Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [3]
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [3]

on

  • 2,794 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,794
Views on SlideShare
2,778
Embed Views
16

Actions

Likes
0
Downloads
12
Comments
0

2 Embeds 16

http://etzadm.blogspot.com.br 15
http://etzadm.blogspot.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [3] Resenha: Hierarquização das Necessidades de Maslow [3] Document Transcript

  • Etec Guaracy SilveiraTeoria das necessidades humanas desenvolvidas por Maslow Michele Alves dos Santos Nº21; 1º et-Z São Paulo 2012
  • RESENHATeoria das necessidades humanas desenvolvidas por MaslowSobre o livro: Teoria Geral da administração: Da revolução urbana à revoluçãodigital: MAXIMIANO, Antônio César Amaru; Editora Atlas – 6º edição – 2006.O livro nos fornece uma perspectiva dos conceitos facilitando o entendimento dahistória das organizações. Com o conteúdo abrangente e de fácil leitura eentendimento. Deixa bem explícitos ao leitor conceitos básicos na administração,como a TGA “Teoria Geral da Administração”.Um dos conteúdos abordados no livro será o tema dessa resenha: Teoria dasnecessidades humanas ou Teoria de Maslow. Abraham Maslow foi um psicólogoamericano bastante conhecido pela proposta da hierarquia das necessidades, ondecolocava as necessidades humanas em uma ordem de maior carência. Ele afirmavatambém que uma pessoa realizada, seria aquela que tivesse todas essasnecessidades realizadas e que a não realização de todas essas necessidades esobrevém a frustação do indivíduo que pode acarretar em várias atitudes:Comportamento ilógico ou sem normalidade, agressividade por não poder dar vazãoà insatisfação contida, nervosismo, insônia, falta de interesse pelas tarefas ouobjetivos, passividade, moral baixo, má vontade, pessimismo, resistência àsmodificações, insegurança, não colaboração, etc. Porém quando essasnecessidades não são todas completas não quer dizer que essas atitudes podemacontecer com indivíduos.Ele chegou a estes conceitos após analisar as vidas, valores e atitudes das pessoasconsideradas por ele mais saudáveis e criativas. Maslow classificava essasnecessidades em alguns principais aspectos: As necessidades variam de indivíduo aindivíduo e a não satisfação de algumas necessidades, volta a predominar navontade da pessoa.Sabe-se que a hierarquia de necessidades defendida por Maslow teve uma grandeimportância, porém estudos que se seguem no comportamento e motivação humanamostram que cada indivíduo pode priorizar suas necessidades de acordo com acultura, religião e outras influências externas ou internas.
  • Hoje em dia essa teoria é bastante comentada, devido o modo em que Maslowimpôs as necessidades humanas que não se encaixa com a sociedade que vivemos,por que é bastante questionado se o marketing aumenta ou não estas, naatualidade.Uma crítica bastante pertinente nessa teoria é que Maslow afirmava que umapessoa podia estar auto realizada e não ter uma inteira satisfação nas necessidadesde um nível inferior a todas.As necessidades humanas foi um objeto estudado e analisado por Taylor quandoconcluía sua teoria. Em comparação ao Taylorismo, Maslow percebeu que oindivíduo não sente uma única necessidade financeira, enquanto Taylor acreditavaque as necessidades básicas era como algo motivador pra a maior produção econsequentemente ter mais lucros ao chefe das empresas.O livro na qual foram retiradas essas informações eu recomendo para aqueles queestão fazendo ou pensam em fazer faculdade ou técnico de administração eeconomia, pois o conteúdo explica resumidamente como que consolidaram asteorias gerais da administração, que foi algo que influenciou bastante o modo deministrar as empresas.O conteúdo descrito nessa resenha foi retirado do livro de Antônio César AmaruMaximiano, graduado (USP, 1974), mestrado (USP, 1976) e doutorado emAdministração. Professor de administração na Universidade de São Paulo,supervisor de projetos da Fundação Instituto de Administração, em 2009 foiprofessor convidado da Université François Rabelais na França. Tem experiência naárea de administração, atuando principalmente nessas áreas: Gerenciamento deprojetos, ensino da administração e administração geral. Seus interesses são:Administração de projetos, recursos humanos e administração geral.Michele AlvesAcadêmica de Gestão Empresarial I pertencente à grade curricular do primeiromódulo do curso técnico de administração da Escola Técnica Guaracy Silveira,Pinheiros, São Paulo, Brasil.