonas. Perceba como eles se relacionam com a natureza. As árvores existem em torno de nós, A floresta é nosso mundo. Nossos avós nasceram e cresceram dentro da floresta. Aqui eles nos deixaram. Aqui também deixaremos nossos filhos e netos. Na floresta que cobre a terra tem caça, remédios, frutas. Tem madeira para construir a casa. Tem materiais para fabricar os objetos da casa, os brinquedos e os enfeites, as tintas para pintar. Tem materiais para fazer a festa, as máscaras e os instrumentos para fazer a música. Da floresta vêm as histórias para contar e os espíritos que ajudam a curar. Nossa vida anda junto com a floresta. 2 – O que este texto fala sobre a vida dos indígenas brasileiros? 60 Ensino Fundamental
  13. 13. Língua Estrangeira LEITURA 1 – Você vai ler um texto sobre os índios americanos. Antes da leitura, trabalhando com um colega, preencha o quadro a seguir com as suas idéias sobre os indígenas americanos. Como vivem hoje? Aprendem inglês? Mantém as tradições? Quais são seus hábitos? 2 - Leia atentamente o texto a seguir. Ele fala dos índios americanos. Procure as palavras transparentes; elas podem ajudá-lo no processo de leitura. NATIVE AMERICANS KEEP TRADITIONS ALIVE Today, most Native American children live in homes like those of other Americans. They go to schools just like other children go to. And in their free time, they like to play the same games, watch the same TV shows, and eat the same snacks most kids do. Many Native American children also learn about the traditions of their ancestors, the people in their families who lived long ago. Children learn the songs, stories, and dances of their ancestors. They learn about traditional food and art. Some kids even learn to speak their ancestors’ language. Some native people work extra hard to keep their tradtions alive. They travel across the United States, teaching about theirs ancestors’ traditions – so those tradtions won´t be lost forever. Weeklly Reader, Issue 10 . November 18, 1994. 3 – Agora que você já leu o texto, responda as questões abaixo, baseando-se nas informações que obteve: a) Suas hipóteses sobre os indígenas americanos estavam corretas? b) Como os americanos se referem aos seus indígenas? Você sabe por quê? c) O texto acima foi publicado em uma revista semanal americana, voltada para o público infanto-juvenil. Essa publicação circula apenas em escolas. Qual o nome dessa revista e quando ela foi publicada? d) O texto Native Americans é: ( ) Uma história em quadrinhos ( ) Um poema ( ) Um artigo 4 – Trocando idéias. a) O que os textos em português e em inglês têm em comum? b) Os textos falam sobre problemas enfrentados pelos indígenas na sociedade? c) Pense no contexto brasileiro: que tipo de problema os índios enfrentam? Aula 9 - Inglês 61
  14. 14. Construindo Conhecimento sobre a Língua e aprofundando a leitura 1 - Observe as palavras destacadas nas sentenças abaixo: As árvores existem em torno de nós. Nossa vida anda junto com a floresta. They go to school just like other kids go to. Children learn the songs, stories and dances of their ancestors. a) O que essas palavras têm em comum? b) Que idéias elas expressam? ( ) Ações futuras. ( ) Ações já realizadas. ( ) Hábitos do cotidiano. 2 - Observe as sentenças abaixo com o verbo LIVE, que significa viver ou morar, nas suas diferentes pessoas. O que você pode dizer sobre as mudanças ocorridas? Most Native American children live in homes. We live in Brazil. Prince Charles lives in London. The Indian boy lives in Amazonas. Guga lives in Floripa. He plays tennis. 3 – Com base na sua observação, localize no texto Native Americans sentenças que indiquem ações cotidianas. 4 – Você certamente já pode completar os espaços abaixo com seus novos conhecimentos. Vamos lá? Para construirmos uma sentença no Simple Present, concordamos o verbo(palavra que expressa ação) com o sujeito (aquele de quem se fala). Para as terceiras pessoas do singular He (ele), She (ela) e It (ele/ela neutro) acrescentamos um ______________ ao verbo nas sentenças afirmativas. Para as demais pessoas apenas o usamos o verbo sem acréscimo algum. É importante observarmos que este S indica que o verbo está flexionado na 3ª pessoa do singular; não podemos confundi-lo com o S indicador de plural nos substantivos. Exemplos: • Car / cars; girl / girls; book / books; (SUBSTANTIVOS). • Play / plays; drink / drinks; love / loves; (VERBOS). 5 – Procure no texto a sentença que afirma que as crianças indígenas americanas aprendem as tradições de seus ancestrais. 6 – Acabamos de conversar sobre tempos verbais: o Simple Present em inglês. Ele expressa ações cotidianas. 62 Ensino Fundamental
  15. 15. Língua Estrangeira 7 – Retorne ao texto Native Americans e, com base nos seus conhecimentos, verifique se ele ficou mais claro para você. PÓS-LEITURA 1 – Observe as imagens abaixo e reflita sobre o que elas dizem sobre os indígenas brasileiros: Figura 1: Professora Marina, na aldeia Raposa da Serra do Sol em Roraima. Figura 2: Aluna do curso de Formação de Professores na mesma tribo. 2 – Você sabe quais são os hábitos dos indígenas brasileiros? O que eles comem? Como vivem atualmente? Como e o que estudam? 3 – Leia o texto a seguir, retirado do Jornal O Globo, em 18/4/1999, e aprenda um pouco mais sobre a educação dos índios brasileiros Índios são alfabetizados na língua nativa O ava’i e a nha’i vão à nhem boea e no jakarua observam o kuary. A frase mistura palavras portuguesas e guaranis (menino, menina, escola, recreio e sol). Na aldeia guarani Sapucaí, em Angra dos Reis, as crianças estão sendo alfabetizadas simultaneamente na língua nativa e em português. Outros grupos indígenas (terenas, em Mato Grosso, e mundurucus, no Amazonas) estão fazendo o mesmo. [...] Professor faz parte do Comitê Nacional de Educação Indígena. Algemiro chegou à 5ª série numa escola “não-índia”, como ele diz. Fez cursos de capacitação e hoje faz parte do comitê Indígena de Educação Indígena do Ministério da Educação. O Projeto Educativo Guarani foi elaborado pela própria comunidade.A tribo se reuniu para discutir o que queria que suas crianças aprendessem e se elas deveriam ou não sair da aldeia após o 4º ciclo para continuar os estudos. [...] _ Elas só aprendem o português depois que estiverem lendo e escrevendo bem o guarani, o que acontece no 2º ciclo. Aula 9 - Inglês 63
  16. 16. [...] O MEC já distribuiu cartilhas e livros didáticos em dez línguas indígenas. Há cartilhas em inanomâni, camaiurá, juruna e satere-mave; livros em zoró; crônicas em tapiripé; textos e poesias sobre a história dos caingangues 5 – Leia o texto a seguir, ele é parte de um importante documento. Artigo 25. Os Povos Indígenas devem ter assegurado seus direitos e sua ciência, linguagem, cultura e educação, incluindo aspectos biculturais e bilíngües através do reconhecimento formal e informal com a participação da família e da aldeia assegurado. Carta da Terra dos Povos Indígenas – Rio de Janeiro, 30/05/1992 Em cooperação com o colega ao lado, responda: a) Onde e quando esses trechos foram publicados? b) Quem os escreveu? c) Qual o propósito comunicativo do primeiro texto? (a) Vender um produto (b) Entreter (c) Informar d) E do segundo texto? (a) Vender um produto (b) Entreter (c) Informar e) Qual é idéia principal do primeiro texto? E do segundo texto? f) Como podemos compará-los? Desafio O encontro entre culturas tão diferentes enriquece-nos. Os indígenas mantinham uma relação de respeito com a natureza. A terra não era apenas um lugar de plantar, mas um prolongamento deles próprios. 1 - Pesquise em qualquer fonte: Você conhece o nome de outras tribos indígenas brasileiras, além das mencionadas nos textos? Você sabe quantas línguas diferentes são faladas pelos indígenas brasileiros? Como a sociedade brasileira trata os nossos indígenas? De que forma as tradições indígenas estão ou se estão sendo preservadas? Que contribuições os indígenas brasileiros trouxeram para todos nós? 2 – Peça ajuda ao seu professor de história e descubra: a) Se há tribos indígenas no Estado do Rio de Janeiro. b) Mapa das tribos no Brasil. 3 – Procure ler todos os artigos da Carta da Terra dos Povos Indígenas – RJ, 30/05/92 64 Ensino Fundamental
  17. 17. Língua Estrangeira AO PROFESSOR Objetivos da fase de Pré-leitura - Engajar o aluno no trabalho de leitura com base no conhecimento que ele já tem como leitor em português; - Levar o aluno a utilizar seu conhecimento de mundo visando construir novos conhecimentos sobre a educação indígena; - Criar expectativas quanto à leitura que seguirá. Objetivos da fase de Leitura Levar o aluno: - A reconhecer diferentes gêneros textuais; - Identificar as palavras que indicam ações e quando elas acontecem; - Comparar textos e situações nas duas línguas. - Provocar o diálogo coletivo, levando os alunos a, em conjunto, associarem as informações contidas nos textos lidos e compararem contextos culturais diferenciados. Construindo conhecimento sobre a língua e aprofundando a leitura - Co-construir conhecimentos sobre o Simple Present; - Identificar e reconhecer o uso deste tempo verbal; - Diferenciar as flexões que ocorrem para as diferentes pessoas. Objetivos da fase de Pós-leitura e Desafio - Levar o aluno a expandir seus conhecimentos frente ao tema dos povos indígenas, em uma perspectiva interdisciplinar. Aula 9 - Inglês 65
  18. 18. AULA 10 Tema Trabalho Voluntário Série Ensino Fundamental (7ª e 8ª séries) Previsão de duração 4 aulas de 50 minutos Objetivos Gerais Problematizar o trabalho voluntário Aspecto sistêmico focalizado O uso do Present Perfect. PRÉ-LEITURA 1- Você sabe o que quer dizer trabalho voluntário? 2- Observe o texto em português. Onde e quando foi publicado? O que significa a foto maior? De que gênero textual (poema, receita, artigo de revista etc) se trata? 3- Leia o texto em português. Depois, trabalhando com um colega, responda às perguntas: 66 Ensino Fundamental
  19. 19. Língua Estrangeira O Brasil tem um milhão de pessoas que doam parte de seu tempo, trabalho e talento a causas de interesse comunitário. De acordo com uma pesquisa divulgada neste mês pelo Ibope, 25 milhões de brasileiros realizaram trabalho voluntário entre abril e junho. Segundo os especialistas em voluntariado, o crescimento do número de envolvidos em projetos sociais se deve a algumas certezas recentes confirmadas por amplos setores sociais. A primeira é que não vale a pena esperar pela ação de um governo que, embora arrecade muito, gasta mal e deixa vazar bastante dinheiro pelos ralos da corrupção. Outra é que a mera doação financeira para entidades de ação social pode, na verdade, apenas alimentar estruturas burocráticas mais engajadas em marketing do que em atitude. A terceira é que pequenas atitudes individuais, quando somadas, representam grandes resultados. “Formou-se a consciência de que, para ajudar, basta começar com os problemas de sua região”, diz Maria Lúcia Meirelles Reis, diretora do Centro de Voluntariado de São Paulo, entidade que presta assistência a grupos de trabalho voluntário. Ou seja, mesmo atividades como incentivar a coleta seletiva de lixo num bairro, participar de campanhas de doação de sangue, pintar o muro da escola e ajudar a cuidar de um jardim público são ações que fazem diferença. UM GUIA PARA COMEÇAR • Listar atividades que gosta de fazer, para que o trabalho seja realizado com prazer. • Calcular o tempo de que dispõe e a periodicidade com a qual pode se comprometer. • Ir a um centro de voluntariado de sua cidade ou pesquisar diversas opções na Internet. Sites como voluntários.org.br têm um amplo banco de dados. • Escolher uma entidade próxima de casa ou do trabalho. Fonte: Revista Veja, 20 de julho de 2005. QUIZ Questões Eu meu colega a) você já participa de algum trabalho voluntário? b) Você já se beneficiou de algum trabalho voluntário? c) Existe em sua cidade alguma instituição que faz trabalho voluntário? d) Em sua opinião, que tipo de trabalho voluntário pode beneficiar seu bairro? e) Como você pode ser útil à sua comunidade? 4 - Qual a intenção do autor? Que posição ele parece defender? Aula 10 - Inglês 67
  20. 20. LEITURA 1- Leia o texto “Taking the Time to Help”. Lembre-se das seguintes estratégias: - tente captar o sentido geral do texto; - procure apoio em palavras transparentes; - tente entender o sentido de palavras desconhecidas pelo contexto; - relacione o conteúdo do texto ao conhecimento que você já tem: você já sabe muito! Agora, trabalhando em dupla, responda às perguntas abaixo: a) Onde e quando o texto foi publicado? b) A que público se destina? c) Que pontos em comum ele tem com o texto da Revista “Veja”? d) O texto levanta aspectos positivos do trabalho voluntário. Existiriam também pontos negativos? TAKING THE TIME TO HELP April 22, 2005 vol.10 No.24 Shilo Summers, 12, loves being outdoors. In her four years as a member of the Busy Bison 4-H Club, in Monongah, West Virginia, she has performed more than 2,000 hours of community service. Shilo has picked up litter along the highway, picked flowers and trees, tended rivers and organized recycling efforts. Her work has won awards, but Shilo says the effort itself is a good reward. “If you live on a road where there’s a lot of trash, pick up in front of your house, and it will make a difference,” she told TFK. Shilo’s latest big project, Paws Piloting People, raises money for an agency that trains guide dogs. Construindo conhecimento sobre a língua 1- Observe o uso dos tempos verbais em português: a) Há quanto tempo você estuda nessa escola? Aluno: Eu estudo há dois anos. b) Você já fez trabalho voluntário? Aluno: Sim, eu já fiz. c) Quantas vezes você já fez trabalho voluntário? Aluno: Eu fiz cinco vezes. Que idéias as formas verbais sublinhadas expressam nas frases acima? Associe as opções abaixo com as frases acima ( ) ações repetidas ( ) ação que se estende ( ) tempo indeterminado no do passado até o presente. passado. 68 Ensino Fundamental
  21. 21. Língua Estrangeira 2- Agora observe como as frases desses alunos ficariam em inglês: a) Student: I have studied here for two years. b) Student: Yes, I have done it. c) Student: I have worked five times as a volunteer. As idéias expressas por essas frases são semelhantes às idéias das frases em português e, para expressá-las, usamos o Present Perfect. Observe como esse tempo verbal é formado: Sujeito + have/has + Past Participle 3 - Há no texto diversos verbos no Present Perfect. Circule esses verbos e dê a razão de seu uso. Releia o texto em inglês e elabore perguntas sobre trabalho voluntário para a entrevista na etapa Desafio a seguir. PÓS-LEITURA Desafio Pesquisa de Opinião – “Pool” - sobre trabalho voluntário. Entreviste alunos e funcionários da escola sobre o tema. Apresentação e avaliação da pesquisa feita. Aula 10 - Inglês 69
  22. 22. AO PROFESSOR Objetivos das atividades de Pré-leitura Objetivo específico das atividades - localizar o texto na vida social; - focalizar o conhecimento de mundo do aluno e sua capacidade de relacionar o que já sabe com o que está no texto; - trabalhar o conhecimento de gêneros textuais; - localizar os textos na vida social a partir do conhecimento de gêneros textuais que o aluno já tem; - levar o aluno a refletir sobre o tema central do texto, assim como sobre sua relevância para a vida social do grupo. Aqui é importante dar voz aos alunos, levando-os à compreensão de que as diversas opiniões sobre o texto são parte da construção de seu significado. Objetivos das atividades de leitura Objetivo específico das atividades - localizar o texto na vida social; - estimular a capacidade do aluno de comparar e associar textos em português e em inglês; - explorar o conhecimento de mundo apresentado no texto; - encorajar os alunos a se posicionarem frente ao tema central do texto, relacionando-o à vida social do grupo. Aqui também é importante dar voz aos alunos, levando-os à compreensão de que as diversas opiniões sobre o texto são parte da construção de seu significado. Objetivos da seção Construindo conhecimento sobre a língua Observação O conhecimento lingüístico a ser construído deve ser determinado pelo nível de compreensão do texto que o professor estabelecer para o mesmo. Isso quer dizer que nem todos os itens do texto devem ser abordados; o aluno terá que aprender a trabalhar em sala de aula com essa característica da compreensão. É importante lembrar aos alunos o fato de que, mesmo na nossa língua materna, a compreensão não é exata, pois muitas vezes não conhecemos todas as palavras de um texto. Objetivos da seção Pós-leitura Objetivo específico - relacionar o texto e sua temática ao mundo social no qual os alunos estão inseridos, engajando- os em uma pesquisa junto à comunidade sobre trabalho voluntário. 70 Ensino Fundamental
  23. 23. Língua Estrangeira AULA 11 Tema Hábitos alimentares. Série Ensino Fundamental (7ª e 8ª séries) Previsão de duração 4 aulas de 50 minutos Objetivos Gerais Discutir hábitos alimentares de crianças e jovens em idade escolar Aspecto sistêmico focalizado Locuções nominais do tipo noun + noun. PRÉ-LEITURA A) Observe o cartaz “Pesos Pesados” e diga: 1. Que tipo de informação ele contém? 2. Que tipo de pessoa mais consome esses alimentos? 3. Com que freqüência você come esse tipo de comida? Onde? 4. Você acha que esse tipo de alimento é saudável? 5. Que alimentos você considera saudáveis? B) Agora observe o título do texto em inglês e diga: 1. De que alimento o texto trata? 2. “Veggie” é forma abreviada de “vegetarian”. O que essa informação acrescenta à sua resposta anterior? 3. Ainda de acordo com o título, para quem esse tipo de alimento foi criado? Aula 11 - Inglês 71
  24. 24. LEITURA A) Agora proceda à leitura do texto, silenciosamente. Lembre-se das seguintes estratégias: • relacione o conteúdo do texto ao conhecimento que você já tem; • tente captar o sentido geral do texto – para isso não é necessário saber o significado de todas as palavras!; • procure apoio nas palavras transparentes; • tente entender o sentido de palavras desconhecidas pelo contexto e / ou pelas partes que as compõem. Veggie ice creams to tempt kids How about a broccoli or carrot ice cream? This suggestion comes from the wife of a celebrity chef. Kids need to eat better, so she’s had the idea to make vegetable-flavoured ices for them. Tana Ramsay, who’s married to TV chef Gordon Ramsay, has developed the idea of ‘ice greens’ for children who don’t like eating vegetables. They come in broccoli, carrot, pea, lettuce, yellow pepper and tomato flavours, and are mixed with other things. Tana did it to “make vegetables more attractive to kids,” she said. Adapted from http://news.bbc.co.uk/cbbcnews Acessado em 27/08/2005 B) Trabalhando em pequenos grupos, responda às perguntas abaixo, em português: 1. Qual o gênero do texto – anúncio de um produto, carta, receita culinária ou notícia? Em que você se baseou para responder? 2. De qual país procede o texto? (Obs: UK = United Kingdom) 3. Qual é a idéia apresentada para atrair as crianças, e de quem é essa idéia? Qual foi seu objetivo? 4. Quais são os legumes e verduras citados no texto? 5. Qual o propósito comunicativo do texto – fornecer informação, anunciar um produto ou entreter? Construindo conhecimento lingüístico e aprofundando a leitura A) Leia as seguintes expressões ou locuções que aparecem no texto e dê o seu equivalente em português: - carrot ice cream - vegetable-flavoured ices - TV chef - tomato flavour 72 Ensino Fundamental
  25. 25. Língua Estrangeira B) Agora observe novamente essas locuções em inglês e diga: - As palavras sublinhadas pertencem todas à mesma classe gramatical? Qual? - Agora repare nas locuções equivalentes em português. Você percebe alguma diferença no modo como as duas línguas funcionam? Quais são essas diferenças? Então podemos concluir que: • O núcleo (palavra principal) das expressões/locuções acima é um ___________________ _____ (adjetivo / verbo / substantivo), por isso são chamadas de locuções nominais. • Quanto à ordem das palavras nesse tipo de locução, a língua inglesa é diferente do português, porque em inglês o núcleo vem no ___________________ (início / final) da expressão. TENDO CONSTRUÍDO ESSES CONHECIMENTOS SOBRE A LÍNGUA INGLESA, RELEIA AGORA O TEXTO PARA OBTER UMA COMPREENSÃO MAIS APROFUNDADA. PÓS-LEITURA 1. Você gostaria de experimentar um “ice green”? Por que sim / não? Você acha que a idéia de Tana Ramsey funcionaria com as crianças brasileiras? 2. O que você e seus colegas costumam comer na escola? Então leia o texto “Sobrepeso nas escolas” e responda: Sobrepeso nas escolas O mais abrangente estudo sobre obesidade infantil já conduzido no Brasil, realizado com mais de 10 mil crianças das escolas da cidade paulista de Santos, traz um alerta para todo o país. Dos alunos que tinham entre 7 e 10 anos, 33% estavam acima do peso. Na rede particular, o índice era ainda maior: 45%. Época, 24 de fevereiro de 2003 a. O que é obesidade infantil? b. Onde foi realizada a pesquisa? Por que ela é importante? c. Em termos de índices de obesidade, qual a diferença entre as escolas públicas e as escolas particulares? 3. Como a escola pode contribuir para diminuir os índices de obesidade infantil? 4. O que você sugere para conscientizar as pessoas de sua escola ou comunidade a adquirirem hábitos alimentares mais saudáveis? Aula 11 - Inglês 73
  26. 26. AO PROFESSOR Pré-leitura Objetivos específicos Obs.: O professor deverá trazer para a sala um cartaz com fotos ou desenhos dos lanches que crianças e adolescentes gostam (hambúrguer, cachorro quente, sorvete, batata frita etc) A) Acionar o conhecimento de mundo do aluno e levá-lo a perceber como ele é importante na leitura B) Levar o aluno a construir expectativas sobre o texto Leitura Objetivos específicos das questões da letra B 1: Trabalhar com conhecimento textual 2: Localizar o texto na vida social 3: Levar o aluno a identificar as idéias centrais do texto e a refletir sobre elas 4: Rever/expandir vocabulário 5: Localizar o texto como ação social Construindo conhecimento lingüístico Objetivo específico Co-construir conhecimento sobre locuções nominais (“noun phrases”) do tipo noun(s) + noun. O professor coloca as locuções no quadro e utiliza também o quadro para registrar as respostas dos alunos quanto ao significado de cada uma. O núcleo das locuções devem ser sublinhados (em inglês e em português). 74 Ensino Fundamental
  27. 27. Língua Estrangeira AULA 12 Tema Comportamento na escola Série Ensino Fundamental (7ª e 8ª séries) Previsão de duração 4 aulas de 50 minutos Objetivos Gerais Discutir problemas de adaptação e relacionamento pessoal na escola Aspecto sistêmico focalizado Can e may expressando possibilidade; phrasal verbs PRÉ-LEITURA A) Leia o texto “Muitas Histórias” e responda: 1. Onde textos assim podem ser encontrados – enciclopédias, revistas, jornais, dicionários? 2. A que público se destinam? 3. Onde e quando o texto foi publicado? 4. Que sentimentos as falas dos jovens expressam – timidez, raiva, medo, inveja? Muitas Histórias Em 2004, mudei de São Paulo para Brasília e fiquei triste por deixar meus amigos. No primeiro dia de aula, foi a maior dificuldade: não conhecia ninguém. Aos poucos, me enturmei e virei representante de classe! Nas férias, volto para São Paulo e revejo a turma. Desta vez, trouxe até um amigo, o Pedro, que conheci em Brasília. Matheus Y.Stachissini, 10 anos Eu e Vítor estudávamos em São Paulo, fomos para Manaus e depois voltamos para São Paulo. Em cada escola nova, dá um frio na barriga. Mas depois que fazemos amigos, Aula 12 - Inglês 75
  28. 28. fica tudo certo. Este ano voltamos para Manaus. A escola é grande e dá um medinho só de pensar! Mayumi, 9 anos, e Vitor Motta, 7 anos Eu vou para a 4a. série e estou bem ansioso. Talvez entre gente nova, os professores mudem... Fico pensando que as matérias vão ser mais difíceis e que vou ter aulas com um professor que tem fama de brabo. Por um lado, estou feliz de voltar para a escola. Por outro lado, as férias estão tão boas ... Gabriel G Carmelós, 10 anos Recreio no. 256, 3/2/2005 B) Agora observe o título e a ilustração do texto em inglês O que você acha que encontrará no texto? LEITURA “I hate school, and I’m not going back.” Lots of kids have this feeling sometimes. But what happens if you feel this way every day? Let’s talk about school and what to do when you don’t like it. Signs of school stress When you worry about school, it can affect your body. You can have headaches or stomachaches. You can feel like you have to throw up. You can have sleeping problems. Why do some kids dislike school? If you don’t like school, the first step is to find out why. Is it because a bully is bothering you? Or is it because a kid you don’t like wants to hang around with you? Maybe you don’t get along with your teachers. Or maybe you feel different because you don’t have enough friends. Sometimes it’s a problem with your classes or schoolwork. Maybe the work is too easy and you get bored. Or maybe the work is too difficult and you feel you’re not very smart. Finding help It’s a good idea to talk to someone about your problems with school. Your mom, dad, relative, teacher, or school counselor can help you. It’s specially important to tell an adult if the problem is that someone is bulling you or hurting you physically. 76 Ensino Fundamental
  29. 29. Língua Estrangeira Another good idea is to write down your feelings about school in a diary or in a notebook. It’s important to let out emotions that may be stuck inside you. If you feel disorganized, your teachers and school counselors can help you. Teachers expect you to ask for help when you have learning problems. Feeling better about school The next time you feel you don’t like school, try this: • First, write down everything you don’t like about school. • Then, make a list of the good things you enjoy (even if it’s only recess and lunch, that’s a start!) • Now, what can you change on the “don’t like” list? For instance, if you remember to do your homework, you can feel more confident in class. Or you can try some activities to help you make new friends. Of course, it’s difficult to change everything on your “don’t like” list. But focus on what you can change and school can be cool again. Adapted from www.kidshealth.org 1. Sua idéia inicial a partir do titulo e da figura se confirma ou não? Explique. 2. Qual é o assunto do texto? 3. Que sentimento está expresso na primeira frase? Você já o vivenciou na escola? Em que momentos? 4. Quais os sinais que o corpo pode apresentar nas situações de estresse? 5. Por que as crianças não gostam da escola? 6. Quais as idéias que o texto apresenta para ajudar os alunos a superarem os problemas com a escola? 7. Quais as dicas que o texto apresenta para que o aluno se sinta melhor em relação à escola? Construindo conhecimento lingüístico e aprofundando a leitura Observe a seguinte frase do texto: Maybe you don’t get along with your teachers. Pelo contexto, o equivalente desta frase em português é: a) Talvez você não tenha professores. b) Talvez você não se relacione bem com os professores. c) Talvez você não precise de professores. Agora leia estas outras frases com o verbo get e dê o significado da expressão sublinhada: 1. He leaves home at 7 a.m. and gets back at 7 p.m . Then he eats dinner. ( ) volta ( ) sai ( ) levanta Aula 12 - Inglês 77
  30. 30. 2. I get up at 7 o’clock every day because I study in the morning ( ) almoço ( ) chego ( ) levanto 3. Get away from me. I hate you. ( ) goste ( ) afaste-se ( ) lembre-se Como você observou, o verbo get acompanhado de certas partículas como along, back, up e away, _______________________ (muda / não muda) o seu significado. Isso acontece com muitos outros verbos em inglês. São chamados phrasal verbs e, como você viu, o significado de um phrasal verb nem sempre tem a ver com sos significados de suas partes componentes. No texto encontramos vários phrasal verbs. Relacione-os com seus significados, recorrendo ao contexto em que aparecem: 1. go back (linha 1) ( ) anotar 2. throw up (linha 6) ( ) descobrir 3. find out (linha 8) ( ) vomitar 4. write down (linha 17) ( ) extravasar 5. let out (linha 18) ( ) voltar Observe as seguintes frases tiradas do texto e responda: You can have headaches or stomachaches. You can have sleeping problems. a) O significado do verbo can em português é ________________ (saber, poder, dever) e nos exemplos acima ele indica ________________________ (habilidade, possibilidade, permissão). Agora observe esta outra frase: It’s important to let out emotions that may be stuck inside you. Em português o significado da frase seria: É importante extravasar as emoções que ________ ________ estar presas dentro de você. Sendo assim, podemos concluir que may, nessa frase, também expressa _________________ _______. TENDO CONSTRUÍDO ESSES CONHECIMENTOS SOBRE A LÍNGUA INGLESA, RELEIA AGORA O TEXTO PARA OBTER UMA COMPREENSÃO MAIS APROFUNDADA. 78 Ensino Fundamental
  31. 31. Língua Estrangeira PÓS-LEITURA Após ler o texto “Tudo Novo”, responda: TUDO NOVO Confira dicas para encarar as novidades na volta às aulas. Cadê os amigos? Se você mudou de turma, vai se sentir meio perdido nos primeiros dias de aula, mas a saída é tomar coragem e tentar se enturmar. Afinal, na sua classe tem muita gente com a sua idade e que gosta das mesmas coisas que você. Comece puxando papo com quem senta mais perto, pedindo dicas e informações sobre as aulas. Aos poucos, você vai acabar conhecendo todo mundo. Horário diferente Muita gente prefere estudar de manhã porque aproveita melhor o tempo. Outros detestam acordar cedo e gostam de ir para a escola ã tarde. Se não pôde escolher seu horário, você vai ter de se adaptar. O ideal é dormir e acordar cedo para aproveitar o dia. Não deixe a lição de casa para a última hora e não fique enrolando na cama. Assim, você vai ter tempo para tudo. Ai, que medo! Ouviu dizer que seu novo professor é muito bravo? Não se apavore! Espere para conhecê-lo e, se mesmo assim você não for com a cara dele, lembre-se de que ele está ali porque tem algo a ensinar e você vai à escola para aprender. Não é possível ter simpatia por todo mundo. O que não pode faltar é respeito. Professores por todo lado Ë comum ter mais professores quando a gente muda de série. No começo, é estranho, mas você vai acabar gostando de conhecer outras pessoas e perceber que cada um tem seu jeito de ensinar. Além disso, com as trocas de professores, você vai ter a impressão de que as aulas passam mais depressa. O que pode ser ótimo no caso de matérias mais chatas Recreio no. 256, 3/2/2005 1. Quais as situações citadas? 2. Você já passou por alguma delas? Quais? 3. Quais as dicas do texto que você aproveitaria se vivenciasse tais situações? 4. Dramatize uma das situações do texto ou crie uma nova com seus colegas. Aula 12 - Inglês 79
  32. 32. AO PROFESSOR Pré-leitura Objetivos específicos A: acionar o conhecimento de mundo dos alunos e levá-lo a perceber como é importante a leitura. B: levar o aluno a construir expectativas sobre o texto. Leitura Objetivos específicos 1-2: Levar o aluno a checar suas hipóteses sobre o conteúdo do texto 3-7: Identificar as idéias principais do texto Construindo conhecimento lingüístico Objetivo especifico Co-construir conhecimento sobre phrasal verbs e can e may expressando possibilidade Pós-leitura Objetivo Expandir a discussão do tema (adaptação da criança/jovem à escola), ensejando a possibilidade de ajudar os alunos a superarem seus problemas relativos ao cotidiano escolar 80 Ensino Fundamental
  33. 33. Língua Estrangeira AULA 13 Tema Puberdade Série Ensino Fundamental (7ª e 8ª séries) Previsão de duração 4 aulas de 50 minutos Objetivos Gerais Discutir a questão da puberdade em termos da insegurança dos jovens quanto às transformações corporais Aspecto sistêmico focalizado Locução nominal do tipo adjective + noun PRÉ-LEITURA A) Observe o cartaz e responda: 1. Com qual jovem você se identifica? Por quê? 2. O que há em comum entre eles? B) O que podemos supor sobre o conteúdo do texto a partir do título? LEITURA I’m Growing Up – But Am I Normal? Everybody is different. First of all, what’s normal? There’s no one normal. The next time you go to the mall, take a look around. You’ll see tall people, short people, and people with broad shoulders, little feet, big stomachs, long fingers, stubby legs, and skinny arms... you get the idea. You can change your hair style or put on a new hat, but the way you look isn’t completely under your control. When your parents created you, they pass on their genes – a kind of Aula 13 - Inglês 81
  34. 34. special code – and those genes helped to decide your size and shape, your eye color and hair texture, even whether you have freckles. Small or tall Height is just one of the thousands of features your genes decide. In fact, because you have two parents, your genes act like a referee giving you a height that usually lands somewhere between the height of each parent. But genes don’t decide everything. For example, eating an unhealthy diet can keep you from growing to your full potential. Getting plenty of sleep, enough exercise, and nutrients will also help you grow. Growing fast or slow Don’t be scared if you seemed to have grown a lot in a very short time. This is normal during puberty. The average age for starting puberty is about 10 for girls and about 11 for boys. You’ll usually begin to notice that you’re growing faster about a year of so after your body starts to show the first changes of puberty – girls will develop breasts and a boy’s penis and testicles will get bigger. Fat or thin Weight can vary a lot, too, from kid to kid. It’s tempting to compare yourself to your fiends. But kids often weight more of less than their friends and are still considered normal. TV and magazines might make us think that our bodies should weigh and look a certain look, but in real life, there are a lot of differences. What to do if you’re worried If you have concerns about your weight – or how your body is changing- talk it over with a parent or your doctor. The doctor can tell you if anything is wrong. But probably you are perfectly normal. Adapted from www.kidshealth.org 1. Qual é a fonte do texto? 2. A quem ele se destina? Qual a faixa etária? 3. Vendo os quatro subtítulos, quais aspectos serão abordados no texto? Correlacione as colunas: “Everybody’s Different” ( ) dicas sobre o que fazer para superar as preocupações “Small or Tall” ( ) explicação geral sobre as diferenças entre as pessoas “Growing Fast or Slow” ( ) explicação sobre a questão do peso “Fat or Thin” ( ) explicação sobre a questão da altura “What to Do if You’re Worried” ( ) explicação sobre o ritmo do crescimento 82 Ensino Fundamental
  35. 35. Língua Estrangeira Construindo o conhecimento lingüístico e aprofundando a leitura Vocabulário 1. Retire do texto as palavras referentes a partes do corpo humano. 2. Pelo contexto, qual o significado da palavra “weight”? ( ) altura ( ) peso ( ) idade 3. E da palavra “height”? ( ) peso ( ) altura ( ) beleza 4. Quais são as dicas do autor para ajudar os jovens que estão preocupados com o assunto? Gramática Observe as seguintes expressões que aparecem no texto: Tall people Short people Big stomachs Long fingers Skinny arms Stubby legs Agora observe as palavras sublinhadas e diga: a) Elas pertencem à mesma classe gramatical? Qual? b) Dê agora as locuções equivalentes em português. Você percebe alguma diferença? Quais são as diferenças? Então podemos concluir que: Quanto à ordem das palavras na locução nominal, em inglês o adjetivo vem _____________ (antes, depois) do substantivo. Observe as locuções abaixo: LONG _ FINGERS BROAD_ SHOULDERS Podemos concluir que os adjetivos em inglês são ________________ (variáveis, invariáveis). TENDO CONSTRUÍDO ESSES CONHECIMENTOS SOBRE A LÍNGUA INGLESA, RELEIA AGORA O TEXTO PARA OBTER UMA COMPREENSÃO MAIS APROFUNDADA. PÓS-LEITURA Discuta com os colegas: Que mudanças no corpo dos jovens são alvo de preconceito? Por quê? Como lidar com essas mudanças? Aula 13 - Inglês 83
  36. 36. AO PROFESSOR Pré-leitura Levar um cartaz com fotos/ilustrações de jovens na fase da puberdade Objetivos específicos A: acionar o conhecimento de mundo dos alunos e levá-lo a perceber como é importante a leitura. B: levar o aluno a construir expectativas sobre o texto. Leitura Objetivos específicos 1-2: Localizar o texto na vida social 3: Levar o aluno a perceber como o texto está organizado e quais são as idéias que nele serão desenvolvidas Construindo conhecimento lingüístico Objetivos especificos Co-construir conhecimento sobre: - vocabulário importante para a compreensão do texto através de: - revisão / expansão do vocabulário de partes do corpo - dedução do significado de palavras desconhecidas pelo contexto - locuções nominais do tipo adjective + noun Obs: O professor deve escrever no quadro as locuções em inglês e depois, a partir da contribuição dos alunos, seus equivalentes em português. 84 Ensino Fundamental

×